Review / Tutorial de Gutwhale

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Ratalaika (versão PS4/PS5)

Distribuidora: Ratalaika
Produtora: Stuffed Wombat
Plataforma: PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series S / Xbox Series X / Switch / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2021

Gutwhale é um shooter 2D de plataforma sobre um homem dentro da barriga de uma baleia.


Você está dentro da barriga de uma baleia… mas é uma barriga organizada!
Dividido por salas (com portas), o interior da baleia possui diversas arenas, onde você deve enfrentar criaturas marinhas, como peixes, águas-vivas, sapos (sapo do mar?), vermes e algumas criaturas mais “alienígenas” ao ambiente, como crânios voadores, “naves”, etc.

Aprender padrões de movimento dos inimigos é essencial para se posicionar corretamente


Sua arma, no entanto, possui apenas uma munição, que você precisa recuperar após cada disparo.
E é aqui que o desafio começa: a bala pode ricochetear nas paredes ou ser “cabeceada” pelos inimigos (a munição perde o poder após acertar inimigo ou obstáculo, afinal, ela está em ambiente aquático, lembra?).

Na loja, é possível comprar apenas um item por fase, escolha sabiamente


A cada fase encerrada, você pode comprar itens, dependendo de seu desempenho, como bônus de pontuação, mais munição, mais vidas e chapéus especiais.

Falando em chapéus, eles são três iniciais e, após alimentar um grande sapo no final de cada fase, um quarto chapéu é desbloqueado:
– Ugly Hat – o mais comum, sem habilidades especiais, concede três corações
– Workout Hat – permite salto maiores, mas reduz para dois corações
– Cool Hat – o boné aumenta a pontuação, mas concede apenas um coração
– Frog Hat – o chapéu de sapo faz com que todos os inimigos sejam apenas sapos… e também limita a sua vida para um coração

Aqui você pode escolher os chapéus iniciais (eu disse que o estômago era organizado)


Na loja é possível comprar:
– Bowler Hat – faz a munição próxima ser coletada automaticamente
– Hart Hat – concede quatro corações
– God Hat – concede seis corações, mas é um dos itens mais caros da loja

Os comandos são simples: você atira, pula e pode executar um tiro para baixo durante o salto.
Agora, dominar os comandos já é uma outra questão. Você precisa aprender a navegar entre os inimigos para recuperar a munição e aprender seus padrões de movimento.

Ao cair de uma sala para a outra, fique atento à indicação da posição inimiga


Ao vencer todos os inimigos de uma sala, o piso irá quebrar e você cairá no próximo andar, tendo de recuperar a munição (de preferência no ar); a posição dos inimigos é indicada, durante a queda, por pontos de exclamação.

Ouvi dizer que existe um jeito e acessar uma sala secreta no jogo… será?


Na última sala de cada fase, o grande sapo surge (cuidado para não ser esmagado), podendo ser alimentado com munição para desbloquear o Frog Hat.

O gráfico de Gutwhale é simples como a velocidade do jogo pede; os personagens são pixelados e bem coloridos, para facilitar a visualização na tela.

Sempre que morre, uma kombi cai no cenário, provavelmente do personagem


A trilha sonora conta com uma música para todas as fases, num ritmo acelerado, condizente com o estilo do jogo, mas que pode deixá-lo nervoso quando você morrer estupidamente (mas lembre-se, a culpa é sua).

A platina, embora fácil e rápida, pode ser desafiadora por conta de um troféu.
Vencer os três níveis do jogo, matar uma caveira, matar 50 sapos, comprar um item na loja, comprar um multiplicador de pontuação, acumular 100 pontos, desbloquear o Frog Hat e conseguir combos de 5 e 10 hits são os troféus padrão.

O Frog Hat transforma todos os inimigos em sapos


A dificuldade vem por conta do troféu para ver o final verdadeiro do jogo, que exige cinco objetivos:
– Finalizar o jogo
– Matar 50 sapos
– Finalizar o jogo em 2 minutos
– Obter 400 pontos (em uma única run)
– Atingir um combo de 5 hits


RESUMO DA ÓPERA:
Gutwhale é um divertido e rápido shooter 2D, com foco em plataforma e reflexos, onde você se aventura pelas entranhas de uma baleia (de onde vem o nome do jogo) enfrentando inimigos com apenas uma bala.

Sempre que ressuscita na fase (enquanto ainda tiver vidas) você adquire uma bala a mais, sendo a outra no chão, onde você deixou pela última vez, o que aumenta o balé de movimento e tiros que você precisa executar para avançar pelas ondas de inimigos.

O gráfico simples e colorido, combinado com a trilha sonora agitada, dão ritmo frenético ao jogo, pedindo reflexos precisos.

A platina pede uma certa paciência e concentração do jogador, especialmente na primeira vez (eu admito, platinei duas vezes, versão PS4 e PS5).

O desafio alto e a simplicidade fazem de Gutwhale uma diversão rápida e descompromissada, pra quando você só quer entrar no estômago de uma baleia e matar uma série de animais aquáticos (quem nunca?).