Review / Tutorial: Super Meat Boy Forever

Confesso que quando conheci Super Meat Boy, fiquei estático pela idéia interessante de um rusher plataforma hardcore, isso porque você deve salvar a Bandage Girl no menor tempo possível para obter um ranking admirável…
Isso sem contar o fator platina, onde você deverá cumprir as fases sem morrer….
Ocasionalmente, o jogo se tornou uma referência em desafio hardcore para completionistas e caçadores de troféus e conquistas…….

Entretanto, o anúncio de Super Meat Boy Forever em 2018 me deixou um tanto quanto curioso, pois simplesmente achei que seria o mesmo jogo com algum extra… ledo engano meu, pois à cada nova informação divulgada e o primeiro trailer mostrado, ví que não era nada do que eu pensei…

Lançado inicialmente para Nintendo Switch e PC (pela EPIC GAMES STORE) em 2020 e 2021 para as demais plataformas (Playstation 4 / 5, Xbox One / Series S|X, Mobile e PC na Steam), vamos então analisar o que tem de diferente do jogo original e se a Team Meat se superou mais uma vez em causar um desafio hardcore para os jogadores????

Cópia cedida para review pela Team Meat, versão Playstation 4

Sim, o trailer é do primeiro lançamento

Nome: Super Meat Boy Forever
Gênero: Plataforma (Subgênero: rusher, hardcore, roguelike)
Desenvolvedora: Team Meat
Distribuidora: Plan of Attack / Team Meat
Plataformas: Nintendo Switch, PC, Playstation 4 / Playstation 5, Xbox One / Series S|X, Mobile
Lançamento: 2020 (23 de dez, NSW, PC EPIC STORE) / 2021 (16 de abr Playstation, Xbox, PC Steam, Mobile)
Mídia: apenas Digital até o momento do review.

Para mídia física, houve anúncio da Limited Run Games para seus prints limitados da versão Nintendo Switch e Playstation 4, porém ainda não há uma data específica…

Tela Título

História / Enredo

A história certamente terá mais proveito sendo mostrada via vídeo, perante o carisma sutil dos personagens e da forma que a história é contada…
Cuidado: Dr. Fetus é mal educado

Gráficos

Um dos fatores notáveis, comparado com seu antecessor, é o gráfico, que deixou de ser um pixel art e virou um jogo cartoon, totalmente desenhado e com gráficos mais coloridos e variantes no seu cenário. Os efeitos ficam por conta da tonalidade das cores em suas paletas, dando a impressão de efeitos variantes de luz.
O jogo conta com sequências animadas, com pitadas sutis de humor em suas cenas.

Som / OST

O jogo conta com a dublagem do narrador sendo feita por Richard “Wiggly” Check, a trilha sonora por Ridiculon (The Bind of Isaac, Blade Strangers, Cave Story e The End is Nigh) com suporte adicional de Adam Gubman e a sonoplastia por Power Up Audio (Darkest Dungeon, Crypt of Necrodancer, Celeste, Darksiders Genesis)…

Jogabilidade

Talvez um dos pontos que diferem totalmente do seu antecessor…
SMBF é um jogo runner hardcore, onde o personagem irá correr desesperadamente para frente ou para trás perante a mecânica aplicada que veremos no tutorial, porém tudo feito apenas com um botão de ação
Logicamente a jogabilidade frustrante com pontos precisos para parkour estão presentes… hahahaha

Esquemático mais que completo, até os comandos do menu estão inclusos hahaha

Sistema de Jogo

Um Mundo Menor, porém nem tanto…

Ok, começando agora a parte específica de o que mudou no jogo…
Obviamente o “Forever” do título não é uma palavra ali sem algum motivo aparente…
Sim amiguinhos, ela tem um sentido, o jogo se tornou um procedural, ou seja, os mundos do jogo serão criados aleatóriamente através de 7000 combinações possíveis, ou seja, ao iniciar o jogo, ele irá mostrar o “gerador de mundo” e a combinação usada:

Porém, o quesito de “memorizar os níveis” presente no seu antecessor pode ser mantido aqui, uma vez que após a criação do mundo você ficará com esse design fixo no seu slot de save, mas é óbvio que tudo dependerá de sorte ou azar, conforme a criação do design do jogo.. (afinal temos 7000 combinações pra tentar hahahahahaha)

Por outro lado, o caso de ter 7000 combinações fez com que os mundos em questão tivessem menos fases na sua extensão, sendo 6 fases de mundo + 1 batalha de boss. (Enquanto no antigo eram 20 fases normais e 1 Boss, na maioria dos seus mundos)

As fases de bosses porém são desbloqueadas apor completar um número específico de fases em cada mundo.

“Nugget está em outro castelo”… oh wait

Começando as fases, você notará que Meat Boy irá correr automaticamente para frente, isso é o fator runner do jogo, porém necessita de uma percepção maior para poder completar as fases e passar as diversas armadilhas:

A mecânica de parkour no jogo é fundamental, é inevitável as mortes logo de início por desconhecer as fases geradas (até então) e ter de perceber as diversas brechas para a melhor performance nela… mas isso é algo que mostrarei mais pra frente.

Entretanto, neste jogo, Meat Boy não conta apenas com a precisão em desviar das armadilhas para chegar até sua filha Nugget… dessa vez há inimigos, obstáculos que precisam ser quebrados / espancados para poder chegar ao seu objetivo:

O soco entretanto funciona como uma espécie de “dash” pros seus pulos, já que a função dele é impulsionar você pra frente por alguns segundos para alcançar plataformas distantes.

E por ser um runner, com parkour, obviamente você também deverá aprender à “cair” na hora certa…
Observe que o mergulho também serve de ataque.

Além de deslizar…

Porém o agachamento deve ter cuidado, pois ele serve de ataque por apenas alguns segundos, sendo necessário uma nova derrapagem para atacar inimigos posteriores:

Note que no segundo gif, o Meat Boy recolhe os punhos, se encostar no inimigo nessa condição, quem morre é você, o que dá a entender que o timing de ataques deverá ser controlado.

Ainda na mobilidade, contamos com o wall jump:

Claro que a parte de mobilidade já era presente no jogo anterior, com exceção dos socos e o fato de que você tinha total controle de direção com o personagem, o que não é o caso nesse…
Observe o pequeno objeto amarelo ali:

Ele é responsável pela mudança de direção, sendo ativado pela parte superior.
OBS: o wall jump também causa a troca de direção, obviamente.

Conforme avançar na fase, a barra inferior de progresso vai indicando sua distância do ponto onde Nugget está…

Para chegar até lá e Dr. Fetus atirar ela para a próxima fase….

Com isso você verá o julgamento do seu resultado e a nota obtida na fase:

20 segundos à mais… 🙁

Note que basicamente os resultados se consistem nas comparações do seu tempo com o tempo estimado de perfect run, além do total de mortes nas fases. O que dá uma margem mínima de erros, mas com alguns fatores:

  • o contador de tempo indica quando você está adiantado / atrasado com relação ao tempo recorde.
  • o contador reseta em cada checkpoint alcançado, que são vários durante as fases, sendo registrado apenas na troca de pontos das fases.
  • treine bastante o seu parkour e tenha 0% de erros para uma nota invejável (aka rank S)

Extras

Assim como seu antecessor, o jogo ainda conta com alguns itens extras durante a sua jornada, vamos à eles:

Bicos da Nugget

Em alguns pontos da fase você irá encontrar os coletáveis, como os bicos de nugget são chamados de pacificadores
Porém há algumas particularidades nos coletáveis como tempo de coleta ou simplesmente lugares difíceis de alcançar (e outras surpresas hahahaha).

Warpzones

São fases “bônus” com algum desafio específico…
Geralmente são difíceis da mesma forma de desafio que o jogo normal… hahahahha

Os Warpzones são “perceptíveis” pelas falhas de programação na tela, se algo ficar alterado, tem um warpzone próximo.

Alguns warzpones são referências à diversos jogos, perceba Mortal Kombat e um dos personagens de Binding of Isaac:

Porém, todas as referências terão mecânicas do jogo, no caso do “Test Your Mighty” do Mortal Kombat, deve-se encher a barra usando a miniatura do Meat Boy dentro dela:

Light / Dark

Pra quem jogou o antecessor já conhece esse detalhe, mas caso você não saiba…
Trata-se de dois lados das fases, onde o DARK é um nível acima das fases na versão LIGHT (sim, o hardcore do hardcore)…

Para desbloquear o mundo das trevas, você precisa tirar Rank A+ em cada fase…
Como podem notar, a fase 1 está com cadeado, enquanto a 2 está liberada.

Outras surpresas

Claro que há outras coisas, mas ficarão de fora do review / tutorial para sua própria experiência…

O treinamento leva à perfeição…

Como comentei anteriormente, as fases possuem “brechas” que podem servir de caminhos alternativos nas suas “runs”. O domínio de cada fase dependerá da percepção de cada jogador, do mundo gerado, da habilidade…

Além disso, essas brechas não envolvem apenas o caminho para o menor tempo possível, como também para achar os coletáveis e os warpzones…

Entretanto, algumas dessas brechas também servem para sobreviver, ou seja, algumas partes das fases não irão lhe causar morte instantânea, e sim um tempo considerado para sobreviver e encontrar algum ponto de segurança, tendo o indicador acima do Meat Boy.

Há outros fatores que irão precisar de interatividade e “descer a porrada”, mas isso deixo pra você ter a experiência ao estar jogando.

Além disso, há alguns personagens jogáveis para desbloquear, da mesma forma que o jogo anterior. Cada personagem terá uma habilidade específica ou uma vantagem específica com relação à outros, e você desbloqueia coletando os bicos da Nugget…

Sobre o sistema do jogo é isso…

Troféus / Conquistas

Dificuldade: 10/10

Sim meus queridos, o domínio do jogo e a platina continuam extremos…
Mantendo o mesmo nível do jogo anterior, você deve de forma resumida, terminar o jogo achando todos os coletáveis e warpzones, desbloquear todos os personagens, terminar ambos os lados das fases (Light e Dark)…. e claro… SEM MORRER.

Considerações Finais

Graficamente o jogo teve um salto interessante e bem aplicado, na minha opinião. Largando um pouco o pixel art e lidando com gráficos mais desenhados e cartoonescos, combinaram perfeitamente com a arte e as animações (que já tinham no outro jogo).
É inegável o carisma do jogo no humor sutil que ele tem.

A trilha sonora continua sendo um ponto forte, com músicas proveitosas de se ouvir, mesmo que morrendo seguidamente. O fato do jogo ser dublado apenas pelo narrador mantém a opinião de que se os personagens falassem, estragaria as cenas, tendo em vista que o narrador tem a sua personalidade de acordo com o jogo, mantendo assim a mesma qualidade que foi com The Binding of Isaac.

A performance do jogo foi satisfatória no PS4 FAT, não tendo crashes repentinos e variações de framses durante sua jogada, independente do tempo que estava sendo executado ou na necessidade de mexer nos menus do console.

A progressão de desafio do jogo é notável, mesmo sendo considerado um hardcore, você notará que é possível piorar o que já é ruim (no bom sentido da dificuldade), pois as fases irão implementar diversas mecânicas que irão desafiar o seu timing e raciocínio em qual caminho seguir…
Entretanto, alguns podem achar “cheap” o fato do personagem morrer se ir para fora da tela no sentido contrário (ou seja, ir pro lado esquerdo), mas lembre-se que é um jogo com proposta runner / rusher.

A duração do jogo achei de ótimo tamanho, dando um leque maior para possibilidades na criação de fases, com um número menor para se cumprir, com batalhas de chefes criativas, da mesma forma que o jogo anterior, pelo menos até onde joguei.
Até soltar o review, parei no terceiro mundo, então ainda tenho alguns pra enfrentar, mas como sei que tem potenciais amantes da franquia, resolvi já soltar o texto antes de terminar ele hahahaha.

Super Meat Boy Forever foi uma continuação curiosa e que se mostrou (para mim) como uma evolução, e não apenas “mais um jogo hardcore do famoso jogo hardcore”, trazendo uma proposta diferenciada e que as mentes por trás da Team Meat são criativas ao ponto de talvez ter um terceiro jogo embasado em… cooperativo talvez?????
Não preciso dizer que o jogo é focado em jogadores que se sintam desafiados e que gostam de sofrer, perante um controle que irá testar seus nervos e a integridade dos seus equipamentos.

Se você gostou do jogo anterior e queria saber se este irá te trazer desafios novos… vai na fé, se não for jogador do perfil comentado antes… passe longe deste título, pois o foco aqui é o nicho dos jogadores que gostam de um desafio.

E você??? Pronto pra passar pelos desafios, enfrentar os chefes e recuperar Nugget ??????

Um comentário