Review / Tutorial: Glyph

Olá, aqui é o Pena e hoje vamos com um jogo de puzzle e aventura, o Glyph.

O jogo é produzido e publicado pela Bolverk Games, responsável pelos jogos Kittypocalypse e Dick Wilde 1 & 2.

Review feito em base da versão pra PC
(Código cedido pela Bolverk Games)

Titulo: Glyph
Produtora: Bolverk Games
Distribuidora: Bolverk Games
Gênero: Aventura / Puzzle
Plataformas: Nintendo Switch e PC (Steam)
Mídia: Digital
Textos: Inglês, Alemão e Dinamarquês

História

Você joga com Glyph, um ser que aparenta uma mistura de escaravelho com robo que foi acordado por outro ser do mesmo tipo.

Agora vocês precisam encontrar diversas joias e artefatos escondidas nas ruínas duma civilização antiga pra desvendar o que realmente ocorreu no mundo.

Gráficos

O jogo traz gráficos em 3D relativamente simples, mas bem detalhados e com cenários bem amplos, dando pra apreciar vários cantos do jogo conforme avança nos estágios.

Samus na Gravity Suit deu uma passada aqui XD

Algo legal aqui é que você libera várias versões diferentes do Glyph, além do efeito de poeira que solta conforme anda e nem todos são somente besouros, claro, todos tem o formato de bola, mas tem uns bem legais aqui (mas não mudam em nada a jogabilidade).

Áudio

As musicas do jogo são no geral puxadas pro eletrônico com um clima mais de mistério, com um ponto interessante, as linhas de áudio das musicas vão aparecendo conforme você avança no estágio, foi um toque bem interessante nele.

Já era de se esperar, o jogo não tem dublagem alguma, o foco é totalmente na aventura e puzzles, só deixando avisado pro pessoal que realmente faz questão disso.

Infelizmente não encontrei as musicas do jogo no Spotify, mas encontrei elas no Youtube, então aproveita elas enquanto termina de ler o review.

Jogabilidade

O jogo é divido em diversas áreas aonde você escolhe os estágio pra jogar. Cada uma dessas áreas tem alguns estágios e no geral dela mostra quantos itens você encontra nelas.

Pra liberar novas áreas você precisa de uma quantidade de joias que você encontra nos estágios e pagar pra esses besouros com a caixa.

Já pra liberar os estágios propriamente ditos tem duas formas:

  • Estágios de Exploração são liberados com moedas;
  • Estágios de Tempo são liberados com artefatos.

Ambos dos itens necessários também são encontrados nos estágios. Antes de entrar nas fases, você tem um geral sobre eles, mostrando quantos itens tem nele e e qual item especial encontra lá (e se já foi encontrado).

Exploração

Não encoste em nenhum outro local que não seja partes da ruínas ou você morre e reinicia o estágio

Todas as mecânicas do jogo são apresentadas no tutorial obrigatório e podem ser revistas na área de seleção de estágios.

Um ponto importante aqui é como o pulo e movimentos do personagem funcionam. Ele sempre se movimenta no formato de bola e se reparar, ele tem 2 luzes de cores diferentes (a explicação usa o modelo base do personagem):

  • A luz amarela é a do pulo base, que pode ser usada no chão ou no ar. Assim que usada ela apaga e só retorna ao encostar um ponto seguro do jogo;
  • A luz azul é para o segundo pulo, usada somente no ar e depois do uso do primeiro pulo. Esse só é recarregado quando encostar em algum local com uma luz azul.

Algo interessante aqui é que Glyph pode escalar as paredes usando o pulo encostar nelas, muitos estágio forçam o uso disso.

Enquanto estiver no ar, você pode usar o smash, fazendo com que Glyph vá quase em linha reta para o chão. Use a marca que gera no chão quando estiver no ar pra saber aonde cairá.

Essa habilidade é bem efetiva pois além de recuperar o pulo base, o personagem quica no chão e volta um pouco, podendo alcançar pontos mais altos com isso.

Também tem como voar por alguns segundos, ganhando velocidade e avançando ainda mais pra alcançar os locais mais distantes, mas só que claro você só pode usar o voo uma vez por pulo, tendo que pelo menos encostar em algum ponto seguro pra poder voar novamente.

Nos estágios também tem pontos que te jogam a grandes distâncias e anéis que recarregam seus pulos e voo em pelo ar, sendo essenciais em diversos pontos dos estágios.

Sempre que você entra num estágio, o jogo te mostra uma visão geral do local pra você ter uma base do que te espera e se for um de tempo, já mostra do lado os requisitos dele.

O jogo é cheio de armadilhas, mas no geral você consegue identificar os pontos que te matam pela cor, se tiver uma coloração alaranjada (que nem na foto), você morre ao encostar nelas.

Seu amigo escaravelho sempre está nos estágios pra te dar uma dica dos segredos dali, se não estiver encontrando, bata um papo com ele.

Esses botões com escaravelho liberam segredos nos estágios e claro que estão bem escondidos, boa sorte pra encontra-los.

O objetivo final de cada estágio, independendo se é o de exploração ou de tempo é que você precisa encontrar todas as chaves e atravessar o portal pra finaliza-lo. Só que o que pode parecer simples tem alguns detalhes:

  • Se morrer depois de ter pego qualquer chave, você perde elas e precisa pegar novamente. O mesmo ocorre com os itens que liberam os avatares do personagem;
  • Moedas, joias e artefatos não são perdidos ao morrer e são únicos em cada estágio, uma vez que pegar, não aparece novamente;
  • Nos estágios de tempo, além de precisar pegar todas as chaves, tem que finalizar o estágio antes do tempo limite, senão morre e precisa reiniciar tudo.

No final do estágio mostra o que você coletou nele e os seus tempos. Nos de tempo mostra quais os tempos necessários pra conseguir as medalhas e as respectivas joias.

Extras

Conforme você encontra as cápsulas, novos avatares são liberados e ao conseguir a medalha de ouro nos estágios de tempo, os efeitos de rastro conforme você anda. Ambos podem ser alterados a qualquer momento do jogo entrando no menu “Cosmetics“.

Como você não precisa liberar todas as áreas do jogo pra fechar ele, depois que derrota o chefe, você pode continuar a sua exploração pra conseguir os itens que estão faltando e liberar o resto das áreas.

Conquistas

Infelizmente não tenho como fazer 100% nele ainda, precisa treinar muito nos estágios, principalmente nos de tempo…

O jogo é bonitinho, mas é bem complicado passar certo estágios, principalmente com tempo e se for tentar fazer todas as conquistas, se prepara pra treinar bastante em diversos estágios. Entre os mais complicados temos:

ConquistaDescrição
True ExplorerColetar todos os itens
The CompletionistCompletar todos os estágios
The Gold StandardConseguir medalha de ouro em todos os estágios com tempo

Conclusão

Glyph traz um jogo de aventura e puzzle bonitinho, mas que requer bastante habilidade e controle dos comandos pra conseguir completar os diversos estágios.

Os gráficos do jogo são relativamente simples, mas bem feitos e nos pontos que você explora da pra ver vários detalhes nas estruturas das ruínas, isso sem contar as diversas variações do Glyph que você libera no jogo.

As musicas, apesar de pouca variação, ficaram bem legais, ainda mais com o esquema de liberando as outras linhas de instrumentos conforme avança no estágio ficou ótimo.

A jogabilidade geral dele é boa, apesar de ser um pouco sensível alguns pontos, mas conforme você joga se acostuma com isso e as físicas dele.