Review / Tutorial: Natsuki Chronicles

Partindo do pressuposto que você leu o review de Ginga Force, Natsuki se passa antes, e devo dizer que da mesma forma que seu sucessor, o jogo teve seu lançamento primeiro no Xbox One, sendo desenvolvido pela Qute Corporation inicialmente em 2015 e saindo em 2019.
Em 2020 foi anunciado seu lançamento mas devido à pandemia do ano passado, foi necessário adiar, prometendo então um lançamento simultâneo com o Japão para Playstation 4 e PC em fevereiro de 2021 sendo novamente publicado pela Rising Star Games.
Um bundle de edição física com os dois jogos está planejado para metade do ano.

Diferente de Ginga Force, ele possui apenas rolagem horizontal (enquanto Ginga é Vertical com sessões traseira), mas sua mecânica tem mudanças sutis.
Sem mais delonga, vamos saber o que antecede Ginga Force????

Código cedido pela Rising Star Games para review, versão Playstation 4

Nome: Natsuki Chronicles
Gênero: Shoot them Up (subgênero: Bullet Hell)
Desenvolvedora: Qute Corporation
Distribuidora: Rising Star Games / Thunderful Publishing
Plataformas: Xbox One (Original), Playstation 4 e PC (relançamento)
Lançamento: 2021 (18 de Fev: Playstation 4 e PC relançamento) / 2019 (25 de Dez: Xbox One)
Mídia: física e digital

Versão Física

A versão física é possível fazer pre order no site da 1st Press, sendo possível escolher as versões regular e limitada dos jogos isolados ou o bundle com ambos.

Tela Título

História / Enredo

O jogo se passa 3 anos antes e paralelamente entre a batalha com Natsuki Sugiura pilotando a Garm no estágio 7 em Ginga Force.
Natsuki é a nova integrante da RDF (Rapid Deployment Force), fazendo parte da elite na MSS (Mitsurugi Security Service), e assim como eles, possuem contato com a Magni Corp.

Seu treinamento é incluso na narrativa, mostrando inclusive o treinamento de Natsuki junto com Margaret.

Após eventos durante o jogo e a descoberta de Natsuki sobre a Magni Corp, ela decide se tornar rival deles para salvar Seven Tier

Personagens

Natsuki Sugiura

Natsuki é a nova integrante do Rapid Deployment Force, uma divisão de elite da Mitsurugi Security Service.
Sua notoriedade em pilotar FV-A30 Dominator lhe concederam a possiblidade de pilotar a FG-G21 Garm (codenome Golem).

Natsuki em sua personalidade é uma pessoa séria e disciplinada, sempre ouvindo as ordens de seu superior e da RDF (na ausência de Maroon), que procura sempre evitar o pior para os criminosos que está perseguindo. Porém algumas vezes, nem sua misericórdia salva eles…

Durante seu treinamento, conheceu e tornou-se amiga de Margaret, co-pilota da Enforcer Hound 1.

Margaret Whitetail

Entrou juntamente com Natsuki na MSS, e acabaram treinando juntas e tendo uma amizade.
Co-Pilota da Enforcer Hound 1 ao lado de Alex Heatburn.

O destino fez com que ambas se enfrentassem no momento que Natsuki recebeu ordens de capturar a Enforcer, sendo Margaret considerada “uma rebelde”.

Gráficos

O jogo mantém a mesma engine gráfica de Ginga Force, com gráficos simples e efeitos de explosões e luz notáveis, com coloração mediana para os cenários futuristas.

Um detalhe interessante é que a arte de Natsuki, compara com Ginga Force, teve alteração:

Mova o divisor da imagem para ver a diferença, Ginga Gorce -> Natsuki Chronicles

Além de claro, Alex e Margaret terem alterações mais sutis em sua arte…

Som / OST

O jogo continua tendo sua dublagem japonesa, sendo constantemente interativa durante as fases, sendo necessário saber japonês fluente para conseguir entender (há não ser que você seja um ser de outro lugar e consiga perceber a tela e ler o que eles falam na parte superior).
A dublagem de Natsuki fica por conta de Natsue Sasamoto

A OST foi composta por Yosuke Yasui e Kazuhiro Kobayashi possui algumas músicas do Ginga Force em partes semelhantes (como irão ver no sistema), porém há mudanças sutis no gênero, havendo músicas mais agitadas e com padrões de sintetização mais clássico de jogos de shmup…

Deixo a lista para apreciação no YouTube, através do canal Durandana.

Jogabilidade

O esquema de controle é exatamente o mesmo de Ginga Force, sendo mapeável para sua melhor confortabilidade.

Sistema de Jogo

O jogo conta com os modos Story e Arcade, porém há algumas diferenças sutis com relação à progressão e a forma que ambos os modos funcionam, diferente do Ginga Force que tinha Score Attack por exemplo, mas os detalhes darei em seguida, não se preocupe.

Inicialmente, o jogo tem disponível as dificuldades easy e normal.

Pondo a ordem no caos, o retorno…

Referências… ultimamente meus reviews tem tido muitas hahaha…

A progressão da história se dará em linhas cronológicas, desde a entrada de Natsuki na MSS até seu encontro 3 anos depois com Alex e Margaret em Ginga Force, a partir dali, a história será do ponto de vista de Natsuki.

Com exceção da primeira partida, que o jogo lhe direciona diretamente para a fase, as missões terão informações pertinentes em seu resumo:

Como falei antes, o jogo tem apenas duas dificuldades padrão, a hard libera quando concluir no normal e a extreme quando concluir no hard.
OBS: dificuldades liberadas de forma isolada por fase.

O nível de missão é o multiplicador de dificuldade, calculado por inimigos e sua agressividade.
É variado conforme o avanço da história e a dificuldade estabelecida.
O nível de estudo de estágio é o conhecimento que o nível traz conforme jogar.
A cada nível adicionado, um escudo EX é fornecido, que nada mais é que resistência extra para sua nave. A experiência é ganha apenas jogando a fase, independete se morrer ou concluir ela.
O recorde de pontuação mais alta.
O contador de jogada onde o número em parênteses são as tentativas e o outro êxito.
A avaliação do seu rank na fase, variando de D à S+++. (detalhes a seguir).
O nível de jogador que lhe concederá equipamentos novos (detalhes a seguir).
E os créditos remanescentes que é seu dinheiro (como em Ginga Force).

O HUD do jogo é mais simples que o de Ginga Force, incluso o fato de algumas mecânicas terem sido alteradas.

Pontos – sua pontuação
Velocidade – a velocidade da sua nave em 2 sets
Avaliação – sua nota no decorrer da fase
Portrait – as falas dos personagens durante as conversações
Armas – indicador das armas primárias secundária e especial
Indicador de escudo – sua resistência de dano (recarregável)
Indicador de escudo EX – seus escudos extras (detalhes à seguir)
Modo e Dificuldade – auto explicativo
Formação – indicação de formação dos inimigos se aproximando (detalhes à seguir)

Além disso, há o indicador de tempo nas batalhas com chefes, diferente do Ginga Force que tem contadores no decorrer da fase, em Natsuki tem apenas nos chefes.

De início, podemos notar que há a mesma base de 3 tipos de armas:
A primária é relacionado ao seu canhão frontal
A secundária é relacionada ao seu canhão traseiro
A Especial é relacionada tanto à sua defesa, como ataque.
É possível atirar isoladamente a primária e a secundária ou as duas juntas (ver slides):

Note que o indicador ao redor do tipo de arma é a potência de dano das armas, ao ser isolado ela tem mais dano do que ao ativar simultaneamente, porém ao ativar simultaneamente terá mais direções de ataque.

isolado = mais dano unidirecional, junto = menos dano e multidirecional

Diferente de Ginga Force, não é necessário se preocupar em pegar munição, pois não há indicador de combustível…

Já a arma especial, funciona com os pequenos drones em volta da sua nave (antigos “options” em Gradius e Salamander haha), e é ativada apenas de forma isolada, desativando assim seus canhões.

A duração do especial é indicado pelo círculo em verde, sendo variante em amarelo e vermelho quando tiver perto de acabar, sofrendo seu cooldown.

Formações ɑ,β,γ,δ

Durante as fases, você notará símbolos indicadores com letras gregas, trata-se das formações dos inimigos que se aproximam, ao destruir todos os inimigos das formações, você ganhará um bônus de pontuação.

Além disso, há indicadores neutros em cinza, trata-se de inimigos estacionários / estáticos.

Aperfeiçoando a Dominator

Lembram dos créditos no sumário das fases? Eles são usados para trocar os equipamentos ou aparência da sua nave.
Da mesma forma que a Enforcer, a Dominator pode ser customizada com armas diferentes para o melhor set de combinações que você achar ideal para as fases:

Alguns pedem nível específico para ser liberado e outros pedem a compra dos equipamentos de nível menor.

Com exceção das fases de flashback (Training), a Dominator não pode ser customizada.

Armas primárias e secundárias podem ter 4 níveis.
Armas especiais podem ter 2 níveis.

A configuração do jogo também influencia no seu set, como sua velocidade, você pode escolher a velocidade do slot A e B, e ainda alternar entre troca, contenção e fixo.
Troca é só apertar o botão para ativar o slot de forma alternada.
Contenção é segurar o botão para ativar o slot secundário.
Fixo é apenas 1 slot de velocidade.

Já com relação às outras ações é sobre o indicador de aparição dos inimigos e suas formações, efeitos e indicadores das trajetórias de balas e sons.

Avaliação

A avaliação se dá pelos seguintes critérios:

Faltou pouco pro S+++

Targets Destroyed – alvos destruídos, ou seja, o total dos inimigos nas fases.
Tipos de inimigos – indicados por chefes, mini chefes, raros, fortes, fracos, zako (雑魚).
OBS: zako é o mesmo que “peixe pequeno”, ou seja, hierarquia abaixo dos fracos.
Formations Destroyed – formações destruídas.
Hits taken – danos sofridos.
Clear Bonus – bônus de conclusão.

Modo Arcade

O arcade nada mais é que jogar o jogo em um playthrough de forma única, sem intermissões de preparo de equipamentos.
Diferente do Score Attack do Ginga Force que você escolhia protótipos prontos, Natsuki quis trazer o saudosismo neste modo e relembrar a antiga jogabilidade dos SHMUPS…

O sistema de pick-ups funciona de forma mista com os escudos EX.
Sim, você terá as armas primárias em vermelho, as secundárias em azul, e as especiais em verde, encontradas em pequenas caixas de drones para destruir durante as fases.

Ao coletar, o indicador de escudo adicional ficará na cor correspondente aos equipamentos da nave, quanto mais coletar maior será seu poder.
O atributo máximo é o mesmo dos equipamentos no modo história, 2 níveis pra especial, 4 níveis para primária e secundária, ficando desta forma:

Ao coletar pickups dos três tipos estando no máximo, você ganha uma bonificação.

O nível de jogador seria o nível de operador do modo arcade e é isolado do modo história.
Cada nível dará crédito adicional para o modo arcade.

Com relação ao sistema é isso, caso querer dar uma olhada no gameplay, deixo aqui um vídeo no estágio 6 (se considerar qualquer possível spoiler, não veja).

Multiplayer

Infelizmente o jogo não tem nenhum modo multiplayer.

Troféus / Conquistas

Dificuldade: 10/10

Para platinar / dominar o jogo, você deve (de forma resumida) terminar o jogo nas 4 dificuldades no modo história, jogar o arcade 20x, terminar o arcade 1 vez, ver o ranking online depois de jogar o arcade 1 vez, jogar o arcade com configurações customizadas e liberar todas as armas.

Considerações Finais

Graficamente o jogo mostrou uma melhora significativa comparado com Ginga Force, mesmo que ainda simples, tendo uma paleta de cores mais viva e com efeitos mais notáveis nas explosões e tiros.

A trilha sonora mais agitada com algumas músicas novas e algumas trazidas do Ginga Force é um misto de nostalgia e novidade para quem jogou ambos os jogos, levando em conta também a mudança dos estilos de música que tocam conforme o passar do jogo e as situações vividas pela Natsuki.

A performance do jogo num geral ficou excelente, tendo pequenas e sutis mudanças conforme o aumento da dificuldade e número de tiros e inimigos na tela, mas que não atrapalham ou incomodam em nada no seu desempenho durante o jogo.
Não houve crashes repentinos.

A duração do jogo é a mesma base de 10 estágios + 3 flashbacks no modo história.
O modo arcade não há flashback e não há o estágio 7.
Mesmo assim, não deixa de ser um modo divertido e que irá agradar os imensos jogadores que já estão acostumados com o estilo antigo de jogabilidade dos shmups.

A proporção de desafio é compatível com o aprendizado do jogo nos padrões dos inimigos e chefes, e da mesma forma que Ginga force, quem quiser a platina deverá montar a tática perfeita de equipamentos e saber dominar os padrões dos inimigos no extreme, que ficam com velocidade maior na sua formação e com projéteis em grande número e velocidade, além de batalhas criativas com os chefes.

Natsuki Chronicles com certeza merece uma atenção dos amantes de shmups, onde traz complementos de história de Ginga Force, que mesmo com sutis semelhanças entre eles, aplicou mudança nas suas mecânicas, dando a possibilidade de diversos tipos de jogadores experimentarem seu desafio, seja no easy ou extreme.

E você, vai encarar ajudar Natsuki no extreme?