Review / Tutorial: Unsighted

Um dos cachorros que você encontra na campanha

Ola, aqui é o Pena e hoje vamos com jogo de aventura com uma boa exploração e corrida contra o tempo, o Unsighted.

O jogo foi produzido pelo estúdio brasileiro Studio Pixel Punk, sendo o primeiro jogo deles, enquanto a publicação ficou a cargo da Humble Games (parte da Humble Bundle de incentivo a jogos indies), que já fizemos o review do Flynn: Son of Crimson publicado por eles.

Review feito em base da versão pra PS4
(código europeu cedido pela Humble Games)

Titulo: Unsighted
Produtora: Studio Pixel Punk
Distribuidora: Humble Games
Gênero: Aventura / RPG
Plataformas: PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One e PC (Steam e GOG)
Mídia: Digital
Textos: Português, Inglês, Espanhol, Francês, Alemão, Japonês, Coreano e Chinês Simplificado.

História

Após a queda de um meteoro misterioso, todos os androides que estavam na cidade de Arcadia ganham consciência, agindo por conta própria. Muitos dos humanos não se adaptaram a isso (e ao fato do mundo já estar num estado que quase não suporta mais a vida deles) e saíram da cidade, só pra depois retornarem e iniciando uma guerra contra os autômatos sobre o controle do meteoro.

Nesse contexto você controla Alma, uma autômata que acorda num laboratório sem boa parte das suas memórias e após encontrar o que resta da resistência androide, descobre que o poder do meteoro está selado e com o pouco de Anima (nome dado ao poder desse meteoro) que sobrou nos autômatos está acabando e quando isso ocorre, eles tornam-se agressivos e atacam qualquer um que chega perto.

Agora cabe a Alma encontrar os 5 fragmentos do meteoro que estão espalhados na cidade pra conseguir adentrar no complexo que está selando o poder do meteoro o mais rápido possível pra salvar o resto das autômatos que ainda retêm a sua consciência.

Gráficos

O jogo usa gráficos em pixel art bem feitos, os cenários e sprites grandes tem bastante detalhes neles, já o menores nem tanto devido a restrição de espaço, mas não são mal feitos. A movimentação e ataques do jogo também são bem fluidas, além de ter bastante efeitos especiais durante certos movimentos.

Em vários pontos do jogo temos umas artes mais detalhadas pra contar a história dele, aqui deram uma caprichada legal e o bom é que tem uma quantidade boa delas.

Áudio

Apesar de usar pixel arts, não optaram no uso de chip tunes no jogo, seguindo uma mescla de rock com eletrônico, ficaram muito boas, principalmente as batalhas de chefes. A OST completa foi feita pela artista “IronFairy / Fernanda Dias“.

Como já é de se imaginar, não temos dublagem no jogo, mas não é algo que vá atrapalhar a diversão dele. As músicas do jogo estão no Spotify, então deixei a playlist dele aqui pra você curtir enquanto termina de ler o review.

Jogabilidade

Ele é um jogo de aventura com bastante elementos de RPG, apesar de não utilizar sistema de nível, tem bastante customização pra diversos estilos de jogadores. Vou separar por partes pois tem bastante coisa pra comentar.

Logo no começo você escolhe o nível de dificuldade que vai usar na campanha, podendo baixar para o “Exploradora” a qualquer momento durante a partida. Aqui é um comentário pessoal, inicie no modo Exploradora, pois você consegue explorar o jogo sem muitas dores de cabeça e correria, a não ser que curta isso, dai vá direto para o nível base do jogo.

Menu

O menu principal pode receber algumas alterações dependendo do que você faz no jogo, mas isso eu vou deixar de fora pra não estragar as surpresas.

Logo no menu inicial você tem uma visualização geral do que você tem, podendo trocar os equipamentos que utilizará nos combates (pode fazer isso a qualquer momento), como também visualizar quanto tempo restante de funcionamento você tem (essa parte de tempo eu explico posteriormente).

A parte de Chips e Projetos eu não vou entrar em detalhes aqui pois você não pode equipa-los pelo menu, então explico melhor eles na parte que é possível isso.

No Mapa você tem uma visualização do que já liberou das regiões e se achou o mapa geral da região, também mostra aqui. Ele é bem explicativo, dividindo as áreas por cores e tem três andares gerai.

Além de mostrar ícones pra facilitar a visualização e você ainda pode colocar até 30 marcadores pra lembrar de pontos pra retornar posteriormente quando tiver o item necessário pra isso.

As engrenagens ajudam muito nas batalhas, aumentando força dos ataques, aumentando o vigor e outros efeitos. Algumas são efeitos por tempo, outras por utilização. De qualquer maneira, você só pode levar 4 tipos diferentes delas.

A parte e Itens é pra ter uma noção dos materiais e outros itens chaves que você tem no inventário, já que a utilização de cura é durante a ação do jogo.

Na parte de contatos você tem um geral de todos os NPCs que você conhece, como está a relação entre eles e aonde estão, assim facilita a sua viagem pra conversar com eles.

Na área de sistema você pode alterar vários pontos do jogos, ativar o Multi-player a qualquer momento, entre outros detalhes. A parte de conquistas você consegue ver o geral dele, mas antes de fechar o jogo muita coisa fica oculta pra não receber spoiler.

Customização

Nos save points, além de conseguir salvar, recuperar a vida e teletransportar pra outros terminais que você já ativou, também tem como equipar os chips que você encontra nas explorações.

cada chip tem um efeito e tamanho diferente, mas é possível equipar mais do mesmo tipo pra aumentar o seu efeito. Também tem como aumentar o espaço para os chips no terminal, pagando uma “módica” quantia de parafusos nisso.

Já na bigorna você pode criar novos equipamentos usando o material que encontra na exploração. Só que aqui é um processo BEM ESPECIFICO, já que precisa colocar os materiais no local exato pra criar os itens e caso faça algo errado, perde todos os itens usados na tentativa.

Pra não gastar itens a toa, temos os projetos, que você pode comprar ou encontrar nas explorações, que já monta os itens no local exato pra não ter problema.

Com esse mecha ferreiro você pode melhorar os seus equipamentos. Pra isso precisa ter os materiais que ele te pede e pagar uma taxa, que aumenta a cada nível novo de força do equipamento.

É, não tava com criatividade pra um nome melhor XD

Durante a exploração você também encontra alguns cachorros pra te ajudar nos combates. Você pode fazer carinho neles e como são seres vivos, eles precisam comer e dormir. Conforme passa o tempo com eles, a sua afeição aumenta, ficando mais fortes.

Tem também algumas lojas, cada uma com uma especialidade diferente, com materiais e equipamentos pra te facilitar a exploração, por um preço, claro.

Avanço do tempo

Pela história do jogo, todos os androides sobreviventes estão com o seu estoque de Anima, que mantém a sua consciência, quase acabando e quando você conversa com eles consegue ver o tempo restante antes deles virarem Unsighted.

Conforme você explora o jogo, o tempo vai passando, mesmo que fique parado, alternando entre dia e noite. Lembre-se que Alma também está correndo contra o tempo. Para aumentar o tempo de funcionamento, você pode usar pó de meteoro na Alma ou oferece-los para os NPCs, aumentando assim o tempo de quem receber em 24 horas e aumentar o tempo a amizade entre os personagens.

No nível máximo de amizade, os NPCs oferecem itens e outras formas de te ajudar, variando de cada um deles. Como você vai gerenciar o uso do pó de meteoro vai do que você pretende fazer e da sua agilidade no jogo.

Exploração e combates

Como ele é um jogo de aventura, todo o combate é em tempo real e depende bastante da habilidade do jogador. Usando armas de curto alcance (entre espadas e machados), você acumula bônus de combo, aumentando o dano dos seus ataques, mas ele começa a diminuir caso fique muito tempo sem atacar ou receba um ataque.

Só tome cuidado que ataques físicos e corrida gasta vigor, que é a barra que aparece na personagem. Caso gaste tudo, ela fica um tempo sem conseguir atacar e suas ações ficam bem lentas.

Tem também o ataque giratório, que você precisa carregar por um tempo o ataque pra usa-lo. Ele é bem forte, mas te deixa vulnerável enquanto carrega o ataque.

Além da esquiva você pode defender de ataque físicos e alguns projeteis. Caso consiga fazer isso no momento certo, o inimigo fica atordoado (alguns precisam ter mais ataques defendidos) e quando estão nesse estado, além de não atacarem, seu próximo ataque neles é um critico.

Caso tome dano, você pode usar a seringa pra se recuperar, mas tem alguns pontos dela:

  • Seringas Grandes são permanentes, ao usar você ainda mantém ela, mas precisa recarrega-las usando ataque normal nos inimigos ou achando pontos de recarga e só é possível utiliza-las quando estão em 100%.
  • Seringas Pequenas são descartáveis, você precisa comprar mais ou cria-las pra ter em estoque sempre que precisar. Elas só são utilizadas depois que todas as suas Seringas Grande estão esgotadas.
Muitos puzzles precisam de tiro pra avançar.

Armas de longo alcance não gastam vigor, mas tem uma quantidade de balas. Assim que esgota, precisa recarrega-las (a maioria), precisando acertar o momento da recarga pra acelerar a animação. Com elas também é possível direcionar a mira pra onde o tiro vai.

Durante a exploração você encontra diversos pontos que precisa pular plataformas e empurrar blocos pra avançar no jogo, além de vários puzzles com botões pra ativar algum mecanismo.

Um coisa interessante aqui é que você pode usar o pulo de parede pra alcançar pontos mais altos, mas requer um pouco de treino pra fazer isso pois o tempo dele é meio rápido demais.

Também durante a exploração tem como cavar pra achar itens escondidos e usar uma vara de pescar pra conseguir materiais no fundo dos rios e lagos do jogo.

Quando você morre, tem como voltar direto pra a vila ou do ultimo terminal acionado. Outro detalhe também é que você perde metade do seu total de parafusos e precisa retornar aonde morreu pra recupera-los.

Existe mais modos de exploração que liberam conforme você consegue os equipamentos corretos, mas isso eu não vou colocar aqui por que parte da diversão do jogo é descobrir como avança nele.

Extras

Independente de como você finaliza o jogo, libera alguns modos e informações novas no jogo, sendo elas:

  • New Game Plus: Reinicia toda a campanha com tudo que tinha, tirando um item especifico;
  • New Game Extra: Inicia a campanha somente com alguns dos itens chaves pra tentar fazer rotas diferentes;
  • Dificuldade “Robot Apocalypse“: Inimigos mais fortes e inteligentes te esperam nessa dificuldade;
  • Informações dos baús: Libera uma informação extra sobre quantos baús tem em cada área (não as suas localizações)
Inicio do Dungeon Raid, você pode escolher alguns equipamentos e chips iniciais, tudo aleatório.

Desde o inicio do jogo você tem dois modos extras pra jogar, mas é recomendado mexer neles depois de finalizar o jogo.

O primeiro deles é o Dungeon Raid. Aqui você entra num modo de exploração no estilo rogue-like, com salas e equipamentos aleatórios, precisando sobreviver com o que é lhe dado.

Salão de escolha dos chefes no Boss Rush

Já o segundo é o Boss Rush, aonde você precisa enfrentar todos os chefes do jogo com equipamentos aleatórios, então aqui entra um bom pingo de sorte e muita habilidade.

Conquistas

Infelizmente esse é um que não tenho como me concentrar na platina no momento…

O jogo no normal já é bem corrido por causa do limite de tempo, dai se você for tentar fazer os 100% dele, se prepara que tem bastante coisa fora do normal e que vai precisar de um bom treino e decorar vários pontos da campanha. Entre os mais complicados temos:

ConquistaDescrição
SpeedrunnerFechar o jogo em menos de 1 hora
Robot ApocalypseFechar o jogo no modo Robot Apocalypse (pode ser no NG+)
WorthyDerrotar os chefes Anima Nightmare e Anima Essence sem tomar dano
MinimalistFechar o jogo sem nenhum upgrade nas armas, seringas e chips.
Boss RunnerFechar o modo Boss Rush em menos de 10 minutos
Dungeon RunnerFechar o modo Dungeon Raid em menos de 20 minutos

Conclusão

Unsighted traz um jogo de aventura com uma boa exploração, só que pra conseguir explorar o jogo pela primeira vez, é melhor usar o “Modo Exploradora“, mesmo que seja só pra desativar o tempo dos NPCs e da principal, a não ser que você goste de correr contra o tempo desde o inicio.

A parte gráfica é um pouco variada, os cenários e imagens grande dos personagens e inimigos são bem detalhados e com uma boa movimentação, já sprites menores não recebem tantos detalhes assim por causa do limite de tamanho, mas não são mal feitos.

As musicas são muito boas, principalmente durante as de chefes, ali colocaram umas bem agitadas que combina bem com o clima da batalha, como também as mais arrastadas em pontos de exploração mais obscuras.

As batalhas são bem legais, só que o esquema de botões dele demora um pouco pra se acostumar (bem, foi o meu caso, não tenho costume de usar L2 e R2 pra ataques), mas fora isso, o esquema de defesa e mistura de ataques de curta e longa distância agrada bastante.

Por fim, ele traz bastante desafios extras pro pessoal que quer fazer 100% nele, como fechar numa dificuldade mais difícil, Speedrun e os modos de Boss Rush e Dungeon Raid, que aumenta bem o tempo de vida do jogo.