Review / Tutorial de Turrican Anthology Vol. 1 e 2

* Esta análise foi feita com o código cedido pela ININ Games (versão PS4/PS5)

Distribuidora: ININ Games
Produtora: Factor 5 e Ratalika Games
Plataforma: PS4 / PS5 / Switch
Mídia: Física e Digital
Ano de Lançamento: 2022

Esse é um review conjunto de Turrican Anthology Vol.1 e Turrican Anthology Vol. 2, ambas coletâneas que englobam todos os lançamentos da franquia de run n’ gun Turrican.

Para evitar a repetição de títulos, Turrican, Turrican 2: The Final Fight, Mega Turrican e Super Turrican já foram analisados na coletânea anterior, Turrican: Flashback Collection, que você pode conferir clicando aqui!

TURRICAN ANTHOLOGY VOL. 1:
O volume 1 conta com os dois jogos originais de Amiga (Turrican e Turrican 2: The Final Fight), Super Turrican e Super Turrican Director’s Cut (Super Nes) e Mega Turrican Score Attack (Mega Drive/Sega Genesis).


Super Turrican Director’s Cut (2018):

Quando Super Turrican foi lançado para o SNES, em 1993, devido às limitações do cartucho, uma quantidade considerável de conteúdo foi removido.
Mas isto foi “corrigido” em 2018, quando a versão do diretor foi lançada, apenas para o Super Nt Analogue, em formato de cartucho.

Face hugger, volta pro Alien!


O Super Nt Analogue, produzido pela Analogue, é uma versão moderna do console da Nintendo, com cabo HDMI e região livre, compatível com todos os cartuchos disponíveis para o console original e alguns títulos “novos”.

Há uma considerável qualidade gráfica em termos de efeitos
Revisitando a fase do gelo como ela merece!


Em torno de 33% do conteúdo original de Super Turrican, incluindo uma fase completa, inimigos diferentes e uma parte da trilha sonora (incluindo aí a redução de qualidade original para compressão no cartucho da época) foi incluída nesta versão.
Um feito técnico possível apenas nos dias atuais, Super Turrican Director’s Cut não apenas preserva, como resgata a visão original do criador.

Mega Turrican Score Attack (2020):

Seguindo a linha de lançamentos da série na atualidade, Mega Turrican Score Attack é um cartucho bônus, incluído junto a Mega Turrican Director’s Cut e o jogo original (Mega Turrican, 1993/1994), no pacote lançado pela Strictly Limited Games, em formato físico, compatível com as versões americana e europeia do Mega Drive/Sega Genesis.

A verticalidade e o uso da corrente são essenciais para navegar pelo Score Attack
Uma fase gigante, lotada de desafios


Score Attack, como o nome sugere, é focado na obtenção de pontuação, através de uma grandiosa fase, repleta de desafios e segredos, inspirada na aventura original.
Inspirações em inimigos e desafios de outros títulos da série, Score Attack conta com alto fator replay para os fãs da franquia, utilizando-se da navegação através da “corrente” para avançar por plataformas distantes, tanto vertical quanto horizontalmente.

TURRICAN ANTHOLOGY VOL. 2:
O segundo volume conta com Turrican 3, Mega Turrican, Mega Turrican Director’s Cut, Super Turrican 2 e Super Turrican Score Attack.

Turrican 3 (1994):

A versão para Amiga, projetada originalmente para Mega Drive (que se tornou Mega Turrican) possui melhor qualidade sonora e musical, ao passo que Mega Turrican possui gráficos melhores.

A paleta mais opaca demonstra que realmente o jogo foi pensado originalmente para Mega Drive
Bren McGuire na versão Turrican 3
Turrican, entrando embaixo d’água desde os anos 90, ao contrário de certos protagonistas de jogos open world…


Afora algumas alterações na palheta de cores, há poucas diferenças entre Turrican 3 e Mega Turrican, mas ambos compõem o pacote, dando ao jogador a possibilidade de experienciar os lançamentos para as duas plataformas.


Mega Turrican Director’s Cut (2020):

Lançado em 2020 pela Strictly Limited Games, em formato cartucho e compatível com as versões europeia e americana do Mega Drive/Sega Genesis, a versão do diretor conta com poucas alterações em relação ao original (diferente da versão do diretor de Super Turrican).

Bren McGuire versão do diretor: palheta de cores consideravelmente melhor!
Vocẽs estão congelados em carbonita???
Um dos meus maiores inimigos… essa água que cai “do nada”


Alguns easter eggs, como as figuras congeladas de Sonic e Mario e um novo cenário fazem de Mega Turrican Director’s Cut uma versão que vale pela curiosidade, mas não adiciona muito ao título original.


Super Turrican Score Attack (1995?):

Semelhante ao Mega Turrican Score Attack, um cartucho bônus, focado em desafio e pontuação, que acompanhava Super Turrican 2.

Revisitando velhos cenários em uma fase gigante
Super Turrican Score Attack tenha talvez algumas das quedas mais safadas, para pegar o jogador desprevenido (ou ser atingido por raios!!!)


Apesar da ligação com Super Turrican 2, o jogo funciona como uma fase estendida de Super Turrican, compartilhando seu estilo visual, tanto em cenários quanto inimigos.


Super Turrican 2 (1995):

O título com maior apelo visual e diferentes mecânicas de todas as coletâneas, Super Turrican 2 traz para o Super Nintendo uma aventura superior, com novas ideias e reinvenções de tudo que já surgiu na franquia.

Olha essa diferença gráfica…
A adição dos veículos aumenta consideravelmente o ritmo de jogo
Agora com a corrente disponível também no Super Nintendo, a verticalidade é aumentada


Aqui, ao contrário de possuir apenas a corrente de plasma (que serve para pendurar-se e lançar-se como pêndulo em plataformas distantes) ou o canhão paralisante, que facilita acertar os inimigos temporariamente, o protagonista conta com ambas as armas.

A variedade das missões é considerável
Sai daqui, Spartacus!

Aqui comecei a duvidar da minha capacidade de terminar o jogo
Alguém falou chip Mode 7? Coloca um chefe girando!


O último confronto entre o portador da armadura Turrican e o vilão clássico da série, The Machine, se dá por uma série de locais e planetas diferentes.
Há fases com veículos como o bug do deserto, a moto subaquática e uma moto voadora, além de lutas com rotação e diferentes efeitos, utilizando bem o chip Mode 7 do Super Nintendo.


ARTE ATEMPORAL

A coletânea conta com diferentes versões de inimigos, cenários e o próprio personagem, sendo a versão de Super Turrican 2 a mais diferente, até mesmo no design da armadura do protagonista.

The Machine tem um quadro meu na parede?
Aquela mergulhada básica


O uso de cores possui bastante variação entre os títulos, especialmente nos jogos do Mega Drive/Sega Genesis, que possui cores mais opacas, em contraste com os títulos do Super Nintendo, bastante coloridos.

Vamos utilizar todos os recursos que temos nesse chip!!!
Os diferentes tiros no sistema clássico



Cutscenes com diferentes versões também surgem durante a franquia, com imagens estáticas 2D nos títulos da série Mega e imagens 3D na série Super (em especial no Super Turrican 2).

Em uma época onde boa parte da trama estava no manual…
… Turrican investia em pequenas cutscenes



A trilha sonora é bastante variada e é possível desfrutar de versões originais quanto arranjadas (ou mesmo criar uma trilha misturando ambas as versões).
A série Mega, neste sentido, perde na qualidade das versões originais, dada a complexidade do chip de áudio Yamaha do Mega Drive, mas as versões arranjadas podem resolver este problema, caso o incomode.

Composta por Chris Huelsbeck, a trilha sonora pode ser comprada no band camp do compositor, clicando aqui!

PLATINANDO COM SANGUE

Assim como na coletânea Flashback, as Anthologys Vol. 1 e 2 possuem o modo Standart e o Challenge, sendo o primeiro a versão moderna, com direito a save states, cheats e o botão Rewind, o que ajuda bastante para avançar pelos títulos.

Super Turrican 2 compensa a facilidade do primeiro Super adicionando fases rápidas para testar reflexos
Correndo sobre uma nave espacial enquanto atira e é empurrado pelo laser, isso é Turrican!


No entanto, os troféus de zerar os jogos e zerar sem continues, ficam atrelados ao modo Challenge, onde é preciso jogar como os originais, apenas com a força de vontade e os reflexos rápidos.
Então, sim, as platinas de ambas as coletâneas são bastante desafiadoras, dado o modo Challenge.

RESUMO DA ÓPERA:
Turrican Anthology Vol. 1 e Vol. 2
são duas coletâneas englobando toda a história da franquia, desde os títulos originais até as versões lançadas no “período moderno”, resgatando ideias perdidas na falta de capacidade tecnológica da época em que foram criados.


O desafio hardcore continua lá, agora nos brindando com versões do diretor e Score Attacks, além de Super Turrican 2, o jogo definitivo da śerie.
Manuais (incluindo as versões em alemão) e uma Jukebox para ouvir as trilha sonoras acompanham o pacote, além da opção de consultar o mapa de cada fase, apertando R3 (PlayStation), o que ajuda a guiar-se, especialmente nas fases aquáticas.

O mapa ajuda muito durante os labirintos


Enquanto a coletânea Flashback era focada nos quatro principais títulos da franquia, as versões Anthology trazem um pacote completo (ainda que dividido em dois), resgatando (quase) toda a história da franquia (faltou Game Boy, mas vamos deixar esse jogo de lado.

Deixe uma resposta