Review / Tutorial: Ys IX – Monstrum Nox

IMPORTANTE: Por mais que eu queria evitar, pode sair um leve spoiler aqui e ali nas imagens pra demonstrar sobre a história e jogabilidade, como também a certos pontos que eu me abstenho de comentar justamente pra não estragar a diversão de quem está lendo

Ola, aqui é o Pena e hoje trago um JRPG de ação que vem ganhando mais e mais fãs no seus mais de 30 anos de existência, Ys IX: Monstrum Nox.

Produzido pela Falcom e distribuído pela Nis América, ele é da mesma produtora da série Legend of Heroes (Eiyuu Densetsu no japonês) e de Tokyo Xanadu, outros jogos que valem muito a pena jogar, caso ainda não conheça.

Review feito em base da versão para PlayStation 4
(código cedido da versão ocidental pela NIS América)

Titulo: Ys IX: Monstrum Nox
Produtora: Falcom
Distribuidora: NIS América
Gênero: JRPG / Ação
Plataformas: PlayStation 4 (02/2021) / Nintendo Switch e PC (06/2021)
Mídia: Físico e Digital
Textos: Inglês e Francês
Dublagem: Inglês e Japonês
Site: https://nisamerica.com/ys-ix/

Link pra compra da versão física no Play Asia:

História

O começo de mais uma longa aventura

A história desse Ys ocorre em Balduq, uma cidade / fortaleza da antiga região de Gllia (análogo a região de Gália do mundo real) que foi anexada pelo Império Romun (análogo ao Império Romano) a 8 anos atrás e foi transformado numa das maiores prisões do mundo.

Adol na sua transformação por causa da maldição

Claro que essa visita não seria simples e Adol é aprisionado assim que chega na cidade e quando consegue escapar, ele é amaldiçoado e se transforma num “Monstrum” (Kaijin no original), ficando preso a cidade e obrigado a enfrentar monstros de outro plano, conhecidos como Lemures, que atacam a cidade de tempos e tempos sem seus habitantes nem mesmo saberem.

Mas por milagre dessa vez ele não naufragou XD

Um detalhe na história desse capitulo da série é que, enquanto os outros jogos eram praticamente isolados, esse puxa MUITA coisa dos jogos anteriores, principalmente dos seguinte:

  • Ys I & II Chronicles;
  • Ys IV: Mask of the Sun (que agora o canon é a versão “Ys: Memories of Celceta”);
  • Ys VIII: Lacrimosa of Dana;
  • Ys VI: The Ark of Napishtim;
  • Ys Seven

Enquanto não é EXTREMAMENTE necessário ter jogado os anteriores, conhecer o que ocorre neles ajuda a compreender alguns detalhes antes que expliquem e também pra aproveitar por completo o jogo.

Não jogou os anteriores ou faz muito tempo e precisa relembrar algum detalhe, aproveita e dá uma olhada no especial da série que temos aqui no site, divido em três partes devido o tamanho da série:

Um ponto interessante é que todos os Monstrums tem uma apresentação rápida logo no começo, já que fazem parte direta da história, mas mesmo assim fica muita coisa no ar até a apresentação mais detalhada de cada um deles.

Gráficos

Efeitos e visual do jogo ficaram muito bons

Como no jogo anterior, o Lacrimosa of Dana, os gráficos ficaram muito bons, como sempre puxado pro estilo dos animes, cheio de efeitos especiais durante os combates e vários locais cheios de detalhes, vale muito a pena parar alguns momentos pra curtir a paisagem.

Um dos diversos pontos que referem as aventuras anteriores do Adol

Com alguns detalhes do jogo, aonde você tem mais liberdade de exploração na cidade de Balduq e regiões próximas, da pra ver vários pontos interessantes, já que boa parte do jogo se passa dentro da cidade, mas souberam usar isso e fizeram um local com vários pontos diferentes.

Áudio

A parte da sonoplastia do jogo nem precisa entrar em tantos detalhes, quem conhece os jogos da Falcom sabe que a trilha sonora é sempre um excelente ponto nos jogos deles e esse não foge a regra.
Pra quem não conhece, além de musicas super agitadas com um bom estilo rock durante as batalhas de chefes e outras missões, temos várias musicas mais calmas e triste excelentes no jogo. Como a trilha sonora dele está no Spotify, logo abaixo está o álbum dele pra você curtir as musicas enquanto lê o review.

Quanto aos dubladores japoneses, temos alguns que se destacam, tais como:

  • Yûki Kaji: Ele é o dublador do nosso protagonista quase mudo, Adol Christin, ele também da voz ao Eren Yeager da série “Ataque os Titãs” e Phoenix Wright da série “Ace Attorney”;
  • Mikako Komatsu: Ela faz a voz da White Cat e também interpretou Selesia Upitiria de “Re:Creators” e Rose de “Tales of Zestiria”;
  • Kaito Ishikawa: Da a voz ao Hawk e dublou Seiya do Saint Seiya e Genos do One Punch Man;

Jogabilidade

Dificuldade Lunatic? É, deixa quieto, esse eu não tento tão cedo

Logo de inicio você pode escolher qual das diversas dificuldades você prefere se arriscar, mas caso esteja muito fácil / difícil, tem como mudar ela durante a partida, mas pra aqueles que estão atrás da conquista do “Nigthmare“, um toque, se mudar pra ela ou sair dela durante a partida, não vai contar pra essa conquista, tem que do começo ao fim (eles avisam isso na hora de trocar pra uma dificuldade diferente).

Praticamente todos os comandos podem ser alterados

Os comandos, tanto de batalha, menu e outros pontos podem ser alterado, algo que vai facilitar a vida do pessoal, principalmente daqueles que nem eu que preferem certas configurações pra se ajudar melhor nesse tipo de jogo.

Menu

Menu já com todas as opções liberadas

Como todo RPG que se preza, temos um menu principal pra configurar o seu time.
O menu aqui é bem direto, mas tem alguns pontos que é bom explicar.

Items

Aqui você acessa todo o seu inventário, desde itens de cura até equipamentos.
Já é bom comentar que, nessa parte você consegue usar as comidas, que tem 2 tipos:

  • Meals: comidas preparadas que dão bônus pra todo o grupo, mas não podem ser consumidas em seguida enquanto o efeito estiver ativo;
  • Preserved Foods: Comidas de uso individual, são usadas mais para recuperar uma quantidade específica de HP e algumas delas também ressuscitam personagens abatidos.

Você também tem acesso a aba “DLC”, aonde poderá ativar qualquer DLC comprada pro jogo.

Skills

Nessa parte você especifica em qual dos botões as técnicas são ativadas.
Cada skill mostra:

  • Lv que a mesma está (máximo é nível 3);
  • Quantas vezes precisa usar pra avançar pro próximo nível;
  • Quanto de SP consome;
  • Forças para Impacto, causar Stun e Break no inimigo;

Você consegue especificar até 4 técnicas e quanto maior o nível dela, fica mais forte e consome menos SP.

Equip

Blueblanc, é você? XD

Nessa parte você equipa a arma, armadura e dois acessórios em cada um dos personagens.
A parte de “Costume” muda apenas a aparência do personagem, não afeta os seus status.

Vale lembrar que durante batalhas de chefes e alguns de história não é possível alterar o equipamento, essa parte do menu fica inacessível, fora esses momentos, você consegue alterar seus equipamentos conforme a sua necessidade.

Sacramentals

Os artefatos do jogo

Enquanto na maioria dos Ys são os artefatos que tem as habilidades necessárias pra avançar na história do jogo, nesse eles são apenas equipamentos de suportes.
Inicialmente você só pode equipar 1 por vez, mas ao conseguir certos itens, esse limite aumenta.

Party

Aqui você consegue acertar o seu grupo de ataque e quem fica na retaguarda.
As restrições de alteração de equipamentos também são ativas para a troca de equipe, então sempre fique esperto quem você vai usar nas batalhas.

Journal

Tudo do jogo você encontra aqui

Essa parte é bem importante pra aqueles que querem fazer 100% do jogo, já que nesse ponto você acessa diversas informações do jogo, como as estatísticas da sua partida, informações sobre materiais, personagens importantes e controle das suas Quests.

Map

Aqui é “só” a cidade de Balduq

Nesse ponto você tem acesso ao mapa do jogo, que tem algumas variações conforme a sua necessidade de detalhe de informação.
Essa primeira versão é a mais abrangente, mostrando o mapa geral do jogo com todas as regiões já liberadas. Na tabela da esquerda mostra as informações de quantos baús (pétalas e grafites na cidade também são inclusas) tem na região e quantos você já pegou e a porcentagem do mesmo já completo.
Também da pra fazer a viagem rápida pra facilitar a exploração do jogo ou marcar algum destino que você quer chegar.

Nessa versão você tem mais detalhes da área que você está explorando, mas dá pra acessar dos outros pontos que você já passou (com certezas exceções) pelo mapa geral.
Aqui já mostra mais detalhes, como os baús que já foram encontrados e aqueles que já foram abertos.
Dessa vez o jogo não marca os pontos de coleta de materiais, isso dificulta um pouco a vida de quem pra precisando de um material especifico e não lembra dos locais exatos (pelo menos no jornal tem informação de onde os itens já descobertos podem ser encontrados).
Também da pra fazer a viagem rápida nesse modo.

O mini-mapa é mais direto ao ponto, também mostra alguns detalhes, mas aqui você consegue ver algumas “camadas” de mapas que tem mais de um andar, então já ajuda bastante.
Esse é o único modo de mapa que não tem a viagem rápida.

System

Essa é mais voltado pra configuração do jogo, da pra salvar, carregar e mudar comandos e afins aqui.
Aproveitando, você pode salvar diretamente do menu principal e o jogo tem auto save bem recorrente.

Cidade

Adol fazendo cosplay de “Joshua Bright usando disfarce pra fugir das autoridades

Devido a maldição dos Monstrum, boa parte do jogo se passa em Balduq, mas como a cidade é enorme e cheio de passagens secretas (algo de se esperar de uma antiga fortaleza), a exploração dela é bem prazerosa.
Devido ao tamanho dela, ela é dividia em diversos setores que são acessíveis conforme avança na história e claro que temos diversas lojas e outros pontos pra ver nele, então vamos aos principais.

Lojas

Uma das diversas lojas do jogo

Temos diversas lojas dentro do jogo, boa parte delas vendem itens cobrando apena o dinheiro do jogo, bastando ir lá e pagar o valor pedido.
Os itens disponíveis alteram conforme avança na história também.

Fazendo os remédios

Já outras lojas solicitam materiais pra confeccionar os seus produtos, como os ferreiros e o farmacêutico. Um ponto interessante das poções aqui, que nem ocorria no Ys 8 é que, pra fazer itens líquidos (marcados na categoria “Potions“) necessitam de um pote vazio e não há como cria-los, mas sempre que você usa uma poção, deixa o pote vazio pra trás, então já sabe que pelo menos pra poções de cura, tem uma quantidade limitada durante o jogo.

Mercado negro sempre vem bem nos jogos

Vale comentar dois detalhes sobre as lojas:

  1. Maxim, o vendedor do mercado negro tem uma opção de venda com itens importantes que você perdeu em algum ponto dos capítulos e que não seria possível encontrar eles novamente;
  2. Alguns dos personagens que entram pra a sua equipe tem itens pra venda ou criação deles, mas você vai precisar entregar algum item especifico explicando como cria tais itens.
Trocando por itens mais valiosos

Como no Ys 8, tem também a parte de troca de materiais pra pegar algo mais raro. O que é necessário pra pegar o novo material é mostrado no canto inferior esquerdo da tela.

Mudando pra a próxima classe de arma

O ferreiro do seu grupo também consegue melhorar as armas do seu time, evoluindo pra a próxima categoria.
Só fique atento que a arma que ele pode fazer é restrita ao capitulo que você está no momento.

Dessa vez não é um Mishy guloso que quer comida

Abra o seu coração e doe comida pra a igreja, você será bem recompensado no final.
Basta ter alguma comida no inventário pra oferecer pra ela só aceita uma vez cada tipo.

Um ultimo ponto especifico da cidade a ser apontado são os banhos. Nele, além de recuperar todo o HP dos personagens, ele aumenta a quantidade máxima deles uma vez por capitulo.

Exploração

Adol é um aventureiro, então claro que a premissa principal do jogo é a exploração (além da ação, claro), então temos o mini-mapa pra ajudar, esse seria uma versão “compacta” do mini-mapa que eu coloquei mais pra cima, como todas as versões, ele vai completando conforme você anda e como sempre esta disponível na tela, é o maior auxilio na navegação.
Também vale comentar que o seu objetivo atual fica marcado em cima dele, assim você não fica perdido na campanha.

Uma bela visão duma das partes da cidade

Na cidade e em outros pontos do jogo você encontra marcos, que além de darem uma bela visão da região, podem ser usados como ponto pra a viagem rápida. Tem um NPC que pede pra você encontrar todos os marcos do jogo em troca de itens.

Na cidade temos uns pontos azuis brilhantes, eles são umas pétalas que uma NPC vai te pedir pra encontrar em troca de recompensas. Esses, como os pontos de extração de materiais, não aparecem no mapa de nenhuma maneira, então boa sorte pra encontrar todos.

Na cidade também tem grafites com mensagens diversas, alguns tem uns efeitos específicos ou indicam alguma coisa no jogo, eles ficam marcados no mapa, então é tranquilo de achar eles (bem, pelo menos a posição deles, por que tem uns bem escondidos).

Essas flores são um exemplo de ponto de extração, tem outros tipos também, mas geralmente quando você passa perto, os personagens comentam algo sobre eles, então facilita achar eles caso não tenha reparado.

Esse é o Relief Tiles, além de recuperar o HP dos seus personagens, ele aciona o save automático e ainda serve como ponto pra viagem rápida.

Quests

Ta-da! Você não esperava um boletim de side quests, né? (provavelmente já esperava sim aahah)

Nenhum JRPG está completo sem side quests e claro que temos aqui também
Depois de um certo ponto do jogo, você tem acesso ao boletim de Quests, aqui são mostrados as principais, mas nem todas estão ai.

Exclamação verde indica side quest disponível

Algumas delas só aparecem com essa exclamação verde (fica indicado no mapa geral, mas é fácil de perder se não resta atenção).
O jogo é por capítulos e geralmente elas só ficam disponíveis no capítulo que aparecem, então se não quiser perder nada, sempre de uma vasculhada no mapa pra ter certeza de não deixar passar algo.

Os detalhes de qualquer quest que está liberada e encontrada fica marcada na aba de side-quests do jornal.
Repare que tem o “Dead Line”, quando está como curta, você precisa completar ela antes de finalizar o capitulo ou falhará nela.

Grimwald Nox

Um dos pontos principais desse jogo é o Grimwald Nox, aonde você é obrigado a enfrentar os Lemures pra defender a cidade.
Alguns são automáticos na história, mas outros você precisa ativar pra avançar, mas temos que ir por partes aqui.

Os diferentes portais

No decorrer do jogo você vai encontrar esses dois portais, que ao tocar nele inicia uma batalha contra os Lemures que tentam invadir a cidade.
O normal tem batalhas mais fáceis, enquanto os vermelhos tem inimigos mais fortes.
Você pode fazer essas batalhas infinitamente, pois eles reaparecem aos poucos.

Ao derrotar os Lemures, você tem chance de encontrar um desses baús, eles aparecem aleatoriamente e as recompensas variam bastante.

Aquele indicador no canto superior esquerdo marcado como “Nox” são os pontos que você precisa acumular pra acionar o próximo Grimwald do capítulo. Pra acumular os pontos necessários você pode:

  • Derrotar os inimigos dos portais comuns (dão 3 pontos);
  • Derrotar os inimigos dos portais vermelhos (dão 5 pontos);
  • Completar quests (quantidade variada entre as quests)

Quando acumular 100 pontos, um miasma, que são essas bolas de energia, aparece em algum ponto do mapa.

  • As vermelhas são obrigatórias e liberam a próxima parte do jogo;
  • As azuis não são obrigatórias e liberam áreas menores, geralmente com mais itens ou side-quests nelas.

Ao interagir com elas, inicia o Grimwald do capitulo, que são as Raids desse jogo.
Na tela antes de iniciar mostra uma visão rápida do nível recomendado e de quantas ondas terá essa missão.

Escolhendo “Enhance Ritual Relics” no Miasma ou falando com o Dogi, você pode melhorar as suas relíquias, que são usadas pra defesa e ataque nas missões.
Pra melhorar elas são necessários materiais e novas vão aparecendo conforme avança no jogo.

Nos Grimwalds tem dois tipos de missões:

  • Sieges: Missões defensivas pra proteger o Sphene (o cristal grande da tela);
  • Purges: Missões ofensivas pra destruir as Lacrimas (as pedras vermelhas);

Em ambas você precisa acumular pontos conforme avança na missão.

Proteja esse cristal grande a qualquer custo

Durante as missões “Sieges“, você precisa defender esse cristal grande durante algumas ondas de inimigos e a contagem de pontos nessa missão é relativo a suas ações, que são:

  • Break: 50 pontos
  • Matar rápido: 200 pontos
  • Matar com skill: 100 pontos
  • Matar no ar: 150 pontos
  • Multikill: 300 pontos
  • Usar EX Skill: 1000 pontos (por onda)
  • Flash Guard: 500 pontos (por onda)
  • Flash Move: 500 pontos (por onda)
  • Sem dano: 2000 pontos (por onda)

O conceito de break e outros pontos de batalha eu vou explicar na parte de batalha, que é a ultima parte do tutorial.

No término de cada onda mostra a sua pontuação até o momento.
Durante a missão, você não pode deixar aquela barra com cristal perto acabar, senão é game over.
A barra do meio é o seu medidor das suas forças contra as inimigas, quanto mais azul estiver, melhor você está indo.

Já durante as “Purges” sua missão é destruir essas pedras vermelhas conhecidas como Lacrimas e a sua pontuação é calculada pela quantidade de pedras destruídas e o tempo que sobrou ao concluir a missão.
Tem uns cristais com um relógio que adicionam 30 segundos ao seu tempo e assim que destruir uma certa quantidade delas, aparece um chefe e se derrotar ele, todas as Lacrimas restantes são destruídas automaticamente.

Em ambas as missões os seus companheiros te ajudam usando técnicas de suporte, o poder delas varia da afinidade que você tem com eles, então completar as missões relativas a eles e dar presentes é essencial pra isso.

Outro ponto interessante dessas missões é que mesmo que os outros Monstrums ainda não tenham entrado no seu grupo de exploração, todos eles participam das missões. Quando eu digo todos, sim, são todos os 6 personagens mesmo, não apenas 3 normais de exploração.

Ao terminar a missão, você recebe um rank conforme a sua pontuação e recompensas relativas a sua classificação. A pontuação final e seus cálculos varia se a missão era defensiva ou ofensiva.
Também ao terminar uma das missões, são gastos 100 NOXs quando é uma ativada pelo miasma e desbloqueia a próxima área do jogo.

Conversando com o Dogi você pode repetir qualquer uma das missões pra tentar uma classificação melhor ou apenas pra pegar algumas recompensas.

Quando você termina um capítulo, os NOXs excedentes não utilizados são convertidos em Twilight Shards, que são utilizados pra trocar por itens e materiais na “Lantern of Crossing“.
Tem bastante item bons ai, então é uma boa ideia acumular uns pontos extras antes de avançar o capítulo pra conseguir uns itens bons pra te facilitar a vida.

Gifts

A maldição dos Monstrums tem o seu lado positivo, você recebe habilidades conhecidas como “Gifts”, que são elas a utilizadas pra explorar e avançar no jogo (que nem no Celceta).
Uma coisa boa aqui é que conforme os outros Monstruns entram no seu grupo, seus poderes são compartilhados com todos, então Adol e qualquer um dos personagens consegue usar todas as gifts, não precisando trocar pra um personagem em especifico pra usar uma habilidade.

Só um detalhe, com exceção do pulo duplo, todos os Gifts usam uma energia pra usar ou manter ativado e ela parece numa barra amarela no personagem. Se ela esgotar, você não pode usar essas habilidade por um breve tempo, mas ela carrega automaticamente esgotando ou não, basta não usar nada dela que recupera.

Logo de começo já libera o pulo duplo, então a exploração já é agilizada assim que recebe os seus poderes novos.

Com o Crimson Line você consegue alcançar pontos longes num instante, basta ter um ponto de apoio com a indicação pra ativar a técnica.
Essa você também pode usar ofensivamente nas batalhas pra alcançar um inimigo que fica fugindo ou é muito alto.

Parkour e escalar com as mãos são pros fracos XD

O Heaven’s Run te permite escalar praticamente qualquer superfície do jogo, enquanto tiver energia e não bater em nenhum obstáculo, você consegue subir e explorar diversos pontos.

Com o Hunter’s Decent você consegue planar por longas distancias, enquanto tem energia, você continua a planar, vai se essencial em vários pontos do jogo.

Ys IX: Monstrum Nox_20210121065314

Ao acionar o Third Eye você muda o modo de ver as coisas, conseguindo enxergar atrás das paredes os inimigos e outros objetos, além de ver botões e itens escondidos no cenário.

Valkyrie Hammer é utilizado pra quebrar paredes e outros objetos inquebráveis com ataque normal. Também da pra usar em combate, pra destruir escudos e acertar inimigos indestrutíveis.

Por ultimo temos o Shadow Dive, que faz com que você entre numa sombra mágica e consiga passar por locais estreitos, como também esquivas de ataques.

Batalhas

Ys é um RPG de ação e dos bem agitados, então é bom se preparar.
Na tela você consegue ver:

  • Quanto de HP cada personagem do time de exploração tem, olhando pela barra verde;
  • A barra amarela logo abaixo da verde indica a quantidade de exp o personagem tem no nível atual, quando enche totalmente ele passa de nível e recupera todo o HP;
  • O circulo azul indica a quantidade de Sp que você tem, a quantidade máxima é aumentada conforme avança no jogo e encontra uns itens pra aumentar esse valor;
  • O circulo amarelo indica a quantidade de ex gauge que você acumulou, usada pro Boost e Ex Skill, mais pra frente comento sobre ele.

Desde o Ys Seven, quando entrou o novo sistema de jogo, agora com equipes, que cada personagem tem um tipo de ataque:

Slash
Strike
Pierce

A maioria dos inimigos tem resistência e fraqueza a um desses 3 tipos de ataque e acertar com o tipo certo, além de causar mais dano, tem maior chance de causar Break, aonde o inimigo fica um tempo desprotegido com aquela barra amarela no nome dele.
Nesse estado, além de tomar mais dano, você recupera mais SP por ataque.

Outro detalhe é que, dependendo da formação do seu time baseado no tipo de ataque, tem certos bônus:

  • Ter os 3 tipo de dano aumenta a chance de cair itens raros;
  • Ter o mesmo tipo de dano aumenta um pouco o dano causado.

Nesse jogo existem acessórios que modificam o tipo de ataque do personagem, então é possível deixar o Adol com ataque perfurante ou de impacto, por exemplo.

Conforme você batalha, os personagens tem chance de aprender uma nova técnica de combate. Não precisa estar no comando dele, basta estar em combate. Algumas técnicas são aprendidas com livros que você encontra durante a sua exploração, basta usar quer já aprende.
Cada Skill utiliza uma certa quantidade de SP e pra recupera-lo você precisa esperar um momento pra recuperar normalmente ou continuar a batalha usando ataque normal.

Derrotar um inimigo com uma Skill ativa o “Skill Finish“, que recupera metade do SP gasto pela técnica na hora.
Tem também o “Aerial Combo“, que enquanto o inimigo estiver no ar, da mais experiência quando derrotado.

Personagens que não estão no time de combate também recebem experiência, menos, mas recebem.

Se você estiver com pouco HP e não tiver item de cura, deixe o personagem parado por um tempo que ele começa a recuperar a vida. Mas isso só funciona fora das Dungeons, pra conseguir usar isso dentro delas precisa de um item especifico.

Também durante as batalhas você pode trocar entre os 3 que estão no time principal a qualquer momento, podendo ter controle dum personagem com o tipo de ataque que você precisa.

Caso consiga defender no momento certo, ativa o Flash Guard, que além de evitar o dano, carrega um pouco da EX Gauge e seus ataque causam critico enquanto a mensagem estiver na tela

Já ao esquivar no momento certo ativa o Flash Move, que além de recuperar uma quantidade de SP, deixa os inimigos em câmera lenta por um tempo.

Quando pelo menos metade da Ex Gauge estiver cheia, você pode ativar o Boost Mode, que tem os seguintes efeitos:

  • Causa mais dano;
  • reduz dano recebido;
  • recupera mais SP;
  • Recupera HP gradativamente;
  • Maior velocidade.

Claro que o modo só fica ativado enquanto tiver energia na barra, mas já da aproveitar esse momento extra pra causar mais dano

Durante o Boost Mode você também pode ativar a Extra Skill, que é o ataque mais forte do personagem, mas faz com que o modo seja finalizado na hora.

Extras

Logo no começo do jogo você pode carregar o save dos seguintes jogos:

  • Ys: Memories of Celceta
  • Ys VIII: Lacrimosa of Dana

Carregando eles você consegue uns itens extras, mas vale lembrar que a versão dos jogos tem que ser a do PlayStaion 4 (no caso da plataforma da Sony) e tem que ser da mesma região.
Então se você está com um jogo americano e outro europeu, não vai conseguir importar o save.

Menu do NG+

Como é de praxe da série, ao finalizar o jogo libera o New Game Plus, permitindo escolher o que você quer levar na sua próxima partida, mas tem certos detalhes, como as informações dos personagens, que não são transferíveis pra a nova partida.

Time Attack da as caras novamente

Outra coisa que libera é o Time Attack.
Aqui você pode enfrentar os chefes do jogo em qualquer uma das dificuldades dele, mas vale lembrar que:

  • Os níveis e equipamentos são pré-configurados pra cada chefes;
  • Tem itens já acertados pra as batalhas.

Você pode configuras as técnicas de cada um dos personagens, além de quais deles iram pra a batalha e dessa vez também da pra escolher se quer fazer a batalha em trio, dupla ou solo.

Dentro desse modo temos o Boss Rush, que você batalhará numa sequencia direta todos os chefes, seus tempos pra cada um deles fica marcado separado e qual time foi usado, além de um tempo total pro Boss Rush.
De resto mantém as mesmas regras da batalha de cada chefe isolada.

Troféus e Conquistas

Bem, é jogo da Falcom, então já sabe, faça tudo hahahaha
Pra aqueles que nunca jogaram nenhum jogo da produtora, eles sempre pedem pra fazer tudo possível no jogo e nesse não seria diferente.
Entre os mais trabalhosos, temos:

  • Nightmare Survivor: Fechar o jogo no Nightmare;
  • Seeker of Fortune: Abrir todos os baús do jogo;
  • Good Samaritan: Fazer todas as quests;
  • Denobair Socialite: conseguir todos os cadastros dos personagens do jogo.

Conclusão

Mais um capitulo das aventuras de Adol finalizada.

Além de ser um ótimo JRPG de ação, Ys 9 é um baita “fanservice” pros jogadores mais antigos da série, trazendo diversas referencias dos jogos anteriores sem deixar isso forçado, conseguiram unir isso muito bem na história e no desenvolvimento do jogo, dando pra aproveitar muito bem.

Isso é reclamação pessoal, só fiquei chateado que não tem o mini-game de pesca nesse, o do “Lacrimosa of Dana” ficou muito bom, mas não é algo que vai atrapalhar a diversão do pessoal, sendo que é coisa extra não necessária haahah