Review / tutorial: Scarlet Nexus

Aviso: como a parte de batalha está carregada com GIFs pesadas, aconselho acessar esse post pelo Wi-Fi pra acelerar o carregamento do mesmo e não “COMER” os dados móveis.

Olá, aqui é o Pena e hoje eu trago um JRPG de ação no melhor estilo anime, o Scarlet Nexus.

Produzida e desenvolvida pela Bandai Namco, é uma nova série que envolve tanto o jogo como o anime de mesmo nome. Eles são responsáveis por diversos jogos relacionados a indústria japonesa de animes, entre as mais conhecidas feitas por eles temos os jogos do Dragon Ball Z, One Piece e Sword Art Online, além de diversas séries de jogos, tais como Super Robot Wars, Tales of e God Eater.

Review feito em base das versões pra PS4
(códigos europeu da versão deluxe cedido pela Bandai Namco)

Titulo: Scarlet Nexus
Produtora: Bandai Namco
Distribuidora: Bandai Namco
Gênero: RPG de ação
Plataformas:
PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X e PC
Mídia: Digital e Físico
Textos: Português, Inglês, Espanhol, Francês, Alemão, Italiano, Japonês, Coreano e Chinês (tradicional e Simplificado)

Akai Ito – a lenda do “Fio Vermelho do Destino

Existe no Japão uma lenda sobre a “linha vermelha do destino“, dizendo que um senhor que vive na Lua procura espíritos que tem algo pra aprender e a ensinar um ao outro e amarra uma linha vermelha no dedo mindinho deles.

Essa lenda é bastante utilizada em histórias de romance, já que ela dita que essa ligação independente do tempo e distância que os dois indivíduos conectados estão. A base dessa lenda é bastante utilizada no Scarlet Nexus (que numa tradução livre seria Conexão Escarlate), mas claro que COMO ela é utilizada no jogo eu não vou entrar em detalhes, justamente pra não estragar as reviravoltas do jogo.

História

Todos os hologramas do mundo só são vistos por causa dos poderes dos cidadãos.

A história do jogo se passa num mundo aonde a maioria dos seres humanos nascem com poderes especiais e esses poderes são integrados no funcionamento da sociedade.

Só que nada é perfeito, o planeta está envolto por uma barreira conhecida como “Cinturão da Extinção” e dele nascem monstros conhecidos como “Outros” que atacam os seres humanos atrás dos seus cérebros.

Pra combater essa ameaça existem os Guardiões Escarlates, soldados treinados com poderes mais fortes que os cidadãos comuns, enfrentando essa ameaça a raça humana a mais de dois mil anos.

Em todo esse contexto, o jogo se desenrola em dois pontos de vista bem distintos, seguindo as campanhas do Yuito Sumeragi e Kasane Randall, dois usuários de psicocinésia.

Protagonistas

Yuito Sumeragi

Quando criança, Yuito foi salvo de um ataque dos “Outros” por uma oficial da OSF e desde então sempre almeijou entrar no exercito pra retribuir o favor.

Sendo um “Sumeragi”, que é uma família que sempre esteve envolto na política do seu pais, atrai os olhares de outros mesmo não querendo se envolver nessa parte da família.

Kasane Randall

Quando criança, ela foi adotada pela família Randall e foi convocada para o exercito ainda jovem devido aos altos índices dos seus poderes.

Mesmo sendo adotada, ela tem uma forte ligação com a sua irmã Naomi, a única que realmente entende o jeito direto dela.

Gráficos

O jogo foi feito usando o Unreal Engine, sendo todo em 3D cheio de objetos no cenário usados no combate. Cenários e personagens são extremamente detalhados e vários efeitos dos ataques ficaram excelentes.

Como já é se de esperar de um RPG japonês, os gráficos são no estilo anime, ainda mais por que tem um anime saindo junto com o lançamento do jogo. Em vários pontos da história os eventos ocorrem como se fosse um manga, por telas estáticas com os personagens no cenário (todo em 3D) enquanto a história desenrola, mas também tem as partes que a ação rola durante a história, em ambas tem bastante detalhes, já que elas utilizam os mesmos modelos 3D.

Comparação entre o Ps4 e PS5

Todo o review foi feito jogando pelo PlayStation 4, mas consegui um print pelo PS5 para comparação, da pra ver que as imagens no PS5 são mais nítidas, mesmo que a imagem no post esteja menor.

Áudio

As musicas do jogo tem uma grande variedade, indo dos eletrônicos para rock, além das típicas musicas cômicas que vemos nos animes, agrada bastante quem gosta do estilo.

Isso sem contar os efeitos dos ataques e poderes, capricharam bastante neles, os combates ficaram muito bons com o que fizeram nele.

Infelizmente não encontrei a OST do jogo no Spotify e nem no Soundcloud, então deixei aqui uma lista das músicas do jogo que está no Youtube.

O jogo tem dublagem em inglês e japonês e pra quem curte deixar no áudio original pra manter o clima de anime do jogo, aproveita que escolheram uma boa equipe pro trabalho, entre eles:

  • Junya Junya: Dublador do Yuito Sumeragi, também trabalhou no Jujutsu Kaisen como Yuuji Itadori e na ultima temporada do Shingeki no Kyojin como Reiner Braun;
  • Asami Seto: Dubladora da Kasane Randall, também trabalhou no Death Parade como a protagonista “Kurokami no Onna” e no The Rising of the Shield Hero como a Raphtalia;
  • Yumi Hara: Dubladora da Kyoka Eden, também trabalhou no Overlord como Albedo e na série Utawarerumono fazendo a Atui;
  • Nobuyuki Hiyama: Dublador do Karen Travers, também trabalhou no Yu Yu Hakusho como Hiei e no Tengen Toppa Gurren Lagann como Viral.

Jogabilidade

Logo no começo do jogo você escolhe entre jogar com o Yuito ou a Kasane. Nesse não é apenas escolha do gênero que te agrada mais, cada um tem um ponto de vista diferente do desenrolar da história, então pra entender tudo você precisa finalizar a campanha com ambos.

Scarlet Nexus tem bastante detalhes envolvendo o menu e jogabilidade dele, só que pra evitar certos spoiler e não estragar as surpresas da história, alguns detalhes não serão especificados aqui e também vale lembrar que como todo bom RPG, boa parte das mecânicas são desbloqueadas conforme você avança no jogo, então não estranhe que certas opções não estão disponíveis desde o começo do jogo.

Menu

Roupa vermelha é DLC que veio na edição Deluxe

O menu do jogo tem várias abas e sub-abas e apesar de não serem complicadas, pode assustar um pouco no começo, principalmente quem não está acostumado com o gênero.
Segue um resumo:

  • Party: A aba inicial e aonde você organiza o seu time, podendo deixar até 2 companheiros te seguindo nas batalhas;
  • Items: Área com todos os seus itens e equipamentos;
  • Equipment: Aqui você altera os equipamentos e acessórios visuais;
  • Brain Map: é a aba da árvore de técnicas do protagonista;
  • SAS: área de configuração das técnicas dos companheiros;
  • Story: grava todos os ocorridos da campanha e outros detalhes, como também o registro das missões paralelas;
  • Libary: Aqui contem detalhes mais específicos do jogo, como comentários dos personagens e outros pontos;
  • Options: Aqui você pode configurar os detalhes do jogo em si, como dificuldade e algumas interações dele.

Na aba Party, além de escolher quais são os companheiros que te acompanham nas batalhas, você também pode escolher qual tipo de estratégia eles utilizaram.

A aba de Items você tem uma visualização geral de tudo que tem no inventário, podendo navegar entre todas as categorias. Mas aqui é só visualização, uso de itens é diretamente no campo de batalha.

Na aba de Equipments você pode equipar os seus personagens para as batalhas. Tem duas partes aqui:

  • Equipments: Equipamentos utilizados para combate;
  • Visuals: Esses alteram apenas a aparência do seu personagem.

Pros equipamentos de combates, você pode equipar uma arma e até 3 plug-ins, que seriam os acessórios do jogo. Inicialmente só está disponível 1 slot, os outros libera conforme você avança no jogo e desbloqueia eles.

Tem como ver todos os lados do modelo 3d do personagem

Já pros visuais tem sempre o espaço da roupa principal e 3 espaços pros acessórios, que podem ser utilizados entre todos os personagens, só prestando atenção que não dá pra usar dois da mesma categoria.

O Mapa Cerebral é a árvore de técnicas do protagonista, que conforme sobe de nível recebe BPs utilizado pra liberar as técnicas. Como já é de se imaginar, pra conseguir comprar as técnicas mais avançadas, primeiro precisa liberar as suas precedentes.

Na aba SAS (Struggle Arms System) é o local aonde você configura os poderes compartilhados pelos seus companheiros, aonde cada uma das posições corresponde a um dos botões do controle.

Também da pra verificar as informações de cada um dos poderes e o que já está liberado. Como liberar e os usos eu comento posteriormente.

Na aba Story você tem acesso ao que já ocorreu na história principal (que eu não deixei print dessa parte justamente pra não deixar spoiler), como também acesso a parte de missões paralelas e eventos de amizades.

A mais importante aqui é a de Quests, já que aqui você tem acesso ao que precisa fazer pra conclui-las, seja pegar algum item específico ou derrotar monstros de alguma certa maneira, como também é por aqui que você reporta a conclusão das missões, não precisa voltar a quem te deu a missão.

A aba de Library você tem acesso a diversos dados do jogo, como informações dos inimigos e personagens. A parte mais importante aqui é o Brain Messages, que é o sistema de bate-papo entre os personagens.

Enquanto a maioria deles são apenas conversas relacionadas aos ocorridos do jogo, alguns deles podem iniciar eventos entre os personagens, mas eu entro em mais detalhes posteriormente.

Aqui você acerta diversas configurações do jogo, como dificuldade, claridade e outros detalhes, assim pode deixar da maneira que preferir.

Exploração

A exploração da cidade e dungeons tem o mesmo funcionamento, podendo pular, usar o dash e escalar certo pontos, mas na cidade não tem como atacar.

Itens variados
Materiais das regiões

Nas suas explorações você encontrará esses 2 tipos de recursos, o cubo verde são itens variados, na sua maioria itens de cura, enquanto o cubo brilhante são materiais relacionados à região que você está explorando. Os itens só são pegos 1 vez, mas aparecem mais conforme você avança na campanha, enquanto os materiais reaparecem ao reentrar na dungeon.

As compras e saves são mais diretos, todos sendo feitos pelo nosso amigo de uniforme amarelo. Você encontrará ele nas cidades e dungeons em pontos específicos e sempre que iniciar o save, ele recupera toda a vida dos personagens.

O jogo tem save automático, mas é sempre bom criar um manual com a ajuda dele de garantia, principalmente se você quer retornar a algum ponto antes duma missão sem retorno.

Na loja tempos quatro opções:

  • Buy: adquire itens apenas usando dinheiro;
  • Sell: Vende seu itens;
  • Exchange: Adquire itens por base de troca de materiais encontrados nas explorações e derrotando inimigos;
  • Accept: É aqui que você pega os itens das DLCs que você comprou;

Compra e venda não tem nenhuma diferença do básico que vemos nos jogos e mesmo a parte de troca não varia tanto, mas pelo menos quando aparece algum item novo no catálogo ele fica marcado com esse símbolo .
Para as trocas você pode deixar um aviso que assim que conseguir os materiais necessários tem um aviso na tela.

Tem também o mapa que facilita a sua exploração, ele já aparece completo quando você entra na área e marca aonde você precisa ir pra avançar no jogo (caso ele seja o ponto da história), enquanto itens e materiais só são apontados nele quando chega bem perto.

A transferência entre as diversas regiões do jogo são feitas pelo mapa geral, que vai liberando as áreas conforme você avança na campanha. Em alguns momentos você não pode retornar em certos pontos da campanha por causa da história.

Quest

Conforme você avança no jogo, alguns NPCs aparece com o símbolo mostrado na print de cima. Eles tem missões paralelas pra você realizar, que variam entre pegar itens específicos ou derrotar certos inimigos de uma certa maneira.

Quests em azul são as que você está priorizando, mas não bloqueia o avanço das outras

Você não precisa ficar andando toda a cidade procurando eles, quando tem alguma quest nova, ela fica marcada no mapa pra facilitar e pra reporta-las, basta acessar aba de Story no menu do jogo e aceitar a recompensa por lá.

Esconderijo

O jogo é dividido em fase e entre elas tem um momento de descanso marcadas como Standby. Nesse momentos você pode conversar com os seus companheiros no esconderijo do grupo pra aumentar o seu nível de amizade.

Pra censurar a comida, o negócio deve ser demais XD

Depois que libera o acesso ao Esconderijo, você pode entrar nele nos momentos que não estiver preso em algum ponto da história, mas somente durante os momentos de descanso que você tem acesso aos eventos de amizade com os seus companheiros. Quando um personagem tem um evento, fica marcado o símbolo nele.

Alguns desses eventos são iniciadas pelas conversas do chat, sendo dos personagens que não estão no seu grupo no momento. Em qualquer uma das opções, esses eventos só ficam disponíveis na fase de descanso que eles aparecem.

Você também pode dar presentes pros seus companheiros, sendo que a maioria você consegue eles n loja na parte de trocas. Fica marcado quais já foram entregues, mas pode dar mais de um do mesmo.

Conforme você aumenta a amizade entre os personagens, novos efeitos são disponibilizados quando utiliza o SAS daquele personagem, então é recomendado fazer essa parte pra facilitar a sua vida nas batalhas.

Batalhas

Yuito usa uma katana…
… enquanto Kasane usa várias laminas

Durante as batalhas você tem controle direto apenas do protagonista que você escolheu. O poder especial do Yuito e da Kasane é psicocinésia, que é a habilidade de movimentar objetos como poder da mente.

Isso reflete diretamente nos ataques básicos deles, que mesmo usando armas diferentes, raramente eles seguram as seus equipamentos. Você pode realizar combos com os ataques normais e os pesados, sendo que os pesados recarregam a barra de poder, que é aquela barra roxa em cima da de vida (em vermelho).

Mas não é apenas seus equipamentos que eles podem levitar, vários objetos no mapa, como carros e caixas podem ser arremessados contra os inimigos, bastando segurar o botão indicado nos objetos. Só cuidado que se você tomar um ataque enquanto está concentrando o arremesso, para o ataque.

Alguns objetos especiais, que utilizam outro botão, tem um ataque extra, precisando apertar o comando quando aparece na tela.

Boa parte dos inimigos tem uma barra extra embaixo da de energia, sendo ela uma resistência deles. Caso consiga acertar o ponto fraco deles (alguns estão com uma proteção que precisa ser quebrada antes) e zera essa barra, o núcleo do inimigo fica exposto, permitindo usar o ataque “Brain Crush“. Para o inimigos normais, esse ataque é fatal e se derrota-los assim, garante que eles deixem item.

Se você conseguir esquivar no momento certo, além de evitar o dano, deixa a câmera lenta e ficando invencível por alguns momentos, dando uma vantagem na batalha. E caso isso seja feito num projétil inimigo, você pode interceptar ele e devolver ao seu inimigo.

Depois de um ponto da campanha, é liberado o Brain Drive. Quando carregar toda a barra que aparece no da de vida e poder carregar, automaticamente ativa esse modo. Nele seus ataques ficam mais fortes e também aumenta a quantidade de exp recebida ao derrotar os inimigos.

E por ultimo temos o Brain Field. Nesse todo o cenário fica envolto pelo poder do protagonista. Aqui você pode arremessar os objetos sem gastar a barra de poder e atacar com eles em vez da sua arma. Mas isso tem um preço, caso passe do limite de tempo de uso e não desativar esse modo, é game over na hora.

O uso de itens é feito durante a exploração, você seleciona qual vai usar na opção do lado esquerdo. Só precisa ficar esperto por que depois de usar o item tem um tempo de recarga pra usa-lo novamente.

Caso um dos seus companheiros morram, tem como revive-los durante o combate, só precisa segurar o botão mostrado. E se for você que morreu, tem uma chance deles te reviver também.

SAS ( Struggle Arms System)

O SAS permite usar os poderes dos seus companheiros durante a batalha. Você ativa eles em base das posições que foram configuradas no menu e eles permanecem ativadas enquanto tiver carga. Não vou entrar em TODOS os detalhes dos poderes pra que tenha detalhes pra descobrir durante a sua partida.

Com a ajuda de outro usuário de psicocinésia, arremessar objetos nos inimigos não gasta a barra de poder e também tem como concentrar e arremessar vários de uma única vez.

Com o poder de pirocinése, seu ataques usam o elemento de fogo, causando mais dano e caso ataque várias vezes o inimigo com esses ataques, consegue causa queimadura neles, que consome o HP deles aos poucos.

O poder de teletransporte é bem útil durante os combates, fazendo com que os seus ataques sejam bem mais precisos e evitando os ataques na esquiva. Alguns inimigos que se defendem demais não conseguem acompanhar esse poder.

A esclerocinésia endurece a pele do usuário ao ponto de anular qualquer dano enquanto o poder estiver ativado. Quando receber um ataque com esse poder ativado, em vez do dano, é a barra do poder que é consumida.

A hipervelocidade é extremamente útil nos combates, tudo parece que está em câmera lenta, conseguindo evitar diversos ataques e acertar as costas dos inimigos antes mesmo que eles consigam se proteger.

Ficando invisível, nenhum dos inimigos te encontra no combate e você consegue usar um ataque carregado que tem uma grande chance de quebrar a resistência dos inimigos e expor o seus núcleo.

O poder de duplicação serve tanto pra multiplicar a quantidade de objetos arremessados nos inimigos como também criar novas versões do personagem que atacam ao mesmo tempo, causando um dano maior do que o normal.

A clarividência permite ver inimigos invisíveis e distinguir o verdadeiro inimigos quando eles criam cópias, além de conseguir ver no meio da névoa.

Com a eletrocinésia seus ataques utilizam eletricidade, que além de causarem mais dano, pode também paralisar os seus inimigos, deixando eles totalmente vulneráveis.

DLCs

O jogo tem um pacote de conteúdo extra chamada “Brain Punk Bundle“. Esse pack e a versão Deluxe (utilizada nesse review) tem umas diferenças, segue o que temos nelas:

  • Deluxe Edition & Brain Punk Bundle:
    1. As roupas vermelhas dos personagens;
    2. OST do jogo;
    3. Artbook digital;
  • Deluxe Edition exclusivo:
    • Acessório extra “The Other”;
    • 3 plug-ins que dão uma ajuda no começo do jogo.

O Artbook digital e a OST vem num pacote separado do jogo (um aplicativo extra só pra eles). No artbook você tem acesso a diversas artes do jogo, como nos livros físicos do gênero, tem umas artes bem legais ali pra quem curte ver essas partes dos jogos.

Na parte da OST você tem acesso a todas as músicas do jogo, como falei na parte de áudio, tem umas musicas bem legais, principalmente a “The madness inside” que toca quando ativa o Brain Field.

Anime

Em conjunto com o jogo, também está saindo o anime dele, sendo a produção dele feita pela Sunrise e Funimation. Até o momento do review só saiu os 2 primeiros episódios e ele está seguindo a história do jogo.

Pra aqueles que conhecem a história dos jogos da Bandai Namco devem lembrar dos jogos da série “.Hack“, principalmente da primeira quadriologia, aonde vinha um anime em cada parte e neles tinha um segredo que você usava no jogo.

No Scarlet Nexus você precisa encontrar códigos escondidos em cada episódio pra receber informações extras dos personagens e uns acessórios extras também. Não é nada obrigatório, mas vale a pena pra quem curte.

Eles estão liberando isso conforme sai os episódios do anime, dai precisa do acesso a internet para acessar essa parte e tentar os códigos encontrados no anime.

Extras

Quando você fecha a primeira história, libera o EX New game, aonde pode iniciar a outra história com os níveis e itens da partida anterior. Também tem umas missões extras caso carregue o save finalizado, o que tem nelas, deixo pra você descobrir.

E depois de finalizar com os 2 protagonistas, você pode trocar entre eles no save final, podendo fazer as missões de cada um deles no mesmo save.

Outro detalhe, caso tenha jogado a demo e finalizado elas, você também recebe acessórios extras se tiver o save ainda no seu aparelho.

Pelo menos na versão pro PlayStation você tem como transferir o seu save do PS4 para o PS5 via servidor. Assim da pra aproveitar tudo nos dois sistemas.

Conquistas

O grinding final das skills é bem trabalhosa…
(Troféu censurado pra evitar spoilers)

Dependendo da dificuldade que você está jogando, o trabalho pra conseguir todas as conquistas pode ser bem grande, mas pelo menos não tem nenhuma que dependa disso, então você pode jogar na que preferir sem se preocupar. Só que tem o detalhe que você precisa fechar as duas histórias pra fazer tudo. Entre as mais trabalhosas, temos:

ConquistaDescrição
Tightly Wound BondAlcançar nível 6 de amizade com todos os personagens
Gift-Giving FreakDar todos os presentes pra todos os personagens
Owner of an Excellent BrainAprender todas as técnicas do mapa cerebral
Heroic OSFCompletar 30 missões paralelas
Pelo menos deu pra pegar no PS5 também
(Troféu censurado pra evitar spoilers)

No caso dos PlayStation 4 e 5, como você pode exportar o save pra a nova geração, caso tenha as 2 versões também consegue 2 platinas diretas assim que terminar a transferência do save.

Conclusão

A ação do jogo ficou muito boa, bem rápido e fluido e mesmo não podendo controlar diretamente os outros personagens, o esquema de usar os poderes deles nos combates e pra avançar em certos pontos do jogo da um ponto de estratégia excelente nele.

Os gráficos também agradam bastante, vários detalhes no ambiente em pontos bem longe de acesso do jogador, isso sem contar a quantidade de objetos que são utilizados nos combates, que varia bastante dependendo de onde você está. Um dos pontos com mais detalhes é o esconderijo, que recebe novos itens conforme você dá os presentes pros companheiros (e depois de alguns eventos da Kyoka, olhe a panela dela na cozinha hahahaha)

Parte sonora do jogo, tanto nas músicas como nas dublagens ficaram muito boas, mantém o clima anime do começo ao fim do jogo e deixando em japonês aumenta mais essa sensação.

A história tem um desenvolvimento interessante, mas não vou entrar em nenhum detalhe pra evitar spoiler, mas tem várias teorias dentro dele e umas reviravoltas legais (claro, dentro dos clichês básicos de anime que já são de se esperar no estilo de jogo) e ver a história de dois pontos de vista diferente ficou bem interessante.