Review / Tutorial de Freddy Spaghetti

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Ratalaika (versão PS4/PS5)

Distribuidora: Ratalaika
Produtora: Playful Pasta
Plataforma: PS4 / PS5 / Xbox One / Xbox Series X / Xbox Series S / Switch / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2020



Freddy Spaghetti é um jogo de aventura/puzzle baseado em física onde você controla um fio de macarrão em sua jornada de descobrimento.
Recentemente eu escrevi um texto (este aqui!) sobre os indies e suas ideias diferentes e como isto ajuda a renovar a indústria, buscando fugir das experiências convencionais. FS certamente se encaixa nesta categoria.

Dr. Pasta, cujo apelido provém de sua predileção pela comida italiana e por seus casos extraconjugais… ahãn, deixemos esta parte de lado… conseguiu criar uma máquina capaz de dar consciência a qualquer objeto.
Ele pensou em um fio de macarrão, afinal o que poderia ser mais inofensivo?
Bem, Dr. Pasta estava redondamente enganado!

A primeira revolta de Freddy na mesa de jantar


Após pequenos movimentos e brincadeiras, Freddy resolveu pesquisar na internet o que era Spaghetti e sua descoberta causou horror e revolta.
Agora Freddy quer vingança contra os humanos: seja no presente, passado ou futuro!

Por que o macarrão atravessou a rua? Para DESTRUIR A HUMANIDADE!


O gameplay baseia-se no uso de física para mover ambas as pontas de Freddy, utilizando os gatilhos.
Segurar o botão gera saltos maiores e apertar o botão X cancela os saltos carregados; o direcional esquerdo indica a direção do salto.
Parece simples… e é mesmo!
Mas não exatamente fácil.

Desviando de mísseis no melhor estilo Missão Impossível;


Você precisa aprender a calcular as distâncias e o tempo, além de fugir de policiais, carros e mísseis, driblar luzes de busca, saltar sobre precipícios, passar por detectores de movimento no tempo certo e espinhos.

O jogo se passa em três tempos: presente, passado (Velho Oeste) e futuro (uma versão com neon sobre luz negra).

Freddy retorna ao Velho Oeste em busca de respostas!


Os gráficos do jogo são simples, com bastante cor e uma modelagem 3D simples.
O protagonista é bastante simples em seu design… afinal de contas, é um fio de macarrão!

Saltar de plataformas aéreas é um bom teste de precisão (e paciência)


A trilha sonora é animada e (curiosamente) agitada.
Dr. Pasta narra a jornada de Freddy e o Sr. Spaghetti solta alguns gritos de empolgação durante os saltos.

Momentos antes da trágica descoberta! Pouparei os de coração fraco ante tal revelação


A platina consiste em zerar o jogo (um troféu para cada uma das 50 fases) e fazer os 5 bônus.
A curva de dificuldade do jogo se mostra desafiadora da metade para o final, exigindo bastante precisão em muitos momentos e um bom domínio da física.

Nenhum carboidrato foi ferido durante este review


RESUMO DA ÓPERA:
Freddy Spaghetti é uma experiência e tanto!
Não somente a premissa é inovadora, como o humor brilha durante todo o jogo.
A física pode ser desafiadora e frustrante em algumas partes, mas a curta duração das fases ameniza este defeito.
Se você quer relaxar um pouco (e rir bastante das situações inusitadas), Freddy Spaghetti é um ótimo passatempo. 
Agora, como será sua relação com massas a partir de então, só a sua consciência dirá…

Este jogo possui o selo de aprovação do Monstro do Espaguete Voador e a chancela do Pastafarianismo!