Review / Tutorial de Winter Ember

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Blowfish Studios  (versão PS4/PS5)

Distribuidora: Blowfish Studios
Produtora: Sky Machine Studios
Plataforma: PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series X / Xbox Series S / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2022

Winter Ember é um jogo de stealth com visão isométrica, onde controlamos o Homem Sem Face em sua busca por respostas e vingança.


O FANTASMA DO INVERNO

Arthur Artorias é filho de um banqueiro e leva uma vida de luxo, até a noite em que a mansão da família é invadida por assassinos que atacam e matam todos os membros da família e empregados, além de incendiar a residência.

O pai de Arthur, pouco antes do ataque

Arthur, apesar das queimaduras e do ataque sofrido, sobrevive, tendo um olho cegado e uma porção de queimaduras pelo corpo, incluindo parte de seu rosto.

O Homem Sem Face retorna em busca de vingança

Ele parte em busca de vingança contra os assassinos de sua família e respostas para o ataque.
Coberto com um manto e capuz, ele torna-se um silencioso assassino, chamado nas ruas de Homem Sem Face ou Fantasma do Inverno, mencionado como uma lenda urbana.

PRECISO COMO UMA FLECHA

O arco é uma arma perfeita para o stealth mas, nas mãos de Arthur, ele se torna também uma ferramenta versátil, contando com diversos tipos de flechas para serem fabricadas.

Flechas com corda ajudam na navegação

Flechas de fogo, fumaça, veneno, explosivas e com corda são algumas das diversas opções disponíveis.
Você pode fabricar as flechas via menu, a qualquer momento, ou diretamente através do atalho de escolhas (mas neste caso você apenas cria rapidamente as flechas que já estão alocadas nos respectivos espaços).

Flechas podem ser facilmente fabricadas através dos atalhos

Os materiais podem ser achados nos cenários ou comprados em vendedores.
Além disto, é necessário achar o esquema (blueprint) de que cada novo tipo de flecha para que ela possa ser criada.
Flechas com funções duplas ou mesmo triplas dependem da haste utilizada.

Ou fabricadas via menu

Cada flecha fabricada é composta de três partes: ponta, haste e componente de efeito.
Algumas combinações são específicas, por exemplo: uma flecha com corda precisa necessariamente de uma ponta em “garra”, enquanto uma flecha de concussão só pode ser criada com uma ponta arredondada, ideal para maximizar o impacto.

Sempre vasculhe móveis atrás de itens para vender
O Mercado Negro é sempre um bom local para adquirir materiais e outros itens

As flechas são grande parte da resolução de puzzles e navegação, podendo destruir barreiras, confundir inimigos ou mesmo ativar alavancas.


NAVEGANDO PELAS SOMBRAS

Enquanto um jogo de stealth, andar pelas sombras é parte essencial da experiência, para isto sendo possível assoprar velas e lamparinas para reduzir o campo de visão inimigo ou mesmo apagar as chamas à distância, com o uso da flecha d’água.

Apagar velas reduz o campo de visão inimigo

Em ambientes fechados, o cover atrás de móveis e paredes é sua ferramenta, enquanto em campo aberto as vegetações altas fornecem boa camuflagem.

Em alguns locais, é possível escalar e evitar inimigos pelas alturas, seja subindo em móveis ou usando locais específicos, onde a flecha com corda permite a navegação aérea.

Pendurar-se em beiradas pode ser uma solução de travessia

Importante perceber que o sangue, seu ou dos inimigos, deixa um rastro que pode ser percebido por guardas de plantão, então esteja ciente disto antes de decidir o que fazer ao avistar um alvo.
Caso você seja ferido, manchas de sangue podem ser percebidas na capa de Arthur, sendo necessário utilizar uma bandagem para estancar o sangramento, assim evitando deixar marcas por onde passou.

Lembre-se: cortar gargantas deixa rastros de sangue!

O jogo possui um sistema de sidequests, marcadas no mapa como pontos de interrogação.
A conclusão de cada uma das sidequests dá dinheiro, um ponto de habilidade ou ambos.

Cada habilidade pode ser comprada três vezes

Os pontos de habilidade podem ser gastos em estátuas que servem também como locais de save.
A árvore de habilidades divide-se em três categorias: Stealth, Combate e Utilitários, sendo que cada habilidade pode ser melhorada três vezes.

Nunca esqueça a localização das estátuas, isto pode salvar (literalmente) a sua vida

ESCOLHENDO ALVOS

Não apenas de stealth vive WE, mas também de um combate com sistema de parry.

Entrar em combate aberto, no entanto, pode ser um erro fatal, especialmente contra vários inimigos simultâneos.
É sempre indicada uma abordagem stealth primeiro e, caso não seja possível (ou você seja detectado), partir para o combate, tentando sempre evitar mais de um inimigo por vez.

Este é o tipo de situação que você quer evitar!

No stealth, como dito anteriormente, matar inimigos (cortando sua garganta) deixará rastros de sangue, o que alertará guardas, mesmo com o corpo da vítima escondido.
É possível também nocautear o inimigo, apertando seu pescoço, mas ele irá dormir por alguns minutos e voltará a patrulhar, o que pode se tornar um problema futuro para você.

O cover é seu amigo!

Há três tipos diferentes de inimigo no jogo: infectados (pessoas com algum tipo de raiva), cães (que irão detectá-lo com mais facilidade, mesmo quando escondido) e guardas/soldados (uma variedade diferente de armamentos e classes).

Cães podem ser um problema, tanto por atacarem rápido quanto por lhe detectarem com mais facilidade

Guardas patrulheiros das ruas usarão espadas, enquanto os soldados da Greater Heaven (Grande Paraíso, um culto religioso local) podem utilizar espadas, escudos e rifles. Soldados de elite da Greater Heaven, que aparecem em momento mais avançado do jogo, utilizam escudo e lança. Além destes, bandidos locais utilizam dois machados para lutar.

Os infectados atacam brutalmente

ARTE NAS TREVAS

WE possui um belo gráfico, com visão isométrica e estilo vitoriano.
Os mapas de áreas são grandes, possuindo diversos segredos e sendo interconectados pelo esgoto. Por ele é possível navegar tanto em diferentes partes do mesmo cenário quanto mudar de local.
Carruagens servem para a viagem rápida (única opção até ser possível acessar os esgotos), mas custam dinheiro.

O mapa mostra os pontos de interesse da região
Incluindo as carruagens para viagem rápida

A visão de Arthur é também limitada pela escuridão e partes não descobertas.
Você não tem visão total dos locais e pode deixar de ver guardas em locais ainda não explorados, embora uma leve ondulação transparente indique guardas próximos ao limite do campo de visão.

Arrombar portas faz parte das suas principais habilidades
Assim como abrir cofres

O jogo utiliza animações em 2D para contar partes da história, muito bem animadas e dubladas, embora tenha me acontecido alguns atrasos no áudio.

O ataque deixou o rosto de Arthur marcado para sempre

A trilha sonora utiliza músicas melancólicas e misteriosas, compatíveis com a época em que o jogo se passa, com uma excelente utilização dos temas no violino.
Discreta, ela pontua alguns momentos de forma mais sutil ou até mesmo parando, pois o foco na audição é importante para o stealth.

Baús raros, indicados por uma caveira, exigem boa habilidade para serem abertos, mas escondem recompensas à altura

PLATINA SORRATEIRA

A platina de Winter Ember é complexa, pedindo que o jogador obtenha 10mil com vendas no Mercado Negro, roube 100 em ouro dos bolsos de inimigos, colete todos os esquemas (blueprints) de flechas, mate 50 inimigos, mate 20 inimigos durante o stealth, execute o parry 30 vezes, entre outros troféus relacionados a combate e habilidades, além de troféus de história, formas específicas de matar os chefes e obter os três finais.

Um cientista louco pode ser a causa dos infectados…

O maior desafio fica por conta de finalizar o jogo na dificuldade Faceless Man, mais impiedosa e onde o stealth é a sua salvação.
Aqui não há espaço para falhas, você já deve ter dominado o stealth e o parry, e as manchas de sangue alertam ainda mais os guardas.

RESUMO DA ÓPERA:
Winter Ember foi uma surpresa e tanto, com seu stealth isométrico bastante complexo e completo.

Detalhes como o sangue que alerta guardas, a criação de flechas utilitárias diferentes e a história de vingança do protagonista, envolvendo uma série de mistérios e a participação de um culto tornam a experiência muito rica.

Eletricidade precária na Era Vitoriana, mas já funcional

Dublagem e animações contribuem muito para o título, apesar dos pequenos atrasos no áudio.

Desafio alto, senso de urgência, sidequests variadas e um combate preciso fazem de Winter Ember um excelente jogo de stealth.
Que o digam as diversas horas que gastei jogando o título, incluindo a madrugada em que tentei completar a sidequest de coletar os quadros de gatos e tomei um susto com o sol entrando pela janela…