Review / Tutorial de Lost Words: Beyond The Page

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Modus Games (versão PS4/PS5)

Distribuidora: Modus Games
Produtora: Sketchbook Games
Plataforma: PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series X / Xbox Series S / Switch / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2021

Lost Words Beyond The Page é um jogo de plataforma 2D com foco na narrativa e o uso de palavras como magia.

O Conto de Estoria

Izzy é uma menina com uma vida normal, vivendo com os pais, o irmão bebê e convivendo com sua avó, seu grande exemplo de vida e a sua heroína pessoal.
Ela ganha de presente um diário da avó e passa escrever suas memórias, bem como o início de uma história.

Tudo começa com Izzy recebendo o diário de sua avó


No reino de Estoria, uma menina chamada… você escolhe como ela se chama, no meu caso foi Robyn (e assim ela será tratada no review).
Robyn é neta de Ava, a Guardiã das Fadas e protetora do reino.

A jovem Guardiã é iniciada em sua nova função


Robyn é iniciada para ser a sucessora de Ava como Guardiã, mas é forçada a assumir o posto antes do tempo, quando o vilarejo onde mora é atacado por um dragão.

Agora Robyn precisa recuperar as fadas do reino e confrontar o dragão.

Projeções e Amadurecimento

Quando comecei Lost Words, embora interessado pelo trailer, não imaginei a narrativa à qual me depararia.
Escrito por Rhianna Pratchett (Tomb Raider 2013, Bioshock Infinite, Mirror’s Edge, dentre outros), filha do escritor Terry Pratchett (série Discworld), o roteiro possui alta carga dramática, com Izzy aprendendo sobre os problemas da vida, projetando suas frustrações e mágoas no conto de Estoria.

Robyn precisa enfrentar os problemas de Izzy em Estoria


Os problemas que Robyn enfrenta em Estoria estão diretamente relacionados à vida de Izzy e aos acontecimentos da família.
A jovem Guardiã precisará lidar com criaturas personificando medo, indiferença, raiva e outros sentimentos da sua contraparte autora.

Embora o brilho do roteiro esteja justamente nestes acontecimentos, por motivos de spoiler, não os revelarei aqui para não estragar a experiência de quem jogar, mas… prepare uns lenços de papel, você vai precisar.

A Magia das Palavras

O jogo se passa em dois locais diferentes: no diário de Izzy e no reino de Estoria.

No diário, Izzy caminha sobre as frases, revelando a vida da família, seus pensamentos e sentimentos.
Conta também o quanto gosta de sua avó e de como elas interagem.

No diário, Izzy viaja pelas palavras


estrelas azuis e negras em meio às frases, revelando pensamentos ocultos de Izzy, positivos e negativos, respectivamente.
Palavras grifadas em azul ou roxo podem ser movidas para criar plataformas ou fazer modificações em objetos e cenários, sendo um rasgo no papel a passagem para outro trecho diário ou para o conto de Estoria.

Estrelas azuis revelam pensamentos mais profundos de Izzy


Há também a possibilidade de posicionar determinadas palavras, modificando o sentido de certas frases.
Enquanto Izzy cria Robyn, é possível escolher a cor de sua roupa, sua principal característica de personalidade, dentre outras coisas (incluindo aí o próprio nome da personagem).

No mundo de Estoria, palavras de poder servem como as magias da Guardiã


Já em Estoria o livro mágico de Robyn serve para armazenar palavras de poder, verbos para gerar ações no cenário, como Rise (elevar), Repair (reparar), Break (quebrar), além de outros.
Nem todas as palavras são guardadas indefinidamente no livro, sendo algumas passageiras, como Silence (silêncio) ou Burn (queimar).

As fadas tornam-se os coletáveis do título, sendo necessário fazer modificações no cenário, como quebrar pedras no chão ou acender cogumelos explosivos para relevar fadas escondidas.

Elenco de Apoio

No diário, pai, mãe, irmão e avó de Izzy (além da própria) são representados por desenhos e “fotografias”.

Lump acompanha Robyn em parte de sua jornada


Além da avó de Robyn e dos moradores do vilarejo, dois comerciantes mágicos e Lump, um simpático fogo voador fazem parte da trajetória de Robyn.

Os comerciantes oferecem ajuda a Robyn, em troca de um alto preço


Enquanto os vendedores fornecem um desejo por três “sacrifícios”, Lump ajuda na navegação de determinado capítulo,  podendo alternar a posição com Robyn quando ao lado de frutas.

O Dragão é o maior desafio da Guardiã: estaria ela à altura?


Há também um djin no deserto, que tenta atrapalhar o avanço de Robyn, uma baleia que surge mais tarde, com conselhos e o Dragão em si, o adversário final. 

A Arte das Palavras Perdidas

Coloridas como pinturas são as paisagens de Estoria, com florestas, cavernas, neve, desertos, penhascos e até uma área submersa.
Tudo retratado em cores vivas e traços suaves.
Em alguns momentos, especialmente quando novas palavras surgem, um rasgo surge na pintura, revelando a página do diário por trás de Estoria.

A área submersa é uma das belas localidades de Estoria


Já no diário, conforme a história de Izzy é contada, embora tal “reino” seja mais das palavras que das gravuras, imagens são vistas por vezes aquareladas, em outras assemelhando-se a giz de cera.
Às vezes é possível usar uma palavra para revelar uma imagem no meio da página, aos poucos, como se fosse uma esponja revelando uma imagem escondida sob a poeira.

Izzy toma coragem para continuar a história da Guardiã


A trilha sonora de LW é também suave, por vezes melancólica (mas sempre orquestrada), acompanhando os sentimentos de Izzy e Robyn.
Parte da emoção causada pelas situações deve-se também à trilha sonora, emoldurando roteiro e arte em um quadro de aventura e aprendizado na dor.

A platina é relativamente simples por ser um jogo focado em narrativa, possuindo um troféu por cada capítulo, coletar todas as fadas, coletar todas as estrelas negras e mais alguns troféus específicos por capítulos (há seletor após zerar, o que facilita bastante).

RESUMO DA ÓPERA:
Lost Words: Beyond The Page é uma lúdica viagem à uma mente infantil em formação.
Os desafios enfrentados pela pequena Izzy são transpostos em perigos inimagináveis no encantado mundo de Estoria.
A narrativa é uma das melhores de Rhianna Pratchett, com uma delicadeza que se adapta bem à mentalidade de uma menina que está aprendendo sobre as dificuldades da vida.
A belíssima arte aquarelada e a fantástica trilha sonora finalizam o pacote com chave de ouro.
Uma pérola para os amantes de narrativas, Lost Words: Beyond The Page é leve e ao mesmo tempo profundo.