Review / Tutorial: Super Robot Wars 30

Ernie da série “Knight’s & Magic” é o verdadeiro otaku de mecha com as interações mais engraçadas, entrou direitinho nesse cross-over.

Ola, aqui é o Pena e hoje finalmente consigo lançar o review do cross-over de animes de mechas (e que é bem mais ousado que os Vingadores ahahha), o Super Robot Wars 30.

O jogo é produzido pela B.B Studio, que é a antiga Banpresto, responsável por diversos jogos de animes, entre eles Digimon World: Next Order e Mobile Suit Gundam: Battle Operation 2, enquanto a publicação fica a cargo da Bandai Namco (lista de review deles aqui), responsável pela série Tales of (link pro review do Arise) e Scarlet Nexus. Dessa série temos uma matéria abrangendo a franquia num geral que você encontra aqui e uma focada na sub-série OG aqui.

Esse é o jogo de comemoração dos 30 anos da franquia (o motivo do “30” no titulo”), sendo que é a primeira vez que a série principal chega no ocidente por meio da Steam, enquanto as versões pra PlayStation 4 e Nintendo Switch você encontra a versão asiática com legenda em inglês. Sendo um cross-over, temos diversas séries nele, sendo elas:

  • Super Electromagnetic Robot Combattler V
  • Mobile Suit Gundam
  • Mobile Suit Z Gundam 
  • Z-MSV
  • Mobile Suit Gundam Char’s Counterattack
  • M-MSV
  • Mobile Suit V Gundam 
  • Mobile Suit Gundam NT (Narrative)
  • Heavy Metal L-Gaim
  • The Brave Police J-Decker (Estréia)
  • The King of Braves GaoGaiGar FINAL
  • The King of Kings: GaoGaiGar VS Betterman (Estréia)
  • Code Geass: Lelouch of the Rebellion III – Glorification (Estréia)
  • Code Geass Lelouch of the Re;surrection
  • Getter Robo Armageddon
  • Mazinger Z: Infinity
  • Mazinkaiser (INFINITISM) (Estréia)
  • Magic Knight Rayearth
  • Gun X Sword
  • Majestic Prince (Estréia)
  • Knight’s & Magic (Estréia)
  • SSSS.GRIDMAN (Estréia)
Review feito em base da versão pra PS4

Titulo: Super Robot Wars 30
Produtora: B.B Studio
Distribuidora: Bandai Namco
Gênero: Estratégia por turno
Plataformas: PlayStation 4, Nintendo Switch e PC (Steam)
Mídia: Físico e Digital
Textos: Inglês
Dublagem: Japonês

História

A Terra está em guerra a mais de 10 anos, juntando vários eventos dos animes que fazem parte dele, deixando os habitantes sem muitas esperanças de uma paz definitiva.

Nesse contexto encontramos os alunos da academia militar que são convocados pra comandar a nave de guerra Dreisstrager e o piloto que você escolher pra controlar o mecha Huckebein 30.

A história principal que junta todos os animes inicialmente fica em segundo plano, tendo só um detalhe ou outro em alguns pontos, pra mais pro meio / fim da campanha começar a aprofundar de verdade nele, enquanto isso não ocorre, temos a mistura dos animes que fazem parte do jogo, misturando vários ocorridos deles e até certos termos pra manter uma única narrativa.

Huckebein 30 mistura o design do MK-II e do Ashe da linha OG da série

Gráficos

Uma parte do ataque do Lancelot sIN da série Code Geass

Um dos pontos forte da série são os gráficos, principalmente durante as cenas de batalhas, que reproduzem diversos momentos das séries originais, dando aquela sensação de estar assistindo o anime, todos com gráficos em 2D HD e pros pilotos eles mantém até mesmo o estilo da arte original, agradando bastante os fãs.

Nos mapas das missões a visão são em 3D dos mechas e elementos do cenário, também puxando os locais originais dos animes, reconstruindo vários detalhes, tal como as colônias espaciais da série Gundam e o laboratório no Monte Fuji da série Mazinger.

Áudio

Pra quem conhece, imagem que tem som hahahaha

O jogo usa diversas musicas dos shows que aparecem nele, geralmente uma versão instrumental das aberturas e algumas de eventos específicos pra manter a imersão das séries, isso juntando com musicas próprias da franquia e as novas pros personagens principais do jogo.

Não tem a OST dele no Spotify, mas tem uma lista quase que completa no Youtube, então vou deixar o link aqui pra você curtir enquanto termina de ler o texto.

Pra quem não entendeu a referência da foto anterior, escute a musica “Hell & Heaven“, que é o tema usado justamente nesse ataque.

Como nos outros jogos da franquia, sempre que possível eles utilizam os dubladores originais dos personagens pra manter a fidelidade as origens deles, o que traz uma quantidade enorme de dubladores de renome dos animes. Entre os dubladores dos originais e alguns que fazem mais de um personagem no jogo temos:

  • Tomokazu Sugita: Dublador do Edge, que faz o Yusuke do Persona 5 e o Gintoki do Gintama;
  • Mai Aizawa: Duladora da Az, faz a Edea do Bravely Default / Second e a Celine da série Legend of Heroes e já trabalhou na franquia SRW fazendo a Meryl do T e a Mel do Z;
  • Saori Hayami: Dubladora da Mitsuba, faz a Shinobu do Demon Slayer e a Fubuki do One Punch man;
  • Hikaru Midorikawa: Nesse jogo ele faz o Masaki da franquia Super Robot Wars, Gridman do anime de mesmo nome e o Jiato do Majestic Prince;
  • Takahiro Sakurai: Aqui ele faz o Suzaku do Code Geass, Ray do Gun X Sword, e o McGillis do Gundam Iron-Blooded Orphans.

Jogabildiade

Boa parte desse jogo segue o padrão dos anteriores da franquia, principalmente se olharmos para os últimos 3 jogos da linha principal, a “Trilogia VTX”. Logo que iniciar uma nova partida, você pode escolher qual dificuldade utilizará, tendo um modo fácil para os novatos e uma mais difícil pros veteranos que gosta de desafio.

Nesse você escolhe qual dos dois protagonistas utilizará. Enquanto a base de jogo deles é a mesma, as interações são completamente diferentes, então escolha qual te agrada mais na primeira rodada.

Preparo pra missões

Você pode separar a maioria dos jogos de estratégia em duas partes, o preparo pra as missões e as batalhas propriamente ditas. Na parte do preparo (Intermission) é o que temos as maiores diferenças nesse jogo em relação a maioria dos outros da franquia, então vamos por partes.

Na parte principal alterna entre os 3 pilotos com mais inimigos derrotados até o momento e quanto você tem de dinheiro e outros pontos do jogo. A pontuação no “Strength” é um apanhando em forma de número da força geral do seu time no momento.

Move

Aqui você tem acesso a todos os pontos do mapa geral que você já liberou, podendo navegar entre as diversas partes dele, que entre eles tem a Terra, os arredores dela e uma parte do espaço. Qualquer missão liberada (Area Mission) tem um ícone vermelho e algumas das missões só aparecem aqui, tais como as de “Relíquias”, que são desafios extras que ao completa-los você recebe partes para os seus mechas.

Ao invés do envio normal de pilotos pra realizar alguma tarefa por meio de um menu como ocorria nos últimos jogos, agora você encontra esse símbolo de missão aleatoriamente após cada missão concluída. Usando ele, dois pilotos são enviados aleatoriamente pra receber os diversos pontos de melhoria do jogo, o que vai ajudar bastante. Existe uma outra surpresa quando aparece a mensagem de DBD no canto da tela, mas isso eu deixo pra você caçar quando estiver jogando.

Mission

Enquanto você pode procurar pelas missões de área no mapa, você pode encontra-las aqui no menu de missões (com exceção das de relíquias e as de envio de pilotos). Nela mostra um rank geral de dificuldade que vai de C até S, como também deixam especificadas se são missões de DLC. Qualquer missão com uma estrela na frente são missões obrigatórias pra avançar na história do jogo.

Apesar de não ter na print, qualquer missão que comece como “Front” são missões repetíeis que reaparecem depois de um tempo, podendo utiliza-las pra fazer o grind do jogo, algo que geralmente não tem na franquia (não diretamente assim pelo menos hahaha).

Já na aba “Onboard” são missões extras com desafios ou algumas interações dos personagens dentro do DreiStreiger. No geral o funcionamento das missões gerais, mas algumas tem restrições como desafios e são totalmente opcionais.

Já na parte de “Prerequisties” aparecem algumas missões que são desbloqueáveis e o que necessita pra desbloqueá-las, como no caso da print, o Amuro derrotar 30 inimigos. Isso também tem no Onbord pra controle geral da campanha e recompensas por certas coisas.

Formation

A opção geral “Formation” é utilizada para gerenciar os seus pilotos e mechas. Na opção “Power Parts” você equipa partes, que seriam acessórios, nos seus mechas que dão diversos bônus. A quantidade de espaços disponíveis varia entre cada mecha do jogo.

Você também pode vender partes que não te interessa mais, o que ajuda a conseguir uma grana extra pra melhorar os seus mechas posteriormente.

Em “Assign” você pode mudar o piloto que utilizará os mechas. Claro que nem todo piloto consegue usar qualquer mecha, geralmente são robos da mesma série ou tipos específicos, mas tem essa opção pra montar o seu time como preferir.

Em “Optional Parts” você tem acesso a modificações específicas de alguns mechas, como no caso o Narrative Gundam, que tem esses dois packs com caracteristicas e ataques diferentes.

Em “Supporters“, seguindo o que foi adicionado no SRW T, agora personagens que não são pilotos podem ajudar nas batalhas e aqui você especifica quais são acessíveis durante elas. Cada um deles tem uma técnica ativa (que gasta o S-SP mostrado) e uma passiva, que funciona só de leva-los pra batalha.

Upgrade

O Gundam RX-78-2 dá as caras no jogo depois de anos sem aparecer

Na área “Upgrade” é aonde você melhora os seus pilotos e mechas diretamente. Na parte “Upgrades” você melhora os atributos permanentemente dos seus mechas usando o dinheiro e a cada sequencia de 5 níveis liberam bônus extras. Pra facilitar, vou deixar o que cada aspecto afeta no mecha:

  • HP: É a vida do mecha, ao chegar a zero ele é destruído e sai da batalha (não perde ele permanentemente);
  • EN: É a energia do mecha, utilizada pra movimento fora do chão e alguns ataques deles;
  • Armor: Defesa do mecha, quanto maior, menor o dano recebido;
  • Mobility: Agilidade do mecha, afeta diretamente a esquiva dos ataques;
  • Sight: Mira do mecha, afeta diretamente a chance de acerto dos ataques;
  • Weapons: Aumenta o dano dos ataques do mecha, cada nível aumenta um pouco todos os ataques.

Em “Skill Program” você ensina habilidades novas nos seus pilotos gastando PP (Pilot Point). Cada técnica tem níveis diferente e temos diversos efeitos, como conseguir mover depois de atacar, diminuir o gasto de energia dos ataque, entre outras coisas.

No “AOS Update” você melhora diretamente o DreiStreiger. Cada setor tem diversos níveis e pra melhora-los você utiliza os MxP. Essas melhorias tem efeitos diversos, alguns afetando diretamente a nave na batalha, conferindo novos bônus pra ela, enquanto outros afetam o geral do jogo, como diminuir o gasto pra melhora dos mechas. Como você melhora ela depende da sua estratégia.

Info

A área “Info” é utilizada pra pegar informações gerais do seu time. Em “Mech List” e “Pilot List” você acessa diretamente os seus mechas e pilotos e ver os dados deles.

Em “Records” tem um apanhado geral do que você já fez no jogo, mostrando diversas informações, tal como tempo de jogo, quais as técnicas e suportes preferidos, entre outras informações pra controle do jogador.

Em “Search” você encontra uma lista com todas as técnicas e especiais já desbloqueados do seu time, mostrando uma informação sobre cada uma delas e quem tem acesso a elas.

Options

A área de “Options” é pra configuração do jogo e pegar informações gerais do jogo. Em “System” é aonde você acerta as configurações gerais. Uma parte legal aqui é que você pode mudar as musicas que tocam durante os ataque e tem até como importar musicas do pendrive (no caso do PS4) direto pro jogo, podendo customizar elas conforme preferir.

No “Tutorial” você encontra as informações sobre tudo que tem no jogo, ajuda bastante quem não conhece a série ou está com duvida em alguma parte do jogo.

O “Library” é aonde você encontra informações sobre as séries que estão no jogo, com glossário de termos, pode ouvir as musicas que tem nele e outras coisas. Vale a pena olhar aqui com frequência pois libera mais informação conforme avança na campanha.

Batalhas

Tem como colocar marcas no mapa pra ajudar a visualização da estratégia

Aqui é aonde a ação do jogo acontece (e boa parte das histórias também). Durante as missões você tem controle sobre as diversas unidades que compõe o jogo e dependendo do ponto da campanha, algumas podem ser obrigatórias e outras ficarem indisponíveis pro combate.

Quando você decide atacar um inimigo, cada unidade tem seu ataques próprios e a lista deles tem algumas informações bem importantes, então vou separar aqui pra facilitar o entendimento (só a parte básica, tem vários detalhes mais profundos aqui):

  • Class: Aqui mostra se o ataque acerta apenas um inimigo (sem nada escrito na frente) ou é um ataque de área (MAP). Cuidado, a maioria dos ataques de área ACERTAM UNIDADES ALIADAS;
  • Property: Aqui mostra algumas propriedades que o ataque pode ter por símbolos, sendo eles:
    • Stats Down: Se o ataque acertar o inimigo, causara uma redução de alguma característica do alvo, como movimento ou defesa;
    • Counter: Se esse ataque for utilizado no turno inimigo durante um contra-ataque, a unidade age antes do atacante;
    • Pos-move: Esse ataque é utilizável após mover a unidade no mapa;
    • Beam: Ataque utiliza laser, podendo sofrer variações de dano dependendo da defesa contra esse atributo.
  • Attack Power: Mostra um valor base do ataque, mas esse NÃO É O DANO FINAL do ataque, que depende ainda das habilidades do piloto e diversos outros fatores durante a batalha;
  • Range: Alcance do ataque em quadrados. Alguns ataque só tem 1 de distância enquanto ataques e tem uma distância que NÃO INICIA COM 1 (como na imagem temos o 2~6), se a unidade estiver do lado do inimigo, não consegue acertar;
  • ACC: Modificador de mira do ataque, variando a chance de acerto dela;
  • CRT: Modificador de dano critico, quanto maior, maiores a chance de causar mais dano;
  • Ammo: Quantas balas esse ataque tem (geralmente armas de fogo). Mostra quantas “balas ainda tem” / “munição máxima”;
  • EN Cost: Esse ataque utiliza energia da unidade (EN) em vez de munição.

Antes de iniciar o combate entre as duas unidades, temos essa tela, onde você pode trocar a ação que será utilizada (pro ataque ou contra-ataque), utilizar os spirits (já entro em mais detalhes logo em seguida, mas desde o V é possível utiliza-los durante o turno inimigo) e acionar um suporte para ataque ou defesa caso uma unidade adjacente possa realizar essa ação.

Nesse jogo eles adicionaram mais informações, caso o ataque destrua a unidade, aparece a informação “Shut Down” (isso é desde o SRW T) e temos também uma informação da chance de critico do ataque. Também temos um quadro que mostra os efeitos de spritis ativos e nessa parte também podemos ativar ou desativar a animação do ataque.

Depois que você confirma o ataque, basta aproveitar a cena do ataque e contra-ataque pra ver os resultados. Você também pode deixar em a animação caso esteja com pressa ou outros motivos.

Todos os personagens tem spirits, que são técnicas de suporte que dão vários bônus na batalha, como sendo conseguir desviar do ataque ou causar o dobro de dano. Eles usam SP e os personagens iniciam as missões com metade do total de SP e recupera um pouco a cada turno. A partir do SRW V você também consegue utilizar os spirits durante o turno inimigo e em qualquer turno, caso tenha algum spirit que um personagem tenha que afete alguém fora o usuário, tem como acessa-lo diretamente do menu do lado direito.

Os comandos EX , no modo que eles funcionam nesse jogo, também iniciaram no SRW V, sendo uma outra opção para receber vantagens nas missões. Pra ganhar EX Points você precisa derrotar um inimigo ou subir de nível, mas nesse jogo eles fizeram uma pequena mudança:

  • EX Action: comandos para os pilotos dos mechas, sendo que essas habilidades são usadas diretamente neles, sem possibilidade de escolher outro alvo;
  • EX Order: comandos para os comandantes das naves, essas são técnicas para apoio dos pilotos. Nesse jogo os comandantes não tem acesso aos EX Action.

Alguns mechas tem opções extras de comandos, como alterar a forma dele, trocar qual dos pilotos assume o comando, entre outras coisas. É sempre bom prestar atenção nisso pois algumas unidades especiais podem fazer a diferença nas estratégias.

Outro ponto também é que tem unidades que podem reparar ou reabastecer os outros mechas, sendo uma ajuda imensa em batalhas longas. Vale comentar também que os mechas podem entrar nas naves de comando durante a batalha pra se reabastecer, eles perdem um pouco de morale, mas é um custo pequeno a pagar dependendo da necessidade.

E assim como tínhamos no SRW T, temos os suporte dos personagens que não são pilotos, basta seleciona0lo no menu e ter o SSP suficiente, mas só é possível aciona-los uma vez por turno.

Como esse jogo tem um bom foco para os novatos da franquia e puxa um pouco as mecânicas de jogos de smartphone, aqui tem o modo automático, permitindo a AI do jogo controlar as suas unidades. Pra quem não tenho muito costume com esse tipo de jogo, ajuda bastante pra aprender alguns detalhes dele.

Também tem como salvar durante as missões, assim caso precise desligar por algum motivo, não perde o progresso, só que ao contrário do save durante o preparo da missão, aqui só tem um espaço pra isso, então sempre que gravar, passará por cima do save anterior.

E pro pessoal que gosta de um fanservice, sempre que você sair do jogo e retornar pra a tela titulo, tem uma cena aleatória com os personagens que estão no jogo. Boa parte delas é apenas piada entre eles ou até mesmo com a série, mas algumas dão algumas dicas valiosas pros novatos da franquia, então assista elas as vezes, vale a pena.

Extras

Com as atualizações que o jogo recebeu desde o lançamento, houveram algumas mudanças e adicionaram bastante coisa, entre elas:

  • Adicionaram as unidades Gespenst (pilotado pelo Gillian da linha OG da série) e o Dandarion, protagonista do SRW DD, primeiro jogo da franquia para smartphones que segue o tradicional estilo de estratégia da série;
  • Liberaram um nível extra de melhorias pros mechas e para as skills dos pilotos;
  • Adicionaram a dificuldade Extra Hard, ideal pro pessoal que quer um desafio ainda maior.

Quando você finaliza o jogo, ele tem um pós-game que puxa bastante referencia de um certo jogo anterior da saga que também mexe com mundos paralelos.

E como na maioria dos jogos da franquia, também temos o New Game Plus, que muda um pouco, dessa vez necessitando de pontos pra liberar o que será utilizado na próxima partida. Enquanto isso pode limitar um pouco em primeiro plano, também abre muito mais opções pra próxima partida em relação aos jogos anteriores.

DLCs

Como boa parte dos jogos da Bandai Namco e da franquia em si, ela tem uma boa quantidade de DLCs pra aumentar a vida útil do jogo. Entre elas temos:

DLC Mission Pack: Essa contém 15 missões separadas do jogo principal com bastante fanservice entre as franquias principais participantes, além de equipamentos especiais ao completa-las.

DLC 01 (Separada ou no Season Pass): Essa adiciona 13 missões de áreas, 17 missões onboard e as seguintes unidades novas:

  • Novel “Mobile Suit Gundam: Beltorchika’s Children”
    • Hi-Nu Gundam
  • Anime “Voltes V”
    • Voltes V
  • Série de jogos “Sakura Wars” da Sega:
    • Type-2 Kobu Ogami Type
    • Type-2 Kobu Sakura Type
    • Kobu F2 Erica Type
    • STAR V (Fujiyama STAR)
    • STAR V (Rodeo STAR)
  • Série “Super Robot Wars OG”:
  • RyuKoOh / KoRyuOh (única unidade com duas formas)

DLC 02 (Separada ou no Season Pass): Essa adiciona 13 missões de áreas, 18 missões onboard e as seguintes unidades novas:

  • Anime “Mobile Suit Gundam: Iron-Blodded Orphans”:
    • Gundam Barbatos Lupus Lex
    • Gundam Gusion Rebake Full City
    • Gundam Flauros
    • Gundam Bael
  • Anime “Ultraman” de 2019 (Netflix):
    • Ultraman
    • Seven Suit
    • Ace Suit
  • Série “Super Robot Wars OG”:
    • Alteisen Riese
    • Rein Weissritter

DLC Day One: Essa é a que vem na pré compra do jogo físico e nas versões digitais dele. Além de equipamentos e bônus em dinheiro, libera acesso a novas unidades da série Super Robot Wars Original Generation:

  • SRX com os pilotos Ryusei, Ray e Mai (unidade não é separavel nesse jogo);
  • Cybuster com o Masaki e seus familiares Kuro e Shiro.
Tenjou Tenga Nendou Bakusai Ken!!!

Premium Sound & Data Pack:

Pacote com 46 musicas novas, entre versões cantadas das musicas que estão no jogo e versões originais, além de 51 imagens de referencia.

Todas essas DLCs estão disponíveis separadamente ou em pacotes específicos, sendo que a versão “Ultimate Edition”, vem o jogo completo com todas elas.

Conquistas

Ainda preciso fechar a segunda vez pra fazer a platina, mas depois de 240h de jogo,
preciso de um tempo pra fazer o final com a Az.

O jogo base não é muito complicado, já que foi feito pra chamar novos jogadores pra franquia e enquanto a lista de conquistas também não é complicada, requer um bom tempo pra se dedicar ao jogo. Entre as mais complicadas temos:

ConquistaDescrição
Beyond It AllFazer a missão extra no pós-game
Two Sides, Two StoriesFinalizar o jogo com os dois protagonistas
Money GeyserConseguir 100 mil créditos numa única batalha
Skill CollectorProduzir todas as skills

Conclusão

Super Robot Wars 30 traz um excelente jogo de estratégia, aonde mantém a base da franquia nesses 30 anos de existência mas consegue adicionar novas mecânicas pra manter os veteranos na série presos nela.

Os gráficos usados nas cenas de ataques são o ponto forte jogo, muitas parecendo que estamos assistindo um capitulo do anime em questão, sempre bem detalhados e cheias de efeitos que enchem os olhos.

A parte sonora do jogo também agrada muito, trazendo várias musicas dos animes participantes e usando vários dubladores veteranos na indústria, com atuações que saem do circulo de cada um dos animes, dando uma imersão enorme no jogo.

As mecânicas básicas de batalha do jogo continua as mesmas dos jogos anteriores (principalmente dos mais recentes da “trilogia VTX“), mas dessa vez ele usa o sistema de missões que lembra mais o Impact e o Operation Extended, não sendo linear e com uma quantidade ENORME de missões extras. Nisso não temos mais os SR Points, mas os desafios extras das missões não obrigatórias cobrem esse ponto (e a quantidade de fan-service pros veteranos na série é enorme).

No geral, sendo um novato ou um veterano na franquia, se você gosta de jogo de estratégia por turno e mechas gigantes, esse é um prato cheio pra curtir ambos.