Review / Tutorial de BattleToads (2020)

New Battletoads Game Gets Trailer and Release Date

Sempre que algo que fez tua infância ameaça voltar, mesmo que em forma coleção, você já derrama uma lágrima de felicidade… essa emoção fica dividida quando há a possibilidade de relançamento ser um reboot

É difícil você ter a impressão positiva de algo que tu já tava acostumado de uma maneira e ter mexido com sua infância já ser bom, ter a possibilidade de se tornar algo novo e com visual duvidoso…

Mas então 26 anos, a minha dúvida com os meus queridos sapos acabaram no momento que ele foi liberado para eu jogar… e para minha felicidade EU ESTAVA ERRADO.

Vamos juntos embarcar no Review/Tutorial do tão aguardado Reboot de BATTLETOADS

Desenvolvido pela Dlala Studios e supervisionado/publicado pela Rare/Xbox Game Studios, BattleToads mantém o jogo na sua essência, mas com as mecânicas atuais…

O jogo está disponível DAY ONE no Gamepass.

Título: BattleToads
Gênero: Misto / Único
Desenvolvedora: Dlala Studios
Estúdio: Rare / Xbox Game Studios
Plataformas: Xbox One e PC
Lançamento: 2020 (20 de agosto)
Midia: até o momento, apenas digital

Tela Título

História/Enredo

Rash, Pimple e Zitz passaram 26 anos presos em um bunker, perdendo a noção de que tudo não passou de um mundo fantasioso e acreditando serem os verdadeiros heróis…

Entretanto ao saírem pro “mundo real”, se dão conta que não passam de simples sapos, onde tiveram que ir atrás de emprego…

Eis que um dia, Rash localiza novamente Dark Queen e com apenas UM intuito: voltar a ter notoriedade… convencendo Pimple e Zitz a irem atrás dela para que DESSA VEZ o mundo real conheça seu legado…

Que tipo de aventura espera nossos 3 heróis indo atrás da fama novamente?

Personagens

Battletoads Achievements Revealed | GIZORAMA

Por ser um Reboot, e uma série antiga, é bem provável que alguém não conheça eles… até mesmo os que já tenham se familiarizado não sabiam tamanha profundidade dos personagens, nesse jogo há aprofundamento nos nossos sapos, vendo assim o comportamento mais relacionado a personalidade de cada um…

Rash “o de óculos”

Rash tem um temperamento mais inaceitável para um esquadrão, pois NÃO é nada exemplar…

Seus interesses envolvem fama, reconhecimento e bater em tudo que tiver necessidade de bater, mesmo que seja uma criatura pequena, indefesa e… feia.

Pimple “o fortão”

Sua forma brutamonte e alta dá medo em qualquer um, entretanto é o mais defensor das boas causas, e aguenta as possíveis pressões………

Sua força é capaz de tontear rapidamente os inimigos, apesar da sua baixa velocidade.

Zitz “o líder”

Sabe quando você tem a visão de um ótimo líder??? Ele é metade disso…..

Zits apesar de ser um líder que quer fazer tudo da melhor maneira, com informações e sutilezas, não é muito esperto e ele mesmo acaba se afobando e pondo o trio em perigo (isso quando Rash não se afoba primeiro).

Gráficos

Aqui, o design foi o que mais me deixou em dúvida no seu reveal, mas jogando, o visual Cartoon combina perfeitamente com a forma da narrativa de desenho animado humor pastelão e as diversas referências que ele tem nas suas piadas, onde os diálogos in-game são em balões.

Pegou a referência da parte “Personagens”??? lol

A engine usada é a Unity, e os frames do jogo são relativamente bons nas suas animações, claro que não são totalmente completas, mas faz bem o papel de desenho.

Som/OST

Com certeza é um dos pontos fortes, pois a dublagem é muito boa, no início você estranha, mas conforme passa o jogo, vai ver que combina perfeitamente com a ideia que eles querem passar dos personagens, assim como suas personalidades.

As músicas são os jingles clássicos da série, mais o fator rock/heavy metal, com menção honrosa às referências em algumas partes.

Deixarei dois temas para vosso deleite e admiração:

Abaixo está o link para parte da OST em forma de álbum no Spotify, por algum motivo o player não incorporou esse link…

https://open.spotify.com/album/3fegjJeQZEar3BgEmIT1GQ?si=2OFA6oeFSc-RALcVNykZAA

Jogabilidade

O sentimento de felicidade de combar, com um sistema bem dinâmico e fluído de combos e lhe dão controle em administrar eles, sendo bem rápidos para as suas necessidades de combate ou de comandos mesmo.

Temos 3 tipos de ataques, mas serão tratados logo…

Sistema de Jogo

HUD continua simplificado

O HUD é bem simples, conta apenas com os indicadores de life dos personagens e a habilidade de gosma, assim como a pontuação total, contador de hits, onde a barra de combo chain fica abaixo do life ao começcar o combo e o ranking de combate.

Como devem ter notado lá na ficha técnica, eu decidi por o gênero Misto por justamente o jogo sofrer diversas variações na sua forma de jogar.

Como uma marca da série, ela envolve diversos tipos de gêneros no jogo, alternando bastante sua concepção, entretanto a parte de tutorial vai lidar apenas com a parte de Beat them up para clarear a mente de como tá o sistema de combos.

Combates Beat them Up

O jogo conta com um sistema dinâmico do tag team, ou seja, se jogar singleplayer, você terá os 3 personagens ao seu dispôr.

A parte universal é que os 3 tem as mesmas funções de ataque:

Ataque Leve – o combo básico onde mistura ataques metaformos simples

Ataque Lançador – pode ser incluso no meio do combo leve, levantando o oponente para o ar e sendo possível continuar com combos aéreos.

Ataque metamorfo forte – os sapos sofrem mutações ou puxam alguns objetos para aplicar golpes mais fortes, capaz de quebrar a defesa dos inimigos e atordoa-los mais rapidamente.

Individualmente:

O combate de Rash é padrão em força e velocidade, seus combos são voltados em jogar os personagens de forma horizontal, tendo um poder equilibrado.

O combate de Pimple é mais cadenciado e curto, sendo baseado em ataques mais neutros e com quedas pesadas. Seu poder de força é maior mas sua velocidade menor.

O combate de Zitz é mais aéreo, os combos no ar causam mais efeitos que os outros, além de claro ter velocidade maior, porém força menor.

O dinamismo entre eles é fundamental para ter sucesso nos combates (principalmente se jogar na dificuldade recomendada BattleToad) pois cada um chega de forma diferente no cenário ao efetuar sua troca, e assim você conseguir evitar problemas executando a troca com assist.

Levando em conta as informações de combate, posso citar que (junte com as informações de ficha de combate):

Rash – seu assist é vir do canto da tela em metamorfo de foguete, onde ele tira o inimigo jogando pro canto devido sua explosão ao chegar, pode ser quebrado se houver ataques hostis de longe.

Pimple – seu assist é aéreo, onde ele já vem caindo metamorfo como bigorna, evitando danos ao chegar no meio dos ataques hostis.

Zitz – seu assist é lançador, surgindo por meio do seu Teleport e já lançando o inimigo para emendar combo.

Além disso, os nossos heróis contam com mais duas habilidades:

Gosma – indicada abaixo do life, onde é usada para retardar por alguns segundos os inimigos (ou chefe específico lol) deixando eles presos.

Língua – além de comer as moscas para recuperar seu life, ela também serve para puxar (ou ir em encontro) dos inimigos mais longe.

Por isso, analise bem a sua situação e faça a troca mais coerente, pois variando seus ataques aumentam seu ranking de combate naquela luta, concedendo pontuações altas, onde a máxima é S e a menor é D.

Outro fator que devo citar é a invencibilidade, que é ativada apenas nos modos posteriores.

Se o personagem perder seu life, ele entra em estado de cooldown e ficará indisponível até recuperar parte da vida (na dificuldade Battletoad é a metade que retorna), o Game Over de fato só acontece se os 3 ao mesmo tempo ficarem indisponíveis (raros casos de variações entre os outros gêneros).

E por que Misto? Mesmo?

Com o passar da história, o jogo lhe concede mais gêneros (resolvi não dar tutorial ou comentar muito para evitar spoilers), onde posso citar Shoot them up (semi Bullet Hell) de rolagem vertical, fases de fuga em ambos os tipos de rolagem, plataforma com puzzles, diversos minigames como fases bônus, além de claro, a volta das motos voadoras da clássica Turbo Tunnel, com a diferença que agora a visão é atrás das motos.

O mais divertido é que em todas as variações de gênero, condiz com todas as situações que eles se encontram na história.

Multiplayer

Até então a minha única tristeza com o jogo é o fato de não ter cooperativo online, apenas local.

Conquistas

Dificuldade: 7/10

Para milzar/dominar o jogo nas 61 conquistas que ele possui, exige que você jogue na dificuldade BattleToad, fazendo as missões (25 com as bonus), coletáveis, fazer algumas miscelâneas de minigames sem reiniciar, entre outros que vem naturalmente usando as mecânicas do jogo.

Considerações Finais

Certamente o Reboot foi algo surpreendente pra mim, onde como atual posição de reviewer que estou, errei ao fazer o pré julgamento pelo design Cartoon, sem imaginar que sairia uma obra cômica de desenho animado e que me divertiu demais.

Uma admiração tomou conta, tendo em vista que a Dlala usou a falta de confiança de muita gente no design, e também fez piadas com isso, além de claro, altas referências cômicas e de trilha sonora (Metallica está lá como referência, e será notável se prestar atenção), que em cada fase admirei muito todas as músicas.

O sistema de combo achei superior pelo fato de permitir o uso dos 3 carismáticos sapos, onde ao começar, já fui tentando testar a dinâmica de troca, e a surpresa de ver o ranking exigir isso (principalmente na dificuldade BattleToad).

A diferença entre as dificuldades deixa clara a separação em mostrar que continua sendo um jogo para quem quer o mesmo desafio do passado, e quem quer apenas conhecer e jogar (não considerando quaisquer pseudo fã, obviamente).

Enfim, o mesmo sentimento de nostalgia e felicidade de retorno que tive com Street of Rage 4, tive nesse (incluso a notória facilidade de padrão do último chefe), obrigado aos responsáveis pela qualidade entregada.

PS: e que mais jogos venham me mostrar quando estou enganado
Enquanto isso, resta ver se eles irão retornar em breve, ou esperar 26 anos de novo…

Battletoads' Review 2020 - Xbox One | Goomba Stomp

Um comentário