Review / Tutorial de Red Ronin

* Esta análise foi feita com o código cedido pela QUByte Interactive (versão PS4/PS5)

Distribuidora: QUByte Interactive
Produtora: Wired Dreams Studio
Plataforma: PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series S / Xbox Series X / Switch / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2021

Red Ronin é um jogo de estratégia em turnos e puzzle, de combate rápido com uma samurai e seu robô em busca de vingança.

DEIXADOS PARA TRÁS

Red foi traída por seus ex-companheiros durante uma missão de infiltração, agora ela busca vingança contra seus aliados, contando apenas com a ajuda de Isaac, seu robô pessoal, que oferece suporte técnico, desativando a energia ou fornecendo dicas em situações difíceis.

Isaac, o robô pessoal de Red, revelando o briefing da missão

Conforme avança pela trama, você recupera cartões de memória que, uma vez decriptados na casa de Red, revelam momentos diferentes da missão, bem como permitem jogar partes com Yellow, a mestra de Red.

XADREZ MENTAL

O combate de Red Ronin funciona com dash em uma direção.
A personagem passa com a espada cortando quem estiver no caminho, até parar em algum obstáculo. No entanto, é necessário que haja quadrantes adicionais para inimigos mais fortes, que exigem dois ataques para morrer.

O modificador de direção permite múltiplos ataques em um turno

Com Red, há duas habilidades: diminuir a velocidade do tempo, permitindo fazer um segundo movimento e escolher uma direção para modificar o movimento.
Ambas habilidades podem ser combinadas, mas pedem a coleta de itens para serem usadas: um relógio para a desaceleração e um “Z” para a mudança de direção.

Nos cartões de memória, há sessões jogáveis com Yellow

Yellow pode aparar um golpe com a espada por fase, possuindo também o recurso de desaceleração do tempo.
Em determinadas fases, a ajuda de um sniper conta como habilidade, sendo esta recarregável com o tempo, não precisando da coleta do item de recarga.

DESLIZAR E FATIAR

Os cenários possuem obstáculos que servem como a limitação de movimento, como barris, caixas, plantas, etc.
Mas há também armadilhas: espinhos no chão que são acionados e espetam em um segundo turno, lasers que avançam pela tela e podem queimar, além de sentry guns que disparam conforme detectam movimento (e cada disparo move-se um quadrante por turno, em trajetória reta).

O que não seria dos video games sem espinhos no chão?

O avanço é contínuo em um único turno, até que se encontre um obstáculo.
As habilidades de desaceleração do tempo e mudança de direção funcionam como modificadores de ataque e movimento.

Os inimigos possuem diferentes padrões de movimentação: o capanga comum move-se uma vez por turno, em diagonal ou vertical; os inimigos gordos movem-se de igual maneira, mas precisam ser acertados duas vezes para morrer e podem matá-lo se não houver quadrantes adicionais por onde a personagem possa passar; mais para o fim do jogo, um tipo de inimigo que se move em diagonal oferece um novo desafio.

Inimigos com padrão em diagonal aumentam a complexidade do combate

Já com os chefes a dificuldade aumenta: eles possuem ataques que não obedecem turnos e obrigam você a mover-se constantemente. Em alguns casos, sendo atacado por inimigos comuns.

Os chefes possuem padrões de ataque únicos, como ataques em área

Tempo é um fator determinante em Red Ronin: não apenas pelos padrões de movimento e ataque da personagem e dos inimigos, mas também pelo tempo de reação das sentry guns e os espinhos terrestres. As armadilhas podem ser usadas a seu favor, para acertar e matar inimigos, se a sincronia for correta.

Acompanhe a mina vergonha na tela de resultados…

É possível matar vários inimigos em sequência, gerando combos que aumentam a pontuação.

VERMELHO SANGUE

O gráfico de RR é colorido e pixelado, com câmera distante e isométrica, permitindo visualização total do campo de batalha.
Ao entrar em modo tático, setas vermelhas indicam as trajetórias possíveis no turno. Um quadrante vermelho indica a saída, tornando-se verde quando todos os inimigos são derrotados.

Priest, um dos chefes do jogo

O rosto dos personagens só aparece durante as conversas, que funcionam como cutscenes.

A história do mundo é contada através da televisão

Os cenários variam entre depósitos, estacionamentos, interiores de prédios e fábricas.
Entre as missões, o apartamento de Red serve como base, com um computador para decriptar os cartões de memória e um sofá para dormir durante o processo, além de uma TV que revela detalhes do mundo pelo noticiário.

A trilha sonora retrowave conta com sintetizadores e um clima nostálgico de jogo dos anos 80 (no melhor estilo dos clássicos da Sega).

A LÂMINA PRATEADA PLATINADA

Tão difícil quanto o jogo é a sua platina!
Fazer 16 hits de combo e derrotar os chefes pode parecer difícil… mas são os troféus de zerar o jogo sem morrer e zerar em menos de 1 hora que realmente desafiarão aqueles dispostos a buscar a platina.

É… parece que a platina será sofrida…

RESUMO DA ÓPERA:
Red Ronin é um jogo tático com puzzle, de combate rápido e envolvente.
Cada movimento precisa ser pensado com antecipação, considerando o posicionamento e deslocamento dos inimigos.

O jogo é difícil e requer paciência do jogador em alguns momentos, especialmente nas lutas contra chefes, que pedem raciocínio rápido uma vez que eles possuem ataques rápidos, quebrando o ritmo de espera.

Enquanto Red, a personagem principal, possui um estilo mais voltado ao iaijutsu (espada embainhada até o momento do golpe), Yellow utiliza o kenjutsu, com a espada desembainhada sempre, permitindo aparar um golpe.
Esta diferença entre ambas permite uma maior variedade no gameplay, mudando a estratégia usada.

O gráfico pixelado e ultracolorido, amenizando a violência pelo estilo de arte, combinada à uma trilha retrowave animada dão bom ritmo a este complexo puzzle de combate tático.

Um jogo para desafiar o cérebro enquanto fatia hordas inimigas, Red Ronin faz bonito no quesito dificuldade, viciando o jogador com facilidade.
Morrer constantemente é o combustível do desafio!