Review / Tutorial de When The Past Was around

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Chorus Worldwide Games (versão PS4/PS5)

Distribuidora: Chorus Worldwide Games
Produtora: Mojiken Studio
Plataforma: PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series X / Xbox Series S / Switch / PC / mac Os
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2020

When The Past Was Around é um puzzle point-and-click sobre o processo de aceitação do luto e as memórias daqueles que se foram.

Eda é uma jovem que viveu um grande amor com Owl (sim, é uma coruja mesmo), um violinista humanóide, já falecido.
Ela vive sob a sombra das memórias de Owl, embaladas pelo som de seu violino.

Owl inspira Eda com sua música


Você acompanha a história de vida do casal, desde o encontro de Eda com Owl tocando para um grupo de pacientes no pátio de um hospital, o começo da paixão dos dois, a descoberta da doença do violinista, o avanço da mesma e o seu falecimento.

As diferentes memórias são acessadas por portas que levam a novos locais onde o casal viveu algum acontecimento.
Ao final de cada capítulo, a sombra negra disforme que representa o luto de Eda lhe entrega uma pena.

Música e números são um dos focos dos puzzles do jogo


Os puzzles consistem em localizar objetos para interação, bem como códigos cifrados através de símbolos ou números.
Alguns objetivos estão mais escondidos e “protegidos” por cadeias de ações para que possam ser finalizados.

Memórias felizes de Owl ajudam no processo de cura de Eda


Notas musicais são elementos bastante presentes nos códigos cifrados, bem como as penas, simbologias respectivamente sobre a música de Owl e sua própria condição de coruja (e também referenciando o sangue de uma forma menos agressiva).
O luto de Eda é representado por uma sombra humanoide negra, alta, que inicia a maior parte dos capítulos trancada em uma gaiola.

A sombra negra representa tanto Luto quanto Memórias


O jogo é todo desenhado com traços suaves e tons menos vivos, com delicados tons pastéis.
A animação não é composta dos movimentos completos dos personagens, assemelhando-se a ilustrações sequenciadas de um livro, em um tom bastante onírico e melancólico.

A narrativa é carregada de fortes emoções


A belíssima trilha sonora, composta por violino, flauta e piano, não apenas se integra bem à arte do jogo, como complementa sua narrativa.



A platina é simples, consistindo em finalizar os capítulos e executar algumas ações específicas, como interagir com certos objetos ou animais e inserir códigos específicos em determinados puzzles.

RESUMO DA ÓPERA:
When The Past Was Around é uma belíssima metáfora sobre as memórias dolorosas de um amor interrompido, a necessidade de lembrar-se dos bons momentos da vida para não lamentar a morte e de como tudo isto nos ajuda a superar o luto.
Arte e trilha sonora compõem um belo e ao mesmo tempo poético conto sobre lamento e superação, com uma mensagem final positiva.
A narrativa é o ponto forte do título, sobrepondo-se ao desafio dos puzzles, fáceis, mas que possuem grande valor simbólico.
When The Past Was Around é uma experiência curta, porém inspiradora, de uma tristeza quase idealizada, sutil e reconfortante.
Um jogo para amenizar os tempos difíceis em que vivemos, com importantes mensagem e simbologias, capaz de reconfortar espíritos sonhadores.

Um comentário