Review / Tutorial: Nobody Saves the World

Drinkbox é muito conhecida por sua franquia Guacamelee (inclusive temos o review do segundo jogo aqui), Tales from Space: Mutant Blobs Attack um plataformer e por Severed, um dungeon crawler com sistema de cortes e retaliação nos inimigos.

Guacamelee e Severed foram considerados um sucesso, Severed pelo seu sistema de desmembramento dos inimigos usando cortes em determinados pontos e com uma história interessante e sombria.
Já no caso de Guacamelee, a fórmula para tamanho sucesso foi principalmente doses de humor em momentos certos, interpretações de localização competentes e com um sistema de evolução e exploração divertido.

Nobody Saves the World é o novo jogo da Drinkbox Studios, e mescla elementos diversificados entre ambos os jogos anteriores, com um sistema que envolve roguelike, rpg e exploração. O jogo teve apoio da Ontario Creates e foi lançado primeiro no PC / Xbox no início do ano e agora em abril para Playstation / NintendoSwitch.

Drinkbox Studios (site oficial)

A Drinkbox Studios é uma desenvolvedora canadense de videogames com sede em Toronto, Ontário. Mais conhecido pelo Guacamelee! A Drinkbox Studios também desenvolveu o premiado Severed, o jogo de plataforma alienígena Mutant Blobs Attack e seu mais recente RPG de ação Ninguém salva o mundo.

Ontario Creates (site oficial)

A Ontario Creates é uma agência do governo provincial cujo mandato é ser um catalisador para o desenvolvimento econômico, investimento e colaboração nas indústrias criativas de Ontário, incluindo os setores de música, livros, revistas, filmes, televisão e mídia digital interativa, tanto nacional quanto internacionalmente.
A Ontario Creates está comprometida em fornecer suporte de alto impacto que cria empregos e oportunidades econômicas para os moradores de Ontário e que contribui para um ambiente de negócios vantajoso para o crescimento. Por meio de programas e serviços direcionados, apoio à inovação e alavancagem de parcerias públicas e privadas, o Ontario Creates desenvolve a capacidade e a competitividade das indústrias criativas da Província para fornecer conteúdo premiado que é apreciado pelo público em Ontário e em todo o mundo.
As indústrias de cinema, publicação e música de Ontário são uma história de sucesso global. Coletivamente e individualmente, essas indústrias são fortes e crescentes, e dão importantes contribuições para a economia e vitalidade cultural da Província. A Ontario Creates se orgulha do impacto que nossos programas e serviços tiveram na construção de empresas fortes e bem-sucedidas nas indústrias criativas e na contribuição para uma alta qualidade de vida que torna Ontário uma jurisdição atraente para investimentos nacionais e estrangeiros.
O crescimento dos negócios, o investimento e a exportação globais e a criação de uma economia baseada na inovação e no conhecimento são fundamentais para o crescimento e a prosperidade futuros de Ontário. Além de investir na criação e comercialização de conteúdo e empresas por meio de créditos fiscais e programas de financiamento, a Ontario Creates está focada no desenvolvimento de uma força de trabalho diversificada e talentosa, garantindo práticas de produção sustentáveis ​​e promovendo Ontário como um local ideal de negócios e as empresas de Ontário como o mundo -líderes de classe e parceiros.
O Ontario Creates permitiu que as empresas da indústria criativa aumentassem a produtividade, construíssem escala, reduzissem riscos, acessassem mercados internacionais e alcançassem sucesso comercial e crítico. Nossos investimentos ajudam a garantir que Ontário seja um lugar melhor para viver e trabalhar, que as empresas de Ontário continuem a ser líderes globais no mercado doméstico e internacional e que Ontário mantenha sua posição competitiva como uma jurisdição líder para fornecer suporte inovador e eficaz a um próspero entretenimento de classe mundial e cluster criativo.

Vamos então analisar e mostrar tudo que esse título poderá oferecer?

Código cedido para review pela Drinkbox Studios, versão Playstation 4 / 5
Review baseado na versão Playstation 5

Nome: Nobody Saves the World
Gênero: Adventure / Action RPG (subgêneros: Roguelike / Dungeon Crawler)
Desenvolvedora: Drinkbox Studios
Distribuidora: Drinkbox Studios
Plataformas: Playstation 4/5 (crossbuy), Xbox One / Series S|X, Nintendo Switch e PC
Lançamento: 2022 (18 de Janeiro PC/Xbox, 14 de abril PS4/NSW)
Mídia: até o momento do review, apenas digital

Tela Título

História / Enredo

Você é nada mais que um Ninguém, que acorda em um pequeno vilarejo sem memória, sem conhecidos, e sem calças. Sua aparência chama atenção por ter uma expressão vazia, com olhos sem brilhos e fundos e sem coloração aparente na sua pele…

É sugerido então que você procure Nostramagus, um poderoso feiticeiro que seria capaz de tentar lhe ajudar. Eis que então você é surpreendido por Randy, que em primeira impressão avisa que o poderoso mago desapareceu.
Randy se mostra ser uma pessoa um tanto quanto antipática, e conclui que você deve ser o novo ajudante. E então pede um café “pra ontem”.

Ao bisbilhotar a gaveta próxima da cafeteira, você encontra uma varinha com um bilhete do mago, dizendo que está com problemas, subitamente você esconde a varinha, e Randy o acusa de estar modificando a cena do crime (aka o sumiço do mago).

Com uma alta dose de antipatia e implicância, Randy o acusa de ser um criminoso e o prende no porão da mansão…

Resta agora fugir e descobrir onde está Nostramagus, embarcando em uma aventura de várias formas (literalmente)…

Gráficos

O jogo usa uma paleta de cores bem forte, e com distinção de efeitos tridimensionais nas luzes, mantendo o toque cartoon da Drinkbox, tendo sua concepção totalmente desenhada, com personagens deformados e com visuais cômicos, com diversas demonstrações de suas emoções (exceto pelo Ninguém).
O artwork dos personagens aparecem nos eventos de conversa, além de ter pequenas cenas animadas em algumas sequências, como pode-se notar nas imagens da parte de enredo do review/tutorial.
A engine usada é a Unity.

Som / OST

O jogo não possui dublagens, apenas o resmungo dos personagens em breves momentos de conversas, seja pelas suas emoções naquele momento ou simplesmente demonstração de seu humor, sendo executados por Michelle Frey do estúdio Tetrahedral Games em 99% do cast, o 1% restante ficou por conta de Reevan McKay (programador e engenheiro de outros jogos como Sleeping Dogs), sendo os resmungos de Randy.

A trilha sonora do jogo é variada em diversos arranjos temáticos, de acordo com os ambientes e biomas impostos no mapa, tendo uma mistura de pequenos chiptunes até instrumentos diversos, com um sentimento de indie. Sendo composta por Jim Guthrie, foi disponibilizada no Spotify pelo próprio Jim, na qual deixo aqui para vocês conferirem enquanto lerem o review / tutorial.

Jogabilidade

O jogo conta com um esquemático simples, porém com bastante timing de resposta para criar os diversificados combos que deverá fazer no decorrer de sua aventura, além de cada personagem ter seus próprios atributos e você sentir a diferença nas suas velocidades e ataques.

Sistema de Jogo

O jogo conta com um sistema de RPG baseado em combates em tempo real focado em combos de diversas formas que Ninguém poderá alternar, além de missões para progressão da história.

Um Ninguém que vale por Todos

A varinha que Ninguém encontrou contém magias poderosas, que irão ser exploradas conforme avançar no jogo. Como disse antes, o sistema de combate usa ritmo rápido de ação.
Logo no início do jogo, você irá perceber que Ninguém é um completo inútil em termos de batalha, então como irá se preparar para os perigos? Com as chamadas FORMAS.

Olha só, um rato!!!!!

As formas irão ser desbloqueadas conforme você cumprir missões, que serão localizadas no lado esquerdo da tela.

Se apertar e segurar L1, você verá os objetivos de cada missão

O portrait indica o personagem / forma que deverá cumprir as missões, digo isso porque além desse tipo, haverão outras, mas que irei explicar mais pra frente…
Ao completar as missões, o seu fluxograma de formas irá ser mostrado com a forma que será desbloqueada.

Beleza, temos formas… mas isso implica em quê???
Diversas coisas, vamos por partes:

As diversas formas de batalhar

Cada forma (evidentemente) terá seus ataques e habilidades de combate. Ao serem desbloqueadas, elas sempre irão ter 2 habilidades iniciais: ataque de assinatura e habilidade de assinatura passiva.
No exemplo do Rato, temos o Mordisco sendo seu ataque de assinatura e o Fuçar como sua habilidade passiva.

O Rato será capaz de mordiscar seus inimigos em uma frequência alta de dano, com mínimo de cooldown, causando danos bem grandes e consideráveis.

Perceba o carregador de Cooldown enchendo rapidamente…

Com relação à habilidade Fuçar do Rato, você poderá recuperar mana ao coletar itens de cura.

Que Rato você seria se não fosse bisbilhotar o lixo atrás de comida e cura?

Evolução Ninguém x Formas

Algumas considerações devem ser levadas com sua evolução de jogo.
Há 2 tipos de evolução e nivelamento, nas quais distinguem entre si, suas formas e Ninguém.
Essa evolução se dá pelas missões que você irá cumprir.

Missões de Formas são destinadas à evolução do personagem/forma específico
Missões de Masmorras são destinadas em completar tais dungeons
Missões Secundárias são destinadas em ajudar NPCs
Missões de Facções são destinadas em ter respeito por algumas das facções que irá encontrar
Missões de Histórias são destinadas à progressão do jogo
Cada uma será representada por ícones diferentes, sendo o NINGUÉM o representante pelas missões de história.

Completou missão?? Selo Nostramagus Approves!!!!!

Agora perceba que há FP (FORM POINTS) e XP (EXPERIENCE POINTS), e é aqui que se dá a diferenciação de evolução entre seu personagem e suas formas.
O FP irá aumentar o ranking de sua forma, que irá de F à S, tais quais como habilidades novas para a forma e outras possiblidades que irei falar mais pra frente.
O XP irá aumentar o nível do Ninguém, e de fato, esse será o seu chamado LEVEL UP, entretanto nem todas as missões irão conceder XP ou FP, sendo demonstrado pela parte branca piscante na barra.

O ranking, como dito antes, irá ajudar em desbloquear novas habilidades e interatividade entre as formas, além de ser o requisito para desbloquear novas formas, no exemplo abaixo, o Rato deve estar no C para desbloquear as formas Guarda e Patrulheira.

Ao completar as missões respectivas e subir de ranking, as novas formas serão apresentadas.

Ok, agora partindo do pressuposto que você evoluiu Ninguém e juntou os XP’s requeridos, você irá notar a seguinte tela:

Sim, o Level Absoluto existe (Level 0, LOL)

Aqui temos os atributos básicos de Ninguém, mas que irão variar conforme a forma que ele ter. Sim, cada forma terá atributos maiores, menores ou balanceados entre si para maior tentativa de proximidade de realidade (?) do jogo…
Vida – seu HP, chegou em 0, você morre
Mana – gasto de magia para determinados ataques, porém não é requerido para trocar de formas, mas há sim a variação da quantidade de mana entre elas
Velocidade – agilidade de movimentação e ataques
Dano Físico – golpes de danos letais / contusivos
Defesa Física – resistência de danos letais / contusivos
Dano Mágico – golpes de danos elementais / mágicos
Defesa Mágica – resistência de danos elementais / mágicos
Chance de Crítico – chance em causar danos mais fortes

Em exemplo prático, o Rato é um personagem bem equilibrado, pois as habilidades dele envolvem recuperação de mana e hp.

As diversas formas de atacar

Outro aspecto que irá definir um combate variado, é que cada forma terá tipos diferenciados de ataques, sendo eles: Trevas, Corte, Luz e Contusão.
Esses elementos são mostrados no portrait das formas, no fluxograma.
Esses tipos de ataques podem causar efeitos de status negativos, como Veneno, Lentidão, Atordoamento e Impacto.
Essas condições são demonstradas pelo circulo acima dos seus inimigos (ou de você), que ao ser preenchida entra em ativação.

Alguns inimigos irão ter grau maior complexidade, sendo divididos em Minions e Elite, na segunda imagem acima é possível notar o Elite sendo identificado com uma coroa do lado da barra de HP.

De fato, essas variações de ataques é o que irá ser um dos grandes divertimentos de combate, além de desafios, já que os inimigos irão evoluir conforme progride, os atributos em questão devem ser usados para quebrar resistências que os inimigos devem ter, sendo indicado qual efeito deve ser usado neles para quebrar a proteção.

As formas podem ser rapidamente trocadas apertando e segurando R1.

As diferentes formas de se informar

Ao apertar Options, você terá o menu com diversas guias, tais quais representam:
Missões – já comentadas anteriormente

Definição de ataques e habilidades – configure a forma com os ataques e habilidades que quiser, sendo as de assinatura as únicas bloqueadas para troca.
Aqui é onde você irá personalizar as formas no decorrer do jogo, sendo possível criar sets de combinações interessantes para eles.

Melhorias – seus ataques são evoluídos aqui, detalhes mais pra frente.

Fluxograma de Formas – troque de formas e veja o fluxograma aqui

Mapas – verifique o mapa-mundi ou o mapa das dungeons aqui

Aprimoramentos de diversas formas

A terceira guia do menu mostrado anteriormente é relacionada às melhorias de ataques. As melhorias são aplicadas com condições relacionadas em ranking das formas e quantidade de fichas de melhorias, que são coletadas em completar dungeons ou ocasionalmente por drop dos inimigos / objetos quebrados.

As fichas azuis com uma seta para cima, são as de aprimoramento

A vantagem é que o jogo te dá informações amigáveis ao aplicar as melhorias, sendo possível verificar quais decisões de aprimoramentos prioritários fazer entre cada grau de poder elevado.

Aperte e segure X para aplicar as melhorias

Além das melhorias, temos o chamado Lojista, que poderá oferecer algumas melhorias e itens auxiliares para sua aventura. Em específico ao fator de melhorias, ele terá um número de estoque para melhorar seus danos e defesas.

Dungeons / Masmorras

Aqui é onde entra o fator ROGUELIKE do jogo.
As dungeons são geradas de forma procedural, ou seja, cada vez que completar / falhar, ao entrar novamente elas serão totalmente diferentes, mas isso se dá apenas para elas, o mapa mundi tem um design fixo, então não se preocupe com isso.

As masmorras são diferenciadas em Semi-Masmorras e Masmorras Lendárias.

A diferença entre elas se dá pela complexidade, extensão e progressão de história, onde as Semi-Masmorras são destinadas em ajudar à completar missões e as Lendárias são destinadas á progredir na história, porém as Lendárias possuem Portas Estelares, nas quais são extraídas de sua varinha, e sendo coletadas pelas missões, xp e fp.

Com o passar do jogo, as dungeons irão possuir modificadores que irão tentar dificultar sua jornada, boa sorte…

As diversas formas de explorar

Como disse antes, o mapa-mundi é fixo no seu design, o que torna o jogo mais misto e agradável de explorar. As informações contidas no mapa são bem amigáveis, sendo os ícones bem distintos e destacados.

Além de ser um mapa consideravelmente grande e com diversos biomas, o jogo tem os portais de viagem rápida em determinados pontos.
O mesmo portal também é encontrado nas dungeons, sendo na parte inicial e antes da final, caso vier a falhar na batalha final das dungeons mas tiver ativado eles, poderá usar normalmente.

As formas / personagens também terão possibilidade de explorar partes do mapa-mundi que não são acessíveis com outras, então fique esperto.

Extras

Como extras, o jogo tem as próprias missões secundárias das guildas / facções e npcs que você encontrar, além de coletáveis chamados “Fadas Manas” que irão aumentar sua capacidade de mana de forma permanente e o New Game + liberado após terminar o jogo uma vez.
O NG+ te desafia com novos modificadores nas dungeons, além de apenas ganhar estrelas completando elas (ou seja, o lojista não venderá mais), os inimigos estarão no mesmo nível de você (ou seja, se subir de nível, os inimigos irão subir também).
O jogo também conta com multiplayer online e local.

Troféus / Conquistas

Dificuldade: 4/10
Drinkbox não quis dificultar muito nesse quesito, da mesma forma que seus outros jogos, os troféus de forma resumida são focados em progressão de história, coletáveis, fazer praticamente 100% do jogo, além de alguns troféus miscelânea relacionado às missões e terminar o jogo duas vezes (sendo 1 no NG+).

Considerações Finais

Graficamente o jogo se mostrou muito agradável, mesmo com o visual horripilante do Ninguém e das formas que ele possui no decorrer do jogo (visual da Sereia faz jus à mitologia). Os ambientes coloridos e cheio de efeitos de luz com a paleta de cores deixam o formato caricato do jogo bem competente, além das animações dos personagens durante as conversas e seus resmungos. Os cenários também são bem interativos, com animações diversificadas nos ambientes, como baratas nas dungeons, cachoeiras no mapa-mundi e neblinas sombrias em lugares mais escuros

A sonoplastia dá o toque engraçado com as caretas dos personagens e suas emoções e resmungos, seja pelas risadas endoidadas ou por ira dos personagens que irão conversar com você. As músicas são em pouca quantidade no seu repertório, chegando à ser repetidas diversas vezes em alguns temas (tipo os combates finais das dungeons) mas que são agradáveis de se ouvir num geral, com arranjos variados e harmônicos ao ambiente.

A jogabilidade é um dos pontos fortes do jogo, pois a resposta para a troca rápida das formas e combinações dos ataques dão uma elevação na diversão, principalmente com a grande quantidade de inimigos em determinados pontos do jogo, que somado à performance também não peca em nada, sendo 60fps constantes na versão PS5 (ainda não testei a versão PS4).

O jogo não teve fechamentos repentinos e problemas de execução, independente do tempo que estava sendo rodado no console. Também não foi encontrado ou ocasionado bugs aparentes durante toda a execução do jogo para review.

Com relação à durabilidade / longevidade do jogo, pode parecer extenso ou pode parecer curto, dependendo da forma que você jogar. Fazendo todas as quests, o jogo tem em torno de 15 à 20 horas, enquanto for fazer apenas os requisitos para as dungeons lendárias, essa duração diminui para 9 / 10 horas. Claro que estamos levando em conta um jogador mediano e que esteja acostumado com sistemas de rpg e suas mecânicas de crawler e com isso o jogo terá uma dificuldade moderada baixa com variante para alta em sua progressão.
A exploração do jogo pode ser um problema inicial para alguns, não no aspecto de informações, nas quais o jogo deixa bem claro o que é o que e onde é cada objetivo (seja principal ou secundário), mas sim no aspecto completionista (nível Guacamelee). Por ser um mapa consideravelmente extenso, alguns podem esquecer determinados lugares para voltar a explorar, e ter que depender da sorte para lembrar (vulgo meu caso, no início achei o design bem desafiante nesse aspecto), em adição aos coletáveis, que em sua maioria são bem dedutíveis ou visíveis de ver, com exceção de 1 em específico… então preste atenção.

Entretanto, o ponto fraco do jogo seja o excesso de missões que tem de fazer e a pouca criatividade nas variações entre elas, sendo 80% das missões das formas / personagens serem relacionadas aos ataques e a mistura desses ataques com outros. Talvez mais missões de miscelâneas com todas as formas tivesse mais potencial (como uma das missões da égua).

De forma resumida, Nobody Saves the World se tornou uma grande surpresa para mim, tendo em vista que quis fazer o review do jogo por já termos a agradável chance de trabalhar com Guacamelee 2 pro site, e pelo fato da Drinkbox sempre trazer jogos divertidíssimos, tendo ainda mais o conhecimento pelas piadas de memes que ela traz, além de ter novamente uma impecável localização de idiomas.
Irá exigir boas reações de combates rápidos e com quantidade de inimigos compatíveis com sua habilidade (não tente fugir de grandes números de inimigos, pois irão te perseguir e consequentemente irá encher de inimigos na tela caso encontre mais).

E você??? Pronto pra mostrar que Ninguém se importa com Nostramagus?????
Apesar que Ninguém tem motivos pra isso… lol