Review / Tutorial: Cotton 100%

E mais uma vez a Ratalaika nos presenteia com mais um port de um clássico para os consoles atuais, por meio da emulação…

O jogo em questão???? Nossa carismática Nata de Cotton vem pro seu segundo jogo, sendo a continuação de Cotton: Fantastic Night Dreams (no qual temos o review de Cotton Reboot!) com o nome de Märchen Adventure Cotton 100%, para os mais íntimos, simplesmente Cotton 100%
O jogo é parte de 2 jogos lançados para a comemoração de aniversário da franquia, ou seja, além dele, você poderá conferir o review / tutorial de Panorama Cotton.

Um relançamento junto com o conhecimento…

Obviamente, vamos tratar um pouco do jogo na sua origem, para que assim vocês entendam o motivo de alguns aspectos que serão levados em conta no Review / Tutorial do port…

Originalmente lançado para o Super Famicom no Japão no ano de 1994, a Success ainda continuava no desenvolvimento, porém foi distribuído pela Datam Polystar.

A exclusividade do Japão

Evidentemente, era um lançamento destinado para o público japonês, por intermédio do sucesso que Cotton teve nos arcades com o jogo anterior e os devidos ports do mesmo com o passar dos anos, era natural que o jogo viesse manter seus lançamentos para os consoles domésticos…
No Super Famicom, o jogo poderia vir com um Mini CD contendo a trilha sonora.

Todas as matérias de reviews do ocidente, fizeram seus artigos baseados em cartuchos e consoles importados, já que era o único lugar possivelmente certeiro para obter a cópia do jogo.

Tal feito, fez com que o jogo tivesse um número considerado de impressões positivas no seu aspecto geral, e comparações com outros jogos como Parodius, Gradius e Twinbee.
Algo que por sinal foi feito EXATAMENTE no meu review de Cotton Reboot, no qual expliquei o subgênero Cute’em Up.

… e mais uma vez, a Success conseguiu o Sucesso

Desconsiderando os fatores de crítica relacionada à falta de mutiplayer cooperativo ou longevidade, o bom recebimento do público fez com que o jogo tivesse novos ports para o Playstation em 2003, porém, com downgrade devido à despesas de lançamento e ainda com exclusividade no Japão
O mesmo port foi relançado em 2010 pela Hamster Corporation para a série Arcade Archives.

E como todos sabem, Super Famicom e Playstation tinham travas regionais, genuinamente falando (desconsiderando MOD’s). Ou seja, você precisaria importar o console ou os cartuchos / CD’s para poder jogar Cotton de forma genuína nos sistemas…

E isso era parte do problema… até agora.

Agora que vocês entenderam parte do passado do jogo, vamos embarcar agora no review / tutorial desse port trazido para o mundo pela Ratalaika Games, através da distribuição United Games Entertainment GmbH / ININ Games e Strictly Limited para comemorar os 30 anos da nossa bruxinha.

Código cedido para review pela ININ Games, versão Playstation 4

Nome: Märchen Adventure Cotton 100%
Gênero: Shoot’em Up / Shmup (subgênero: Cute’em up)
Desenvolvedora: Success
Distribuidora: Datam Polystar (Super Famicom), Success (PS1), ININ Games / UGE (NS & PS4)
Plataformas: Super Famicom, Playstation 4, Nintendo Switch
Lançamento: 1994 (Super Famicom), 2003 (Playstation), 2021 (Playstation 4 / Nintendo Switch)
Mídia: Digital e Física (cartuchos (Super Famicom), cd-rom (PS1), edições limitadas (NS / PS4))

Edições Físicas

Para os colecionadores e amantes das edições físicas ou limitadas, a Strictly Limited ainda tem um estoque de algumas das edições do jogo na sua loja, além da edição standard.

Através desse link, faça seu login e escolha sua edição.

Para quem quiser comprar, algumas observações:
Os cálculos são feitos apenas com o valor de venda do jogo adicionado ao valor de frete para sua residência. Caso for preciso o pagamento de importações adicionais no seu serviço postal, deverá ser feito por sua total responsabilidade.

Tela Título

História / Enredo

Como o enredo é a continuação do primeiro jogo, irei dar pequenas notas na tradução para que vocês tenham melhor proveito do texto.

ここは平和な妖精の国 『めるへんらんど』
妖精界でもめずらしい 『ウイロー草』の咲くところ
ウイロー草からできる 『ウイロー』には
ふしぎな力がやどるという
ところが。。。。

Este é um pacífico país das fadas “Terra dos contos de fadas”
Onde a “erva de “Willow” floresce, o que é raro no mundo das fadas
Diz-se que o “Willow” feito de capim tem um poder misterioso.
Contudo. .. .. ..

変な魔法使いによって、この国でゆいいつ
ウイローを作れる 花の結がさらわれて
しまいましに

Um estranho feiticeiro raptou os laços de flores que podem criar o Willow único neste país.

OBS: na imagem acima, não é a Cotton original, e a personagem raptada é a Frill

Cotton:う~~へどっかにウイロー
落ちてないかなぁ~~
Silk: 大変!大変, タイヘーン!!
あーっ!
コットン みつけたーっ!
Cotton:…… ?
あんたダレ?
Silk: 忘れたの!!シルクよ!シルク!
まったく…
いくらウイローに
目がないからって 『めるへんらんど』を
おそうなんて!らウイローに
目がないからって 『めるへんらんど』を
おそうなんて!

Cotton: Uh~~ me pergunto se oWillow caiu em algum lugar
Silk: Difícil, Difícil, DIFÍCIL!!!!
Ah!!
Cotton, Te encontrei!
Cotton: ……?
Está doente?
Silk: Esqueceu…. É a Silk!!! Silk!!!
Caramba……..

Nesse trecho, Silk canta a música que faria Cotton lembrar dela, mas Cotton só ouve “WILLOW”…..

Cotton: ウ、ウイロー!!
Silk: と、とぼけたってダメよ!
さあ、はやく返しなさ
あっ

Cotton: Wi, Willow !!
Silk: Você não pode ficar fora de foco!
Vamos lá, volte rápido
Ah

Cotton: いーっくぽ~ん!

Cotton: VAMOS LÁ!

OBS: Cotton falou “ikkupon” saindo do seu estado vegetativo e depressivo para um animado e pró ativo, sendo uma pequena sátira para Ikuzo

E assim começa a segunda aventura….

Gráficos

O jogo mantém os mesmos gráficos do Super Famicom / Super Nintendo, com paletas em tons de cores medianas e indicações de efeitos de dano com a variação nos modelos dos inimigos tratados como mais fortes.
As cenas entre fases são destinadas às artworks breves, como pode-se notar na parte de enredo.
Shinobu Itö, que trabalhou no primeiro jogo com Hideki Tamura como o artista, retorna com o design dos personagens.

Entretanto, o port conta com algumas opções de filtros e efeitos adicionais para os mais modernos ou saudosistas.

É possível trocar os shaders da tela e incluir uma pequena simulação de telas CRT:

A ideia desse shader é diminuir e mascarar um pouco os pixels e aplicar pequenas formas arrendondadas para as modelagens e fontes do jogo, além do aspecto com saturação menor.
Entretanto, as opções de proporção de tela não funcionam nessa versão do port até agora, se encontrando na versão 1.00, ou seja, sem update de correções.

Som / OST

A trilha sonora novamente conta com a composição de Kenichi Hirata, porém com um tom mais pop e caricato, com músicas em arranjos mais cômicos e batidas de ritmo variados.

Takae Yoriguchi é a dubladora de Cotton nesse jogo, a mesma voz para a versão X68000 do primeiro jogo.

Infelizmente não achei a trilha sonora disponível para vocês apreciarem, ficarei devendo dessa vez haha.

Jogabilidade

O jogo usa os 4 botões de ações que simulam o X / Y / A / B do controle do Super Famicom / SNES. Nenhum mistério até aí.
Os comandos são efetivos e com a opção de auto fire para os disparos de magia de Cotton, porém para a bomba é necessário pressionar o botão sempre que quiser atira-la.
O jogo não conta com a opção de SHOT + BOMB de forma simultânea.

Sistema de Jogo

Cotton deverá seguir pelos 7 estágios de forma linear e sem opções de rotas, com pequenos eventos entre as fases para lidar com o enredo.

Uma Cotton com forte inspiração

Ao começar o jogo, você irá notar uma extrema similaridade com Gradius / Parodious.
Cotton terá 4 estilos de jogo, diferente do primeiro onde você melhorava as magias com as orbes, nesse elas são pré definidas pelo estilo de jogo que você quer.
Para não alongar muito vou citar as modificações de cada um e as repetições apenas deixar citadas.

No estilo 1, você conta com o dragão de fogo, relâmpago e estrelas brilhantes.
O dragão de fogo corta a tela na altura que você lançar.
O relâmpago irá atacar continuamente independente de onde você mover Cotton.
As estrelas brilhantes irão cair pela tela em uma chuva devastadora.

No estilo 2, você tem as fadas em chamas, bolhas de água e estrelas brilhantes.
As fadas em chamas irão ir automaticamente pra diversos alvos na tela.
As bolhas irão atacar em formação de raios.

No estilo 3, você tem as fadas em chamas, relâmpago e barreira.
A barreira irá proteger você de danos por um tempo ou até ser quebrada.

Agora perceba que há padrões diferenciados para a Silk e as ajudantes de fada.
Em cada magia, todas terão um movimento de formação diferenciado para proteger e ajudar Cotton. Isso é facilmente notado ao perceber as imagens de alternância do estilo.

No Dragão elas terão formação fixa em vertical e próximas uma das outras.
No Relâmpago, elas terão formação variante em horizontal para cima e para baixo, porém com a mais distante em proporção maior de deslocamento e atrás de Cotton.
Nas Estrelas, estarão em formação de 8 com a superior e inferior de forma circular e Silk alternando entre os padrões.
Nas Fadas terão distanciamento afastado e movimento circular contínuo.
Nas Bolhas serão guiadas por Cotton, lembrando os antigos Options de Gradius e Salamander.
Na Barreira terão distância afastada com Silk na frente de Cotton e as outras duas na parte inferior e superior.

OBS: sim, o jogo teve erros de tradução para TWINKLE e BARRIER

Os Cristais de Poder

Os cristais continuarão dando poder para Cotton de forma exponencial, pelo sistema de aumento de nível de Cotton.

Entretanto, nesse jogo são apenas duas cores, vermelhos e amarelos.
Ambos irão conceder EXP para Cotton e aumentar seu nível.
Porém, quanto maior o cristal, maior será a experiência ganha.

Cotton também aumentará de nível naturalmente enquanto derrotar inimigos.
Os cristais irão diminuir de tamanho conforme forem atingidos, até se quebrarem por completo.
Agora perceba que conforme Cotton fica mais forte, a barra de EXP ficará maior, exigindo mais cristais / exp para ter mais poder.

Caso você morrer antes de completar a barra, ela irá se esvaziar, exigindo que tenha de recarregar novamente desde o início, porém sem retroceder níveis de poder.

O Uso das Magias

As magias são escolhidas de acordo com seu estilo definido lá no início do jogo.
As 3 magias podem ser alternadas em qualuqer momento, variando a formação das fadas ajudantes e o poder de Cotton para o seu especial.

As magias entretanto, tem um número limitado, mas podem ser estocadas e recuperadas pelo ícone de um pequeno cajado em uma esfera.

Como último recurso em cada morte, caso possuir as fadas ajudantes, elas poderão explodir e causar dano em toda a tela, devastando todos os inimigos.

Os possíveis segredos…

Algumas partes do cenário podem esconder alguns estoques de magia ou vidas, dependendo de onde você atirar e perceber o tiro “sumindo antes da hora”, é sinal de algo escondido, se continuar atirando, o item será revelado…

Standard / Challenge

O port conta com dois modos de jogo:

No standard você conta com save states e rewind, ou seja, é possível salvar em qualquer momento ou voltar uma parte de tempo, caso tenha cometido erros, enganos ou perdido uma vida.

No challenge, você não tem disponível os recursos citados anteriormente, sendo o jogo rodando de forma genuína.

Troféus / Conquistas

Dificuldade: 4/10

Enquanto no modo standard você pode ativar cheats para conhecer o jogo, no modo challenge eles são retirados.
De forma resumida, você deve: terminar o jogo em ambos os modos e fazer pontuação de 500000 em ambos os modos.

OBS: a pontuação de 500000 é possível apenas se terminar o jogo sem usar continues, já que o jogo zera seus pontos se usar créditos.

Considerações Finais

Graficamente, por se tratar de um emulador, o jogo manteve os padrões de maquiar as deformidades do estilo de gráficos para as tv’s atuais, usando os filtros que simulam as tv’s antigas. Evidentemente, você deve olhar para o jogo pensando na época de 1994, e muitos talvez cheguem a conclusão de gráficos ultrapassados (comparado com o Reboot, é fato que daria pra melhorar), mas lembre-se: Ratalaika trabalha com ports e relançamentos, dando apenas opções para filtrar esses gráficos originais.
Em contraponto, deveriam verificar o que impede do jogo rodar em proporções de tela diferentes da 4:3.

A trilha sonora é agradável de ouvir na maioria das músicas, tendo em vista que o universo está mais colorido e menos mórbido (apesar de termos uma chefe que é uma boneca com pseudo visual assustador) nos cenários.

A jogabilidade simplificada e dinâmica para modificar as magias e formações das fadas ajudam em se preparar para os diferentes sub chefes e chefes que enfrentará no jogo. Alguns jogadores talvez não usem a bomba de forma tão seguida por talvez cansarem de ter de ficar apertando repetidamente o botão, ao invés de terem adicionado uma função simultânea para ambos os tiros.

A performance em aspectos de frames são indiscutivelmente satisfatórias, entretanto, alguns glitches e bugs de funcionamento de menus / troféus podem ocorrer.
Ouvi relatos de troféus não desbloquearem no modo challenge, apesar de eu não ter sofrido isso ,acredito que seja bom a Ratalaika verificar.
Outro aspecto, que ocorreu comigo, é resetar o jogo via menu e ele ficar em eterna tela preta, não dando continuidade na emulação do jogo ao dar o Start Game do menu de port.

A duração do jogo é a curto prazo, sendo 7 fases com divisão sub chefe e chefe, um indicando o meio da fase e o outro, o fim. Sendo em torno de 30 à 50 minutos para terminar, dependendo da sua habilidade ou conhecimento de macetes.
O desafio do jogo é moderado baixo, talvez os menos experientes possam ter problemas a partir da fase 4 em diante, mas nada que a tentativa e erro não faça para tratar seus erros.

De forma resumida, o port / relançamento de Märchen Adventure Cotton 100% nos traz uma espécie de parcial sucesso em reapresentar o clássico para o mundo ocidental, sendo um jogo divertido, porém curto.
E parcial decepção em não traduzir os eventos para o público que não conhece o idioma japonês, sendo notavelmente uma rom com o dump feito diretamente do cartucho, sem adicionais tratamentos para efetivar sua expansão de territórios. Porém, essa crítica é mais para os que realmente se importam com qualquer enredo de qualquer gênero, mas que na prática, feita pela maioria dos jogadores, não se importa com enredos de jogos infantis e shoot’em ups em geral.

Seja qual for sua idéia de jogo, se gosta do gênero, dê uma chance para esse relançamento…. 🙂