Review / Tutorial de My Hidden Things

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Big Way (versão PS4/PS5)

Distribuidora: Big Way
Produtora: Six Dots
Plataforma: PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series X / Xbox Series S / Switch / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2020 (PC) / 2021 (consoles)

My Hidden Things é uma mistura de visual novel com puzzle, mais precisamente dos subgêneros objetos escondidos e merge*, sobre Xary, uma entidade que tenta entender os humanos controlando seus sonhos e modificando suas vidas.

* O subgênero merge é famoso no ambiente mobile, consistindo em juntar objetos para criar outros

Xary observa quais pessoas podem ser ajudadas através de seus sonhos

Xary pede a sua ajuda para organizar os sonhos de indivíduos, o que irá afetar suas vidas.
Ao todo são 10 histórias, divididas em alguns capítulos:
– Ofélia, uma mulher que sofre abuso doméstico;
– Alpinista, um homem que busca superar seus limites escalando montanhas;
– Jovem Mia, uma menina que precisa lidar com a doença de seu pai;
– Nick e Toby, um homem e seu cachorro que se separaram;
– Diana, uma mulher que espera pelo seu amador Andrew desde a formatura, mas começa a lidar com memórias suas até então desconhecidas;
– Harry, um mágico que se vê contagiado negativamente pela própria fama;
– Elina, uma jovem que perdeu o movimento das pernas em um acidente, mas sonha encontrar um grande amor;
– Timóteo, um homem que se torna motorista de caminhão após falir, passa a percorrer as estradas do país após ser abandonado pela mulher e o filho, ele dará carona para um estranho…
– … Vitor, um sujeito suspeito que pegou carona com Timóteo;
– Maria, um artista teatral que deseja interpretar Cleópatra, mas tem seu sonho frustrado quando o papel é entregue à sua colega, Íris.

O Alpinista em momento reflexivo

Enquanto metade das histórias é contida em si própria, outras possuem curiosas ligações que aos poucos vão sendo reveladas.
Ao ajudar os humanos, Xary passa a experienciar seus anseios e medos através de seus sonhos.

Xary pode fazer algumas escolhas duvidosas de sonhadores para ajudar…

Apesar de curtas, as histórias possuem um excelente roteiro, com profundidade e dramaticidade.
Os temas explorados são pesados, mas realistas, mostrando problemas reais do cotidiano.

Nick sonha reencontrar Toby, seu cão de estimação

A mecânica se dá através do achado de partes dos objetos pedidos por Xary, que precisam ser combinadas com outros objetos para formar os itens em questão.
Muitas vezes apenas parte de um objeto é necessária para a fusão, por exemplo um brinco que se torna uma alça de xícara.

Um exemplo da mecânica de fusão e movimento


Embora a ideia inicial pareça bem simples, o uso de branco e preto nos desenhos e o movimento em certas cenas, torna a observação mais atenta bastante necessária; um exercício de imaginação para decifrar quais partes de objetos combinam entre si.
Os personagens e objetos possuem carisma… objetos com carisma? Então, há objetos e “objetos”, como pequenos personagens e mesmo nuvens e árvores com rosto.

Rostos em objetos são comuns no título

A trilha sonora possui um estilo leve, relaxante e que remete ao tema dos sonhos.
Embora bela, a característica onírica pode trazer relaxamento extra ao jogador, dada a natureza do título, então não jogue com sono!

Negue o pedido de Xary para ganhar um troféu… e ignorar os sonhos humanos!

A platina é simples, consistindo em negar o pedido de ajuda de Xary e completar as diferentes histórias.

RESUMO DA ÓPERA:
My Hidden Things é uma curiosa mistura entre visual novel e puzzle (de objetos escondidos e merge).
A profundidade de roteiro contrata com os personagens leves, possuindo traços caricatos ao estilo de livros infantis… mas com vidas complicadas.
A trilha sonora traz relaxamento e embebe a experiência de um clima sonhador.
A correlação entre algumas tramas pega o jogador de surpresa e a mecânica de merge é bem integrada ao roteiro, com algumas estranhas combinações de objetos ou a transformação dos mesmos em outros, carregada de significados próprios ao personagem em questão.
Um puzzle diferente, com um clima leve e pesado simultaneamente, imbuído de uma profundidade que não parece pertencer ao universo do jogo à primeira vista.