Review / Tutorial: Road 96

Olá, aqui é o Pena e hoje vamos com um jogo que foge um pouco do que eu mexo geralmente, sendo uma mistura de story-teller com eventos procedurais dos rogue-likes, o Road 96.

O jogo foi produzido pela Digixart, responsável pelos jogos “Lost in Harmony” e “11-11 Memories Retold”, enquanto a publicação ficou a cargo da Ravenscourt, da qual já fizemos review do 9 Monkeys of Shaolin deles.

Review feito em base da versão pra PC
(Código cedido pela Ravenscourt)

Titulo: Road 96
Produtora: Digixart
Distribuidora: Ravenscourt
Gênero: Aventura / Point & Click / Procedural
Plataformas: Nintendo Switch e PC (Steam / Epic Games / GOG)
Mídia: Físico e Digital
Textos: Português, Inglês, Francês, Italiano, Alemão, Espanhol, Russo, Japonês, Chinês Tradicional e Simplificado
Dublagem: Inglês

História

O jogo ocorre em 1996 num pais chamado Petria, aonde 10 anos atrás houve um grande acidente na inauguração da barreira que fecha as fronteiras do pais causando a morte de centenas de pessoas, marcando essa data na história dum pais que “democracia” está apenas uma palavra.

Faltam 90 dias pra as próximas eleições e com os rumores que o atual presidente que está caçando jovens subversivos, muitos deles se arriscam numa viagem até a Rota 96, que leva até a tal muralha e tentar fugir do pais. Agora as ações desses jovens, controlados por você mudaram o rumo da história desse pais.

Gráficos

Os gráficos do jogo são todos em 3D e mesmo sendo um pouco mais simples, com polígonos mais a mostra, ele tem uma arte geral bem gostosa pra acompanhar a campanha do jogo.

Os diversos locais que você encontra na estrada tem suas caracteristicas próprias, poucos lugares são repetidos, o que dá um sentimento de viagem única pra cada episódio do jogo.

Áudio

Você pode coletar fitas k7 pra curtir as musicas durante as viagens

As musicas do jogo são um ponto forte nele, selecionaram vários artistas pra montar uma trilha sonora bem variada pra todos os tipos de gostos, isso sem contar as musicas de certos pontos específicos da história, aqui sim deram uma bela caprichada.

A dublagem dos personagens, mesmo daqueles NPCs menores ficaram muito boas, da pra curtir bastante. Infelizmente como eles não deixaram nos créditos quem fez cada personagem (só tem os nomes diretos), não vou conseguir apontar nenhum diretamente.

A OST do jogo está no Spotify, então segue a playslist dele pra você curtir enquanto termina de ler o review.

Jogabilidade

Os botões em baixo são as habilidades que foram liberadas.

O jogo é focado em contar a história dos diversos personagens que os jovens que você controla encontram durante as suas escapatórias. Ele usa apenas um save e é dividido por episódios, sendo cada um deles um jovem diferente que você escolhe ao iniciar o novo capitulo. Você tem 90 dias pra conseguir fazer o máximo de jovens fugirem e mudar o rumo do pais.

A imagem é meio chuviscada pois estamos vendo o programa por uma TV de tubo

Depois da primeira partida, pra cada novo episódio você escolhe um novo adolescente pra tentar fugir, levando em consideração quantos dias depois da ultima partida começa essa nova jornada, além de quanto de vida e dinheiro ele começa. É só isso que você tem escolha, o ponto exato que ele começa na história e o que vai acontecer é totalmente aleatório.

A cada troca de local o jogo mostra todas as rotas que você já fez com os outros jovens e quanto já foi liberado de história de cada uns dos principais, além das técnicas que você já aprendeu.

A exploração do jogo é toda feita em primeira pessoa, usando o analógico (ou mouse dependendo do seu gosto se está no PC) pra interagir com o cenário e NPCs.

Dependendo do que você pegou no cenário atual, opções novas aparecem, como no caso ai de mostrar a licença do carro. Isso é algo recorrente no jogo e conversar com qualquer NPC sempre mostra opções.

Como as suas ações afetam o que ocorre na campanha, principalmente as opiniões políticas, sempre que aparecer essas opções, pense bem no que você deseja pra a sua campanha.

A viagem não precisa ser algo chato e aterrorizante, temos vários pontos com mini-games para curtir a sua vida na estrada e vencer certos desafios podem liberar opções extras no jogo.

Mas não é só de mini-games que vive o jogo, vários pontos temos ação, como perseguição na estrada e tiroteio com uma pistola de pregos haahahaha.

Em alguns eventos os personagens podem te ensinar alguma técnica especial, que fica liberada pro personagem atual como para os próximos adolescentes fujões.

Essas habilidade extras ajudam bastante o avanço da campanha e quando aparece alguma opção que as utilize, mostra o símbolo delas no lado da ação. Caso você não tenha a habilidade necessária, você consegue ver sobre a ação, mas claro não fica disponível.

Sempre que terminar os eventos da região que você está, temos algumas opções pra prosseguir. Aqui dinheiro e vida contam muito. Enquanto sem dinheiro você não pode pegar ônibus e outros modos pagos, a vida é um “pagamento” que pode ser usado pra continuar a pé a viagem.

Só precisa tomar cuidado com a vida pois caso ela esgote, seu personagem desmaia e acaba o episódio atual.

Um dos pontos de interação interessantes é o uso dos telefones. Além dos números básicos com do táxi e ligar pra a sua casa, você pode ligar pra vários outros locais caso saiba o número, dando mais vida ao jogo.

Lembre-se, todas as suas ações no jogo afetam diretamente o resultado final da campanha geral, então pense bem o que pretende fazer.

Extras

Depois que você finaliza o jogo, libera o New Game Plus, aonde você inicia uma nova jornada já com todas as fitas e habilidades destravadas, assim como as porcentagens de histórias desbloqueadas dos personagens principais da história. Assim você tem como completar todas elas, já que a aleatoriedade do jogo muda totalmente cada partida. Claro que algumas histórias serão repetidas, já que são importantes para o desenvolver da campanha, mas ainda assim tem como completar tudo aqui.

Conquistas

Como a intenção geral do jogo é curtir o desenrolar da história, a lista de conquistas dele é curta e não muito complicada de fazer, dando pra fazer tudo numa única sequencia sem nem precisar do NG+ (claro, um pouco de sorte ajuda, mas é mais provável que você precise fazer um começo da segunda partida pra conseguir tudo). Entre as mais trabalhosas temos:

ConquistaDescrição
Old ProChegar na Rota 96 seis vezes.
Collect ‘em AllConseguir todas as fitas de música.
Stone After StoneEmpilhar pelo menos 3 pedras na caverna da Rota 96

Conclusão

Road 96 traz um jogo pra você curtir a história sem se preocupar com batalhas, com um clima gostoso de curtir e várias aleatoriedades pra surpreender a cada nova jogada.

Os gráficos são bem legais, nada super realístico, mas que fazem bem o papel usando um estilo mais cartunistico pra deixar a experiência bem prazerosa.

A parte de áudio acertaram em cheio, usando diversas músicas pra manter o clima de viagem pela estrada, com diversos estilos pra agradar os variados gostos e a dublagem ficou ótima, cada personagem recebeu uma boa atenção dos seus dubladores.

A jogabilidade, que mantém a visualização em primeira pessoa, é bem interessante, já que ele não fica travado só em escolhas, tendo uma ação bem interessante e vários mini-games pra curtir bem cada novo ponto do jogo.

No geral, se você gosta de histórias, personagens carismáticos e está procurando algo pra passar um tempo sem se estressar com fases difíceis, aproveite que esse é uma excelente pedida, já que cada episódio dura entre 30 e 90 minutos, podendo completa-las numa uma sequencia pra no final de tudo ver o que as suas ações vão repercutir em Petria.

Um comentário