Review / Tutorial: Legend of Mana Remastered

Dub! (Olá!)

Ola, aqui é o Pena e hoje trago mais um clássico da era do PlayStation 1, o Legend of Mana Remastered.

Esse jogo faz parte da série Mana que é produzida e distribuída pela Square-Enix e é a mais nova adição ao repertório de remasters e ports da empresa.

Mais detalhes da série eu comento um pouco mais abaixo, então vamos começar com o review pois tem bastante coisa pra comentar sobre as diversas mecânicas do jogo.

Review feito em base das versões pra PS4
(código cedido pela Square-Enix)

Titulo: Legend of Mana Remastered
Produtora: Square-Enix
Distribuidora: Square-Enix
Gênero: RPG / Ação
Plataformas: Nintendo Switch, PlayStation 4 e PC
Mídia: Digital e Físico
Textos: Inglês, Francês, Espanhol, Alemão, Japonês, Coreano e Chinês (Tradicional e Simplificado)

A série Seiken Densetsu

Em conjunto com Final Fantasy e a série SaGa, a série Mana (conhecida também por Seiken Densetsu) é uma das mais antigas franquia da Square-Enix. Ela foi iniciada no Gameboy Original, tendo a versão ocidental do primeiro jogo como Final Fantasy Adventures.

Inicialmente alguns jogos da série, como Seiken Densetsu 3, ficaram apenas no Japão, mas desde que teve o início dos ports dos clássicos da série, tanto esse como outros jogos tiveram a chance de ver o Sol nascer nesse lado do globo.

Segue uma lista rápida com os jogos da série com os ports já realizados até o momento:

  • Seiken Densetsu (1991): Primeiro jogo da série, é original para Gameboy e recebeu um remake para Gameboy Advance com o nome de Sword of Mana e posteriormente recebeu um port para Vita e mobile com o nome de Adventures of Mana.
    Nesse você controla um jovem que após escapar da prisão / coliseu do Lorde das Trevas descobre as verdadeiras intenções dele, que é uma maneira de chegar no santuário aonde a Árvore Mana encontra-se;
  • Secret of Mana (1993): Original para Super Nintendo, recebeu um port para os consoles mais atuais com o mesmo nome.
    Nesse você três jovem que se envolvem na guerra que ocorre no seu mundo, tudo com a intenção de controlar o poder da Árvore Mana;
  • Seiken Densetsu 3 (1995): Original do Super Famicom, ficou apenas no Japão até receber um remake em 3D com o nome de Trials of Mana para os consoles mais atuais.
    Nesse temos 6 personagens com as suas histórias distintas enquanto exploram o mundo;
  • Legend of Mana (1999): Original do PlayStation 1, é desse que você está lendo o review no momento, então os detalhes estão no decorrer do texto;
  • Children of Mana (2006): Esse é original do Nintendo Ds e até o momento não teve um port.
    Nesse seguimos a história de 4 jovens que vivam na vila aos pés da Árvore Mana até diversos eventos ocorrem e eles saírem nas suas aventuras;
  • Dawn of Mana (2006): Esse é original do PlayStation 2, sendo o primeiro da série totalmente em 3D. Até o momento não recebeu port.
    A história desse envolve a abertura de uma dimensão das trevas enquanto tentam resgatar a sacerdotisa da Mana;
  • Heroes of mana (2007): Esse é original do Nintendo Ds e até o momento não teve um port.
    Ao contrário dos outros jogos da série, esse é um de estratégia em tempo real em vez de ação e a história ocorre durante uma guerra entre os países do seu mundo.

Existe mais alguns jogos de mobile da série, mas como não joguei nenhum deles, não vou entrar em detalhes que eu não conheço.

História

Novecentos anos antes do inicio do jogo, Árvore Mana, que supria o mundo com o seu poder, foi queimado e com isso foi dada o inicio da guerra entre as fadas e humanos pelo pouco de poder de mana que sobrou.

Com o pouco de poder que sobrou, vários pontos do mundo foram selados em artefatos e espalhados, protegendo o seu conteúdo nos vários anos a seguir.

Agora fica a cargo do novo herói restaurar o poder perdido da Árvore mana e restaura o mundo durante as suas viagens, interligando novamente os diversos pontos do mundo.

Gráficos

O jogo original já tinha gráficos excelente e o remaster continuou trazendo a mesma qualidade, com melhorias gráficas e redimensionamento de imagem para as plataformas atuais.

Imagens adaptadas pra a comparação entre o original e o remaster
(Não fica exato por causa das dimensões de cada uma)

Os cenários receberam um retoque extra, dando a impressão que tudo foi desenhado a mão, ficaram mais bonitos que já eram, mas os sprites de personagens e inimigos mantiveram o aspecto de pixel arte, o que da uma boa diferença entre as duas artes. Elas estão bem feitas, mas pode demorar um pouco pro jogador se acostumar com essa discrepância de arte, principalmente se não for daqueles que gostam e pixel art.

Uma diferença entre o original e o remaster é a abertura do jogo, que recebeu uma versão animada enquanto mantém a mesma música clássica que tocava no original, essa abertura ficou muito bonita.

Áudio

Juro que fiquei meia hora só escutando as músicas antes de iniciar a primeira partida

As musicas originais do jogo foram compostas por Yoko Shimomura, que trabalhou em vários outros jogos da indústria de jogos, entre eles:

  • Super Mario RPG (e outros RPGs da franquia)
  • Parasite Eve
  • Xenoblade Chronicles
  • Kingdom Hearts (em boa parte da série)
  • Street of Rage 4
  • Radiant Historia

As músicas em geral são bem alegres e animadas nas cidades, mantendo o clima do animado jogo com em companhia com as artes de cores vivas, mas não ache que fica só nisso, quando entra nas explorações e batalhas de chefe, as musicas dão um 180º e viram musicas hiper agitadas com vários toques de rock, alguns eu escuto até hoje de tão marcantes que são (como exemplo o “The Darkness Nova”).

Algo interessante nesse remaster é que colocaram novos arranjos nas musicas, ficaram muito boas, mas caso você prefira as originais, é possível usa-las também.

Não encontrei no Spotify nem no SoundCloud os OST oficial do jogo, então segue a Darkness Nova original no Youtube pra você entender o que eu quis dizer com rock agitado.

Jogabilidade

Escolha qual você prefere

Legend of Mana é um RPG de ação com bastante foco na produção de itens e customização, te dando grande liberdade na jogatina. Logo de inicio, você escolhe qual dos dois protagonistas pretende utilizar (não afeta a história) e qual tipo de arma inicial dele. Não se preocupe, você pode usar todas as armas do jogo sem restrições.

Parte escuras não são selecionáveis

Depois de escolher o seu personagem e nome, você escolhe aonde no mapa você deseja fazer a partida. Aqui afeta um pouco a sua partida por que você precisa dos espaços pra preparar o seu mundo, mas também não é nada extremamente trabalhoso.

Montando o seu mundo

O mundo do jogo é montado a partir da sua imaginação e dos artefatos que você adquire durante a campanha.
O posicionamento de cada dungeon e cidade varia todo o fluxo de mana do mundo, alterando as forças e fraquezas dos inimigos encontrados lá.

Tanto na hora de colocar os artefatos como enquanto anda pelo mapa, você consegue analisar como está o fluxo de mana e as suas alterações. Outro ponto importante é que a força dos inimigos varia conforme a distância do local em relação a casa dos protagonistas. Quanto mais longe e quanto mais atual for a dungeon, mais forte serão.

Sua Casa

Não esqueça de conversar com o seu cacto a cada missão concluída

A casa do protagonista concentra todas as mecânicas de customização e outros pontos importantes do jogo, então você voltara pra cá diversas vezes no jogo.

Vale lembrar que todas elas precisam ser liberadas antes de serem utilizadas e isso ocorre conforme você avança na campanha, então não estranhe que no começo quase nada do que será mostrado aqui está acessível.

Um ponto importante desse remaster é que, antes você só conseguia salvar em pontos específicos do jogo, como na cama do protagonista. Agora você pode salvar em praticamente qualquer lugar do jogo, o que vai te facilitar bem a vida.

No estúdio você encontra diversos livros com informações liberadas do jogo conforme você avança na campanha. Nem todos os livros estão acessíveis desde o início, vai precisar achar alguns.

Rancho

Um dos pontos do jogo é a possibilidade de ter monstros de estimação que te ajudam nas batalhas. Você precisa capturar os ovos deles antes, mas assim que liberar a opção. É possível ter até 5 monstros no seu rancho e você pode realizar as seguintes opções:

  • Take a Pet / Leave the Pet: aqui você escolhe entre os monstros que você já tem pra te acompanhar nas batalhas ou deixar ele de volta no rancho;
  • Feed: Aqui você deixa uma comida pro seu monstro comer e influenciar no seu desenvolvimento. Ele só se alimenta quando sobe nível;
  • Graze: Aqui você deixa os seus monstros pastando e eles sobem de nível enquanto você se aventura. Só pode deixar no máximo de 3 monstros pastando;
  • Sell: opção pra vender um dos seus monstros. O valor varia pela espécie, nível e caracteristicas deles;
  • Ring Ring Land: deixa preparado um dos seus monstros para o mini-game “Ring Ring Land”. Essa parte eu explico melhor na parte de extras.

Um detalhe é que quando você captura um ovo, precisa passar alguns dias de exploração para que eles choquem, então até lá você no máximo sabe qual raça o monstro é, não exatamente qual está ali.

Produção de frutas

Essa árvore falante produz frutos de acordo com as sementes que você oferece a ela. Combine dois tipos de sementes e espere passar alguns dias de exploração para que os frutos estejam maduros o suficiente pra colheita.

Frutas em formato de cara de gatinho e foguetes, só coisa de jogo mesmo XD

Quando estiverem prontos, basta pega0los dos galhos e colocar na caixa pra receber o item. A quantidade de tempo pra o amadurecimentos dos frutos varia do tipo e do fluxo de mana que está na casa. Caso o fruto ainda não esteja maduro, a árvore te da um aviso.

Oficina

Oficina completa

Na oficina você cria equipamentos e outros utensílios pros combates do jogo, temos 3 salas distintas:

  • Forja;
  • Oficina de instrumentos;
  • Oficina de Golems.

Todo equipamento criado ou alterado pelo jogador fica com essa marca pra identificar no jogo.

Na Forja você pode criar ou melhorar equipamentos, deixando tudo do jeito que você prefere.

Pra criar equipamentos, simplesmente escolha o tipo de equipamento que deseja criar e o material. A força do equipamento depende do material escolhido.

Já na melhora você acrescenta novos materiais no equipamento, que pode aumentar o dano ou defesa, como também alterar os elementos deles.

Já na Oficina de Instrumentos é aonde você cria os equipamentos que são utilizados tanto pra magias como para agradar os espíritos elementais do jogo.

Na hora de criar o instrumento, você decide qual será o tipo criado, o material e a moeda elemental. Enquanto o material determina a força do instrumento, a moeda elemental determina qual tipo de magia o instrumento terá.

Já na Oficina de Golems você pode criar até três deles, mas só é possível levar um deles pra batalha. O primeiro passo é criar o corpo dele, pra isso você usa 1 arma (que determina os tipos de ataque que ele utilizará) e 3 equipamentos de defesa (que determina defesa e HP dele).

Depois você precisa criar blocos lógicos a partir de 2 equipamentos e equipa-los no Golem para que ele funcione. Esses blocos determinam algumas funções dele, como alguns ataques e respostas aos inimigos.

Menu

O menu do jogo é bem simples, varia um pouco dependendo do seu time, mas no geral mantém o mesmo padrão.

Protagonista

Legend of Mana_20210622210606

Na área do protagonista você pode alterar os seus equipamentos e técnicas.
Na parte de equipamentos você pode equipar 1 arma e 3 armaduras, que pode variar a disponibilidade dependendo do que você equipar.

Todos as caracteristicas dos personagens são mostradas por símbolos, então fica mais fácil explicar aqui:

SímboloDescrição
ForçaNível de força dos ataques físicos
DestrezaNível de força das técnicas
DefesaNível de defesa física
MagiaNível de defesa mágica
ConstituiçãoAfeta HP e resistência a veneno
MenteDefesa contra status negativos
CharmeTempo de duração dos efeitos negativos
SorteFrequência que inimigos deixam itens

Na parte de técnicas você pode equipar 2 habilidades básicas, como defesa, pulo, entre outros. Você aprende novas habilidades conforme avança no jogo e utiliza essas habilidade em combinações certas

Na parte te técnicas especiais você pode equipar até 4 técnicas especiais relacionadas a arma que você está equipado no momento ou instrumentos que lhe permite usar magias durante os combates. O aprendizado das técnicas especiais varia das habilidades básicas que você tem.

NPCs, Monstros e Golenms

Pros NPCs, Monstros de estimação e Golems, você consegue apenas visualizar as suas técnicas e caracteristicas, não é possível altera-las. Repare que tem uma informação marcada como Synchro Effect. Cada personagem tem uma diferente e elas ativam durante o combate, então escolher o seu aliado, conforme a possibilidade, vai te facilitar bastante a vida.

Armas, Armaduras, Instrumentos e Itens

Nessas abas você simplesmente tem acesso as informações dos itens do seu inventário, sendo que nesse jogo não existe itens de cura a partir do menu, então essa parte fica só para verificar certas informações pra montar as suas estratégias.

Diário

Aqui fica as anotações de todas as quests que foram iniciadas e terminadas, sendo essas ultimas marcadas com o símbolo . A informação é bem vaga, mas já da pra saber o que está em aberto.

Tipos de armas

O protagonista do jogo pode mudar pra qualquer uma dos 11 tipos de armas do jogo, podendo variar o estilo de luta ao gosto do jogador. No geral cada arma tem suas próprias técnicas, mas algumas são utilizáveis em mais de uma categoria, o que facilita um pouco na hora de mudar pra outros estilos. Segue uma lista rápida de cada categoria:

  • Facas: Armas duplas rápidas e de curto alcance, com uma sequencia razoável de ataques;
  • Espada: Armas balanceadas na velocidade e alcance do ataque, recomendada pra aqueles que não estão acostumados com o jogo;
  • Machado: Um pouco mais lentos que as espadas, mas com um dano maior;
  • Espada de duas mãos: Mais fortes e pesadas que a espada de 1 mão, tem menos ataques sequenciais e são mais lentas;
  • Machado de duas mãos: Mesmo estilo que a espada de 2 mãos, são mais fortes e lentas que a sua versão pra 1 mão;
  • Martelo: Ele fica num meio termo entre as espadas e machados, tem uma velocidade razoável, mas é mais lenta que a espada;
  • Lança: São mais fracas que espadas, mas tem uma sequencia de ataques grande e um alcance grande nos seus ataques;
  • Cajado: Tem sequencias de ataque e alcance igual ao da lança, tem uma velocidade um pouco maior, mas são mais fracas;
  • Luvas: Usadas pra combate de curto alcance, tem uma boa velocidade, quantidade de combos e dano pra compensar o curto alcance;
  • Mangual: Tem uma bom alcance e velocidade de ataques (além de estiloso), só são mais fracos que as luvas;
  • Arco: Única arma de longo alcance do jogo, são relativamente fracas, mas garante na segurança pela distancia dos seus ataques;

Exploração

A exploração é bem simples e direta, após colocar os artefatos e criar as cidades e dungeons, basta selecionar pra onde quer ir que o personagem anda até lá. A cada peça andada passa 1 dia, enquanto na exploração geral não afeta em nada o dia que ocorre, existem sem uma variação em alguns pontos e essa passagem de tempo afeta a produção das frutas na sua casa.

Nas cidades você navega inicialmente pelo mapa geral, aonde cada ponto é uma local da cidade e em algumas cidades também tem dungeons internas.

Nas cidades e dungeons você conversa com os NPCs pra ativar as missões. Não existe indicação aparente e muitas delas tem pré-requisitos específicos pra inicia-las, então você precisa retornar em todos os pontos com frequência.

Quando uma missão é iniciada, aparece o nome dela na tela (e no seu diário também). Existem 3 grandes arcos principais na história, mas não vou entrar em detalhes deles pra não estragar nenhuma surpresa, mas da pra identifica-los por terem símbolos próprios, como o da imagem.

Você também pode comprar e vender itens nas lojas das cidades, pena que não tem como organizar o seu inventário, dai dificulta um pouco pra achar o que você quer vender, apesar que pelo menos equipamentos ficam no topo.

Em alguns locais, você encontra os ovos dos monstros. Pra captura-los, basta deixar comida pra eles (dá pra deixar até 5), ficar fora da área de visão do ovo e esperar ele comer a isca. Caso ele goste dela, vai aparecer um coração em cima dele e quando estiver cheio, uma exclamação aparece. Assim que aparecer essa, capture ele e o pelicano vai levar o seu ovo para o rancho aonde dentro de alguns dias chocará.

Assim como os ovos, você também tem a chance de encontrar algusn dos espíritos elementais da Mana. Aqui, você precisa tocar musicas para eles escolhendo alguns dos seus instrumentos e o tipo de melodia que usará pra atrai-los. Caso gostem da musica, ele se aproxima de você. Assim que estiver bem próximo, pare a musica e pegue ele antes que suma. Se tudo der certo, o espírito deixara 3 moedas (variando entre prata e ouro) do seu elemento, que são utilizadas pra criar novos instrumentos.

Batalhas

As batlahas ocorrem em pontos específicos do mapa, geralmente você consegue ver os inimigos, mas não é possivel evita-las ou fugir delas.

As batalhas são simples, você tem controle do protagonista dentro da área de batalha, conseguindo desferir combos com o ataque básico e pesado da arma escolhida. Repare que a vida do personagem tem um 100%. Aqui não é mostrado a quantidade de HP em números, mas da pra ter uma ideia pela porcentagem.
Também não existe menu pra usar itens de cura, então caso queira recuperar do dano, você precisa ficar parado por um tempo pra recuperar vida aos poucos. Existe habilidades básicas que te ajudam nisso.

Conforme você ataca os inimigos, a barra de especial carrega e assim que ela estiver totalmente carregada, você pode usar um dos especiais da arma que você deixou preparado. Eles demoram um pouco pra acionar, então é bom planejar bem o uso. Pelo menos enquanto carregam você fica invencível, mas também não tem como cancelar o uso.

Já o uso de magias, com os instrumentos equipados, não precisa da barra, mas você precisa segurar o botão de ativação enquanto o personagem carrega e mostra a área de efeito da magia. Caso você seja atacado durante a carga, precisa carregar novamente.

O seu time pode ter:

  • O protagonista;
  • 1 NPC;
  • 1 monstro OU 1 Golem.

Repare que tem um raio entre o avatar dos personagem. Isso indica que o Syncro Effect está ativo, pois eles estão perto o suficiente um do outro pra ativar.

Caso tenha esquecido os comandos que você deixou especificado no controle, basta pausar a batalha e apertar os botões que mostra qual comando está nele. Nessa parte também mostra o nível dos inimigos.

Caso algum personagem morra, mas ainda tenha outro vivo, basta esperar a barra de vida dele carregar toda que depois de um tempo ele volta pra combate (isso funciona até para o protagonista). Agora caso todo morram, dá game over e você pode reiniciar desde o ultimo ponto antes da batalha ou voltar pra a tela título do jogo.

Quando você derrota um inimigo normal, ele pode deixar cair:

  • Um saco com um item;
  • Uma bala ou chocolate que recupera HP e tira status negativos;
  • Moedas;
  • Cristais que dão experiência pros personagens.

Chefes, quando deixam algo, é sempre um baú com cristais e moedas grandes. Qualquer personagem pode pegar esses itens.

No final da batalha, além de recuperar todo o HP, você tem a chance de aprender técnicas baseado no que você está equipado, tanto na parte de habilidades básicas como para os especiais.

Extras e Adições do Remaster

Depois que você fecha o jogo pelo menos uma vez, libera o New Game + direto do save que você cria na finalização. Nele, todos os seus status, equipamentos e pontos da casa já estão liberados, mas todo o mapa geral tem que ser liberado novamente. Outro detalhe é que você pode escolher entre duas novas dificuldades, pra aqueles que acharam o jogo base muito fácil e querem mais desafio é excelente.

Como no jogo original, você pode usar outros saves em parceria com o que você está jogando, podendo usar o protagonista daquela partida ou vendendo equipamentos entre eles.

Só que, pelo menos na versão para o PlayStation 4, infelizmente isso só é possível para saves NO MESMO PERFIL, então não tem como pegar save de um conhecido (mesmo que esteja cadastrado no console) pra jogar junto o trocar equipamentos. Se isso é um bloqueio do sistema, não tenho como dizer.

Em um ponto do jogo você encontra o Coliseu. Ao contrário da maioria dos jogos, esse daqui é pra enfrentar o seu parceiro. Você pode enfrentar ele sendo controlado pela AI ou pelo 2º jogador. É aqui que você coloca a prova qual sabe jogar mais haahhaha.

No remaster, além de trazer as melhorias gráficas e os novos arranjos, também adicionaram:

  • Salvar em quase qualquer momento;
  • Acertar a qualquer momento o uso do segundo jogador;
  • A possibilidade de jogar o mini-game “Ring Ring Land”;
  • Desativar as batalhas dos cenários (as de chefes ainda ativam);
  • Soundtest pra você curtir as musicas do jogo;
  • Coletânea com algumas artes antigas e novas do jogo.

Um ultimo detalhe, no original existiam uns extras dentro do jogo caso você tivesse um save do SaGa Frontier 2, Chocobo Racing e Final Fantasy 8 no memory card.

Pros dois primeiros, como não temos um port deles (pelo menos não ainda), esses especiais já estão destravados, bastando ir no ponto necessário (isso eu vou deixar pra você descobrir se você não jogou o original). Agora para o especial do Final Fantasy 8, como eu não tenho ele pra testar aqui, não posso garantir seu funcionamento, mas pelo menos pra mim não apareceu.

Ring Ring Land

Na época do PlayStation 1, foi lançado um periférico chamado “Pocketstation“, mas ele ficou apenas no Japão. Ele seria pra receber saves de jogos compatíveis e rodar um mini-game especial nele. Legend of Mana era um desses jogos, sendo ele o Ring Ring Land.

Nesse mini-game você envia um dos seus monstros de estimação para explorar essa região, conseguindo materiais novos e evoluindo também.

Ele lembra muito aqueles jogos de tabuleiro aonde você jogava um dado e andava as casas que deu no dado. No lugar do dado você tem uma roleta com números de 1 a 6.

Se você cair numa casa vazia, terá que enfrentar um monstro e tirar um número maior do que o dele pra não perder vida e ganhar experiência.

Agora caso caia numa casa com algum símbolo, você pode receber tesouros que serão transferidos posteriormente pro seu jogo principal, além de outros bônus.

A partida termina depois de dar a quantidade de voltas que você marcou no começo da dela (no máximo 3 voltas) ou perder todas as vidas.

Outras Mídias

Capa do primeiro volume

De 2000 a 2003, foram lançados alguns volumes do manga de Legend of Mana, seguindo o protagonista masculino (chamado Toto aqui) nas suas aventuras pelo mundo de Mana. Pra quem gosta de manga e da série, vale a pena dar uma olhada nele.

Novo anime a caminho

E outra notícia agradável para os fãs, dia 27/06/2020 foi anunciado um anime do jogo com o título “Legend of Mana: The Teardrop Crystal“, que será produzido por Graphinica e Yokohama Animation Lab irão produzir o anime. Você pode acompanhar mais notícias dele nesse link.

Ainda não temos muitas informações do enredo, mas só pelo título já da pra saber que envolverá um dos 3 arcos principais da história, que conta sobre os Jumis, raça de humanoides que tem seus poderes e vida centralizados nos seus núcleos em forma de jóias.

Conquistas

Por causa de 1 missão não saiu o de todas elas, dai eu faço posteriormente

Com um jogo com tanto conteúdo, já era de se esperar que a lista de conquistas seria enorme e trabalhosa, tendo que fazer praticamente tudo dele. Entre as mais trabalhosas temos:

ConquistaDescrição
Fingers in Every PieFechar o jogo depois de fazer todos os eventos
Ardent AgriculturalistProduzir todas as frutas do jogo
Master-at-ArmsAprender todas as técnicas
Thirst for KnowledgeCompletar toda a enciclopédia

Conclusão

Tanto para os novatos como para os veteranos da série, Legend of Mana Remastered é um jogo super agradável de se jogar, com artes e musicas excelentes.

A parte gráfica, como falei durante o review, pode demorar um pouco pra acostumar, já que a diferença entre o cenário e os sprites está bem visível, mas não é algo que vai realmente atrapalhar a diversão do jogador, principalmente se ele gosta de gráficos em pixel art.

As músicas, tanto nas originais como nos novos arranjos, são sensacionais, é uma OST que marca do começo ao fim, literalmente não tem como não gostar dela.

A parte da jogabilidade não teve muita mudança do original, mantendo o estilo de combate sem adições, apenas adicionando opção de salvar em quase qualquer momento, além do save automático, algo que vai ajudar demais na partida.