Review / Tutorial de Hell Pie

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Headup Games (versão PS4/PS5)

Distribuidora: Headup Games
Produtora: Sluggerfly
Plataforma:  PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series S / Xbox Series X / Switch / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2022

Hell Pie é um jogo de plataforma / coletaton, onde um pequeno demônio deve reunir os ingredientes necessários para a torta de aniversário de Satã.


ANIVERSÁRIO DO CHEFE

A empresa dos Pecados (Sin Inc.) funciona em um prédio dentro do Inferno, responsável pelos Sete Pecados Capitais.
Nate, o Demônio do Mau Gosto, trabalha em uma divisão menor (o 8º pecado), quando recebe, por engano, uma ligação diretamente do chefão do Inferno.

A sede da Sin Inc., o centro de poder do Inferno

Satã ligou para o Chef da cozinha, mas acabou indo parar no ramal de Nate.
Sem tempo a perder, ele designa Nate como responsável por relembrar ao chef sobre a preparação da torta para o seu aniversário.

Ligação direta do chefão

Ao encontrar o Chef, Nate é incumbido da tarefa de encontrar os (insólitos) ingredientes para a preparação da Torta.
Espalhados em uma série de reinos ligados diretamente ao inferno via Hellevators (os Elevadores Infernais), Nate precisa antes ir até o Mercado para conseguir um “ajudante”: Nugget, um querubim aprisionado.

Chef?
Ah, agora sim!

EM BUSCA DOS INGREDIENTES

Agora de posse de Nugget, é possível explorar os reinos onde encontram-se os ingredientes da torta.

Nugget: arma e ajudante

Nugget, preso por uma corrente, serve tanto de arma como de auxílio para acessar áreas mais altas ou distantes, transformando Nate em um pêndulo combinável com os saltos, fazendo com que o diabrete possa ser arremessado.

Um verdadeiro produto de merda sendo vendido

Os ingredientes variam de vômito de carne, insetos, sangue de virgem e mesmo cera de ouvido, passando por vários outros, cada qual mais nojento.
Alguns estão em pontos menos acessíveis dos mapas, mas a maior parte é obtida completando quests e/ou derrotando chefes.

Os ingredientes são separados por locais, facilitando a busca
Aqui temos uma visão “privilegiada” de um ingrediente

Além dos ingredientes, os mapas possuem uma série de itens coletáveis, como soul gems (o dinheiro do jogo, que serve para comprar roupas para Nate e Nugget), latas de comida (canina) para Nugget (funcionam para os upgrades de personagem), Unilambs (os “cordeiros unicórnios”, que podem ser sacrificados em altares para diferentes chifres de Nate), Gatos da Sorte (moeda de troca para abrir portas no setor da Ganância) e candymeat (aparentemente, apenas um coletável padrão).

Precisando de uma estilista?
Você pode comprar diversos modelos com ela


Os upgrades de Nate e Nugget são comprados com as latas de ração e variam entre mais vida para Nate, mais giros possíveis para Nugget, mais dash, etc.
Já os diferentes chifres, conseguidos com o sacrifício de Unilambs, dão poderes a Nate, como velocidade, capacidade de planar, mãos para agarrar-se em tirolesas, entre outros.

A árvore de upgrades no começo do jogo
Altares oferecem novos chifres, ao custo de Unilambs
Sacrificar o cordeiro… unicórnio

O setor da Ganância, no prédio da Sin Inc., possui uma série de portas douradas, cada uma aberta ao custo de uma quantidade de Gatos da Sorte (estátuas douradas).
Além de curiosidades e easter eggs, há algumas recompensas por explorar as diferentes salas da Ganância (lembre-se sempre de voltar ao prédio quando possuir um bom número de gatos).

Gatos da sorte desbloqueiam portas no setor da Ganância

UM BESTIÁRIO DIFERENTE…

O humor ácido e a escatologia de Hell Pie estão destacados principalmente nos seres que habitam o título: vegetais humanoides em formas sexuais, fezes nazistas, lagartos drogados, anjos decadentes e uma série de outras criaturas, algumas das quais até difíceis de exemplificar em palavras.

Não se confunda com o visual infantil…
Nazistas de merda… literalmente

Nem todas as criaturas são, necessariamente, inimigas do protagonista.
Há diversos NPC’s que oferecem quests em troca de pequenas recompensas.

Armas podem ficar temporariamente disponíveis para ajudar NPC’s

As lutas contra chefes são mais raras, mas acontecem e envolvem múltiplas fases, sempre seres gigantes na tela.
Há checkpoints em algumas lutas contra chefes, permitindo retornar em estágio avançado, caso morra.

O estágio de fuga em um dos chefes

Os checkpoints manuais são representados por “bueiros” de pedra, dos quais Nate ressurge ao morrer ou ter o jogo continuado; basta passar sobre um para ativá-lo.
Há também vários portais para transporte, permitindo viajar entre diferentes áreas de cada mundo visitado.

Checkpoint na sala de cirurgia

Os Hellevators, como dito anteriormente, levam aos novos mundos, sendo necessário desbloqueá-los conforme coleta ingredientes para o Chef (ele irá avisá-lo por telefone).
Cada mundo possui um vasta área para ser explorada e também fases individuais, como um restaurante de sushi no interior de uma baleia ou uma clínica no meio da selva.

BELEZA CAÓTICA

O gráfico e arte de Hell Pie são bastante cartunescos, com proporções exageradas e aspectos “tortos e deformados” dos personagens, como uma animação do Adult Swin.

Sashimi Bay
Maletas podem esconder novas roupas…
… para Nate ou Nugget

O humor negro e os diferentes níveis de escatologia do título beneficiam-se deste visual mais “infantil”, parecendo um jogo para crianças, à distância.
Mas este NÃO É um jogo para crianças, nem de perto.
Temas sexuais, gore, piadas adultas (e também da “eterna quinta série”) permeiam toda a experiência de Hell Pie.

O humor varia do simples…
… ao mais “rebuscado”
Que feio, São Pedro!
Passando, é claro, por antigos memes

A trilha sonora é uma estranha mistura de diferentes estilos, passando por metal, blues e psy trance.
Um tema que eu jamais esquecerei é a música “francesa” de um restaurante do jogo.

PLATINANDO O 8º PECADO CAPITAL

A platina de Hell Pie não é exatamente difícil, mas ao mesmo tempo é bastante desafiadora.
Explico: enquanto a maior parte dos troféus é relacionado ao desenrolar da trama e ações específicas, pegar todos os coletáveis pode ser algo bem complicado, exigindo bons reflexos e todos os upgrades e chifres possíveis, dado que alguns ficam em locais de difícil acesso.

Diga “amigo” e entre…
… para desafios extras

RESUMO DA ÓPERA:
Hell Pie é nojento, grotesco e… MARAVILHOSO!


Uma experiência incrivelmente bizarra, o título combina humor agressivo e de gosto duvidoso, com violência cartunesca e doses cavalares de ironia e escatologia (palavra que eu citei bastante durante o texto e, acredite, há um BOM MOTIVO para isto).

A roupa de Jesus é um claro indício para não se levar tanto a sério

Um jogo que claramente não se leva a sério, possui um ótimo balanceamento entre desafio e humor.
Você irá se pegar rindo de várias situações absurdas, seja pelas referências (tanto a filmes quanto jogos clássicos) quanto pelos cenários estranhos e personagens esdrúxulos.

Um clássico puzzle de condução de eletricidade

Um ponto que saltou aos meus olhos durante os créditos foi o tamanho da pequena equipe do estúdio Sluggerfly, especialmente dada a complexidade e a bela e competente execução do título.

Engraçado, provocador, desafiador, caricato e ácido, Hell Pie é um daqueles jogos que todos deveriam jogar e eu sinceramente espero que atinja diversos públicos.
Eu só consigo imaginar quão malucas foram as reuniões do estúdio para decidir roteiro e arte…