Review / Tutorial de Dandy & Randy DX

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Ratalaika (versão PS4/PS5)

Distribuidora: Ratalaika Games
Produtora: Asteristic Game Studio
Plataforma:  PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series S / Xbox Series X / Switch / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2022

Dandy & Randy DX é um jogo de puzzle e ação 2D com visão aérea sobre uma dupla endividada, em busca de uma joia capaz de resolver todos os seus problemas financeiros.

Dandy e Randy estão encrencados, com uma série de dívidas e nenhum dinheiro no bolso, mas a Pedra Celestial, uma joia vinda dos céus pode salvar as suas vidas.
Você escolhe inicialmente* entre Dandy (um pato rosa) e Randy (um coelho azul) ao explorar cinco cenários atrás do lendário artefato (o jogo também oferece a opção de coop local).

* Sally, uma esquilo-fêmea e Molly, uma rã, podem ser resgatadas e ficam disponíveis para escolha.

Molly pronta para ser resgatada

Ao percorrer os cinco territórios (e o sexto, inicialmente não mostrado no mapa), você se depara com uma invasão pirata assolando as regiões atrás da Pedra Celestial.
O bando NonGood busca os mapas com a possível localização do artefato e cabe à dupla derrotá-los e encontrar o joia, com uma nobre causa em seus corações… pagar as próprias dívidas!

Um dos (insistentes) piratas do jogo
Ao morrer você perde metade do dinheiro coletado…

Para tal, você conta com uma série de itens (um por território), além da , o acessório primordial.
A pá serve para cavar o chão, onde você pode encontrar moedas para aumentar suas riquezas. As moedas podem servir para comprar na loja de Oink, um simpático porco mercador, que vende itens de cura, ressureição e aumento de vida, além de dicas motivacionais de coach.

… mas pode recuperar parte dele no cenário
Motivação em frases (aqui eu lembrei que o jogo possuía legenda em português)

Os outros itens: incluem um bumerangue, útil para coletar itens à distância e ativar mecanismos; um martelo, que serve para quebrar pedras, desbloqueando passagens e revelando puzzles; uma pistola com gancho, para atravessar precipícios e locais com água ou lava e um tênis de corrida, para acelerar o personagem.

O bumerangue pode atordoar inimigos

Para avançar pelo cenário, é preciso coletar chaves de diferentes cores, que abrem seus respectivos portões.
Tais chaves podem estar em baús, escondidos em pedras, enterrados no chão ou ser obtidas através de puzzles.

Puzzles de “caixas” ao estilo Sokoban
Coletar as quatro chaves para abrir os portões é uma das principais tarefas

Os puzzles funcionam com rochas quadradas, que devem ser empurradas e posicionadas sobre pontos de pressão ou em marcações do chão. Ao estilo sokoban, as peças podem trancar-se quando esbarram em obstáculos, não sendo possível puxá-las (mas basta sair e voltar à tela para que elas se reposicionem).

Coma seus vegetais!

Os inimigos são simples e podem ser derrotados apenas com um golpe, sempre arremessando objetos do cenário, como plantas e legumes; o bumerangue serve para atordoá-los temporariamente.
Há uma boa variedade deles, indo de sapos, águas-vivas, ursos policiais, plantas (cuspidoras de projéteis) e caracóis, entre outros.

Não é por ser um pirata que ele não vai ter a polidez de se apresentar…
Cada chefe possui o mapa para a próxima pista

Já as batalhas contra chefes são mais complexas, não só por seu tamanho avantajado e habilidades de avanço rápido ou ressurgimento pelo cenário, mas pela escassez de itens para serem arremessados, sendo necessário pressionar botões para que mais objetos surjam no cenário.
Há também alguns subchefes permeando alguns mapas.

O mapa do cenário mostra áreas não visitadas e a cor de cada portão

Os cenários variam entre florestas, escavações com lava, picos gelados e desertos, contendo cada qual armadilhas específicas (como espinhos saindo do chão, chamas móveis e carrinhos de mineração, para citar alguns exemplos).

Atenção ao piso escorregadio na neve…

O gráfico do jogo é bem colorido e os personagens são carismáticos; os cenários contêm diversos elementos em tela, bem como vários locais para escavação e segredos (alguns deles com dicas espalhadas em placas ou reveladas por NPC’s).

Os cenários são repletos de itens na tela
E armadilhas, como esta areia movediça com espinhos

O mais impressionante sobre a parte artística do jogo é quando percebemos que ele foi feito, basicamente, por duas pessoas: André Chagas Silva e Mark Sparling.
Enquanto André Chagas é o responsável pelo jogo em si, Mark Sparling nos brinda com uma trilha sonora excelente em chiptune.
(claro, entendam que quando digo que duas pessoas fizeram o jogo, isto não está incluindo outras áreas, como artes promocionais e testers).

Cuidado para não acabar atropelado
Aqui temos um chefe bem nervoso

Músicas agitadas, dignas da complexidade de Yuzo Koshiro (cada qual em seu próprio estilo), dão um charme especial ao jogo.
Como eu não achei a trilha do jogo em si, segue o canal do Youtube do compositor, que você pode conferir aqui.

Plantas aquáticas podem cuspir projéteis… VEGETAL NELAS!

A platina de Dandy & Randy DX não é complexa, mas é necessário finalizar a campanha (ao contrário de vários títulos da Ratalaika).
Os troféus consistem em derrotar cada um dos chefes e finalizar o jogo, além de escavar 15 moedas em um mesmo mapa, coletar 1000, 5000 e 7500 em dinheiro, adquirir os acessórios e desbloquear Sally e Molly.

Fantasmas assombram o território pantanoso

RESUMO DA ÓPERA:
Dandy & Randy DX é uma ótima experiência
de visão aérea e puzzle, com uma forte inspiração em Goof Troop (o jogo do Pateta do SNES, lembra?).

Sou um homem afortunado e devo buscar… desculpe, jogo errado!

Muita cor e personagens carismáticos, além de uma excelente trilha sonora, complementam os controles e mecânicas sólidos (até me arrisco a dizer que o jogo se sai melhor que a sua inspiração).

A dupla partindo em busca da aventura!

Um belo jogo, Dandy & Randy DX não apenas faz bonito em performance e diversão, como mostra a evolução do Asteristic Game Studio (responsável por Dreaming Sarah, que já analisamos aqui).