Review / Tutorial: Balan Wonderworld

Um dos anúncios com mais hype no ano de 2020, foi o de Balan Wonderworld.
O que não é à toa, pois Yuji Naka e Naoto Ohshima estariam por trás do desenvolvimento.
Para quem não sabe quem são, Yuji foi o programador de Sonic, Nights e Phantasy Star Online, e Naoto foi o designer dos personagens Sonic, Robotinik (Eggman) e Nights. Sendo esse último uma referência notável logo no seu trailer, pois relembra muito o design e arte dele…

Yuji atualmente está trabalhando na Square Enix desde o ano de 2018, sendo o diretor do jogo, e Naoto sendo o vice presidente da Arzset,que foi co-desenvolvedora do jogo juntamente com a Balan Company, subsidiária da Square Enix onde Yuji lidera.

Desde 2018 em desenvolvimento, cada parte do desenvolvimento teve uma certa dedicação como estudo teatral, composição da trilha sonora, entre outros. Vamos então analisar e ensinar como ficou o jogo, e ver o que as saudosas e grandes referências do entretenimento trouxeram para nós?

Cópia cedida para review pela Square Enix, versão Playstation 4 / Playstation 5

Nome: Balan Wonderworld
Gênero: Plataforma (subgênero: puzzle, coletaton)
Desenvolvedora: Balan Company / Arzest
Distribuidora: Square Enix
Plataformas: Playstation 4 / Playstation 5, Xbox One / Xbox Series X|S, Nintendo Switch, PC
Lançamento: 2021 (26 de março)
Mídia: Física e Digital
É possível comprar as versões físicas na Play-Asia por esse link.
OBS: lembrando que quem comprar a versão digital PS4 ganha o upgrade da versão PS5, e no Xbox ganham as versões pelo Smart Delivery.

Tela Título

História / Enredo

Balan Wonderworld ocorre em sua maioria, no Balan Theatre, um reino mágico supervisionado por um ser misterioso chamado Balan. O Balan Theatre aparece quando o coração perde o equilíbrio e se conecta ao Wonderworld.

Um reino que mescla realidade e fantasia criada a partir de memórias e corações. Os protagonistas são duas crianças chamadas Leo Craig e Emma Cole. Porém os dois aparentam ser preocupados.

Ambos são atraídos para o Balan Theatre e viajam por mundos nascidos do coração de adultos e crianças problemáticos. Lance, um ser misterioso que confronta Balan. Traz em seu comando os Negati (de Negativos), que são monstros nascidos da escuridão dos visitantes do Wonderworld.

Leo e Emma tem o dever de purificar os corações e trazer o equilíbrio emocional aos diversos personagens que irão encontrar na sua jornada…

Mas… e quanto à eles mesmos???????

Personagens

Seguindo o modelo do site oficial, vamos aos personagens, assim como seus dubladores:

Emma Craig
Dublada por Lynn

Emma se preocupa com o fato de que as pessoas só são legais com ela quando falam na cara dela, então falam mal dela assim que ela virar as costas.

Leo Cole
Dublado por Shinba Tsuchiya

Vários anos atrás, Leo teve uma grande discussão com seu melhor amigo e, desde então, prefere ficar sozinho, mesmo que há algum motivo para se aproximar de alguém.

Balan
Dublado por Kenichi Suzumura

É o maestro que guia Emma e Leo ao Wonderworld. Quem o vê não se cansa de suas travessuras inesperadas e cômicas. Ele é um artista carismático e apresentador do Balan Theatre. É imprevisível, bem-humorado, gracioso, misterioso e nunca se cansa de seu público.

Lance
Dublado por Takahiro Sakurai

É o nosso antagonista misterioso…
Lance tem a capacidade de transformar habitantes em chefes Nega após sentir as emoções negativas de uma pessoa e invocar os Negati estalando os dedos.

Tim’s
Dublados por Hina Kino

Tims são criaturas denominadas como guardiões dos Tempos Felizes.
Eles nascem da felicidade sentida pelos habitantes do mundo real.
Quando o coração dos habitantes do mundo real se inclina para a positividade, mais e mais Tims nascem. Se o coração das pessoas se inclinar para a negatividade, haverá menos Tims.

Habitantes
Dubladores diversos

Os 12 habitantes são as pessoas que tem seu coração corrompido por algo que aconteceu e que os irritou, magoou, criou rancor, ou simplesmente por serem mimados e problemáticos.
Os mundos que eles vivem pelo seu coração partido de tristeza, montam uma realidade paralela ao seu sentimento de isolamento e ódio, com esse ódio os consumindo, eles se tornam o que chamam de Nega Boss.

Caso tiverem curiosidade, os habitantes também são dublados, então de forma crescente (Mundo 1 ao 12), vou listar os nomes:
Biichi Sato, Natsu Yorita, Miyuki Sato, Takuma Sasaki, Farahnaz Nikray, Yo Taichi, Kunihiro Kawamoto, Yu Shimamura, Shotaro Uzawa, Hiroko Kiso, Ryunosuke Watanuki e Yohei Tadano.

Gráficos

Como motor gráfico, Balan Wonderworld usa a Unreal Engine 4 e Criware, porém com poucos detalhes em aspecto de textura, sendo um formato de design mais cartoon / anime, sendo idêntico ao Nights, como dito anteriormente.
Os efeitos de luz do jogo são constantes e bem saturados, além de uma coloração alta, comum entre os jogos plataformas de visual cartoon e mundos fantasiosos…
Entre as fases aparecem animações CG que contam um pouco de cada história do coração que terá de ser purificado, e consequentemente o motivo daquele mundo estar caótico no interior dessa pessoa.

Som / OST

Por se tratar de uma obra com ambiente teatral, o jogo conta com uma composição orquestral em sua maioria, remetendo à peças teatrais enquanto são narradas nas suas CG’s ou enquanto explora os mundos com os personagens.
Apesar de ser dinâmica, a música de batalha com os Negati é a mesma em sua maioria, com batidas tribais e coral.
Ainda há a performance da cantora Laura Pitt-Pulford.

A composição da trilha sonora do jogo foi feita por Ryo Yamazaki e Hironori Anazawa.

Jogabilidade

O jogo mantém o estilo retro dos jogos de plataforma, com uma jogabilidade simplificada no aspecto de funções de botões, sendo apenas 1 botão de ação e 2 para alternância de roupas.
Em relação ao dinamismo das roupas, é totalmente perceptível o peso entre os personagens, tendo alguns mais pesados, outros mais leves, variando assim a precisão dos controles com relação à sua necessidade.

Um esquema simples e sem dificuldades…

Sistema de Jogo

Uma coisa que devemos levar em consideração aqui, é que Balan Wonderorld tem um formato saudosista na sua aplicação de jogo, sendo uma única função de ação para o personagem. E o fator “coletaton” é predominância do jogo, juntamente com os seus segredos.
Pessoas que estão acostumadas com jogos de plataforma com diversas funções na sua jogabilidade podem ter uma decepção comparado com o que o jogo propõe (afinal de contas estamos falando dos co-criadores do Sonic e Nights), então caso for prosseguir na leitura do review/tutorial, tenha em mente isso.

Isle of Tims

O jogo conta com um sistema de HUB, onde interliga os mundos dos corações que você irá visitar e tentar purificar, essa é a Ilha dos Tims.

Os “mundos” por sua vez são tratados como uma peça teatral, sendo divididos em “capítulos” e em 2 fases como “atos”, e a última batalha com o chefe, aka Nega Boss.
Conforme passar as fases, a ilha irá sofrer alterações, mas isso explicarei conforme você avançar na leitura e voltaremos a falar da ilha.

O símbolo de “firmeza” significa os mundos e fases já concluídas…

A parte de indicações do HUD é simples:


No canto superior esquerdo estão os 3 slots para as roupas que você poderá alternar
Logo abaixo dos slots estão as estatuetas douradas do Balan que você precisa encontrar (detalhes mais para frente do review / tutorial)
Logo abaixo das estatuetas estão as Raindrops coletadas nas fases e as chaves para abrir os cristais.

Isso é igual tanto no mundo que está sendo explorado, quanto no hub, porém no HUB mostram informações adicionais que também comentarei mais pra frente…

Indo atrás dos corações corrompidos

Logo após a introdução, Balan traz os nossos protagonistas para o seu mundo, onde a teoria é ser um mundo maravillhoso e não rancoroso…
Ao chegar no mundo, veremos o nome do conto e o cenário, sendo inclusive alguns sendo corrompidos no momento que tu entra:

A tristeza presente no cenário, deixa espalhado o que chamam de “Raindrops“, essas gotas tem colorações diferentes como amarelo, vermelho, roxo, azul, e por fim, colorida

Guarde essa informação, mais pra frente eu explico.

No decorrer da sua exploração, você encontrará chaves e cristais.
Essas chaves abrem o que chamamos de “Costumes“, que são praticamente as “roupas” das criaturas encontradas DANÇANDO (LOL) no cenário, tentando manter o equilíbrio de alegria perante a tristeza que ali assola (afinal não é a toa que “Balan” e “Lance” ao ser combinado cria a palavra BALANCE)…

Sem a chave você não terá como abrir outras roupas:

Mas isso é algo que você não precisa se preocupar seriamente, pois tanto os cristais quanto as chaves possuem respawn infinito, claro que se você perder a roupa terá de voltar no lugar que lembra que ela está para recupera-la…

As costumes tem habilidades específicas e exclusivas, como dito antes, apenas 1 botão de função, consequentemente a grande maioria das roupas terão apenas 1 tipo de ação / habilidade, a qual é descrita em ser coletada.

Com isso é possível alternar entre 3 costumes equipadas no seu slot, e sim, é possível repetir as roupas nos slots, porém ao pegar mais de 3, a que fica no fim da roleta é retirada.

Perceba o slot expulsando a Cianelétrica

As roupas também são divididas em tipos, sendo ataque, mobilidade, manipulação.
Como se pode imaginar, ataque são roupas que oferecem algum ataque para os Negati.

As de mobilidade é algo relacionado à exploração de caminhos inalcançáveis ou que são de difícil travessia.

Os de manipulação são os que causam algum efeito contrário ao cenário para seu favor.

Porém algumas roupas podem combinar as habilidades…
Por exemplo, as roupas de ataque podem ser fixas no chão, seja por ficar parado, causar investida ou saltar e atacar.
É possível derrotar os Negati’s pulando em cima deles em momentos oportunos com roupas de manipulação ou mobilidade (se tiverem pulo disponível). Porém, se Leo ou Emma estiverem sem algum dos trajes, eles não são capazes de derrotar pulando nos inimigos.

Ao trocar de traje, o personagem brilha por um tempo, indicando assim sua invencibilidade temporária, uma boa forma para desviar de obstáculos ou provável pressão dos inimigos ou chefes…

O camarim tem duas finalidades, ser seu checkpoint e alternar roupas de outros capítulos.
Para ativar a troca de roupas, aperte e segure o botão de ação.

OBS: o checkpoint ativo será sempre do camarim ativado por último, sendo retroativo. Ou seja, se você passar em 2 checkpoints mas voltar pro 1, ativar e cair num abismo, você voltara para o checkpoint 1, o 2 não será ativado.
O número do lado do personagem da roupa é a quantidade de roupas extras que você tem para poder trocar no camarim.

Algumas roupas são bônus esportivos, onde o personagem irá vestir um esporte e você terá 3 chances para conseguir o perfeito e ganhar mais gotas bônus.
OBS: essas roupas são usadas apenas nos bônus

Ainda nas fases, pode-se encontrar Tim Eggs, ao coletar esses ovos, mais Tim’s irão aparecer na ilha e lhe ajudar a manter o equilíbrio.

Os próximo items, “Cartola do Balan” e “Estatuetas de ouro“, falarei mais pra frente…

Agora, voltamos à ilha dos Tims (HUB)…

O equilíbrio de tristeza e felicidade

A necessidade da tristeza e felicidade inclusive já foi retratada no filme “Divertida Mente” (Inside Out no inglês), é o que vemos aqui no jogo, nunca pode ter o excesso de tristeza ou excesso de alegria, sempre terá de ter um equilibrio.

Como comentei antes, as Raindrops de cores diferenciadas tem funções diferentes para os diversos Tim’s que você pode encontrar, e que correspondem à formas e personalidades diferentes. Cada cor é destinada à uma personalidade dos Tims, todos eles se alimentam das gotas.

Tims irão ajudar conforme seu tipo, por exemplo, os vermelhos irão atacar os Negati, os rosas podem encontrar alguns items e trazer pra você, etc…
Tudo isso é notável enquanto jogar

Na ilha dos Tims, você deve ir nos campos de gotas e jogar elas lá para que eles venham comer:

Todos os Tims, independente da personalidade irão comer as lágrimas, porém as cores de lágrimas correspondentes à personalidade do Tim fará com que eles evoluam, e irão crescer em determinado momento:

Percebam a evolução que o TIm até brota ali hahahahaha

Com o Tim evoluído, ele irá indicar que pode fornecer um Tim adicional, lhe concedendo um ovo:

Para isso, você deve pegar um Tim menor e atirar no maior, não há necessidade de ser a mesma cor.

Note que há um contador com objetivos secundários…
O contador é sobre quantas Raindrops foram alocadas para o moinho da ilha, quanto mais Tim’s você tiver, mais serão processadas.
Cada objetivo secundário alcançado irá construir a “Torre dos Tim

O Maestro do Mistério

Por fim, as estatuetas de Balan…
Aqui é onde a progressão e desafio do jogo está presente.

As estatuetas aumentam conforme você avançar no jogo, sendo da seguinte forma:
Mundos 1 – 4 = 6 estatuetas escondidas na fase + 1 bônus
Mundos 5 – 8 = 6 estatuetas escondidas na fase + 2 bônus
Mundos 9 – 12 = 6 estatuetas escondidas na fase + 3 bônus

As estatuetas de bônus estão dentro das cartolas do Balan:

O Bônus consiste em desafios do Balan com sequências que ele irá cumprir, porém o desafio é todo voltado para “timing”, tendo de apetar o botão de ação na hora certa em que a silhueta sincroniza com o Balan:

O outro método é apertar o botão de ação diversas vezes enquanto aparecerem diversas silhuetas indo na direção de Balan.
Conforme progride, o tempo da silhueta irá variar e a janela de tempo para seu comando será mais curta, além de aumentar o número de cenas de 4 pra 6.
OBS: só ganhará a estatueta quando todas as sequências forem EXCELENTE

A importância das estatuetas, o verdadeiro desafio

Você deve encontrar as estatuetas para prosseguir no jogo em uma determinada quantidade.
você libera os novos mundos ao conseguir a quantidade completa, no caso você deve liberar 4 “tiers” de mundos de 3 em 3.
Ao conseguir, o trem de Balan lhe mostrará os novos mundos…

Balan e seu Trem Balan (entenderam??? TREM BALAN LOL)

Como vou ser legal, para você realmente completar o jogo, você precisa encontrar no mínimo 110.

Note que a exploração do jogo é totalmente focada em exploração, puzzle e replay, usando justamente as roupas que você encontrar, as estatuetas terão algumas localizações sendo bem visíveis e outras bem escondidas em alguns casos…

O replay value do jogo nesse aspecto é incontestável para quem realmente quiser fazer tudo, pois uma roupa auxilia a outra nas fases, havendo a necessidade de ter uma memória fotográfica para relembrar as roupas e as fases que deverá revisitar.

Porém o multiplayer irá te trazer uma experiência mais divertida e facilitada nesse aspecto.

Extras / Pós Game

Caso você queira mais que as 110 estatuetas e ver o que o jogo tem de extras, posso citar:

A conclusão da Torre dos Tim
Chamar o Tim Supremo / Pai Tim

Para o Tim Supremo você deve juntar as raindrops coloridas do altar das fases e depositar no altar dele no HUB.

Esses dois ainda não fiz até a conclusão do review, mas confesso que mesmo que tivesse feito não diria o que acontece HAHAHAHAHA.

Achar as 80 roupas, algumas estão bem escondidas.

Após terminar o jogo, você libera os terceiros atos secretos.

Troféus / Conquistas

Dificuldade: 7/10 para single, 5/10 para multi

Para platina e domínio do jogo você deverá termina-lo, completar todos os extras e achar todos os coletáveis, achar todos os trajes, com alguns miscelâneas como derrotar 5 negatis em sequência sem interrupção.

Considerações Finais

Graficamente o jogo é bem competente, tanto nas CG’s quanto na sua simplicidade de texturas que remetem o design cartoon / anime. Apesar de eu não ter tido nenhum incômodo enquanto joguei, devo frisar que as texturas simples e a coloração exorbitante porém possuem efeitos que podem incomodar algumas pessoas frágeis à epilepsia, porém recomendo mexer nas configurações da sua TV até sair algum patch que tenha opções de tirar os efeitos de flashes ou que diminuam isso.

A trilha sonora é o destaque primordial da direção artística do jogo, onde todas as músicas são excelentes para cada situação das histórias que você irá explorar, apesar das músicas com performance cantadas serem poucas.

O desempenho do jogo num geral foi satisfatório para o PS4 FAT, onde não houve crashes repentinos, mas no mundo 10 senti umas variações de frames com pequenos cortes durante a movimentação, única fase que teve o fato em questão (principalmente no ato 2 desse mundo). Assim que for possível eu testarei na versão PS5 e atualizarei o review.

A progressão do jogo é um dos pontos fortes na minha opinião, todos os mundos são bem diferentes um dos outros, seja pela história de cada habitante que você irá purificar ou pelas roupas que você irá coletando conforme avança no jogo, deixando uma imensa variedade e criatividade em executar o gênero plataforma, algo que de fato, é necessário para esse tipo de jogo.
Porém, o jogo peca nos bônus, no início fica divertido, depois…. tendo as cenas dos desafios de Balan acabam se tornando repetitivas e sempre com o timing (mesmo que dificulte conforme avança, uma hora fica cansativo e manjado), os esportivos até dão um desafio maior mas… também são de timing……

O desafio do jogo é excelente, progressivo e que irá testar suas habilidades aos poucos. O aspecto de 3 hits em chefes é mantido aqui, além de ter seções em que se deve matar os negatis para prosseguir em portas trancadas. Os puzzles dos cenários são bem aplicados, além dos trajes.

Em suma, Balan Wonderworld se tornou exatamente o que eu esperava do jogo.
Quem não entendeu as mecânicas do jogo ou reclamou que “demora pra explicar”, certamente não conhece o gênero e muito menos o legado dos seus criadores, que preferiram manter o saudosismo para um jogo com uma história simples, porém que ensina muita coisa, inclusive no seu final, onde dará à você a sua livre interpretação…. (provavelmente você irá sacar muita coisa ao ler esse review/tutorial).
Consequentemente, as críticas que o jogo sofreu na sua demo estavam me desanimando, porém como todo jogador sério, preferi trabalhar com ele e ter meu próprio sentimento, tanto pelo hype que eu tinha, quanto pelo profissionalismo de jogar por inteiro um projeto dedicado desde 2018, mesmo com as críticas que o jogo ainda sofreu após seu lançamento… e ainda bem que eu joguei, pois acredito que muitos foram corrompidos pelos Negatis LOL!!!!!!!

Jogue Balan Wonderworld tendo a consciência do que foi visto aqui, sendo um jogo saudosista com alta apelação de replay value em seus recursos ou com uma exploração mais dinâmica em coop. Se foi jogador de Sonic e Nights e conhece bem o gênero, ignore as críticas e arrisque, se prefere algo mais moderno e com mais diversidade de ações, evite o título…

E você, pronto para destruir a negatividade tanto em você quanto nas outras pessoas ????