Review / Tutorial de Ultra Goodness 2

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Ratalaika (versão PS4/PS5)

Distribuidora: Ratalaika Games
Produtora: Rasul Mono
Plataforma: PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series X / Xbox Series S / Switch / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2019 (PC) / 2021 (consoles)



Direto ao ponto, sem muito tempo para roteiro, UltraGoodness 2 é um dual stick shooter/bullet hell rápido e brutal.

O tipo de notícia que acaba com o dia de qualquer um

Você enfrenta hordas de monstros e demônios enquanto atira raios e desvia de armadilhas, pegando power ups e usando especiais para limpar as telas.
Cogumelos assassinos, coelhos insanos, demônios armados com metralhadoras, a variedade (e bizarrice) dos inimigos é alta, bem como a sua quantidade na tela.

Ok, são apenas coelhos assassinos, por um momento temi por um novo Rabbids da UbiSoft


As lutas contra chefe possuem arenas limpas, sem obstáculos.
Aqui é onde o elemento bullet hell surge com força, com chefes disparando rajadas em múltiplas direções, pedindo mais atenção na esquiva.

Curioso, por que a luta contra o chefe é nesse cenário tão limpo?

Os disparos começam com rajadas laser na mesma direção, tanto do personagem principal quanto de seu gato voador, mas podem ser comprados upgrades com as gemas derrubadas pelos inimigos, aumentando cadência e direção dos tiros.

Ok, agora eu entendi PORQUÊ!!!

No canto inferior esquerdo, dois contadores mostram o tempo de recarga para as bombas (em formato de abóbora ao estilo Halloween) e o ataque Armageddon, onde marcadores podem ser postos no cenário para grandes explosões.
Power Ups espalhados pelas fases concedem bônus temporários, como escudos protetores, múltiplas bombas ou tiros em 360º simultâneos.

Ação caótica e rápida!


Os cenários variam entre florestas, desertos e planícies nevadas.
Há diversas armadilhas espalhadas, como canhões disparando tiros, espinhos metálicos saindo do chão, plataformas pressionáveis que ativam explosões, etc.
Nenhuma das armadilhas é propriamente escondida, mas o caos dos disparos e da velocidade do jogo faz com que se torne mais fácil cair nelas.

Demônios cavaleiros e demônios… faz de metal?


O gráfico de UG2 é colorido e simples, o que ajuda a não poluir demais a tela.
Restos de corpos dos inimigos e sangue espalham-se pelos cenários, entremeados por explosões, chuvas de tiros e hordas de inimigos vindo direto na sua direção.

Upgrades temporários como o escudo ajudam a aumentar o combo


A trilha sonora com temas mais eletrônicos é caótica e veloz como o título, um tanto quanto repetitiva, mas acaba ajudando a colocar o jogador em estado de nirvana para localizar-se em meio à destruição.

A matança continua em UltraGoodness 2, sempre em nome do bem!


A platina consistem em completar os níveis do 1 ao 7, comprar um dos upgrades do gato, matar 25, 50, 100, 250, 500 e 750 inimigos, além de executar os combos Deadly, Cruel, Brutal e UltraViolence (indicados no canto superior direito).


RESUMO DA ÓPERA:
UltraGoodness 2 é um dual stick shooter/bullet hell sem muita enrolação, com diversão rápida e simples.
A dificuldade crescente, especialmente nas lutas contra chefes, alia-se à variedade de cenários e inimigos, mantendo o interesse do jogador.
A violência exagerada é balanceada com personagens caricatos e divertidos, em gráficos simples e coloridos.
Uma boa pedida para quando você só quer relaxar e matar indiscriminadamente