Review / Tutorial: Cotton Saturn Tribute

Continuando com a leva de jogos comemorativos da nossa bruxinha amada, foi dividido em 2 publishers, a Inin Games / United Label ficou com Cotton 100% e Panorama Cotton, e a City Connection ficou com o Cotton 2 e Cotton Boomerang no chamado Saturn Tribute.
Entretanto, Inin ficou responsável pelas edições limitadas da coletânea para venda no site da Strictly Limited, o link deixarei disponível logo mais a seguir.
OBS: o nosso review será feito de forma isolada da versão física, como recebemos cópias digitais dos jogos, eles foram recebidos separadamente, ficando o Guardian Force para review posterior.

Evidentemente, são jogos lançados para o console da Sega na versão caseira (já que também existe a versão Arcade)…

Cronologicamente, são respectivamente, o quarto e o quinto lançamento da franquia.
Para compreendermos um pouco o conceito da coleção, vamos entender primeiro como surgiu a ideia de ambos os jogos para assim compreendermos alguns fatores que serão ditos no review / tutorial, e por sua vez, a diferença das versões Playstation 4 e Nintendo Switch.

O Arcade Sega Titan Video (Sega ST-V)

A placa do arcade com seu case

Lançado em1994 pela Sega, foi um sistema de arcades com uma particularidade muito similar ao Neo Geo MVS da SNK: a possibilidade de ser um sistema fiel à um sistema doméstico gêmeo. Os jogos dos arcades eram equivalentes à sistema doméstico, no caso do Neo Geo temos o AES que era o console e o MVS que era os arcades. Para o Sega Titan, o Saturn era o seu console de sistema gêmeo, com a diferença de os arcades usarem cartuchos ao invés de CD-ROM do Saturn, com exceção de Sports Fishing 2.

O sistema contava com uma biblioteca de 72 jogos, porém poucos foram trazidos para o ocidente, ficando sua maioria exclusivamente no Japão.
Cotton 2 e Cotton Boomerang fazem parte dessa grande leva de jogos exclusivos do Nihon. Alguns casos curiosos como Final Fight Revenge, foram desenvolvidos por times ocidentais, como no caso a Capcom US, mas distribuídos apenas no oriente. Como jogos mais conhecidos podemos citar o Virtua Fighter Remix, Virtua Fighter Kids, Golden Axe: The Duel, Die Hard Arcade e Radiant Silvergun.

Poster promocional do sistema nos Estados Unidos.

Trívia: sendo derivado do hardware de Saturn, o ST-V foi presumivelmente nomeado após a lua Titã, um satélite de Saturno.

Agora que entendemos um pouco do sistema, vamos aos jogos…

OBS: diferente do que costumo fazer de citar os jogos isoladamente, resolvi falar deles de forma introdutória para o lançamento na época e depois citar como ficou esse tributo para os consoles atuais com os aspectos técnicos unificados.

Cotton 2: Magical Night Dreams

O cover do jogo para o console doméstico

Lançado em 1997, inicialmente para os arcades e posteriormente, no mesmo ano, para o Saturn. Sendo exclusivamente um título do Japão, a aventura da nossa bruxinha se dá logo após o primeiro jogo, sendo a continuação direta. A idéia era expandir o jogo e suas mecânicas em diversos meios. Um deles era incluir a opção de Multiplayer, onde vemos Appli como uma personagem jogável juntamente com seu zelador (e chapéu) Needle.

Além da opção multiplayer, o jogo trouxe a barra de stamina / life para as personagens, herdada de Panorama Cotton, na qual seu tamanho varia de acordo com as dificuldades impostas nas regras do jogo no menu de opções da versão console (infelizmente não cheguei à jogar no Arcade, por motivos óbvios). Em termos de ofensiva, as meninas podem causar ataques únicos, como agarrar seus inimigos e atirar em outros, causando efeitos de atordoamento e “chain reactions”. As bonificações do chain reactions podem variar a pontuação de acordo com o tamanho do combo aplicado. As magias dos cristais são atribuídas em um único botão, além de ataques direcionais únicos para as meninas.

Flyer do jogo no ST-V

Cotton Boomerang: Magical Night Dreams

Cotton 2 só que com outro nome e sistemas…

Em 1998, a Success teve a ideia de fazer uma breve revisão de Cotton 2, sendo entitulada Boomerang. Novamente, o jogo conta com lançamento para os arcades ST-V e para o console doméstico Saturn. A ideia era modificar algumas das implementações feitas em Cotton 2, não sendo apenas um jogo “mais do mesmo”.
Uma das maiores notoriedades do Boomerang, foi a tentativa de tornar um jogo mais difícil…

Sim, Cotton 2 comparado com Cotton Boomerang é um passeio no parque, seja pelas implementações quanto pelo fato de voltarem atrás e terem retirado a stamina / life, voltando para o clássico 1 hit kill, porém com um sistema de criar trios de personagens, sendo 1 chance para cada personagem escolhido. A história também foi retirada em Boomerang, não temos as cenas clássicas de diálogos entre as personagens em cada fase, comum da franquia, sendo apenas as fases consecutivas. Outro detalhe é que algumas fases foram alteradas e reformuladas. E a ofensiva??? Bem, também temos mudanças, mas a ideia é deixar você curioso e ler o tutorial também…

Flyer do ST-V para o Cotton 2 com outro nome…

Código stand-alone cedido para review pela City Connection, versão Playstation 4

Nome: Cotton Guardian Force Saturn Tribute
Gênero: Shoot’em Up (subgênero: cute’em up)
Desenvolvedora: Success Corp
Distribuidora: City Connection
Plataformas: Playstation 4, Nintendo Switch e PC (Xbox One sem previsão)
Lançamento: 2021 (30 de setembro)
Mídia: Digital e Física (ocidental pela Strictly Limited e japonesa pela Play Asia)

Versão Física

A Strictly Limited tem prints limitados das versões Playstation 4 e Nintendo Switch, com opções Limited disponíveis apenas, se tiver interesse, clique no logo ao lado que você será direcionado para as opções de compra.

Alternativamente, você pode comprar a versão física japonesa na Play Ásia.

Para quem quiser comprar, algumas observações:
Os cálculos são feitos apenas com o valor de venda do jogo adicionado ao valor de frete para sua residência. Caso for preciso o pagamento de importações adicionais no seu serviço postal, deverá ser feito por sua total responsabilidade.

Tela Título

História / Enredo

Cotton 2

妖精の国フィラメントのはるか南にあるパンプキン王国では、魔力を秘めた国宝「水ウィロー」の力によって人々は皆、平和に暮らしていました。
No Reino da Abóbora, bem ao sul de Filament, a terra das fadas, todas as pessoas viviam em paz devido ao poder do tesouro nacional mágico “Water Willow”.
そんなある日のこと、王室一のおてんば娘「アフプリ」は、「水ウィロー」の持つ魔カによって自分の望みをかなえるベく、夜中にこっそりとお城から持ち出しました。 ところが、突然起こったつむじ風によって、アプリは「水ウィロー」と共に、街外れの森まで吹き飛ばされてしまいました。
Um dia, a moleque da família real, “Appli”, secretamente o tirou do castelo no meio da noite para cumprir seus desejos com o poder mágico de “Water Willow”. No entanto, devido ao turbilhão repentino, Appli foi levada para a floresta nos arredores da cidade junto com “Water Willow”.
しかも、アプリが気がつくと手元から水ウィローが無くなっているではありませんか! さあ、大変! アプリは慌てて「水ウィロー」を探しはじめました。
と、その時。。。
Além do mais, quando Appli caiu em si, o Water Willow havia desaparecido!
“Venha, isso é terrível!”
Appli começou a procurar apressadamente o doce.
E, então…

Cotton Boomerang

O enredo foi retirado…

Gráficos: Cotton 2 x Boomerang

Os gráficos do jogo contém cenários tridimensionais pré-renderizados e com os personagens em desenho e modelagem 3D para alguns inimigos.
Uma das coisas que comentei antes e será bem notável aqui, é a releitura dos cenários, apesar de os jogos serem “semelhantes”, há pequenas diferenças estéticas dos cenários, com sutis mudanças de design e arte de fundo.
Outro aspecto interessante é a diferença na paleta de cores entre ambos os jogos, sendo Cotton 2 mais opaco e o Boomerang com saturação mais quente.

Com relação à arte, temos o traço de animação feito por outros artistas, algo notável para quem acompanhou a franquia com o passar dos anos. Os artistas em questão nessa versão eram Hitoshi Nishimura, Liu Xiangdong e Toshihisa Katsuki, enquanto nos primeiros jogos eram Hideki Tamura e Shinobu Itō.

Outro aspecto de mudança, foi a arte de Silk, ficando mais “humanizada” (se entendem o que quero dizer).

E mesmo com a mudança dos artistas, percebemos a permanência das deformações dos personagens, estilo anime, nas piadas.

Som / OST: Cotton 2 x Boomerang

Diferente do aspecto artístico do jogo, o Kenichi Hirata se mantém como o compositor do jogo, com arranjos diferenciados em pop, eurodance e rock, além dos jingles clássicos da franquia estarem presentes.
A trilha sonora entre ambos os jogos se mantém na sua grande maioria, mudando em alguns aspectos pequenos como o jingle do Tea Time…

Infelizmente só achei a trilha sonora do 2, mas como disse antes, há poucas diferenças…
Créditos ao perfil EBDERLERL que disponibilizou a trilha sonora no Soundcloud para escutarem enquanto lerem o review.

Com relação à dublagem, temos:
Haruka Shimazaki – Cotton(2 e Boomerang)
Hiro-p – Silk (Boomerang), infelizmente não consegui achar mais infos com esse alias
Kumiko Yokote – Appli(2 e Boomerang), Teiiku(Koihime Musou) e Kamiyo Tatsumi(Muv-Luv)
Kakkin – Needle(Boomerang), infelizmente não consegui achar mais infos com esse alias

Jogabilidade: Cotton 2 x Boomerang

Um dos pontos chaves da diferença dos dois jogos, evidentemente os detalhes serão dados no tutorial em si, mas aqui posso citar funcionalidades que antes não tinham nos Cottons anteriores, como tiros em direcionamento laterais e agarrar os inimigos.

Como o ZebraEngine é um emulador do Saturn, ao iniciar o jogo é mostrado o esquema dos controles de forma respectiva aos botões de Playstation e Saturn.

Sistema de Jogo

Apesar de ser relançamentos, os aspectos individuais do sistema de cada jogo tem bastante diferença na prática, enquanto os aspectos técnicas como gráficos, trilha sonora e jogabilidade são diferenças mínimas…

Para melhor entender vou dividir em tópicos e no final vou resumir as diferenças de ambos os jogos.

Cotton 2

Cotton 2 nos traz algumas particularidades dos jogos anteriores, mantendo o sistema clássico dos jogos antigos (como os cristais) e novidades do Panorama Cotton (como a barra de resistência).

Cristais de Experiência / Cristais Elementais

Os cristais clássicos, continuam no sistema

Os cristais continuam com a mesma função, sendo deixados pelos inimigos ao morrerem e trocam de cor conforme você acertar eles com seus projéteis. Os coloridos irão selecionar magias diferentes e irão também afetar seus disparos.

Os tiros terão alguns poderes particulares bem interessantes, como Wind tendo efeitos curvilíneos e o Ice tendo ricochetes:

Já os cristais amarelos mantém o aumento de poder para Cotton e Appli, sendo o mesmo nivel cap de 1 à 5. Ao chegar no nível 5 e encher sua barra de EXP, você ganhará uma bonificação:

Disparos Direcionados
Uma das novidades do jogo é os tiros direcionados, denominados tornado, wide e side. A função desses disparos é causar Chain Elemental Combo, que veremos mais pra frente.
Tornado são tiros com efeitos giratórios, Wide são tiros mais centralizados na horizontal porém com grande potência e Side são tiros superiores e inferiores.

Magic
As magias selecionadas pelo cristal coletado é indicado no canto inferior esquerdo da tela, sendo 3 slots o seu máximo. O botão de mágica é atribuído diretamente à um único botão, sendo o seu poder mais forte.

Grab
Uma das novidades da jogabilidade é a opção de agarrar seus inimigos e atirar em outros:

Ou, fazer com que eles fiquem recebendo acertos consecutivos para possíveis bonificações, como vida ou pontos.

Chain Combo
Os Chain’s são ataques elementais nos seus inimigos que irá criar correntes elementais em novos inimigos, você pode criar as correntes atirando cristais com seu grab, usando os disparos direcionados ou atirando bombas nos inimigos.

Conforme for criando combos, o jogo irá criar classificações e bonificações, além de ser mais fácil para recuperar sua barra de vida.

Recuperação de Vida
Com relação ao life, você poderá recuperar a sua resistência com as bonificações das fases com seus combos e chain’s derrubando os Recovery Willows. Ou após derrotar os chefes, no Tea Time, coletando as canecas enquanto elas aparecerem na tela:

Cotton Boomerang

Em Boomerang, temos algumas mudanças, como a retirada da barra de life e voltando à ser instant kill ao receber dano. Entretanto, é possível escolher três personagens:

São 3 Cotton’s, 3 Appli’s, 1 Silk e 1 Needle.
Agora perceba a informação ao lado: você tem main shoot e sub weapon, mostrando o padrão de disparos das personagens.
Exatamente, cada personagem irá diferenciar o seu estilo de tiros:

Twist – dão um pequeno giro e se propagam de forma aguda.
Focus – são disparados em linha central
Sector – mais distantes entre si mas de forma aguda na longevidade
Wing – 3 projéteis superiores e inferiores que se encontram no ponto de alvo
Homing – projéteis mais dispersos e que irão ao encontro de alvos
Piercing – projéteis em alta velocidade de perfuração
Search – projéteis em alta velocidade que irão diretamente ao alvo
Spread – projéteis mais espalhados de forma frontal

Cada variação das personagens terá um elemento: fogo, gelo e vento.
Silk e Needle porém tem o elemento luz.

Cristais
Os cristais se mantém, porém é apenas os cristais amarelos que estão presentes no jogo, já que os elementos ficam por conta da variação de personagem que você escolheu.

O nivelamento é diretamente ao coletar os cristais, não há uma barra de experiência, sendo totalmente instantâneo, e com o level cap até o nível 5.

Os elementos terão o mesmo efeito que o Cotton 2 para os tiros elementais diferenciados, como o gelo, ricocheteando no cenário.

Magic
Consequentemente, as magias são mais limitadas e com outra funcionalidade, tendo de segurar o botão de disparo para soltar o Elemental Dragon.

Disparos Direcionados
Os disparos continuam no Boomerang, e você deverá usar com mais frequência… hahaha

Barrier
Barreira é um dos seus poderes de defesa, ele irá te proteger em 1 projétil, evitando a morte instatânea e a troca por outra personagem.

O retrato da personagem irá ficar indicado com um B, sendo possível fazer o CHANGE para tentar guardar suas barreiras e salvar suas personagens o máximo possível.

Change
O change terá duas funções, uma delas é ser o golpe de magia devastador que ocupa toda a tela e destruirá todos os alvos e a outra é trocar de personagem sem precisar tomar dano.

Chain Combo
O Chain Combo permanece no jogo, da mesma forma que Cotton 2, servindo de corrente para inimigos que encostarem no inimigo preso ao elemento. É ativado da mesma forma que Cotton 2, usando os disparos direcionados, e ao usar o dragão.

Parry / Grab
Ao contrário do Cotton 2 que tínhamos o Grab, nesse temos o Parry. Como disse antes, Boomerang foi uma revisão com a intenção de dificultar um pouco mais o jogo, então teremos alguns momentos de aperto nos projéteis hostis. Ao usar o Parry, as meninas irão defender e evitar o choque de alguns projéteis.

Diferenças: Cotton 2 X Boomerang

Segue abaixo um pequeno resumo das principais mecânicas diferenciadas

Relação Item X JogosCotton 2Cotton Boomerang
Enredo / Cenas IntermissãoSimNão
Cristais AmarelosBarra de XP para LVAumento instantâneo de LV
Cristais ElementaisSimApenas Amarelo (Nível)
MagiasSim, função únicaApenas o Dragão, função charge
Grab / ParrySim / NãoSim / Sim
Chain ComboSimSim
ResistênciaBarra de VidaInstant Kill
Variação de ProjéteisNãoSim, conforme a personagem
Fases67 com design refeito em algumas

Para melhor demonstrar o último item, abaixo há uma print da fase 3, que no Cotton 2 é chamada de Pirate Island e no Cotton Boomerang é chamada de Sango Ocean.

Troféus / Conquistas

Cotton 2
Dificuldade: 1/10 com os recursos de emulação, 4/10 sem os recursos de emulação

Para platina, você precisa terminar o jogo em qualquer dificuldade no single player, desbloquear o bônus secreto do Tea Time, pegar apenas 1 caneca do Tea Time e falhar em pegar o bônus, coletar um Recovery Willow, derrotar um chefe via TimeUp e fazer 50 chains.

Cotton Boomerang
Dificuldade: 1/10 com os recursos de emulação, 8/10 sem os recursos de emulação

Para platina, você precisa terminar o jogo em qualquer dificuldade no single player, desbloquear o bônus secreto do Tea Time, pegar apenas 1 caneca do Tea Time e falhar em pegar o bônus, derrotar um chefe via TimeUp e fazer 50 chains.

Evidentemente o pessoal não quis pegar pesado nas conquistas, não exigindo runs em dificuldades altas ou vencer o jogo de forma genuína, e acredite, se tivesse isso, muita gente ia sangrar os olhos hahahaha…
Caso quiser desafio, jogue sem usar o REWIND e SAVE STATE, caso preferir não ter dor de cabeça, use e abuse de ambos os recursos.

Considerações Finais

Cotton 2
Graficamente o jogo é um colírio para os olhos, os efeitos 2D com 3D para os sprites dão um toque interessante e que chamava a atenção do Saturn ser um console respeitável pra alguns jogos, além do fator de ser um hardware gêmeo do arcade. A mudança de arte ficou mais cômica (e parte duvidosa), pois as meninas tem um tom mais caricato / pocket nas piadas, enquanto Silk tem “mais formas humanizadas”, parecendo uma pequena inversão de papéis. A paleta de cores opaca em alguns cenários fazem um contraste ao teor sombrio das diversas criaturas que as meninas irão enfrentar.

A trilha sonora continua agradável de se ouvir, mantendo os jingles clássicos da franquia e com o estilo icônico de Kenichi Hirata, sendo bem variada em todas as composições de fases.

A jogabilidade foi o foco de novidade, trazendo mecânicas interessantes de defesa e ataque, com os chain combos e os grabs, além de dar uma pequena chance para os que são menos atenciosos e não fazer com que perdessem vida com descuidos pífios.

As fases tem uma durabilidade curta, sendo divididas em 2 setores, todas tem mid-boss e boss, e com quantidade comum de se ver em shmups, 6 fases. O desafio é compatível com o perfil dos jogadores, onde conforme o aumento da dificuldade, há mudança na quantidade de projéteis, agressividade e velocidade dos inimigos.

A performance do jogo foi excepcional, rodando no PS4 FAT sem problemas de slowdown e sem fechamentos repentios.

Cotton Boomerang
Graficamente o jogo não apresenta mudanças significativas, há não ser uma paleta de cores mais queimada para alguns dos cenários e abandonando o “sombrio”, isso é perceptível também pela maioria das fases serem em ambientes mais abertos.

Da mesma forma que os gráficos, a trilha sonora não tem muita variação, com exceção de pequenos jingles terem sido alterados.

A surpresa por sua vez ficou por conta das mudanças na jogabilidade e mecânicas, além do aumento da dificuldade do jogo, comparado ao Cotton 2. Sendo (na minha opinião) um dos Cottons mais desafiadores que existe (ainda não joguei Rainbow Cotton e Cotton Rock n Roll). A idéia de limitar as magias e concentrar o estilo de jogo na projeção de tiros das meninas fazem com que você estude a melhor forma de montar seu trio, limitando-se em usar as bombas apenas para emergências em evitar perder seus membros de equipe, que caso ocorra, você perde charges adquiridos e não usados.

O desafio é alto, muito alto, pois o instant kill irá testar seus reflexos em projeções agressivas e a hora certa de usar parries, pessoas com reflexos lentos podem sofrer, mas graças aos recursos de emulação, o jogo irá ser agradável para conhecer e divertir. O redesign das fases pareceu uma espécie de provocação aos jogadores experientes de Cotton 2, modificando algumas fases para pega-los de surpresa e não saber os padrões logo de início (alguns chefes tem padrões diferentes em Boomerang).

Da mesma forma que Cotton 2, a performance do jogo foi totalmente satisfatória no PS4 FAT, sem slowdown e fechamentos repentinos.

A durabilidade das fases é alternada, pois nem todas terão mid-boss, e a fase 7 é apenas a batalha final.

De forma resumida, Cotton Saturn Tribute nos traz 2 dos jogos da nossa bruxinha que mais trouxe equilíbrio para os diferentes tipos de jogadores, com o Cotton 2 sendo mais fácil e o Cotton Boomerang sendo o mais desafiador, além de suas particularidades de mecânica e enganando todos que achavam que a revisão não teria nada demais (como estávamos acostumados em ver nas revisões de arcades).

Caso não conhecer ambos os jogos, recomendo experimentar se gostar de shmup, ou principalmente se gostar de Cotton e tem acompanhado meus reviews da franquia e notar a constante evolução entre os jogos.