Terminator: Resistance – Annihilation Line (DLC)

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Reef Entertainment (versão PS5)

Distribuidora: Reef Entertainment
Produtora: Teyon
Plataforma:  PC / PS5
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2021

Annihilation Line é o segundo conteúdo para download de Terminator: Resistance.

MISSÃO SUICIDA

Annihilation Line se passa em meio à campanha original do Resistance, logo após o primeiro modelo Infiltrador ser derrotado (por tal motivo, é recomendável jogar o DLC após a missão Temporada de Caça / Hunting Season).

Baron faz uma breve participação, enquanto o apresenta a…

… Kyle Reese, que terá um papel importante no passado/futuro de Connor

Você assume novamente o papel de Jacob Rivers, mas é designado pela Comandante Baron, seguindo ordens diretas do líder da Resistência, John Connor, a acompanhar Kyle Reese em uma missão urgente.

As coisas não eram muito diferentes no passado, Ferro…

Kyle ainda não sabe de seu papel fundamental no passado/futuro de Connor.
Junto a Kyle e Jacob, partem em missão a cabo Ferro (companheira da equipe anterior de Reese) e o grandão Evans (único sobrevivente do 113º esquadrão, que ficou famoso por derrotar um T-800 com as próprias mãos).

O distante futuro de… 2029
O stealth é sempre uma boa alternativa para reduzir o contingente inimigo

O grupo deve realizar uma importante missão de resgate, mas no processo, eles terão de passar pela Linha de Aniquilação, a maior concentração de forças da Skynet.

CAMPANHA COMPACTA

A duração de Annihilation Line gira em torno de 4 horas, contando com várias missões principais, mas também missões secundárias.

Arrombamento é uma das principais habilidades para um membro da Resistência
O sistema de upgrades continua presente, mas não espere estar com todas as suas habilidades pós-jogo

As mecânicas de hack, arrombamento e fabricação estão todas presentes, bem como a evolução de personagem (que você pode conferir mais detalhadamente na análise do jogo aqui).

Sem componentes para fabricação? Sem problemas! Basta pagar o preço…

Há uma forte inspiração na sequência do sonho de Reese sobre o futuro, quando ele viaja ao passado para proteger Sarah Connor, no primeiro filme.
Referências a armamento e easter eggs, como um corredor semelhante ao primeiro confronto entre o T-800 e o T-1000 em Exterminador do Futuro 2: O Dia do Julgamento (Terminator 2: Judgment Day, de 1991).

Não é um Commodore, é um Commpadre… eu ri disso mais do que deveria

Se a duração da campanha é compacta, o mesmo não pode ser dito de seu conteúdo.
A missão de resgate da equipe de Reese é repleta de momentos de ação, drama envolvendo o passado de Ferro e Reese, uma ligação de Rivers com sua infância e mesmo a rápida participação de NPC’s civis.

Vou me abrigar rapidamente atrás dessa barreira
É, não deu muito certo

Curiosamente, Annihilation Line é mais bonito graficamente que o jogo base (possivelmente pelo tempo extra de produção) e também por ser exclusivo da versão Enhanced no console.

Ação frenética
Linha de Aniquilação fazendo juz ao nome

RESUMINHO DA OPERETA:

Terminator: Resistance – Annihilation Line é um belo pacote complementar ao jogo base.
Repleto de ação e combates, o jogo explora a vida de Kyle Reese antes de o vermos no primeiro filme.

Civis correndo em meio ao ataque: hora de diferenciar humanos de máquinas!

Há diversas referências à franquia, inclusive preenchendo lacunas que os filmes não abordavam (possivelmente canônicas).

Equipe completa conversando à fogueira com um sobrevivente

Uma experiência incrível, que mais uma vez mostra todo o respeito e carinho da Teyon pela franquia Terminator.
Fãs de longa data dos filmes se sentirão em casa ao reconhecer personagens e até alguns armamentos presentes (sim, existe este nível de detalhe).

Efeitos de luz e sombra continuam impactantes

Uma expansão/DLC à altura do jogo base e da franquia, mostrando como conteúdos adicionais devem ser feitos.