Review / Tutorial: Legend of Heroes: Trails of cold steel IV

ANTES DE COMEÇAR O REVIEW, SEGUE UM AVISO:
ESSE JOGO É CONTINUAÇÃO DIRETA DO COLD STEEL 3, ENTÃO EXISTEM ALGUNS SPOILERS DESSE JOGO, ALÉM DE ALGUM COMENTÁRIO OU OUTRO DOS JOGOS ANTERIORES

Ola, aqui é o Pena e finalmente estamos aqui, com o tão aguardado clímax do arco de Erebonia no Legend of Heroes: Trails of Cold Steel 4. Aqui é onde fecha algumas pontas soltas que temos desde o começo da série lá no PSP com o “Trails in the Sky”
Caso precise relembrar alguns pontos sutis da série, aconselho dar uma olhada no “Descobrindo Franquias” que da uma apanhado geral dela até o Cold Steel 2, é só clicar no link e como ele é continuação direta do Cold Steel 3, dê uma olhada na nossa matéria do jogo: link

Como esse jogo finaliza boa parte das histórias que estão rolando desde 2004, espere o retorno de vários personagens que apareceram anteriormente e diversos dialogos que comentam acontecimentos dos arcos de Liberl e Crossbell, então por mais que eu tente evitar, vai ser impossível não soltar algum spoiler aqui, principalmente do Cold Steel 3, já que aqui conclui o que rolou lá, mas vou tentar deixar no mínimo possível

Review baseado na versão do Playstation 4 (código cedido pela NIS América) em parceria com Solo Mode

Titulo: Legend of Heroes: Trails of Cold Steel IV
Série: Legend of Heroes
Produtora: Falcom (site)
Distribuidora: NIS América (site)
Gênero: RPG
Plataformas: Playstation 4 (Outubro 2020) / Nintendo Switch e PC (Previsto para 2021)
Mídia: Física e Digital
Textos: Inglês
Dublagem: Inglês e Japonês

Links para compra:

  • Edição básica (play-asia):

PS4 (US): https://www.play-asia.com/the-legend-of-heroes-trails-of-cold-steel-iv-frontline-edition/13/70df1f?tagid=1174255

PS4 (EU): https://www.play-asia.com/the-legend-of-heroes-trails-of-cold-steel-iv-frontline-edition/13/70df1x?tagid=1174255

SWITCH (US – Pré Venda): https://www.play-asia.com/the-legend-of-heroes-trails-of-cold-steel-iv-frontline-edition/13/70df1t?tagid=1174255

SWITCH (EU- Pré Venda): https://www.play-asia.com/the-legend-of-heroes-trails-of-cold-steel-iv-frontline-edition/13/70df1z?tagid=1174255

  • Edição limitada (NIS Store):

Switch (Pré Venda): https://store.nisamerica.com/the-legend-of-heroes-trails-of-cold-steel-iv-limited-edition-nintendo-switch

História

Erebonia não tá pra brincadeira

O jogo começa exatamente 2 semanas após o plano “Phantasmal Blaze” ser bem sucedido e agora com as novas leis no império de Erebonia, civis são convocados para servir o exército e se prepararem para a guerra com Calivard.

No meio de tudo isso, Rean foi capturado e ninguém sabe o paradeiro dele ou de Ash, que foi levado durante o caos que ocorreu em ‎Heimdallr.
Agora cabe a nova e a antiga Classe VII conseguir unir todas as facções opositoras ao Giliath Osborne e evitar um confronto numa escala nunca vista antes no continente de Zemuria.

Retorno de diversas caras já conhecidas, algumas sendo a 1ª vez em modelos 3D

Com isso tudo, várias caras conhecidas da série aparecem, em ambos os lados da disputa, fechando algumas das várias histórias que acontecem no fundo de todos os ocorridos da série, como o famigerado desastre de Hamil e mais algumas verdades sobre a Guerra dos 100 dias aparecem aqui também, além de claro, diversas surpresas.

Como o jogo tem uma tonelada e meia de informação, tem um sumário do que ocorreu no arco de Erebonia, além de várias informações gerais do mundo e de personagens, o que facilita tanto a um novato na série que caiu de paraquedas no ultimo jogo do arco ou pra aqueles veteranos que devido ao aguardo esqueceu alguns detalhes da série hahahahaha

Personagens

Rean Schwarzer

Protagonista da série “Cold Steel”.
Professor de história na primeira filial da do colégio militar Thors, ele também é o piloto do Divine Knight Valimar e declarado como herói durante a guerra civil que ocorreu 2 anos antes do 3º jogo do arco.
Depois de ativar a maldição de Erebonia, perdeu o controle dos seus poderes e foi capturado pelo inimigo




Juna Crawford

Residente de Crossbell, foi para a academia militar Thors após seu pais ser anexado ao império de Erebonia.
Lá ela foi designada a nova Classe VII e ficou sobre tutelagem do Rean. Conhece e admira os membros da SSS de Crossbell, em especial o Lloyd, usando praticamente o mesmo estilo de luta que ele.







Kurt Vander

Membro da família Vander, que é conhecida tanto pela proteção dos príncipes do império como pelo estilo de luta usando espadas grandes, Kurts não segue nenhum desses dois pontos, devido as mudanças internas no pais como pela sua estrutura física, que acaba utilizando o estilo secundário da família, as espadas duplas.

Outro membro da nova Classe VII, começa a ter uma amadurecimento durante a tutelagem do Rean.




Altina Orion

Membro da divisão de inteligência do império, ela é conhecida como “Coelha Preta” devido as cores do seu uniforme e estrutura física infantil.
Ela é na verdade um Homúnculos, ser humano criado artificialmente pela “Oficina Negra”.

Foi designada para a nova classe VII para ajudar Rean nas suas missões para o governo e durante esse período começa a entender os sentimentos humanos.




Musse Egret

Antes de entrar no colégio militar Thros, ela estudou na mesma escola para garotas que a irmã do Rean e da princessa Alfin.

Foi transferida para a classe VII no meio do período e tem uma queda enorme pelo Rean, algo que ela não esconde e demonstra a cada chance que tem.
Apesar disso tudo, ela está mais do que envolvida com a resistência que se opõem ao governo com a declaração de guerra contra Calivard.



Ash Caliber

Outro que foi transferido pra a classe VII no meio do ano, ele na verdade é um dos sobreviventes do massacre em Hamil e desde criança está carregando uma parte da maldição de Erebonia, que obrigou ele a atirar no Emperador do Império e que foi usado como bode expiratório para iniciar a guerra contra Calivard.

Depois do incidente, ele desapareceu durante a confusão que ocorreu na capital durante o plano “Phantasma Blaze”.

Gráficos

Os gráficos são os mesmo do Cold Steel 3, então já da pra saber que continuam muito bons. Diversos efeitos visuais de magias e explosões ficaram muito bons, da gosto de ver o resultado, principalmente se você acompanha a série desde o começo e viu a transição dos modelos chibis para os atuais

Uma coisa que eu não me canso de ver são as expressões faciais de alguns personagens. Sabemos que o estilo anime da série não vai ter realismo que nem outros jogos atuais, mas isso não quer dizer que aqui essa parte é deixada de lado, basta ver a cara da Roselia ai em cima.

Áudio

Éhhhh, eu realmente tenho que falar algo das musicas?!?!?!?!?! hahahaha
Sim, as musicas estão excelente, como todo jogo da Falcom, eles nunca brincam em serviço nesse departamento.

Eles reutilizaram algumas musicas boas da série em algumas batalhas especificas, mas adicionaram muitas musicas novas, tanto nas cidades e cenários como pra batalhas, já começa que o tema de batalha normal não é a mesma dos outros jogos.

Legal que eles pegaram algumas mais antigas e remixaram para dar aquela sensação de nostalgia, como a Atrocious Raid, aquela musica agitadona que você escuta logo no começo do Cold Steel 1, dando aquela senssação de nostalgia forte no pessoal.
Não vou colocar musicas novas da série aqui, vou deixar na curiosidade pra aqueles que tão na seca de jogar esse jogo, não vai se arrepender XD

Atrocious Raid original
versão remixada da Atrocious Raid, primeira musica que você escuta lá no Cold Steel 1

A dublagem também está muito boa, tanto a versão americana como a japonesa.
Uma coisa que eu gosto desses jogos é que eles mantém, dentro do possível, claro, os mesmos dubladores, como a Akemi Kanda, dubladora japonesa da Estelle desde o Sky.
O seleção de dubladores aqui é pesada, grandes nomes da indústria estão aqui, só não vou nominar todos além da Akemi pois, além de ser uma lista enorme, só aqui já daria alguns spoilers XD

Mas pra fugir um pouco do clichê de falar só dos mocinhos, vou comentar do nosso “querido” Giliath Osborne, tendo seu dublador japonês o Joji Nakata, que fez deu a voz para:

  • Sojiro Sakura do jogo Persona 5
  • Albert Wesker da série Resident Evil (já da pra ver que o cara manda bem como vilão XD)
  • Kirei Kotomine na série Fate

Temos também um “trabalho em conjunto” com a Akemi, enquanto ele fez o Ahlforz no Super Robot Wars V, ela fez a dublagem da Chitose, uma das protagonistas do jogo.

Jogabilidade

Níveis de dificuldade do jogo

Antes de iniciar o jogo, é sempre bom decidir o quanto você quer apanhar aproveitar o jogo e escolher o nível de dificuldade aqui é extremamente importante.
Acredite, como em todos os jogos da Falcom, o Nightmare na primeira jogada não é pra todo mundo (eu incluso nessa, ainda to mancando depois do Ys 8 hahaah), então vai de você saber qual você prefere usar.

Já era de se esperar, mas não custa avisar.
Cold Steel 4 é essencialmente o jogo anterior (mesma engine gráfica e de batalhas) com algumas adições aqui e ali. Não é ruim isso, pois seria estranho pegar uma mudança drástica que nem tivemos entre o 2 e 3 dentro do período de tempo que passa dentro da história do jogo, então se você jogou o anterior, já está familiarizado com boa parte da jogabilidade, só pegar a mão nos extras e seguir com a história (que é grande, pode ter certeza hahaha)

Nas palavras Anelace: “Fofura é justiça” XD

Como tem muita coisa pra explicar, desde as batalhas, menus e mini-games, senta ai, pega uma pipoca e me acompanha, por que atolaram de conteúdo no jogo.

Área geral

O que você vai mais fazer é andar em diversos pastos e dungeons, então é bom dar uma explicação legal aqui.

O mini-mapa é preenchido conforme você anda na região. Tem a versão compacta que fica no canto superior direito pra uma localização rápida, como você também pode acessar ele na ~tela cheia pra ter uma noção melhor. Tem diversos símbolos nele, que te facilita achar as coisas, só os baús fechados que você precisa de um quartzo especifico pra mostrar eles.

Falando nos baús, você vai se deparar com esses baús prateados, que são desafios pra personagens específicos. Nem sempre quando você encontrar eles terá acesso a batalha, além de alguns pedirem um nível bem alto, mas você tem como retornar neles posteriormente conforme a história avança.

Alguns inimigos mais fortes tem o aviso na tela quando você chega perto deles

Você consegue ver os inimigos no campo, nada de batalha aleatória. da pra fugir deles ou ataca-los pra ter vantagem nas batalhas.
Aquelas 2 barras no canto direito são do especial que você pode usar nos inimigos e começar com mais vantagem ainda.

Pra encher elas, tem que destruir alguns objetos no cenário, que além de carregar a barra, podem deixar itens

Sepith ganho sem batalhar

Caso você esteja muito forte pros inimigos da região, eles começam a fugir e se você ataca-los 2 vezes, você destrói eles na hora, não ganha exp, mas pelo menos recebe os sepith que você receberia na batalha.

As vezes libera o uso de outros modos de locomoção, agilizando o passeio ali, mas vai precisar conversar com os NPCs certos pra isso.

Essa exclamação vermelha indica que precisa interagir com aquele personagem / local para avançar na história, enquanto as verdes são side-quests não obrigatórias do jogo.
Tem outros símbolos, mas vou deixar isso pra vocês brincarem, qual é a graça de não caçar as coisas no jogo :p

Em alguns pontos do jogo você terá um mapa mostrando aonde os membros do time estão na cidade

Tem também o “fast travel“, aonde você pode ir e voltar dos locais que já passou sem precisar andar tudo novamente, é uma baita mão na roda, por que esse jogo é enorme.
Só que não é toda hora que é possível retornar, então fica de olho.

ALELUIA, agora não precisa andar o jogo inteiro a cada mudança de período

Depois de uma certa parte do jogo você consegue passear em vários pontos de Erebonia e a cada período de tempo da história, como no outros jogos da série, há mudanças nas cidades.
Pelo menos agora quando tem uma mudança aparece o “NEW” na frente de onde tem.
Algumas são irrelevantes, mas outras são missões ou itens, então verifique tudo (e mesmo assim tem chance de deixar passar algo…)
Só um detalhe, NEM TUDO é indicado ai, sempre tem uma coisa ou outra escondida, então não dependa 100% dessas indicações 😛

Em vários pontos do jogo você vai encontrar os pontos de recarga.
Enquanto o padrão, que é prateado, serve apenas pra recuperar o HP e EP, o especial, que é um verde/dourado, tem mais opções, dando acesso a lojas e outras formas de customização, que eu abordarei na parte das lojas.

Menu do Arcus II

Ao avançar na história, você terá acesso ao menu do Arcus II.
Nele você pode reportar as missões que você já completou, fazer um update das informações do seu notebook, mandar fotos para o fotógrafo que vai te pedir umas fotos do jogo, como também jogar o mini-game Pom! Pom! Party!

Menu

Menu principal: 44h? Haha, não tava nem na metade ainda ahahaa

Aqui você ira configurar um seu time e tem bastante coisa pra fazer aqui.
Detalhe, apertando pra cima você entra na parte de organização dos personagens, aonde você pode acertar quem vai pra batalha, quem fica no suporte e quem fica na reserva.

Equip

Aqui você consegue equipar todos os personagens disponíveis.
Todos seguem o mesmo padrão de :

  • Arma: exclusiva de cada personagem
  • Armadura: maioria pode ser equipado por todos, mas as vezes tem restrição de gênero
  • Botas: mesmo esquema da armadura
  • 2 acessórios: com raras exceções, liberado para todos os personagens

Orbment

O smartphone da série, Arcus II, produzido pela Epstein Foundation e Reinford Group

A parte mais interessante da série são os orbments, que são equipamentos que permitem o uso de magias. Ao longo da série teve varias modificações (também pra aproveitar as mudanças de países e empresas que fabricam eles) e aqui chegamos ao Arcus II.

Aqui você vai equipar os quartzos, que dão acesso as magias e outros efeitos e existem 2 tipos:

  • Master Quartz: São quartzos maiores com mais efeitos e ganham experiência durante a batalhas. Tem efeitos extras e uma cama de magias incluso neles;
  • Standard Quartz: São quartzos menores que estão disponíveis desde o começo da série. Aqui cada um da um efeito especifico e magias, dependendo do tipo equipado.
Introduzidos no “Ao No Kiseki“, os Master Quartz agora podem ser equipados num sub-slot

Os Master Quartz são raros, você consegue comprar alguns deles nas lojas, mas só existe 1 de cada modelo no jogo.
Eles tem uma melhoria alta nos status do personagem, além de uma gama de magias e habilidades que são liberadas ao evoluir eles.

No Arcus II você pode equipar 2 Master Quarts, um no slot principal e outro no sub.
Aonde você equipa vai modificar o efeito dele:

  • Slot Principal: Todas as habilidade e bônus de status são mantidos;
  • Sub-Slot: aqui só a primeira habilidade é liberada e o ganho de bônus de status não é tão grande, mas todas as magias liberadas podem ser utilizadas sem restrição.

Um upgrade do Cold Steel 3 pro 4 é que, antes um Master Quartz só podia ser equipado em apenas um slot principal e num sub-slot, sem poder repetir.
Enquanto essa verdade é mantida pra o slot principal, agora você pode ter vários personagens usando a mesma Master Quartz no sub-slot sem penalidades.

Os quartzos normais são equipados nos slots melhores presos nas linhas de circuito do Arcus II.
Enquanto o esquema de linhas anda irrelevante no ponto de vista de bônus e liberar magias, algo que era mais utilizado no Trails in the Sky, uma máxima continua, sendo que quanto menos linhas tem no Arcus e mais longa ela for, mais inclinado ao uso de magia o personagem está.
Tem outra implicação do tamanho da linha, mas explicarei na parte de customização.

Slot de Mirage só aceita quartzo do mesmo tipo

Alguns pontos sobre os slots:

  • Nível: cada slot vai do nível 0 até o 2. O nível é o que determina o poder do quartzo equipável ali, indo de padrão, pra raro com o sufixo “R” até o super raros com o sufixo “SR”;
  • Elemento: alguns slots, como o mostrado na imagem acima, aceitam apenas quartzos do mesmo elemento. As restrições de nível também são efetivas aqui.

Depois de equipar os quartzos, você consegue usar as magias deles.
Claro que fora das batalhas, só da pra usar as de cura, mas você consegue ver todas as magias liberadas pro personagem de qualquer maneira.

Item

A parte de itens não tem muito segredo, aqui você consegue ver todo o seu inventario e usar alguns itens.
Bom que aqui dá pra ver a quantidade de “Sepiths” de cada elemento você tem, dai você não precisa voltar na cidade pra ver isso.
Nota que é aqui que você vai ativar qualquer DLC comprado no jogo, como por exemplo as roupas extras.

Status

Um geral dos status do personagem, mostrando suas técnicas e ordens disponíveis.
Também mostra os tipos de dano que o personagem usa, que será explicado melhor na parte de batalhas

Tactics

Aqui você monta o posicionamento e link dos personagens no começo da batalha.
Claro que no decorrer da batalha tudo pode mudar, mas precisa ter uma base pro inicio, né hahaha.
Também da pra ver quais efeitos de link estão disponíveis entre os personagens selecionados.

Link-LV

Nessa parte é só pra ver quais especiais de links cada personagem já ativou e qual o nivel de link entre cada um deles.
Esses níveis vão aumentando conforme os personagens batalham e a cada nível, libera uma interação nova entre eles.
Não confundir esse link com o nível de amizade dos personagens, são 2 coisas distintas e melhoradas de maneiras diferentes.

Costume

Pra as garotas que gostam de mordomos, aproveitem hahaha

Essa parte é puro cosmético e não afeta em cada a jogabilidade, mas pra quem curte deixar os personagens em roupas especificas ou apenas zonear o visual deles, é aqui que iram se divertir.
Dá pra equipar uma roupa geral, 3 acessórios e trocar a cor do cabelo deles, conforme você compra ou acha os itens necessários, claro.

Livro de anotações

A biblioteca ambulante da série

Claro que o infame livro de notas não estaria de fora nesse jogo.
Aqui além de diversas informações que são acumuladas no decorrer do jogo, tem algumas ações que são possíveis somente aqui, então vamos as abas dele, que são liberadas ao prosseguir no jogo.
Na aba principal, a da foto acima, você consegue ver o geral do decorrer do jogo, com os APs adquiridos (eu vou comentar sobre eles mais pra frente), quantos baús você já abriu e um geral do que já rolou na história.

Quests

Legend of Heroes sem trocentas side quests não é Legend of Heroes, então claro que temos a aba de quests.
Aqui você consegue ver as quests em aberto, as já finalizadas e a falhas, além de detalhes das quests caso esteja perdido e não saiba o que fazer
Quando completa, mostra quanto de AP você recebeu nela, que é usado para o rank geral. Lá pro finalzinho eu vou explicar melhor sobre a avaliação das suas ações, mas saiba que as vezes você precisa fazer mais do que apenas completar a quest.

Battle

Aqui fica marcado todos os inimigos que você já enfrentou, agrupados por regiões ou certas categorias.
FINALMENTE decidiram deixar uma marca quando o inimigo está totalmente analisado, assim você não vai ficar perdido enquanto procura qual que falta analisar

Char.

Aqui vão anotando todos os personagens importantes que aparecem no decorrer do jogo e algumas curiosidades deles conforme ocorrem.
A lista é bem grande e como tem alguns spoilers marcado ai, não vou entrar em mais detalhes e vai ficar nessa imagem da Juna que não é nenhum spoiler hahaha

Recipes

Como dizem, “Saco de batata vazio não para em pé“, então claro que temos a parte de comidas.
Aqui, além de marcar quais receitas você já conhece, é possível preparar as comidas usando até mesmo personagens que não estão no seu grupo.
A qualidade da comida depende da afinidade de cada personagem e cada prato tem 4 níveis:

  • Esplêndido: prato com alta qualidade;
  • Normal: a receita no seu formato padrão;
  • Falha: deu algo extremamente errado no preparo
  • Único: prato especial feito pelo personagem

Com exceção do prato único, você consegue saber a qualidade que tem maior chance de sair pelo emoticon no avatar do personagem. O único, que é com a coroa, só aparece quando você consegue fazer ele a primeira vez, então é preciso testar todos os personagens que conseguem fazer com facilidade o prato esplêndido.

Além de serem usado como itens nas batalhas, alguns NPC pedem tipos de pratos específicos, então faça a lista toda.
Para aprender as novas receitas, você precisa comprar o prato básico num restaurante, dai sim pode começar o seu próprio show do “Master Chef”

Fishing

O mundo está a beira do colapso? Não tem problema, vamos pescar antes hahahahaha
Na aba de pesca tem as anotações de todos os peixes que você já pegou, com os locais aonde eles já apareceram, tamanho e itens que eles dão.
Tem também o geral sobre o seu rank de pescador.

Cards

Não gosta de pesca? Então vamos deixa o mundo explodir enquanto jogamos cartas.
Na aba de cartas você pode montar o seu deck para disputar partidas de Vantage Masters contra outros personagens e NPC.
Na parte de mini-games eu vou dar um geral sobre o jogo, nada muito especifico pra deixar o pessoal aprender e criar as suas estratégias

Books

Tenho dó do time de tradução do jogo, além dos diálogos, precisam traduzir livros completos, que dão mais de 100 paginas

No decorrer do jogo você vai encontrar livros e artigos.
Aqui você pode ler cada um deles, além de controlar quantas partes você tem de cada livro.

Batalha normal

Finalmente chegamos na parte de ação do jogo, aonde você vai passar bom tempo nele, BATALHANDO.

Pra quem nunca jogou, a série “Trails of” é um RPG por turno, explicar bem por partes aqui:

  • No lado superior esquerdo temos a sequencia de turnos, mostrada por uma avatar do personagem / inimigo. Os turnos NÃO SÃO travados nessa sequencia, já que tem técnicas com atraso de turno e outros pontos que podem modificar a sequencia.
    Note que tem uns símbolos extras no lado de alguns avatares. Eles aparecem aleatoriamente e dão bônus ao personagem / inimigo que age naquele turno. Não vou falar todos pra deixar a experiência falar durante o jogo 😛
  • No topo direito tem o contador de BP.
    Nos Cold Steels anteriores ele ia até 5, agora o limite é 7. Mais pra frente explico melhor sobre ele.
  • No cano inferior direito mostra os seus personagens.
    Além de mostrar os seus status, quando tem personagem reserva, mostra ali perto também.
    As linhas ligando os avatares são os Links, mostrando quem ta ligado a quem.
    Também tem os símbolos nos quadrados pequenos que mostram quais os tipos de ataques a arma do personagem usa.

Dentro disso tudo, temos as 3 barras, que indicam:

  • HP: o de sempre, a vida do personagem;
  • EP: A energia usada pra magias. Não recupera automaticamente, somente com item ou outros meios. O limite varia entre os personagens;
  • CP: energia usada pros especiais dos personagens. Recupera de pouco em pouco durante a batalha conforme as ações. Máximo dela é 200.
Muita informação na tela, precisa se acostumar com ela

O HUD do jogo é o mesmo do Cold Steel 3, aonde tiraram a lista que você precisava andar o circulo até achar o que você queria fazer para simplesmente apertar o botão respectivo a ele.
Aqui vai usar tanto os direcionais quanto os botões “do lado direito do controle” (colocando assim, pois o review foi feito com a versão do PS4, mas ele vai sair pro Switch e PC, então claro que não serão os mesmos botões ali).

Vamos pegar por partes aqui:

  • Attack: como é de se esperar, é o ataque básico do personagem;
  • Arts: As magias do jogo;
  • Crafts: as técnicas especiais específicas pra cada personagem;
  • Move: pode mover o personagem dentro do campo de batalha, dentro do limite do movimento dele;
  • Order: As ordens dos personagens, que dão vario bônus;
  • Item: acesso a todos os itens do seu inventario;
  • Change: troca entre os personagens do grupo
  • Run: foge da batalha, tem chance de falhar, mas tem um item que da 100% de fuga.

Como alguns são autoexplicativos, não vou detalhar todos, então vamos ao que interessa.

Gunner ou Strike mode

Exclusivo da Juna e um outro personagem (que não falo que é pra não dar spoiler), você pode trocar entre o modo curta e longa distancia.
Curta distancia causa mais dano, enquanto longa distancia é usado pro ataque básico acertar mais de 1 alvo ao mesmo tempo

área vermelha indica a zona de efeito do ataque

Os Crafts dos personagens são usados no mesmo turno que são utilizado e seus efeitos variam entre ataque e suporte.
Cada Craft tem uma área de efeito diferente, dando uma boa variedade nas estratégias.

Abuse dos S-Crafts, eles vão te salvar

Além dos Crafts padrões, temos os S-Crafts, que são os ataques mais forte do personagem.
Eles tem uns detalhes extras:

  • Sempre que usados, gastam TODO O CP do personagem e tem um grande atraso para o próximo turno do personagem
  • Pra ativar eles, precisa ter pelo menos 100 CP pra usar;
  • Com 200 CP, o especial fica mais forte e alguns tem um efeito extra;
S-Crafts antigas com novo visual

Ao contrario dos Crafts normais, esses podem ser ativados em qualquer momento, podendo entrar no meio do turno dos inimigos, conseguindo roubar aquele especial do turno que você quer, como ter 100% de critico ou recuperar o HP do personagem (e evitar que o inimigo recupere)

As Arts do jogo seguem uma regra diferente:

  • Todas necessitam carregar, o tempo varia para cada uma delas;
  • O turno do personagem não é contado como finalizado até que a Art seja executada, então se um efeito como veneno estiver ativo, só vai reduzir o HP após a ativação;
  • Se o personagem sofrer um ataque que possa cancelar a carga, ele perde o tempo de carga, mas tem o seu turno normal no momento que iria ativar a técnica.

Isso funciona tanto pro jogador como pro inimigo, só que os inimigos tem algumas Crafts que também usam essas regras de Arts, então dá pra cancelar os ataques deles também.
Existem umas Arts que vão consumir todo o seu EP, mas quais são elas e aonde conseguir eu deixo pra você achar no jogo.

Alisa com o Orbal Gear dela, que foi uma surpresa no finalzinho do CS3

Novidade nos Crafts é que agora os personagens que tem algum mecha relacionado a ele, como o Rean com o Valimar, conseguem convocar eles para atacar como se fosse um ataque. Ao invés de usar CP, a convocação usa EP e seguem as mesmas regras das Arts, mas tem tem 2 restrições:

  • Só é possível convocar eles em batalhas que não tem humanos;
  • Só pode convocar o mecha 1 vez por batalha.

A parte de itens não tem muito segredo, o bom que o atraso de turno após usar eles é menor que outras ações, mas o uso dele em outros personagens depende se o que vai usar CONSEGUE alcançar ele, com exceção dos que afetam todos os personagens, claro.

Você pode trocar entre os personagens reservas durante o seu turno.
Dependendo do ponto do jogo, tem até 4 personagens extras pra trocar, então aproveite isso pra usar todos os personagens.
Claro, o personagem que vai entrar no campo entra no lugar do personagem que está com o turno ativo no momento, mas pelo menos você não perde o turno nessa troca, podendo atacar logo em seguida.

Introduzido no Cold Steel 3, as ordens estão de volta.
Elas concedem bônus aos personagens durante uma quantidade de turnos, que varia pra cada ordem.
Pra ativar elas são usadas BPs, mais pra frente explico como conseguir eles nas batalhas.
Dá pra usar as ordens dos personagens que estão de suporte, então mesmo que você não use um personagem em especifico nas batalhas, levar alguém com uma ordem boa te salva.

DETALHE NOVO: agora as ordens tem níveis.
Lembra lá dos baús de desafio que eu não expliquei o que você ganhava neles? Então, foi pra explicar aqui.
O símbolo na frente do nome da ordem mostra o nível dela e a cada desafio completo, o personagem principal daquele desafio ganha um nível da sua ordem.
Somente o Rean tem mais de 1 ordem (na verdade o apelão tem 4 ordens, protagonismo, né XD)

Bônus pro CS4: alguns chefes TAMBÉM usam ordens e elas sobrepõem as suas.
Quais chefes? Pra que eu vou estragar a sua raiva surpresa do jogo hhaahahah

Queria uma maçã grande dessas XD

Durante a batalha você pode ver as informações do inimigo enquanto está selecionando o alvo.
No começo as informações estão bloqueadas, mas conforme batalha com o inimigo, as informações são liberadas.
Também é possível liberar tudo de uma vez usando um item ou Art específicos pra isso.

O sistema de break começou no arco de Erebonia e continua aqui.
Cada inimigo tem 2 barras visíveis:

  • A de cima é a de HP do inimigo;
  • A de baixo é a de defesa dele.

Os inimigos tem resistências e fraquezas aos tipos de ataques e caso você consiga causar um “critical” ou um ataque certeiro, a opção de ataque de link aparece.
Aqui temos 3 opções:

  • Assist: o personagem que está com link realiza um ataque normal e com isso, ganha 1 BP;
  • Rush: Gastando 2 BPs, o atacante e o apoio atacam juntos o inimigo algo e alguns inimigos que estejam perto dele;
  • Brust: Gastando 5 BPs, todos s 4 participantes da batalha atacam todos os inimigos, causando um bom dano tanto no HP como na defesa do inimigo

Também da pra trocar o link entre os personagens dentro da batalha.
Cada personagem tem uma assistência diferente e são ativadas aleatoriamente dependendo do estilo do personagem, como proteger o parceiro ou curar ele quando tomou um ataque.

inimigo piscando em vermelho e com choque estão totalmente vulneráveis

Caso consiga reduzir a zero a barra de defesa do inimigo, ele entra no estado de “Break”, que além de receber uma penalidade na sequencia de turnos, qualquer ataque que possa dar “ataque certeiro” ira ativar a sequencia de link.
Além disso, automaticamente o inimigo deixa cair o item que ele está carregando.

Quando der essa cena, já sabe que vem chumbo grosso

Exclusivo dos inimigos, eles podem entrar no estado de “Enhance“, ativando uma aura que deixa ele mais e que geralmente no turno seguinte eles usam o ataque mais forte, então tente segurar as pontas. Além disso, ele recupera totalmente a barra de defesa.

Quando você entra em batalha, dependendo de como você deu entrada nela, tem vantagens e desvantagens:

  • Enemy Advantage: Se o inimigo tocar no seu personagem por trás, eles ganham a iniciativa, além de quem começa a batalha é aleatório dentro dos personagens que você tem no time atual;
  • Padrão: Se somente encostar no inimigo, sem nenhuma ação extra, a batalha inicia sem nenhum bônus ou penalidade;
  • Single Advantage: ao simplesmente tocar o inimigo por traz, você já tem a iniciativa do combate, mas nem todos os personagens conseguem atacar antes dos inimigos
  • Double Advantage: Ao atacar o inimigo por traz e deixar ele tonto, essa iniciativa faz com que todos os personagens consigam atacar antes dos inimigos
  • Triple Advantage: Ao usar o ataque especial do campo, além de todos os personagens terem a iniciativa, todos os inimigos começam com metade da barra de defesa.

Se ao iniciar a batalha tiver mais inimigos perto, você entra numa sequencia de batalhas sem ter tempo de se recuperar, mas isso ajuda a ganhar mais experiência.

Esqueci de tirar print na hora, mas consegui chegar em 5,2 de multiplicador…

Dependendo das suas ações na batalha, como usar 3 vezes ataques de link ou cancelar ataques inimigos, você ganha bônus táticos.
Esses bônus dão multiplicadores de experiência no final da batalha, então não saia batendo sem estratégia, senão a sua evolução será mais demorada.

Além da experiência, também recebe exp para os links.
Todos os participantes recebem experiência de link entre todos os personagens, mas as duplas recebem um pouco mais.

Batalhas de Panzer Soldats

O que me fez entrar na série: MECHAS XD

Tecnologia sempre esteve presente desde o Sky, mas foi a partir do arco de Erebonia que tivemos a opção de USAR mechas nas batalhas.
Isso foi uma surpresa no final do Cold Steel 1 e foi melhorado no 2 e por sequencia, no CS3 e 4.
Você não vai sair por ai usando os Soldats a torta e direita, somente em pontos chaves da história, então os preparativos deles sempre aparecem antes da batalha começar.

Antes de iniciar a batalha, conforme aparecem mais mechas na história, você pode decidir qual vai batalhar e escolher o parceiro pra a batalha.

Cada parceiro que dá bônus nos status do mecha, além de ter 2 Arts. Da pra trocar o parceiro no meio da batalha, quando tiver mais personagens, claro.

EX Orbs, agora existe da de EP e a de Critical

Também existem as EX-Orbs, que dão bônus de status.
Pode equipar até 3 delas e os efeitos afetam todos os mechas aliados.

HUD do piloto

As batalhas em si seguem QUASE o mesmo esquema das batalhas normais, mas como tem umas variações, vou explicar somente essas diferenças pra ficar repetindo informação:

  • Guard: usado pra defesa, reduz o dano recebido, mas gasta CP pra ativar;
  • Swap: troca os mechas da batalha, quando tem reserva
  • Charge: recupera EP do mecha, que é utilizado para recuperar HP e nas Arts dos parceiros;
  • Spirit: Usado pra recuperar 50% do HP do mecha e recarregar CP, mas gasta EP pra ativar.
HUD do parceiro

O parceiro tem ações especificas, tais como:

  • Arts: usa uma das Art do parceiro;
  • Swap: troca o parceiro no meio da batalha.
Tem que atacar primeiro pra saber se é o ponto fraco da posição

Ao usar ataque padrão, você escolhe 1 das 3 partes para atacar.
A resistência de cada parte muda conforme a posição do inimigo (que varia dependendo do ataque que ele vai utilizar) e acertando o ponto fraco pode ativar o link attack, que nem nas batalhas de humanos.
Os Crafts não acertam um ponto especifico, então é mais difícil de desbalancear o oponente.

Ao ativar o o link ataque, as opções são diferentes nessas batalhas:

  • Follow-up: O atacante usa mais um ataque, ganhando 1 de BP;
  • Finisher: o Atacante usa um especial. Consome 2 BPs;
  • Unite: Todos os participantes da batalha atacam o inimigo. Consome 5 BPs.

Os outros detalhes da batalha são os mesmos das normais, mas:

  • Não tem S-Craft;
  • Não tem símbolo com bônus na barra de sequência de turnos.

Lojas

Cerberus, o melhor lojista dos jogos XD

Geralmente eu não entro em detalhes das lojas por serem a mesma coisa em todos os jogos, mas como tem vários detalhes aqui, melhor explicar elas também.
Um detalhe do jogo, você não recebe “MIRA” (moeda do jogo) nas batalhas, mas sim sepiths de cada uma dos 7 elementos e um neutro que é um “aglomerado” (Mass).

tela de troca de sepith por Mira

Esse “aglomerado” não tem serventia alguma além de vender, então pode vender sem dor na consciência. Agora os elementais tem utilização, então só venda eles se REALMENTE precisar do dinheiro

Nos workshops você melhora os Arcus II.
Aqui você faz os upgrades dos slots aonde encaixa os quartzos padrões. Além de permitir que um quartzo de raridade maior seja equipado no slot, a quantidade de EP do personagem também sobe.

Agora lembra que eu comentei sobre o tamanho da linha corresponder a afinidade com magia do personagem? Bem, tem outro detalhe relacionado a ela.
Quanto mais longe do centro o slot estiver, maior é o gasto de sepith para melhorar o slot e segue outra regra também:

  • Se o slot for padrão, sem nenhum elemento relacionado a ele, gasta uma certa quantidade de TODOS os sepiths elementais pra melhorar ele;
  • Caso o slot seja elemental, como no exemplo da foto que é de “mirage”, gasta apena daquele elemento, mas claro que a quantidade é bem maior do que dum slot padrão.

Por isso repito, NÃO VENDA OS SEPITHS ELEMENTAIS SEM EXTREMA NECESSIDADE.

Nos workshops você também pode melhorar as armas dos personagens (somente 1 nível por arma), como também criar quartzos a partir dos sepiths elementais (não preciso repetir, né XD), além de também criar versões mais raras dos quartzos usando os base.
Nenhum procedimento de melhoria nos workshops gasta Mira, mas essas melhorias de armas e quartzos utilizam o “U-Material“, algo que você vai precisar caçar bastante.

A partir de uma parte do jogo você também tem acesso a criação de itens para as batalhas do Soldats e as EX-Orbs. Pra criar os itens, como também realizar as trocas nas lojas de trocas é o mesmo procedimento, precisa dos itens marcados na coluna da direita no inventário, se estiver equipado o jogo não consegue utilizar o material.

Minigames

Nenhum RPG está completo sem um mini-game e aqui temos vários, da pra perder um bom tempo enquanto o mundo é destruído ahahahaa

Pesca

Todos os protagonistas de Trails são fissurados em pesca e Rean não foge disso.
Durante o jogo você encontrará pontos com um símbolo de peixe, ali são pontos de pesca. Para iniciar, precisa ter pelo menos uma isca (fishing bait).

Ao iniciar, você precisa acertar a seta num dos 3 pontos da barra que se move, onde cada cor tem uma correspondência:

  • Azul: peixe pequeno;
  • Verde: peixe médio;
  • Amarelo: peixe grande.

Cada tamanho do mesmo peixe da recompensas diferentes, que podem ser verificadas no livro de anotações depois de ter pego pelo menos 1 peixe da espécie.

Ao conseguir fisgar o peixe, você precisa puxar ele sem deixar a linha quebrar.
Quando aparece aquele balão do peixe bravo, pare de puxar pra não quebrar a linha, só tome cuidado pro peixe não escapar também.
Chegando no lado esquerdo, você pesca ele e recebe o peixe e o item que o tamanho tem.

Pom! Pom! Party!

O retorno do mini-game desde o Ao no Kiseki

Esse mini-game lembra um pouco o famoso Tetris (na verdade está mais parecido ao PuyoPuyo, mas como nem todo mundo conhece, vou usar o Tetris como base na explicação).

Aqui você precisa faz uma combinação de 3 ou mais Poms da mesma cor pra sumir com os mesmo e conseguir CP. Fazer combo na hora de combinar as cores ou sumir com o branco dão mais CP.
Sempre vem em duplas e você só consegue muda a posição deles entre o de cima e o de baixo, não tem como colocar a peça deitada.

Ao carregar pelo menos 1 CP você pode usar dois especiais:

  • Defesa: Some com as linhas do seu lado conforme a quantidade de CP utilizados;
  • Ataque: acrescenta uma linha na tela do adversário pra cada CP gasto.

O limite de CP é de 9,99 e o seu objetivo final é fazer com que o seu adversário encha a tela dele até o topo, que nem quando você perde no Tetris.

Vantage Master

Esse símbolo de carta na cabeça do personagem indica que ele tem uma carta que você ainda não tem

Durante o jogo libera as partidas de “Vantage Master”, que substituiu o “Blade” dos 2 primeiros Cold Steels no terceiro jogo.

A nova mania de Erebonia
Curisodiade: “Vantage Master” é um jogo de estratégia da Falcom de 97 com uma versão posterior pra PSP
As cartas são baseadas nos personagens e inimigos desse jogo.

Ele lembra bastante o “Magic” ou “Yu-gi-oh”, só que com as suas próprias regras, claro.
O baralho que você monta pra jogar pode ter até 20 cartas padrões e uma mestre.

A carta mestre representa o jogador, elas sempre estão no campo de batalha e tem técnicas especiais que pode ser usadas a cada turno, usando mana.
As cartas padrões são dividas entre os 4 elementos, tendo cartas de montros e de suporte.
Não vou entrar em detalhes das estratégias pra não estragar a criatividade do pessoal.

Até o Mishi é viciado ahahahha

Basicamente, a cada turno, alem de recarregar a mana, que é representado por aquelas bolas em cima do avatar da sua carta mestre, aumenta em 1 o nivel máximo, chegando até 10.

Um geral das cartas

Explicando por partes:

  • Cada carta varia entre os 4 elementos, mostrado pelo símbolo no canto superior esquerdo;
  • O numero no circulo verde é a quantidade de de mana usada pra colocar a carta no campo;
  • Algumas cartas tem um símbolo debaixo do elemento. O arco e flecha permite a carta atacar da linha traseira do campo, enquanto a asa permite que ela ataque assim que entrar no campo;
  • O numero na espada indica a força da carta;
  • O numero no escudo é a vida da carta;

O objetivo final é conseguir derrotar a carta mestre do adversário.
Se for a primeira vez que derrotar ele, você pode ganhar 3 unidades duma carta nova (que é o limite pra cada carta) ou itens.

Cassino

No Cold Steel 3 eles te dão o gosto de entrar num cassino, mas não tem tempo pra jogar nada lá, mas dessa vez liberaram as apostas. Nos cassinos temos dois jogos:

  • Poker: Usa as regras básicas do jogo, só que você precisa fazer as combinações usando 3 cartas que são usadas tanto pelo jogador como pela AI.
  • Black Jack: também conhecido como “21” no Brasil, o objetivo é chegar ao total de 21 pontos ou o mais perto disso sem estourar esse limite.

Como esses jogos são de conhecimento popular, não entrarei em mais detalhes deles.
Só saiba que com as moedas que você ganha no cassino você consegue pegar uns premios bons, tendo uns de cura bem fortes e raros, mas claro que é bem caro.

Quests e final de capitulo

O sistema de quests que o Olivier roubou copiou dos Bracers não podia faltar aqui.
As missões e decisões que você toma durante o jogo são pontuadas com “AP”s, podendo ter bônus se as ações foram acima da média.
Ao final de cada parte do jogo e dos capitulos tem uma contagem final que mostra o seu rank.

Ao alcançar certas pontuações, você recebe itens, geralmente muito bons para o momento do jogo.
No Cold Steel 3 tinhamos um rank escolar, nesse temos a “união dos alunos de Thors” (Thors Unity). Esses pontos você recebe realizando ações que envolvem os alunos antigos e os atuais e também recebe prêmios ao chegar a certas pontuações, mas ao contrario do Rank que usa o AP, não é mostrado quais são as pontuações necessárias.

Date SIM

O Simulador de encontro foi inserido na série a partir do “Zero no Kiseki” (a duologia de Crossbell que ainda não temos uma localização oficial…), mas lá era mais simples e sem apresentar os valores direto pro jogador, mas desde o primeiro Cold Steel eles deixaram mais explicito isso.
Como nos anteriores, em certas partes do jogo você recebe “bonding point” que são utilizados para iniciar as cenas entre eles.

Tem um coração pequeno ali no lado do avatar

Um detalhe novo aqui é que, para a maioria das personagens femininas, pra ser mais exato, pra aquelas que tem uma queda pelo Rean no decorrer da série, tem o sistema de “encontro especial” delas.
Qualquer encontro que for especial vai dar um coração e você vai precisar de 2 corações pra conseguir ficar com uma das garotas perto do final do jogo.
Não vou dar detalhes mais preciso daqui pra você tentar montar o seu harém hahahahah XD

Extras

Para o PS4, já de inicio você tem a opção de puxar os saves dos 3 jogos anteriores do arco “Cold Steel”, mas tem uns pequenos detalhes aqui:

  • Só consegue puxar save da versão do PS4 dos CS1 e 2, então se você fechou eles pelo PS3 ou pelo vita, sinto muito, mas não tem como puxar.
    Agora se você fechou por esses sistemas mas tem a versão do PS4, basta instalar ele no PS4, mandar pra a nuvem do jogo o seu save e baixar pelo PS4, já que eles são cross-save;
  • A região dos jogos anteriores tem que ser a mesma do que você está usando, então se você fechou o CS3 na versão europeia e começou o jogo na versão USA do CS4 (que foi o caso desse pobre mortal aqui XD), também não rola;

Ao puxar o save, algumas decisões tomadas nos jogos anteriores são usadas como base para interação com os outros personagens, além de receber itens extras.

Lista do que pode puxar pro NG+

Como quase todo jogo da Falcom, temos o New Game Plus, então ao fechar, você pode começar uma nova partida escolhendo o que vai legar para a nova partida, assim se você não quis dar uma de masoquista e iniciar o jogo no Nightmare, agora é a sua chance de passar menos raiva nele hahaah

High-Speed Mode em ação, lá no topo direito

O modo acelerado está liberado desde o começo do jogo, vai acelerar tudo, é bom usar ele quando ta no NG+ pra adiantar as coisas.

E um detalhe final, ao contrário dos outros jogos da série, esse tem 2 finais e pra conseguir o verdadeiro tem umas condições especificas pra isso. Quais? É, ta pedindo demais né, não vou estragar a surpresa do pessoal, apanha um pouco ai 😛

Conquistas

140h pra fazer a platina, mas foi XD

Em poucas palavras: FAÇA TUDO DO JOGO. É isso, até mais…. hã? Quer mais detalhes?
Ok ok, deixa eu fingir que quero fazer o meu trabalho….

Piadas a parte, como todo jogo da Falcom, a lista de conquistas é sempre bem trabalhosa, algumas vezes necessitando até que feche 2 vezes o jogo pra conseguir tudo.
Segue alguns dos troféus que vai te dar mais trabalho:

  • The Magnificent Class VII: Chegar ao rank A0;
  • Slayers of Nightmare: Fechar no Nightmare;
  • Wings of Hope: Completar todas as quests do jogo;
  • Empty Chest-er: Abrir todos os baús do jogo;
  • Chronicle of Battle: Completar todos os dados de todos os inimigos do jogo;

Ainda tem outros, mas basicamente é o que eu falei, fazer tudo mesmo do jogo XD

Considerações Finais

Demorou, mas finalizou XD

Cold Steel finaliza muito bem o arco de Erebonia, fechando algumas pontas que estavam abertas desde o Sky, mas CLARO que já deixa em aberto que tem continuação (mesmo que não já tivesse saído o Hajimari no Japão), mas pelo menos não deixa a gente na expectativa que nem ocorre no Cold Steel 1 e 3.
Só achei que arrastaram demais a história em certos pontos, mas isso também se deve de tentar fazer todas as side quests (e falhar miseravelmente) na primeira jogada, o que rendeu mais de 110h pra finalizar a primeira vez vendo todos os diálogos.

A jogabilidade não mudou nada em relação ao anterior, não que estivesse esperando isso, mas é sempre bom deixar avisado, como falei durante o post, é o 3º jogo com melhorias, mas ele faz jus a série, mantendo a dificuldade e a necessidade de uma boa estratégia para passar os desafios do jogo.

Agora é esperar a localização do Hajimari e torcer que com o port da duologia de Crossbell pro PS4 (que recebeu alguns extras, como a Juna aparecer lá), finalmente tenhamos uma localização dessa parte importante da série que é tão importante (ou até mais em alguns pontos) quando a trilogia Sky (e caso você tenha pulado o 3rd achando que não tem importância, sinto muito, volte lá e jogue ele, pois em vários pontos os ocorridos dele são comentados e alguns são bem importantes pra entender o que está rolando no jogo)