Review / Tutorial: Ara Fell: Enhanced Edition

Ola, aqui é o Pena e hoje eu trago um jogo que ta bem no estilo que estou acostumado, os RPGs.
Ara Fell: Enhanced Edition é um port do jogo original que foi produzido inicialmente usando o RPG Maker, sendo que a versão Enhanced foi utilizada a engine Unity.

Ele foi produzido pela Stegosoft Games, sendo esse o seu primeiro jogo e publicado pela DANGEN Entertainment, que já fizemos alguns reviews deles, que você pode conferir aqui

Review feito a partir da versão para o PlayStation 4
(Código cedido pela DANGEN Entertainment)

Titulo: Ara Fell: Enhanced Edition
Produtora: Stegosoft Games
Distribuidora: DANGEN Entertainment
Gênero: RPG
Plataformas: PlayStation 4 , Nintendo Switch, Xbox One, PC e Mobile (Android e IOS)
Mídia: Digital
Textos: Inglês e Japonês

História

O jogo se passa no continente flutuante de Ara Fell, que foi levantado aos céus milênios atrás durante a guerra dos Deuses.
Nesse mundo você acompanha Lita, um jovem (e baixinha) que após explorar uma ruína élfica com o seu amigo Adrian, se vê responsável em juntar 6 artefatos para impedir que o seu continente caia dos céus enquanto tenta impedir uma guerra da humanidade contra os vampiros, que já ganharam a guerra contra os Elfos.

Yep, nada de mal pode ocorrer, né? XD

A história segue os clichês básicos dos JRPGs, do escolhido ter que salvar o mundo e tudo mais, mas pelo menos eles não tentaram ser muito sérios. Como a campanha se desenrolada é gostosa e os personagens sempre estão fazendo piada com os diversos clichês que são usados no jogo, sempre fazendo umas caretas quando algo óbvio vai ocorrer haahhahaa

Gráficos

piadas com a “grandeza” da heroína são de praxe

O jogo todo é em pixel art no estilo 16 bits, muito bons, diga-se de passagem, capricharam bastante nos sprites dos personagens, nas cidade e nos monstros.
Tem uma boa variação de inimigos e com exceção de uns chefes que se transformam antes da batalha, qualquer humanoide que você enfrenta mantém a arte durante a batalha, diferente da maioria dos jogos que na hora da batalha o inimigo vira um gigante XD

Áudio

As musicas do jogo são agradáveis, muitas das mais tranquilas até me lembraram as do Star Ocean 2, é um belo bônus, mas eles pecam num ponto aqui.
O maior problema é que, fora das batalhas dos chefes, que tem umas musicas legais, as batalhas não tem música própria, mantendo a mesma musica da região que você está.

Dai que entra o problema, por que tem umas áreas com umas músicas meio paradas demais, além de outras terem problema no loop de repetição, ficando alguns momentos sem musica de fundo ou dando na cara aonde recomeça ela.
Pelo menos a parte de musica muito calma é mais no começo do jogo, então ao passar essa parte, o jogo engrena legal.

Jogabilidade

Falo e repito sempre, deveria ser obrigatório a opção de mudar os comandos do jogo….

O jogo é bem simples e direto, te dando a opção de trocar os comandos a qualquer momento, assim você pode se adaptar melhor a ele sem muitas dores de cabeça, apesar que o esquema de botões padrões dele seguem os mais clássicos.

As dificuldades do jogo

Logo no começo você escolhe qual dificuldade vai jogar ele, mas você pode trocar a qualquer momento do jogo isso, mas apesar da mensagem assustadora ai do Expert, não é nada surreal, mas vai exigir bastante do jogador, principalmente no começo.

A exploração do jogo é feita no modo clássico dos RPGs de 16bits, andando pelas cidades com uma visão por cima, com as invasões domiciliares básicas do gênero XD

O rapaz de cabelo rosa ali é inimigo andando na tela

Pelo menos não tem batalha aleatória, todos os monstros aparecem no cenário e não saem desesperados atrás da Lita, então na hora que você não está afim de batalhar, basta tomar um pouco de cuidado que não vai ter problema com isso.

ser baixinha tem suas vantagens XD

Em alguns pontos do jogo você vai precisar se rastejar pra passar, da uma variada do básico dos RPGs desse estilo, que geralmente só tem o personagem em pé.

Milagre, um personagem de JRPG que sabe nadar XD

Outro ponto legal é que a Lita sabe nadar, algo que geralmente não ocorre e que os produtores usam pra bloquear caminhos.
Está vendo o peixe nadando perto dela? Você pode pegar ele pra conseguir material pra criar itens, como também naquela oscilação de água também tem item pra pegar.

viu algo brilhando, corre ver o que é

Também durante as explorações você vai encontrar vários pontos de extração de minério e plantas, que são usadas na criação de itens de cura e melhoria de equipamentos.
Eu vou explicar melhor isso na parte do menu.

Zelda feelings

O jogo é cheio de passagem secretas, algumas você vai precisar da bomba pra conseguir abrir caminho, já outras não são tão óbvias assim, vai precisar dar uma boa caçada pra conseguir achar tudo.

Após um certo ponto do jogo, você consegue usar essa habilidade pra alcançar pontos que normalmente não alcançaria andando. Levando em consideração que tem varias ilhas flutuando sem conexão com nada, isso é bem importante.

não podia faltar puzzle de arrastar objeto

Com menos frequência, mas ainda tem, alguns pontos você vai precisar empurrar objetos pra resolver alguns puzzles. Falando dos puzzles, tem um em especifico que é baseado em cores, mas pra aqueles que são daltônicos, tem o modo “color blind” pra ajudar eles, não só durante o puzzle, mas pra a jogada toda também.

Teleporte é obrigatório em mundo fantasioso

Esse cristal é usado pra se teletransportar entre os vários locais do jogo, claro, precisa destravar o local primeiro, senão fica muito fácil.

Algo que ajuda muito é que se o NPC tem uma quest pra você, fica a vista com uma exclamação (!) quando é uma nova missão ou uma interrogação (?) quando é continuação de alguma quest já em andamento.

Talani, a vendedora que mais vai te ajudar na história

Qualquer NPC que tenha a moeda na cabeça é um vendedor, sempre de uma olhada nos itens deles, comprar material ajuda demais.

Recomprar os itens sem pagar mais por isso

Você também pode recomprar qualquer item vendido pra qualquer vendedor usando o “Buyback” pelo MENOS PREÇO QUE VOCÊ VENDEU, então se vendeu algo que não era pra vender, não vai perder grana nessa história.

Esse símbolo de lua é pra NPCs que dão a opção de curar “injury”, que ocorre quando algum personagem morre em batalha. Na parte de batalha eu explico melhor isso.

Ultimo detalhe antes de mostrar o menu, sempre que tem alguma batalha de chefe ou parte que vai avançar ponto importante na história, eles avisam, assim não tem perigo de perder progresso sem querer.

Menu

No menu principal já mostra se tem algo que de pra fazer no personagem

O menu do jogo não tem complicação, é bem direto e intuitivo, mas não custa explicar de qualquer maneira.
Um ponto bom do jogo é que você pode salvar em qualquer momento do jogo e a cada certos intervalos o jogo também faz um save automático.

Quests

Aqui mostra todas as quests ativadas até o momento.
Qualquer um delas que tenha a exclamação na frente é obrigatória da história.
Essa parte vai atualizando conforme avança na missões e quando precisa de um item em especifico, fica marcado também.

Items

Aqui é literalmente um geral de todos os itens que você tem no inventário, já que nesse jogo não dá pra usar itens fora da batalha, mas ajuda a ter um controle do que precisa.
Um detalhe fica para os itens na categoria “Relíquias” (Relics), esse itens melhoram status ou dão algum outro bônus pro grupo só pelo fato de ter eles no inventário.

Craft

Uma das partes mais legais do jogo, fazer os itens.
Contanto que você tenha as receitas (que podem ser compradas ou encontradas nas explorações) e tendo os itens necessários, você pode criar os itens que serão usados nas batalhas.

Até agora eu não falei dos equipamentos dos personagens, né?
Bem, foi de propósito, por que aqui você não troca eles, mas sim melhora usando o craft do jogo. Repara que quando tem um “+” no avatar do personagem, ele tem algum item que pode ser melhorado.

Um detalhe extra fica pro acessório deles.
Nele você pode equipar encantamentos pra melhorar algumas características, sendo um pra cada nível. Se o slot já tiver algum já equipado, você pode trocar, mas não recupera os itens usados.
Outro detalhe é que você precisa das receitas pros encantamentos pra conseguir usa-los.

Skills

Cada personagem tem suas técnicas próprias, que são conseguidas ao subir de nível, são poucas mas pelo menos você consegue elas bem rápido, algo que você vai precisar mesmo, já que vai ter um bom ponto de estratégia usando cada um dos personagens.

Todas as técnicas (com exceção da “Ultimate“) tem 2 melhorias, uma básica que melhora o efeito e usa uma pedra especifica pra a classe do personagem, enquanto a outra você precisa escolher entre 2 opções do efeito que te interessa mais (nessa a Ultimate também tem a opção)

Status

Aqui é mais pra saber como esta o andamento da evolução do personagem.
Um detalhe são os números em vermelho, que mostra o que diminuiu enquanto o personagem está com “injury“, que é o único status negativo que fica depois da batalha.

Map

Mapa desenhado a mão pela Lita, ficou engraçadinho hahahaha

Você pode acessar o mapa do jogo pelo menu ou diretamente no campo apertando o botão designado para isso.
Ele não lá tão preciso, mas já ajuda bastante em se localizar dentro o reino.

Batalhas

As batalhas do jogo são por turno.
Lá no topo você consegue ver a sequencia básica de turno dos personagens, sendo que quem estiver mais a esquerda é o que vai atacar. Logo no lado da barra mostra a sequencia geral, baseada na velocidade e alguns status de modificação.

Scout ajuda demais

Uma das técnicas que mais ajudam no jogo é a Scout da Lita, que mostra os status dos inimigos.
E o melhor, uma vez usado, os status daquele inimigo ficam liberados pro resto do jogo.
Um detalhe do jogo é que, ao terminar a batalha, o HP e MP é totalmente recuperado, então não precisa se segurar no uso das técnicas durante as batalhas.

O MP também regenera a cada turno, baseado nas características de cada personagem, não se segure, senão vai morrer pros inimigos mais fracos 😛

Um dos “ultimates”

Aquela barra lilás na parte inferior é o acumulo pro “Ultimate”.
Ela enche conforme passa os turnos, usa um item ou skill também. Quando a barra alcança a imagem dum personagem (cada um tem uma quantidade mínima necessária), ele pode usar a sua melhor técnica, mas tem um pegada, independente de onde está a barra, ela esvazia completamente ao usar essa técnica.

1 ou todos os inimigos, você que escolhe

Algumas habilidades podem acertar somente um ou todos os alvos (inimigos ou aliados), bastante apertar pra a direção especificada pra fazer isso.
Claro, o efeito é reduzido quando manda acertar todos, mas dependendo o que você pretende, vale muito a pena.

Outro ponto importante desse jogo é o uso de status positivos e negativos. Os chefes também recebem os status negativos, então saber usar eles vai facilitar a sua vida (principalmente no Expert, aqui você vai precisar disso demais).

Um outro ponto é que, quando o personagem é derrotado, ele recebe o tal “injury” que eu comentei e os status são cumulativos, então se você morreu 3 vezes, vai acumular 3 reduções de status do personagem.

você decide como evoluir o personagem

Após a batalha, se algum personagem subiu de nível, você recebe 10 pontos pra alocar nas características do personagem, que são:

  • PWR: Aumenta dano físico, mágico e de cura;
  • DEF: Aumenta HP e defesa;
  • AGI: Aumenta velocidade, chance de crítico e drop dos inimigos;
  • WIS: Aumenta MP, regeneração do MP e dano do crítico;

Você pode resetar a distribuição dos pontos com alguns NPCs, mas tem que pagar pra isso e a cada reset o valor aumenta.

Mudança de profissão permanente

Eu coloquei aqui no final de sacanagem, mas algumas quests liberam uma mudança de profissão pros personagens.
Só que aqui a mudança é permanente e afeta as opções de melhoria das técnicas do personagem, então escolha bem qual profissão vai por cada personagem pra não ter problemas futuros 😛

Extras

Tela inicial depois que fecha o jogo

O jogo não tem NG+, mas quando você fecha ele libera um pequeno Epilogo jogavel mostrando o que aconteceu com os personagens depois da aventura e deixa em aberto uma chance de continuação da história, mas não deixa ponta solta do que ocorreu no jogo, não precisa se preocupar com isso.

Conquistas e Troféus

A lista de conquistas é pequena, mas vai exigir fazer tudo disponivel no jogo, entre as mais dificies estão:

  • Master Tactician: Ganhar todas as batalhas no Expert
  • Lore Seeker: fazer todas as quest
  • Antiquities Collector: achar todas as reliquias
  • The Joy of Enchanting: achar todas as receitas de encantamentos

Conclusão

Yep, clichês sendo zombados a todo momento

Pro amantes dos RPGs antigos, Ara Fell vem pra atacar aquele seu sentimento de nostalgia, sendo um jogo bem agradevel do genêro sem ser muito básico, tendo bastante melhorias pra fazer e cada personagem tem suas técnicas próprias, dando um papel especifico pra eles.

Como comentei na parte de audio, aguente o começo do jogo com as musicas muito paradas durante as batalhas, depois que engrena e tem musicas mais legais, você vai curtir bastante o jogo, só deixe a animação das técnicas no rápido, a velocidade normal delas são bem lentas.