Review/Tutorial: Neighbours Back From Hell

Uma das coisas que me chama atenção em indies, são essas idéias diversificadas e com alto potencial de jogos divertidos pela sua idéia, como vimos em Supermarket Shriek.
No caso, Neighbours Back From Hell se enquadra em um jogo de point and click com boa dose de stealth, onde seu principal objetivo é pregar peças no seu vizinho chato e arrogante que atrapalha sua vida…

Originalmente desenvolvido pela JoWood para PC em 2003, e com seu segundo jogo lançado em 2004, teve outras versões para diversas plataformas, como mobile, GameCube, Xbox OG e Nintendo DS.

A FarbWorks resolveu lançar um remaster para os consoles atuais e na versão para Steam, com melhorias nas animações e aumento de resolução para 1080p, além do fato do primeiro e segundo jogo estarem inclusos, sendo publicado pela HandyGames (subsidiária da THQ Nordic), vamos então analisar quais características esse jogo tem e ajudar Woody à se vingar do seu vizinho????

Código cedido pela HandyGames para review, versão Playstation 4

Título: Neighbours Back From Hell
Gênero: Puzzle / Point and Click (subgênero: stealth)
Desenvolvedora: FarbWorks
Publicadora: HandyGames
Plataformas: Playstation 4, Nintendo Switch, Xbox One e PC
Lançamento: 2003 (20 de junho, versão original) / 2020 (8 de outubro, versão atual)
Mídia: até o momento do review, essa versão é apenas digital, mas a original teve CD-ROM

É possível comprar a versão digital do jogo na plataforma e região internacional da sua escolha no site oficial do jogo pela THQ Nordic.
Na PSN BR, o jogo está por R$ 79,90, na LIVE BR está R$ 40,95.

Tela Título

História / Enredo

Woody é um homem comum que tem uma vida feliz, até que seu vizinho, Rottweiler, torna sua vida miserável. Woody decide se vingar totalmente de Rottweiler e convoca uma equipe de TV, que produz o reality show autointitulado que mostra as relações do vizinho da pior vista.

Exatamente, o clima do jogo é em torno de um SITCOM inspirado em REALITY SHOW, o que dizer?!

Gráficos

O jogo no seu remaster, tem como engine a Unity, onde há um aspecto de cenários cartoonescos e com texturas renderizadas, dando um aspecto caprichado no ambiente, com personagens tri dimensionais, lembrando muito o design de personagens de desenho animado como Fuga das Galinhas (Chicken Run no original) ou os antigos desenhos de Stop Motion mostrando muito bem a expressão cômica dos personagens.

Som/OST

Um dos tons cômicos do jogo é que os personagens não possuem falas explícitas, apenas resmungos, gritos e ícones mostrando sua fúria, incorporando assim a sua premissa de desenho animado / jogo cômico.
Além disso, há risadas da audiência do programa em cada sucesso pelas suas pegadinhas.

A trilha sonora é composta por músicas temáticas, com gêneros voltados para blues, jazz e temáticos.

Créditos ao canal Music and Game por disponibilizar exemplos.

Jogabilidade

Como dito anteriormente, o jogo tem a mecânica de point and click, ou seja, suas ações de interação é feito através do click em alguns objetos presentes no cenário, mas diferente dos point and clicks convencionais que você tem apenas o cursor, você pode deslocar Woody livremente pelos ambientes usando os direcionais.

Sistema de Jogo

O HUD do jogo conta com indicadores isolados e bem aplicados, sem poluição ou informações confusas.

Pregando as Peças

A hora da vingança chegou… vamos então ridicularizar o nosso vizinho chato e fazer as mais possíveis pegadinhas?

Uma das coisas que Woody sabe é que Rotweiller tem uma rotina e costumes, cada um destes costumes é um conjunto de ações que constituem as fases, com isso algumas pegadinhas pré definidas por Woody serão feitas perante seu conhecimento de rotina do vizinho.

As moedas consistem no número de pegadinhas por fase, como estamos lidando com um programa de SITCOM, as fases seriam episódios, o seu sucesso pode lhe conceder temporadas, conforme avançar e juntar as moedas requeridas, você será capaz de variar o seriado e liberar outros lugares nas temporadas seguintes.

A riqueza de Woody através de seu vizinho…

As pegadinhas podem variar nas fases, entretanto algumas das ações do vizinho são muito parecidas, sendo possível repetir pegadinhas anteriores, o número de pegadinhas possíveis é indicado pelos círculos na parte superior da tela, as que foram aplicadas com sucesso são indicadas por moedas douradas com o rosto de Rotweiller.

A bandeira quadriculada é o mínimo de pegadinhas que deve ser feita para sair da casa e completar o episódio, caso fizer todas, automaticamente você completa o episódio.

Pregador de Peças Profissional

Uma das coisas que você deve ter consciência, é que, TODAS as pegadinhas devem ser feitas de forma discreta, em furtividade absoluta, por isso você deve saber onde seu vizinho está e onde irá, para isso você tem diversas formas:
Você pode espiar ao redor com o analógico direito ou usar O para usar a câmera do seriado e espiar que ações o vizinho estará fazendo

Ou, simplesmente prestar atenção no indicador de Rotweiller no canto inferior esquerdo.
A vantagem de prestar atenção dessa forma, é a possibilidade de programar suas pegadinhas com rapidez, sendo possível fazer sequências de pegadinhas e deixar tudo preparado conforme ele usar os cômodos e aplicar suas rotinas, com isso seu indicador de humor irá subir.

Combos Pranks / Evolução

A maioria dos cômodos possuem várias pegadinhas em conjunto, use isso ao seu favor e apronte tudo até ele ter motivo para entrar neste cômodo:

Apronte tudo que for possível….

E assim, veja seu vizinho sofrendo em sequência e entrando em ira:

Note que o contador de ira subiu assim que seu humor esquentou, com isso, Rotweiller ficará mais rápido nas suas ações, diminuindo assim o intervalo de tempo que você terá para efetuar as pegadinhas.

Isso com certeza irá te atrapalhar a longo prazo, tendo em vista que toda a fase há uma interação onde se deve adivinhar qual objeto usar e onde usar, fazendo um match 3 dele:

Com a progressão do jogo e novos episódios sendo produzidos, coisas novas serão atribuídas:

Note as portas trancadas… mais tarde, mais cômodos da casa de Rotweiller serão liberados:

O porão é o último cômodo à ser expandido…

Animais poderão aparecer para alertar Rotweiller, ande com cautela para não acorda-los e deixar o vizinho lhe procurando…

Tome cuidado com seus passos, eles podem acordar os animais de Rotweiller…

Mas também há outros que podem te ajudar…

Assim como outros personagens que poderão te favorecer ou atrapalhar.

E por consequência, novas mecânicas de combo para as pegadinhas serão necessárias, como usar um objeto para apanhar outro objeto ou preparar a pegadinha…

Woody fica totalmente vulnerável aqui, tome cuidado

Rotweiller irados sempre são perigosos…
Como comentei, é essencial que tudo isso seja feito longe dos olhos de Rotweiller, caso contrário, Woody sofrerá as consequências:

Vale frisar que, algumas pegadinhas se tornarão indisponíveis dependendo do objeto ou a ordem que forem executadas, por exemplo:
Rotweiller pode ter uma rotina na fase que não use o banheiro no seu estado normal, entretanto, o banheiro pode ter alguma pegadinha pra ser executada. Por consequência de outra pegadinha, Rotweiller pode ir no banheiro lavar o rosto, lavar a boca, vomitar no vaso dependendo da ação, e por fim não voltar mais no banheiro…
Os combos servem justamente pra evitar isso, quanto mais ambientes você deixar preparado, mesmo que seja um risco que a ira, a ansiedade e busca de Rotweiller aumentem, é essencial para você conseguir o número máximo de moedas e liberar as próximas fases…

Com o progresso, algumas ações irão deixar seus inimigos distraídos, aproveite isso também…

Como julgamento das fases, temos a seguinte tela:

De cima para baixo:
Moedas de Pegadinha adquiridas, vezes de ira no Rotweiller, tempo total para conclusão da fase, vidas restantes de Woody, o rei das pegadinhas, ou seja, fez todas as pegadinhas possíveis no episódio

Troféus / Conquistas

Dificuldade: 2/10

No Playstation 4 NÃO HÁ PLATINA, sendo apenas 100%, enquanto no Xbox é 1000/1000GS.
Para domínio do jogo, apenas termine todas as fases.

Considerações Finais

Graficamente achei o jogo muito competente, mesmo que com cenários estáticos num geral, a interação e animações com os objetos e personagens ficaram excelentes, rodando à 60fps constantes e animações fluídas.

A trilha sonora é totalmente dinâmica, sendo possível deduzir o risco que você tem quando está escolhendo objetos ou criando a combinação entre eles para preparar as pegadinhas. A falta de dublagem não incomoda de fato algum, já que os resmungos ficam dignos de um desenho animado, trazendo assim uma certa nostalgia.

Um BUG urgente deve ser reportado, em atenção com a fase “EAT AND BE EATEN“, onde os objetos de interação e ação dos inimigos não aparecem no cenário, sendo dedutível de sua localização apenas pelos balões de interação de Woody, em contraponto, não podemos saber especificamente onde Rotweiller está quando ele interage com esses objetos (com exceção apenas da planta carnívora, já que os balões não tem como saber “o que está aonde”), atrapalhando assim sua performance e tendo que jogar às cegas.
Para especificação concreta, segue o vídeo demonstrando:

Tirando isso, Neighbours back from Hell se mostrou um jogo divertido num geral, onde pra quem não jogou o original (como eu mesmo não tinha jogado ainda) certamente será uma boa oportunidade, seu desafio é progressivo na dosagem certa, estimulando o jogador à ter rapidez conforme avança nos episódios do programa e tendo que ter um controle de sentido auditivo para notar as variações de música e visão panorâmica da tela em sua maioria.
A sua duração é em torno de 5 à 6 horas havendo problemas medianos nas fases, acredito que se passar todas as fases diretamente fica em torno de 4 horas…

Quer ver tudo isso na prática??? Vou pôr uma fase para caso tiverem curiosidade:

Ajude Woody à ter paz de espírito ao incomodar seu vizinho, podendo ser o rei das pegadinhas…