Review / Tutorial: Sakuna: Of Rice and Ruin

Ola, aqui é o Pena e dessa vez trago um jogo um pouco diferente.
Sakuna: Of Rice and Ruin é um jogo de ação em plataforma, mas que mistura algo inusitado, um sistema bem completo de CULTIVO DE ARROZ.

Ele foi produzido pela Edelweiss, mesma empresa que produziu em 2015 o shum’up de mecha chamado Astebreed, que também é um pouco diferente dos shum’ups comuns, o que mostra que a empresa gosta de fazer coisas diferentes nos seus jogos e Sakuna não foge disso.

A distribuição no ocidente do jogo ficou a cargo da XSEED Games e Marvelous Games, que já estão no mercado a muito tempo, trazendo jogos como Wild Arms, Shadow Hearts e até alguns da série Ys e Onechanbara.

Review feito com a versão do Playstation 4
(código cedido pela Marvelous)

Titulo: Sakuna: Of Rice and Ruin (Site)
Produtora: Edelweiss
Distribuidora: XSEED Games & Marvelous Games
Gênero: RPG de ação em plataforma / Simulação de fazenda
Plataformas: PlayStation 4 , Nintendo Switch e PC
Mídia: Digital e Física
Textos: Inglês, Japonês e Coreano
Dublagem: Inglês e Japonês

Versão Digital:
PSN Padrão: https://store.playstation.com/pt-br/product/UP1023-CUSA09130_00-SAKUNA0000000000
PSN [Divine Edition]: https://store.playstation.com/en-hk/product/UP1023-CUSA09130_00-SAKUNADELUXE0000
EShop: https://www.nintendo.com/games/detail/sakuna-of-rice-and-ruin-switch/
Steam: https://store.steampowered.com/app/1356670/Sakuna_Of_Rice_and_Ruin/

Importação pela Play-Asia:
Switch:
USA: https://www.play-asia.com/sakuna-of-rice-and-ruin/13/70dmnx?tagid=1174255
USA [Divine Edition]: https://www.play-asia.com/sakuna-of-rice-and-ruin-divine-edition/13/70dmod?tagid=1174255
EU: https://www.play-asia.com/sakuna-of-rice-and-ruin/13/70docx?tagid=1174255

PS4:
USA: https://www.play-asia.com/sakuna-of-rice-and-ruin/13/70dmo5?tagid=1174255
USA [Divine Edition]: https://www.play-asia.com/sakuna-of-rice-and-ruin-divine-edition/13/70dmof?tagid=1174255
EU: https://www.play-asia.com/sakuna-of-rice-and-ruin/13/70docz?tagid=1174255

História

O jogo já começa com confusão haahaha

O jogo se passa numa versão fantasiosa do Japão na era que ele ainda era conhecida como “Yamato“, entre os séculos III e VIII, utilizando base da mitologia do país.
Logo de início temos um grupo de humanos que entram no mundo dos deuses enquanto estão famintos e nisso, dentro de diversos acidentes, Sakuna destrói o armazém de oferendas, resultado no banimento dela para a “Ilha dos Demônios”, com a missão de averiguar o que ocorre por lá e subjugar os demônios em nome de Kamuhitsuki, a deusa suprema.

Sim, os poderes da Sakuna vem do plantio, que é o maior foco do jogo.

A ilha é um local inóspito e lá eles terão que se virar pra sobreviver, conseguir alimento e explorar as diversas áreas com o decorrer dos anos (sim, o jogo tem passagem de tempo e estações do ano).

Apesar do jogo não passar no mundo real, as referencias em roupas e tradições da época estão bem evidentes no jogo, que mesmo que não seja o foco dele mostrar um contexto histórico, exibe de modo interessante alguns pontos daquela época, comentando sobre guerras, modo de vida e diferenças com outros povos no decorrer do jogo.

Personagens

Sakuna

A protagonista do jogo, filha da deusa da colheita Toyohana e do deus do combate Takeribi, ela herdou o poder de ambos, mas nunca os utilizou corretamente por viver uma vida de luxo como nobre, sendo uma pessoa bem arrogante, algo que mudará no decorrer do jogo.


Tama

A espada / familiar de Takeribi, foi quem criou Sakuna.
Infelizmente a sua forma de espada foi quebrada durante combates anteriores, não conseguindo mostrar o seu real poder desde então.


Tauemon

Apesar de ser filho de samurai, não tem grandes habilidades com a espada e devido a pobreza que assola Yamato, virou um bandido.

Nunca conseguiu trabalhar corretamente no campo, mas tem conhecimentos de colheita.



Myrthe

Missionária da religião “Formos”, é a única estrangeira no jogo, seu japonês tem várias falhas devido a isso.
Tenta manter o grupo unido nos tempos difíceis em que eles estão, mas a sua falta de conhecimento da cultura local atrapalha um pouco as suas investidas.



Yui

Uma jovem que apesar da pouco idade, tem bastante conhecimento na confecção de vestimentas.
Desde que foi salva por Kinta (mas que não explica como ocorreu isso), ela sempre está ao lado dele quando é possível.



Kinta

Jovem orfão que sobreviveu roubando comida, tendo uma personalidade mais rude devido as diversas situações que passou.
Apesar de tudo, ele tem conhecimentos em forja, mesmo que sejam básicas.



Kaimaru

Filho do líder dos bandidos que Tauemon fez parte, não consegue mais falar devido a certos eventos do passado.
Mas mesmo sem conseguir falar a língua humana, ele consegue se comunicar com animais, o que o ajuda a sobreviver na ilha.

Gráficos

Lady Kamuhitsuki bem de perto

Como o jogo passa numa versão fantasiosa de Yamato, claro que os gráficos seriam puxados para os de anime. Mas eles usam um estilo um pouco mais caricato, com algumas formas mais exageradas, como o nariz gigante do Tauemon.

A movimentação dos personagens e expressões ficaram muito boas, principalmente as caretas das Sakuna, dá ótimos momentos de risada só pelas caras delas.
O bom que mesmo com a ação rápida durante as batalhas, não apresenta falhas nos movimentos e olha que o jogo aéreo dele é bem forte, coisa que é fácil de trazer falhas na imagem, principalmente quando tem bastante inimigos na tela, o que não ocorre aqui.

O visual da Sakuna varia também conforme são mudados os equipamentos dela, tem roupas, chapéus e mascaras variadas, que da um visual diferente para a personagem durante a partida.

Os cenários também estão bem feitos, com bastante coisa fantasiosa que encontramos nos jogos de plataforma, como essas bolhas gigantes de água, que estão com um efeito de fluidez bem caprichados.

A variação dos monstros é razoável. Você vai encontrar os mesmo monstros iniciais durante todo percorrer do jogo, mas sempre adicionando inimigos novos a cada sequencia de áreas novas, então vai dar pra curtir alguns monstros diferentes pouco a pouco.

Áudio

As musicas do jogo remetem ao estilo de musica antiga do Japão na maior parte do jogo, mantendo bem o clima e ambientação dele.
Diversos efeitos sonoros ficaram bem feitos, principalmente dos ataques e vozes da Sakuna e dos inimigos.

Segue uma delas, que da um dos melhores exemplos de como ficou puxaram bem o estilo antigo de musicas:

Tanto a dublagem americana como japonesas estão muito boas, mas como por gosto próprio, mantive a dublagem japonesa para manter o clima do jogo.
Uma curiosidade, a dubladora japonesa da Sakuna é a Naomi Ōzora, que já está na indústria a algum tempo, fazendo as vozes de algumas personagens bem carismáticas, tais como:

  • Duvalie da série Legend of Heroes da Falcom;
  • Amies Ernest do jogo Super Robot Wars T;
  • Dina e Griselda do jogo Ys VIII: Lacrimosa of Dana.

Jogabilidade

Antes de entrar nos 2 modos principais do jogo, é bom explicar um dos pontos mais importantes do jogo, a passagem de tempo.
Aqui temos a passagem entre as 4 estações e a variação entre dia e noite, que afetam diretamente tanto a exploração da ilha como a colheita do arroz.
Tirando quando estamos no menu ou em pausa, o tempo corre direto, então a gestão do tempo nesse jogo é algo crucial para avançar na história.

Menu principal

Todos os comandos são reconfiguráveis, isso deveria ser obrigatório nos jogos…

Aqui você vai configurar tudo que é necessário para a Sakuna sobreviver nas explorações e no dia a dia da fazenda.
Temos os campos:

  • Status: Mostra o geral de como está a Sakuna;
  • Equipment: Menu para equipar todas as ferramentas dela;
  • Skills: Parte para equipar as técnicas que ela aprende usadas na exploração;
  • Items: Verifica todo o seu inventario;
  • Quests: Canto com todas as quests, tanto as obrigatórias e as secundárias;
  • System: Parte para salvar, dar load e mexer na configuração do jogo.

Status

Sakuna: Of Rice and Ruin_20201116003020

Na primeira parte, a de STATUS, conseguimos ver como a Sakuna está, desde quanto de HP e se ela está bem alimentada, além dos pontos distribuídos, como força e magia.
Os status dela são:

  • HP: É a vida da Sakuna;
  • Fullness: o quanto ela está bem alimentada;
  • SP: Usado nas técnicas de combate;
  • Strength: Afeta a força dos ataques físicos;
  • Vitality: Afeta a defesa;
  • Magic: Afeta o dano causado com as técnicas que usam a vestimenta sagrada;
  • Luck: Afeta acerto critico e chance de cair item;
  • Gusto: afeta o quanto de bônus Sakuna recebe ao comer durante a janta.

Na parte de “Effect” fica a lista de todos os efeitos que estão ativos relacionados ao que a Sakuna comeu ou algum outro tipo de efeito do jogo.
Apertando o botão especificado no “Details” vai abrir mais essa lista mostrando uma explicação de cada um deles.

Equipment

Lembra que a Sakuna herdou os poderes da deusa da COLHEITA?
Então, ela não vai usar espadas e machados na exploração, mas sim ferramentas do campo, como enxadas e foices.

Ela pode equipar uma ferramenta de uma mão, uma de duas mãos, uma roupa, um chapéu e uma mascara, que como comentei na parte de gráficos, mudam o visual dela e claro, os status.
Só que como não são armaduras, elas não reduzem dano, mas sim tem técnicas secretas.

Alguns deles já tem técnicas pré determinadas, outras espaços pra equipar joias (spirit brough) com técnicas extras e outros com ambos.

Todas as técnicas pode ser melhoradas realizando ações ou usando itens, dependendo da técnica, para liberar ou melhora-las.
Evoluir essas técnicas, que vão desde aumentar o HP, recuperar vida quando derrota um inimigo ou achar mais recursos é um dos segredos pra sobreviver na ilha.

Skills

Na parte de skills você consegue equipar até 4 técnicas de combate e mais 4 técnicas usando a vestimenta divina dela.

O slot selecionado para equipar a técnica é importante, já que cada um identifica como ela será ativada, usando o direcional mais o botão configurado para ativar as técnicas.

Só para as técnicas de combate, elas em um nível de proficiência, que vai recebendo experiências conforme são utilizadas em combate.
O nível e experiência é mostrada nessa barra logo embaixo da foto da técnica.

Items

Parte que mostra o seu inventário completo, com os ingredientes, materiais, spirit broughs, e itens chaves.
Tem também a sessão “Acquired of Spoils“, que são os itens que você adquiriu na exploração. O detalhe é que, qualquer item que esteja ai AINDA NÃO É SEU, só indo pro seu inventario permanentemente quando termina a exploração da área atual.
Um ultimo detalhe super importante, o jogo NÃO TEM ITEM DE CURA, por isso não tem a opção de “usar”, eu entrarei em mais detalhes disso na parte da exploração.

Quests

Mostra todas as missões ativas, tanto as principais da história (Main Quest), como as secundárias (Side Quests). Caso esteja numa área que tem missão de exploração, elas podem ser verificadas no “Exploration Objectives

Com exceção das missões de exploração, caso você escolha uma missão, ela ficara na tela durante a navegação pra você lembrar o seu objetivo atual.

System

Aqui você pode salvar o seu jogo em qualquer ponto, dar load do seus salves, alterar as configurações do jogo e retornar para a tela título.
Um dos detalhes na configuração do jogo é acertar a dificuldade dos combates e do plantio, podendo deixar mais fácil ou no normal, dependendo do que você está acostumado.

Home

Tem que sobreviver no inverno também

A base de atividades do plantio e exploração da Ilha. A parte do plantio tem um ponto especifico pra ela, aqui mostrarei as outras coisas não relacionadas a ela, já que isso necessita duma explicação bem detalhada.
Leve em consideração que tudo vai liberando conforme vai avançando na história e uns pequenos detalhes eu não explicarei para não dar spoiler da história.
A exploração da base é feita com movimento em 3D, podendo interagir com vários pontos e escalar alguns detalhes do cenário

Forja

Kinta é o nosso ferreiro

Como falei antes, Sakuna não usa espadas e outros equipamentos normais de batalha, então Kinta não vai forjar esses tipos de equipamentos.

Pra criar os equipamentos, você vai precisar dos materiais marcados no canto direito, mostrando quais já tem o suficiente e quais estão faltando.
Qualquer equipamento que tenha material suficiente fica em evidencia, assim não precisa caçar qual deles é possível criar.

Tecelagem

Yui é a nossa tecelã

Nada de armaduras, Yui vai criar roupas e chapéus para a Sakuna usar na fazendo e nas explorações.

Do mesmo modo da Forja, os materiais são mostrados no lado direito e quando é possível criar uma nova peça, ela fica em evidencia.

Janta e processos da comida

Saco de batata arroz vazio não para em pé 😛

Conversando com Myrthe, você acessa todas as opções relacionadas aos alimentos.
Um dos momentos do jogo em que os personagem tem maior interação, mas não serve somente para interação, a janta serve para:

  • Recuperar as energias da Sakuna;
  • Da bônus nos status dela;
  • Adiciona efeitos especiais;

Antes de começar a janta, você pode escolher o que vai comer, gastando os ingredientes para fazer as comidas.
Quando está escolhendo a comida, vai mostrando quais os bônus que o alimento dá, então planeje bem essas vantagens dependendo do que você pretende fazer no dia seguinte.
Começar a janta vai avançar o tempo para a noite e depois dela você tem a escolha de dormir até a manhã seguinte ou voltar ao trabalho.

comida apodrece, então precisamos preservar o pouco que temos

Como o jogo tem passagem de tempo, a comida vai estragar, então processar a comida para ela ficar preservada é algo muito importante.
Os itens utilizados são mostrados no lado direito e quando um processo tem mais de um tipo de ingrediente utilizável, aperte o botão marcado no “Change” para escolher entre os outros itens.

No armazém você analisa o que tem guardado, mostrando a quantidade do item e em quanto tempo ele estraga.
Repare que alguns itens tem o símbolo de infinito (), geralmente são os itens processados e não estragam. Mas não adianta só ter itens processados no armazém, já que diversos pratos necessitam de ingredientes perecíveis (e normalmente tem bônus bons também).
Qualquer item que estragar é mostrado na virada do dia e alguns viram “comida estragada” (root food) que pode ser utilizado na fazenda.

Trocas com a Capital

Vários itens você só consegue com a Capital

Após avançar um pouco no jogo, Tama disponibiliza a troca com a Capital dos deuses.
No jogo não existe dinheiro e como todo bom fazendeiro da antiguidade, toda a troca de produtos é realizado com a produção da sua fazendo, no caso, com as sacas de arroz.

Toda e qualquer troca tem as seguintes informações:

  • O 1º número é o valor em sacas de arroz do produto;
  • O 2º numero a quantidade máxima que é permitido pegar do item na troca;
  • O ultimo número é a quantidade que você tem em estoque do produto.
Você pode combinar os 3 tipos de sacas de arroz para fazer uma troca sem perdas

Ao escolher os itens que você quer, é hora de pagar.
Cada tipo de arroz tem um valor diferente:

  • Arroz Marron (Brown) é o base e vale 1 saca;
  • Arroz Misturado (Mix) é uma mistura do Marrom e do Branco, vale 2 sacas;
  • Arroz Branco (White) é o que teve maior processo nele, vale 3 sacas

Escolha os sacos dentro do seu estoque para bater o valor pedido na troca.
Todos os pedidos chegam no dia seguinte e ao serem entregues, o estoque de troca reseta.

Treino

Menu de como será o treino

Na caverna mágica perto da entrada da base temos o campo de treinamento, aonde é possível configurar alguns inimigos pra testar habilidades novas e se acostumar com o “jogo aéreo” que tem aqui.

Aproveite bem aqui e não se preocupe, o tempo não avança enquanto está na sala de treinos, assim dá pra testar tudo sem precisar ficar correndo.

Descanso

Você também pode simplesmente procrastinar descansar e deixar o tempo passar, isso pro caso de você precisar fazer algo em algum horário especifico ou só avançar o tempo do jogo

Exploração

A exploração da Ilha é feita inicialmente escolhendo qual local dos disponíveis será explorado, marcado com o circulo e um nome.
Ao colocar o cursor nele temos:

  • Local: As áreas que tem uma borda vermelha tem mais de uma área nela, então você escolhe qual parte ira iniciar.
    Os símbolos de Sol e Lua, junto com o número do lado, mostram a força geral dos inimigos durante o dia e noite, respectivamente;
  • Objetivos: Nem todas, mas a maioria das áreas tem um objetivo, como descobrir pontos de extração, que dão pontos de exploração, que são necessários para liberar novos locais para explorar e avançar a história;
  • Lista de Itens: Mostra os itens que podem ser adquiridos no local.
    Aqui engloba tanto os itens que o inimigos derrubam, os de extração e também os adquiridos nos baús (esses só adquiríveis 1 vez)

Conforme vai avançando na história, é possível mandar os outros personagens averiguar certas áreas que só eles podem acessar pra conseguir ingredientes e materiais.
Qualquer personagem enviado fica indisponível na base até ele retornar, que é no final do dia, além de que cada personagem tem uma referencia por um tipo de recurso.

Explorando as áreas

Quando você entra numa das áreas, o jogo muda para o modo de “plataforma”.
Aqui você enfrentará vários inimigos enquanto procura por materiais pra sobreviver.

Todos os ataques são combináveis, na imagem acima está combinando os ataques leves (que usa a arma de uma mão) com os pesados (que usa a arma de duas mãos).

Se você apertar o direcional na direção do inimigo quando ele está pra te acertar com um ataque, você consegue ativar o “parry”, que defende o ataque e deixa o inimigo com a defesa aberta por alguns momentos, facilitando os ataques seguintes.

Batalhas aéreas no jogo são bem feitas

Junto com os ataques normais, você pode combinar as técnicas de combate, como essa giratória final. Pra ativar o ataque, tem que dar o comando aonde ele está equipado, no caso ai eu tinha deixado “↓ +

A vestimenta divina da Sakuna é utilizada para se movimentar rápido nas batalhas, podendo ir pra atrás do inimigo rapidamente e escapar de ataque, além de continuar os combos

A vestimenta também tem técnicas próprias, que são ativadas com os comandos aonde elas estão equipadas e algumas precisam estar numa certa posição, como essa da imagem, que precisa estar no ar pra ativar.

Os ataques tem tipo de dano, podendo ser colisão (strike), corte (slash), perfuração (pierce) e mágico (magic) e claro que os inimigos tem resistências e fraquezas a esses tipos de ataques, que vai mudar a cor do dano dependendo desses aspectos.

Quando uma técnica de combate ou da vestimenta é utilizada, é gasto SP e aparecer essa barra, ela é recarregada automaticamente se não for utilizado nenhum especial

A vestimenta não serve apenas para batalha, ela também é usada para escalar paredes, sendo necessária em diversos pontos do jogo

Striiiiiiiiiiiiiike!!!!

Uma das coisas mais importantes na exploração é saber arremessar os inimigos, já que muitos chefes, principalmente no começo do jogo, só tomam um dano razoável fazendo isso.

Também é possível arremessar essas pedra e tanto elas como o inimigos arremessados podem quebrar obstáculos na área.

Algo legal aqui é que os inimigos também são afetados por armadilhas do jogo, então saber usar elas ao seu favor é uma excelente estratégia.

Não ter que correr atrás de todos os itens é bom demais XD

Quando você derrota um inimigo, ele deixa cair essas pedras verdes chamadas “Ambar” e as vezes também itens. Geralmente eles ficam jogados no chão e você precisa passar por eles para pegar, mas caso você derrote todos os inimigos dum grupo, todos os itens derrubados por eles voam na sua direção automaticamente

Em vários pontos você encontra gramas e pedras que ao acertar eles consegue ingredientes e materiais, então não deixe passar eles, são extremamente importantes nesse jogo.

Em algumas áreas especificas você encontra esse local, que serve pra pegar vários materiais aleatórios.
Só cuidado que ao usar esses pontos, há uma passagem de tempo acelerada, dai dependendo do que você pretende fazer, melhor deixar pra usar eles outra hora.

1 de dano nos inimigos mais fracos? CORRREEEEEEEEE!!!!!!

Como o passar do jogo, a noite chega e com ela, os inimigos ficam bem mais forte e como não varia a quantidade de itens ou exp das habilidades, só explore de noite quando for estritamente necessário ou quando já tiver mais pra frente no jogo.

Outro detalhe, essa mensagem que aparece ai indica que a Sakuna está com fome.
Isso ocorre durante as explorações, o símbolo do Onigiri (bolinho de arroz japonês) que está do lado da barra de energia da Sakuna vai esvaziando e quando zera, qualquer efeito de comida para de funcionar.

Como eu comentei na parte do menu, NÃO EXISTE ITENS DE CURA no jogo, então pra recuperar HP você vai depender principalmente de um dos efeitos de comida, o “Natural Healing” que te cura enquanto não está combatendo.
Existe outros modos que inclui especiais das armas, mas isso fica pra quando você avançar no jogo hahahahaa

Durante a noite e em algumas cavernas, não tem iluminação, dai depois de desbloqueado, você pode usar essa esfera pra queimar óleo pra clarear o caminho.
Ela vai gastando aos poucos o óleo antes de consumir a próxima unidade.

Algumas áreas tem vários pontos de exploração, mas não é possível ir direto pra todas elas, somente nas que tem esse portão, então sempre que ver um, já sabe que tem um ponto novo de retorno, já que provavelmente a primeira vez que você chegar nele, já estará a beira de anoitecer

Cultivo do Arroz

O cultivo de arroz em áreas alagadas tem o nome de “Tanbo

O arroz faz parte da da dieta desde a antiguidade e o seu plantio sempre foi importante na sustentação do pais, conferindo até mesmo divindades diretamente no grão do arroz.

O uso do grão é vasto, produzindo desde a base da culinária japonesa com os sushis e onigiris, passando por doces como o mochi e indo até na produção de bebida alcoólica, como o sake.
Além de usado no sustento das pessoas, ele também era usado tanto como pagamento de impostos e moeda de troca do fazendeiros

Com toda a importância que o grão tem na história do País, ter um jogo com grande foco no plantio dele, com diversos detalhes nele, não é uma surpresa.

Sakuna só sobe de nivel com o cultivo do arroz

A importância do plantio é gigante no jogo, já que o nível de força da Sakuna está DIRETAMENTE ligado ao nível das suas colheitas.

Como falei antes, o jogo tem o sistema de passagem de tempo e com as 4 estações justamente para a simulação do cultivo do arroz. Segue uns pontos:

  • Cada uma das 4 estações são dividas em 3 meses, como na vida real;
  • Cada mês é exatamente 1 dia de jogo;
  • Há mudanças climáticas que afetam o cultivo;
  • Alguns insetos são BENÉFICOS no cultivo.

AVISO: os processos do plantio não é jogado tudo de uma vez e a algumas alterações durante o jogo, mas só abordarei a sequencia completa e não falarei de todas as variações para não estragar a diversão daqueles que pretendem pegar o jogo

Na assembleia agricola, você consegue:

  • Ver os status do como tá o andamento do cultivo;
  • Rezar para mudança de clima;
  • Ver DIVERSAS informações sobre o cultivo.

Como estamos no mundo dos deuses, usar um cheat code ou outro pra mudar o clima, pagos com “AMBAR” é permitido hahahaha.
Na parte do “The Art of Farming” você encontra diversas informações sobre o cultivo do arroz, desde doenças, métodos diferentes de plantio e outros tipos de dicas.

DETALHE: quase todos os processos a seguir tem técnicas que são liberadas conforme realiza as atividades, facilitando o processo do cultivo.

Antes de começar o plantio, primeiro você vai precisar separar as sementes de boa qualidade, misturando lama ou sal e mexendo pra deixar flutuando as de má qualidade.
Aqui você decide se prefere ter uma safra com uma grande quantidade / qualidade.

Depois de separar as sementes, tem de deixar as mudas crescerem.
Aqui também mexe com a quantidade / qualidade da colheita.

Agora é hora de por a mão na massa enxada e arar todo o terreno que será usado no cultivo do arroz. Não esqueça de tirar as pedras e de aplicar adubo e não vá na onda de preguiça da Sakuna hahaahah

Quando os brotos estão prontos para plantar no solo de cultivo, você pode plantar elas perto ou longe uma das outros, dependendo de qual resultado você deseja alcançar.

Pra fazer o fertilizante, primeiro você precisa ir na latrina e pegar as fezes usadas no processo (não tenha nojo, pelo menos não inventaram AINDA um modo de sentir o cheiro no jogo XD)

Já com as fezes no lugar, é hora de preparar o fertilizante.
Aqui você vai colocar o “Ambar” que você conseguiu nas explorações junto com outros materiais, acertando os pontos positivos e negativos do seu fertilizante.

A parte dos atributos do arroz, como sabor e aroma está relacionado a quanto os status da Sakuna irão melhorar, enquanto a parte de imunidade, pesticida, herbicida e toxidade é relacionada ao cultivo propriamente dito, que afeta como o arroz ficará na hora da colheita.

Quanto tiver acertado o que você quer no fertilizante, é hora de deixar ele fermentando enquanto você explora a ilha ou faz outras atividades.

No campo você pode encontrar itens ou pequenos insetos e animais nesses “!“.
Todos os animais encontrados assim são benéficos para a sua colheita ou usados como ingrediente na janta, então não deixe de pegar eles.

Você também precisa controlar a qualidade de água que é usada no cultivo, controlando o fluxo de água abrindo e fechando os portões. Isso também ajuda a controlar a temperatura da água.

Yep, temos plantas nocivas que cressem junto com o arroz, então não esqueça de procurar e arrancar elas sempre que possível.

Você consegue ver um geral de como está o cultivo, como fauna e flora no campo, além de ver quais técnicas você aprenderá durante a colheita.
SIM, Sakuna não aprende técnicas de combate LUTANDO, mas sim com o cultivo da terra.

Depois que o arroz cresceu, é hora da colheita, então pegue a sua foice e corte tudo.

Depois é hora de deixar secando e rezar pra não chover (se é que você entendeu a dica XD)

Depois de seco, você precisa tirar o arroz das hastes, então continue o trabalho ai Sakuna, esta quase terminando XD

E por ultimo, é hora de processar o arroz batendo ele no pilão.
Aqui é o ponto final que você decide se o arroz produzido será um arroz mais “cru”, conhecido como arroz integral, que fica com a casca (por isso arroz “marrom“), arroz branco sem a casca ou um misturado dos dois tipos.
Enquanto o arroz branco tem maior valor de troca, o arroz integral da mais da maiores bônus na comida.

Não seja preguiçoso que nem a Sakuna²

A maioria das atividades PODEM ser deixadas pro outros fazerem, mas a qualidade da produção é reduzida, então não seja preguiçoso XD

Durante o percorrer do jogo, Kaimaru encontrará animais que auxiliam na colheita.
Quais são e o que eles fazem eu vou deixar no ar pra você descobrir enquanto joga 😛

Depois do arduo trabalho, temos o resultados

No final, você recebe um relatório completo de como foi a colheita, desde a temperatura média e profundidade da água, como danos na colheiita.
É só depois que termina todos os processos do cultivo que Sakuna recebe os status e niveis relacionados a nova colheita.

Extras

O “mini-game” do jogo

Sakuna The Efflorescent” é um mini-game que libera no decorrer do jogo, mas como é quase no final e não é obrigatório, vou comentar aqui nos extras.

Nele você precisa defender essa planta dos insetos demônios.
A jogabilidade dele é praticamente a mesma das do combates normais, mas os números que sobem não é apenas dano, mas também a pontuação, que vai subindo conforme mata mais numa sequencia e sobe o multiplicador.

Tem 3 tipo deles:

  • Os amarelos são os mais lerdos e fracos, só atacam a planta de perto;
  • Os vermelhos usam a mesma estratégia dos amarelos, mas são bem mais resistentes;
  • Os azuis vão para a direção oposta da planta e atacam a distância.

As batalhas são feitas em ondas e a cada 5 ondas é criado um checkpoint pra começar a partir dela ou de a cada múltiplo de 5 anterior que já foi passado.

A dungeom opcional

Amagaeshi Shrine é liberada por volta da metade do jogo, mas é totalmente opcional.
Aqui você vai descer vários andares derrotando inimigos e criando check points a cada 5 andares.
Nele você encontra bastante itens raros e uns que só conseguem ai, mas se prepara que a dificuldade aumenta bastante conforme avança nele.

DLC

O jogo não tem nenhuma DLC extra, mas tem a versão Deluxe para o PS4 e para a Steam, que contém:

Versão PS4:

  • O jogo;
  • OST digital com 42 faixas;
  • 4 temas exclusivos para o PS4;
  • 9 avatares do jogo.

Versão Steam:

  • O jogo;
  • OST digital com 42 faixas;
  • Artbook digital.

Conquistas

A lista de conquistas / troféus do jogo é das trabalhosas, tanto no combate como no campo, sendo que algum dependem da sorte…
Segue os mais trabalhosos:

  • Shrine Maiden: compelte o andar 100 da Amagaeshi Shrine;
  • Pioneer: completar todos os objetivos de exploração da ilha;
  • Harvest Goddess: chegar no nivel 50 da colheita de arroz;
  • Hinoe Menagerie: conseguir todos os animais;
  • Sakuna the Efflorescent: completar o mini-game, são 100 ondas;
  • Demolition Deity: conseguir “petecar” um inimigo 5 vezes sem ele cair no chão;
  • Goddess of War: causar “apenas” 10000 de dano num único ataque;

Conclusão

Sakuna é um jogo bem divertido, tanto pra aqueles que curtem um jogo e ação rápido como os que gostam de criação de itens e gerenciamento de tempo. Eu já tinha noção queteria a parte da fazenda quando vi o trailer, mas não imaginei que seria tão complexo, mas é gratificante.

O único detalhe que me incomodou um pouco foi atrelar o nível de força SOMENTE ao cultivo do arroz, já que ela também é fica é filha do deus da guerra. Isso empaca um pouco o progresso do jogo, principalmente no começo, pois não demora muito pra você encontrar chefes que estão muito mais forte e você precisa esperar a colheita pra subir de nível e assim continuar o jogo.

Pelo menos o gerenciamento do tempo não é uma loucura que nem outros jogos que utilizam ele e NÃO EXISTE GAME OVER por causa de tempo, então você pode fazer as coisas no seu tempo sem se preocupar em não conseguir fechar o jogo por estar fraco demais na hora do ultimo chefe.

Se algum dia fizerem uma continuação do jogo, só espero que Sakuna consiga evoluir em combate também, pois de resto o jogo foi bem mais gratificante do que o medo inicial de fazer besteira no cultivo, algo que VAI ACONTECER, pode ter certeza hahahahahaha.