O Tabu Do Easy Mode


Existe uma regra não escrita, gravada a ferro e fogo, na cabeça de todo jogador: você não joga no easy!

No entanto, a dificuldade está lá, na maioria dos jogos.
Como o easy mode funciona para cada jogo, varia bastante: menos inimigos, inimigos mais fracos, mais munição disponível, mais energia no personagem, inteligência artificial menos precisa e por aí vai.

Que fique bem claro quanto à regra citada no início: jogar no modo normal é aceitável, afinal de contas, o nome já está dizendo. 
Mas se você quiser o desafio real ou mesmo gabar-se perante os amiguinhos, precisa explorar as dificuldades maiores.

É claro, algumas pessoas levam o desafio hardcore longe demais, especialmente os asiáticos.
Zerar Souls com uma guitarra de Rock Band, um jogo de luta com um controle de pesca no Dreamcast (sim, isso é real) ou mesmo zerar Sekiro vendado.

Então por que o modo easy está lá, se ninguém quer usar?
Bem, a situação mais óbvia é que novatos naquele jogo e, principalmente, nos video games, não possuem a habilidade “comum” para se jogar ao menos no normal.
Quem joga sabe o básico para testar algum jogo, como controlar o personagem e a câmera ao mesmo tempo, onde fica o botão do pulo e provavelmente o de tiro.
Mesmo em jogos que inovam nestes conceitos, um jogador experiente facilmente se adapta em alguns minutos.

Mas alguém que pega um controle pela primeira vez (ou pela primeira vez em décadas), dificilmente consegue se localizar com facilidade.
A memória muscular que vamos acumulando ao longo de anos de jogatina nos ajuda na adaptação de novos jogos e consoles, mas pessoas desacostumadas precisam aprender o caminho das pedras.
Some-se a isto o fato da quantidade de botões e funcionalidades extras. Os próprios analógicos clicáveis são um mistério para a maioria dos iniciantes.

Então não julgue o amiguinho que está começando nos video games ou em um gênero novo para ele.
Agora, se você já é um veterano… bem, alguns jogos vão ridicularizá-lo por jogar no easy, seja com uma fita em Ninja Gaiden ou Wolfenstein com B.J. Blazkowicz como um bebê chorão.
Pior ainda, na trilogia original de God Of War, se você morrer algumas vezes no mesmo trecho, o jogo irá perguntar se você quer baixar a dificuldade…