Review / Tutorial:Under night In-Birth EXe Late [cl-r]

Ah… os jogos de luta, um gênero muito discutido entre qual ser a melhor proposta pra ele, se acompanhar a história, se é só pra versus, se é só pra combar ou se é pra dar o controle desligado pro seu primo pequeno e fingir que ele tá jogando junto com você… hahahahha

Particularmente acho um gênero rico em possibilidades, onde até mesmo é plausível de uma história boa e um sistema bom.
Under Night in Birth é uma franquia que pouca gente explorou, mas que ao aparecer na EVO, mentes curiosas foram despertadas e apesar de não parecer, tem diversos aspectos que são detalhistas, caso você não tenha jogado algum ou até mesmo não tenha entendido parte da mecânica, fique tranquilo, pois está no tipo de review certo.

O jogo foi desenvolvido inicialmente pela Ecole, Soft Circle French Bread e Arc System Works, atualmente apenas as duas últimas continuam no projeto.
A franquia é constituída por 4 jogos, sendo distribuído para arcade (SEGA RinEdge 2), consoles, portáteis e PC. A partir do EXE LATE, foi interpretado como atualizações majoritárias sendo suas duas outras variantes ST e CL-R.

Antes de tudo, é importante deixar claro que durante o texto podem ser usados termos específicos do gênero.

Código cedido pela PQube para Review, versão Playstation 4

Título: Under Night in Birth EXE LATE [cl-r]
Gênero: Luta
Desenvolvedora: Soft Circle French Beard (co produção Arc System Works)
Publicadora: Arc System Works (JP) / PQube Limited (EU) / Aksys (US)
Plataformas: PlayStation 4, PC e Nintendo Switch
Lançamento: 2020 (20 de fevereiro)
Mídia: Física e Digital

Caso queira a versão física, compre com nosso link de parceiro da Play-Asia:
Escolha aqui

Tela Título

História / Enredo

A história terá seu centro contado aqui, indiferente de ter jogos lançados em sua cronologia, a essência se mantém, sendo na sua maior diferença de versões, o balanceamento, inclusão de personagens no roster e golpes adicionais para os já existentes.

O jogo se passa em um fictício cenário nos dias modernos, onde o fenônemo chamado Noite Vazia / Hollow Night (Otsuro no yoru – 虚ろの夜) envolve o Japão uma vez por mês durante séculos. A região englobada pela noite é cercada e seu centro é definido como Abismo / The Abyss, a Noite Vazia e o Abismo por sua vez concentram uma energia denominada EXS / Existence, e essa energia é a procura dos chamados Vazios / Voids (虚無 – kyomu), seres incapazes de pensamento, onde são movidos apenas para consumir EXS. Organizações como Night Blade (夜刀 – yato) e Licht Kreis (Light Circle) tem protegido a civilização perante este fenômeno, mas ambas são rivais e usam seus próprios métodos de proteção.

Os humanos não tem a capacidade de ver os Vazios, mas podem potencialmente sentilos. Porém, qualquer um que sentir um Void pode ser o alvo deles para ser consumido ou até mesmo perder a sanidade, isso quando não são consumidos estando na área em que o fenômeno acontece. Em circunstâncias especiais, quem for atacado por um Void e manter sua sanidade, pode se tornar um Nascido (In-Birth). Em contra ponto, um Nascido ainda poderá se tornar Vazio Caído/Fallen Void (虚無落ち – kyomu-ochi) de duas formas: esgotamento e contaminação.

Vazios Caídos por sua vez não possuem o EXS, mas sim o FLS / False, onde necessita do Mandamento de Maldição / Curse Commandment (呪戒 – jukai) para ser usado.

A humanidade porém tentou criar algo que combatesse os Vazios e a Noite Vazia, as criações eram denominadas Circuitos Nervosos Automatizados / Autonomic Nerves Circuits (自律神経回路 – jiretsu shinkei kairo), onde se constituíam de corpos artificiais com uma alma humana embutida, onde sua orgem principal era destruir Voids ou In-Births que quisessem possuir grande parte de EXS. Muitos destes seres foi destruído pelos In-Births.

Com o passar dos tempos, diversos In-Births foram se corrompendo, outros se mantiveram nos seus princípios, Voids novos apareceram… o resultado disso tudo fez com que novas organizações aparecessem, como:
Espiral do Esquecimento / Spiral of Oblivion / Amnesia (忘却の螺旋 – boukyaku no raisen – composta por In-Births que querem poder e liberdade.
Guardições da EXS / Exist Force Guardians – composta por vigilantes estudantes.
Sociedade Demoniaca / Demon Society (万鬼会 – bankikai) – composta por In-Births liderados por Ogre.
Escudo Sagrado / Sacred Shield / Ritter Schild – composta por In-Births com o intuito de investigar a fundo a Noite Vazia, tendo um laço forte com Círculo da Luz, sendo consideradas organizações gêmeas.

Diversas organizações, diversos propósitos, de qual organização você fará parte????

Claro que a história tem MUITOS pontos mais profundos, mas com essa resenha acredito que já tenha despertado parte da curiosidade de quem gosta de história…

Gráficos

O jogo tem gráficos com sprites em definição alta e cenários tri dimensionais com texturas leves que não incomodam e combinam perfeitamente com o resto do jogo.
Os personagens são mostrados com suas artworks variadas nos momentos e eventos e conversas.
Além disso, o jogo conta com cenas CG’s estáticas para os finais dos personagens e desbloqueio da galeria.

Som/OST

A trilha sonora é composta por Raito (Melty Blood), sendo executada de forma isolada pelo tema de cada personagem, variando entre instrumentais pesados com arranjos de guitarra ou sinfonias melódicas e orquestrais.
Além disso, alguns personagens tem uma música especial para seu duelo, seria o caso de:
Gordeau VS Chaos / Wagner VS Londrekia.
Assim como músicas específicas com temas cantados para aberturas e alguns finais.
O jogo possui um vasto elenco de dublagem, cita-los aqui deixaria o review maior do que já está, mas caso tiverem curiosidade:
Elenco de Seiyuu’s

Jogabilidade

Um dos pontos fortes do jogo pra quem gosta de sistemas de cancelamento nos jogos de luta.
Pois o jogo interpreta de forma precisa todos os seus movimentos de entrada de comando, inclusive para aplicar os combos.
3 tipos de ataque e um botão de ação, mas detalhes serão tratados durante o sistema do jogo.

Por padrão, apenas as funções primárias vem prontas, as outras você customiza se quiser.

Sistema de Jogo

Como todo jogo de luta, o HUD tem suas barras de resistência, especiais, o portrait do personagem para sua identificação, contador de combos com a barra de timing para o chain e o dano.

A diferença fica por conta da barra central… mas como vocês sabem nos nossos reviews, vamos tentar tirar as dúvidas de quem não entendeu muito bem o jogo quando jogou, ou quem tinha curiosidade sobre ele e ainda não arriscou.

In-Birth, Autonomic Nerve ou Void????

Dos 21 personagens do roster, 19 são In-Births (sendo 2 collabs), 1 é Void (Merkava) e 1 é Autonomic (Vatista)…

O misto de organizações e objetivos em 21 personagens…

19 usam EXS e 2 usam FLS, apesar da nomenclatura diferenciada, o sistema é o mesmo para ambas as energias, então… vamos lá:

Fundamentos Básicos e ataques/defesas/combos

Sua vitalidade é a resistência na luta, quando chegar em 0, você sofre nocaute.
A barra de supers seria a barra EXS Gauge, indo de valores 0.00 à 200.00.
Como dito antes, há 3 ataques variados em força, e um botão de ação para aplicar na energia EXS.
O jogo conta com sistema de combos por cancelamento em golpes normais, com leitura em escalas maiores/menores, ou seja, pode aplicar ataques progressivos e regressivos de força dos ataques, essa mecânica no jogo é chamada de Passing Links.
Exemplo: é possível combos com Weak -> Moderate ->Strong -> Moderate -> Weak.
Ao segurar ataques fortes, você pode aplicar o increase, onde ele concentra uma força maior para o dano.

Passing Link é um dos sistemas mais punitivos que existe em jogo de luta…

Special Attack – golpes que envolvem entrada de comando com quarter circle (chamado meia lua) ou com entradas de tempo (holding), geralmente feitos com ataques weak e moderate.
Special Extend – são os especiais estendidos, considerado um super padrão, consomem 100.00 de EXS. Os especiais também são canceláveis para aplicar combos.

Infinite Worth – técnica de ataque em escala de dano moderada, necessita de 200.00 EXS para ser executado, seu comando é HQF + D (half circle forward + botão de ação).

Infinite Worth EXS – a técnica de ataque em escada de dano alta, literalmente um movimento de desespero, gasta 200 de EXS e necessita que tenha 30% restantes de vitalidade para ser executado, seu comando é apertar os 4 botões ao mesmo tempo.

Bounce – literalmente quicar, o personagem bate nas extremidades da tela e quica em direção à você, dependendo da força, sendo possível emendar mais combos.

Com relação à defesas, além da defesa normal, pode-se aplicar o recovery para se recuperar de uma queda, e escape throw para escapar de agarrões do rival, além de claro, outras defesas embutidas no sistema, como verão à seguir.

Grind Grid / Vorpal / Transferência e Técnicas

Basicamente as batalhas se consistem em ter o controle da transferência para sua vantagem.

Grind Grid – a barra onde controlamos toda a energia do personagem, sendo praticamente um fator decisivo no sucesso para combos extensos, danos maiores e até comebacks.

A GRD Gauge interage de forma constante, desde o começo da clause, até o nocaute de alguém.
Os blocos de energia com a coloração é referente ao seu personagem e ao seu rival, variada conforme o lado (1P ou 2P) que está jogando.
Eles aumentam durante a luta usando o combate de forma ofensiva ou sendo sucessível nas suas ações de ataque.
Eles diminuem durante a luta usando o combate defensivo ou quando suas ações de ataque falham (como por exemplo o rival escapar de agarrão).
Também é possível ativar o Concentration apertando o botão de ação EXS (X no controle ou D no sistema do jogo).

O circulo central, é denominado GRD Transfer State, ao fechar o ciclo a transferência de estado fica sobre posse do personagem que tiver mais blocos, entrando no Vorpal State.

Vorpal State – faz o personagem ficar com uma aura azul ao seu redor, neste estado, o personagem possui bônus de dano no seus combos, golpes e especiais (a taxa de adição varia de acordo com quantos blocos você tinha carregado antes de entrar nesse estado, onde o efeito máximo é com 6 blocos), e é possível aplicar o Chain Shift.
Chain Shift – você transfere os blocos do grind para a sua EXS Gauge, podendo cancelar seus próprios golpes e emendar outros combos ou especiais.

Aperte Action duas vezes para ativar o Chain Shift

Assault – é uma ação voltada para possíveis overheads, mesmo que sejam bloqueáveis na sua maioria… efetuar assault lhe concede meio bloco do GRD. É um recurso bastante arriscado já que o personagem fica aberto à qualquer tipo de ataques, podendo tomar uma punição, não sendo possível defender ou ativar o shield.

Force Function – é um movimento único de cada personagem, sendo executado ao apertar Moderate+Strong (B+C) juntos, por algum motivo gasta um bloco do GRD, mesmo não necessitando ter.
Pode cancelar ataques normais, mas não especiais.

Shield – usualmente ao defender golpes especiais, usar o shield lhe concede GRD em cada ataque defendido, enquanto seu rival perde GRD enquanto lhe ataca, em contra ponto, o shield não lhe permite executar um throw escape e automaticamente você sofre um GRD Break.
OBS: o shield é o pequeno círculo no campo de defesa do personagem.

Guard Shield – é executado durante o Shield, sua função é empurrar o personagem na sua defesa, consumindo 10 EXS. Se aplicado no tempo certo, uma luz verde toma conta da defesa e o rival automaticamente é empurrado. Se falhar, você perde um bloco no GRD.

Guard Thrust – quando golpes especiais são aplicados durante a defesa, os personagens sofrem o chamado chip damage, na grande maioria dos jogos (da Arc principalmente), há recursos que evitma esse dano, apesar de nesse jogo, o personagem não sofrer nocaute se sua vitalidade chegar ao fim, fazendo o comando qcb + d (quarter circle back + botão de ação).
Pode ser usado para consumir o vorpal state se estiver nele, caso contrário ele gasta todo seu EXS, porém ele deve estar acima de 100.

Veil-off – estado onde o personagem consume em tempo menor sua EXS, sendo possível aplicar todos os movimentos de especiais e infinite worth durante esse tempo, além de construir combos entre eles e causar um possível GRD Break, aplicando um bounce no rival para o outro lado da tela.

Em outros jogos, seria o burst

GRD Break – acontece sofrendo um veil-off em vorpal state, falhar em aplicar o veil-off ou em quebra de guarda… ao entrar nesse estado, lhe deixa em total desvantagem, não sendo possível aplicar transferência de energia, juntar blocos e entrar em vorpal state até a transferência voltar ao normal. (notar a barra cinza entre o GRD e EXS).

Smart Steer – mecânica de combo automático dos personagens, a mensagem smart steer aparece indicando que foi usado. Pode ser executando apertando weak (A) diversas vezes.

Sobre o sistema, acredito que seja isso que eu possa ensinar, o resto é com vocês…

Modos de Jogo

Aqui acredito que não há mistérios, então falarei dos modos resumidamente:
Arcade – escolha um personagem e lute perante seu objetivo em 10 estágios.
Chornicles – conheça a história e seus detalhes com os acontecimentos de cada personagem… não há lutas nesse modo, apenas o estilo novela de conversação.
Versus – jogue contra a máquina e amigos localmente.
Network – jogue contra o mundo em partidas casuais e ranqueadas.
Score Attack – faça o máximo de pontuação possível durante 10 estágios.
Time Attack – complete os 10 estágios no menor tempo possível.
Mission – aprenda os combos do seu personagem favorito em níveis diferenciados.
Customization – customize sua placa e icone de perfil online.
Replay – analise suas partidas gravadas.
Gallery – desbloqueie cores, placas, icones, cgs com os IP’s ganhos em alguns modos.
Options – ajuste as configurações e defina as regras de alguns modos.
Playstation Store – verifique itens para comprar na PSN (com dinheiro de verdade).

Troféus / Conquistas

Dificuldade: 3/10
O jogo conta com conquistas e troféus baseados nos modos de jogo, terminar o chronicles, nas mecânicas do sistema, com a execução de algumas delas em condições específicas, além de executar um combo com dano a partir de 5000, vencer na dificuldade 5 em rounds definidos com 3 vitórias e sem continue, além de desbloquear alguns itens customizáveis e gastar 200.000 IP’s.
O maior consumo de tempo é juntar o dinheiro pra comprar os itens customizáveis… tirando isso será uma platina fácil.

Considerações Finais

Under Night In-Birth é uma franquia excelente para quem gosta de sistema de cancelamentos e combos com entradas rápidas e leituras decentes.
Os 21 personagens são divertidos de jogar, sendo plausível você dominar grande parte deles, se amar o gênero de jogo.
Incluso o fato de o jogo ser doujin e ter collabs de outros jogos doujin, caso não saiba, Eltnum ser do Melty Blood e Akatsuki ser do Akatsuki Blitzkampf

A história é complexa, mostrando que jogos de luta pode sim ter um enredo aprofundado. Entretanto o modo chronicles pode ser demorado para concluir justamente pela complexidade dos detalhes da história, mas caso ache cansativo, varie os modos para ganhar IP’s, já que o Chronicles não lhe concede IP algum.

A performance é excelente e não sofri casos de fechamento repentino como tem sido comum no sistema do console atualmente em alguns jogos… (PS4 FAT)
Em compensação, o modo online não achei partidas nos horários que busquei, talvez por não ter troféus online, o pessoal não queira se divertir à esse ponto.
O aprendizado do jogo é natural, inclusive se tentar as missões dos personagens e aplicar os combos.

Se és fã da Arcsys e French Bread, gosta de jogos doujin, merece uma conferida
Espero que tenha resolvido as dúvidas de quem não tinha entendido algo do jogo, e que tenha despertado a curiosidade de quem ainda não jogou…
Quem sabe não trazemos mais jogos de luta aqui ?

Ponha a máquina no nível 5 e não se descuide com a IA