Review / Tutorial de Inertial Drift

Variando novamente no gênero e indo pras corridas, vamos ver como Inertial Drift chegou na sua proposta de jogabilidade baseada em inércia e ângulos

Desenvolvido pela Level 91 Entertainment e publicado pela PQube, veremos um jogo com duração relativamente média e dosagem de replay value moderado, dando assim o critério na escolha de um jogador casual/hardcore ou caçador de troféus.

Código cedido para Review pela PQube, versão PlayStation 4

Título: Inertial Drift
Gênero: Corrida (subgênero Arcade/Dual Stick)
Desenvolvedora: Level 91 Entertainment
Estúdio: PQube Limited
Plataformas: PlayStation 4, Xbox One, Switch e PC
Lançamento: 2020 (11 de setembro)
Mídia: até o momento, apenas Digital

Tela Título

História/Enredo

A história tem uma premissa simples:

Edward, Ada, Ibba e Viv são amigos que se reúnem periodicamente com um intuito: correr.

A história se baseia em diferentes pontos de vista, onde você joga com todos eles (inicialmente 3 deles, a Viv desbloqueia depois de zerar 1 vez).

Os eventos da história se concentram em apenas seus aperfeiçoamentos e treinos para participarem do tão sonhado “Summer Grand Prix”, antecedendo então, este evento que também é jogável (fora da história).

Conhecendo diversos outros corredores e desafiando seus limites, ajude eles a realizar o seu sonho de serem corredores capacitados para o grande prêmio.

Para vosso proveito, segue a introdução animada antes da tela título:

Gráficos

Os gráficos do jogo são bem polidos e simples, dando a perspectiva correta de que a frase “o simples às vezes é melhor” tem total sentido.

Sendo em cellshader, você nota detalhes de reflexos, blur e iluminação competentes, rodando com uma taxa de 60fps.
As texturas do cenário são simples, mas fazem complemento perfeito para o motor gráfico usado no jogo, dando uma boa impressão entre desenho e textura.

Durante os diálogos, os personagens são animados com seu artwork acima dos textos, no estilo novel.

Som/OST

A trilha sonora é variada em um dance light, sem batidas rápidas ou variações com trance.
O Som dos carros são fiéis, assim como os efeitos das derrapagens, se colocar os fones de ouvido dá uma imersão maior.
Não há dublagem nos eventos.

Jogabilidade

Aqui é a aposta do jogo.

Baseado em questões de inércia e ângulos para aplicar as derrapagens perfeitamente e sem perder muito a velocidade.

O jogo conta com o sistema de Dual Stick para as manobras, tornando um desafio divertido e interessante na medida que jogar.

Sistema de jogo

O HUD é minimalista…

Sendo o básico de todo jogo de corrida com posição, espelho retrovisor, tempo de volta (e tempo alvo para medalhas), velocímetro e indicador de inércia dos drifts.
O que aparece ocasionalmente no canto esquerdo é um portrait do rival com algum comentário durante as corridas.

Pondo a maestria da derrapagem em prática

Vamos relembrar a inércia…

Como dito antes, o jogo aposta na jogabilidade de controle das manobras pelos analógicos, isso torna uma jogabilidade arcade agradável de executar e divertidissima, principalmente porque o jogo exige uma atenção extra na tela por não ter um mini mapa.

Primeiramente vamos lembrar o que seria inércia: (conceito aplicado na física)
Inércia (subst. fem.) – resistência que a matéria oferece à aceleração.
Feito isso, vamos á aplicação do jogo na sua forma arcade
O indicador possui 2 barras (inertial gauges), onde ambas possuem relação de velocidade x resistência.

A barra acima da cor amarela indica o aumento de ângulo com relação a posição do carro
A barra abaixo da cor laranja indica o aumento de resistência perante o ângulo, isso influencia na velocidade do carro e na sua resistência de derrapagem conforme a velocidade.

O analógico esquerdo faz o controle de conversões do carro, enquanto o analógico direito faz o controle da resistência do eixo nas conversões para a derrapagem.
Devemos levar em conta que sentidos opostos tornam as conversões mais pararelas possíveis ao ângulo de conversão Z (profundidade) tornando a velocidade mais estável, enquanto sentidos iguais tornam as conversões mais paralelas possíveis ao ângulo de conversão X (planícies laterais) tornando a velocidade mais variada, tendo assim um aumento de força para diminuir a aceleração do carro.

O jogo praticamente te faz aplicar somente esse conceito, como poderão ler a seguir.

Modos de Jogo / Eventos

O jogo possui diferentes modos de jogo e eventos:

Tutorial

Aqui é onde o personagem Gunner lhe introduz às mecânicas do jogo… modo obrigatório ao começar, mas pode rejogar se preferir.

Story Mode

Escolha entre um dos jovens para começar a história na sua perspectiva… (pode-se criar slots de save separado para cada um)
Cada carro tem suas características, então preste atenção na escolha.

A história é totalmente linear, onde você deve percorrer os 5 diferentes distritos com suas determinadas pistas e eventos (os tipos de eventos falarei na parte do arcade).
Ao completar os eventos, um novo distrito libera, entretanto, se vencer em primeiro, carros desbloqueáveis são liberados mais rapidamente.

O resultado de vitória ou derrota é variado na história, independente do resultado, você consegue progredir (mas não é contabilizado na porcentagem de conclusão).

Challenge Mode

No challenge você joga com os rivais do modo história e seus veículos, com objetivos e eventos variados.

Que tal jogar com os rivais e ter o poder da máquina deles no seu controle?

Arcade

Aqui é o modo que você escolhe qual o tipo de evento que quer jogar, dentre as 20 pistas que o jogo tem, contando sua variante reversa.

Time Attack – você deve bater o tempo de 1 volta, em uma tentativa de 3.
OBS: se conseguir na primeira ou segunda tentativa, aperte options e finalize o evento, não precisando completar as 3 voltas.

Ghost Battle – jogue com o fantasma dos rivais (e depois de uma volta, o seu é adicionado) em 3 tentativas de tempo. (note o retrovisor LOL)
OBS – se bater o tempo o quanto antes, automaticamente o evento é finalizado.

Race – o modo habitual de corrida 1v1 em 3 voltas.

Algumas coisas devem ser levadas em consideração aqui, como por exemplo:
Nesse modo você deve concluir as 3 voltas.
As pistas são livres do tráfego de carros, logo não terá trânsito para te atrapalhar, podem haver pequenos obstáculos como água e barro durante algumas pistas mas nada além disso.
Não há sistema de colisões entre os carros, ou seja, o jogo exige suas habilidades, não sendo possível usar estratégias de colisão para não deixar eles ultrapassarem… não “kiddo”, aqui não…

Style – aqui você deve fazer pontuações com manobras (seja com risco ou não) de drift com 4 objetivos possíveis (bronze,prata, ouro e platina).
3 fatores influenciam na pontuação: ângulo de derrapagem, velocidade e aproximação de parede, variando o multiplicador entre 1.0 e 5.0.

Você deve rir na cara do perigo… (referências porque sim)

Se bater, você perde a pontuação acumulativa no centro da tela e o multiplicador 0, tendo um cooldown na sua contagem.

Duel – novamente no módulo 1v1, a diferença é que esse modo lembra muito o head to head do NfS, onde o piloto que estiver liderando a corrida por tempo suficiente pra encher a barra, vence.

Endurance – é o modo checkpoint, onde você ganha segundos de vantagem para concluir o percurso no tempo estimado.

Grand Prix

Aqui é o modo de masterização dos carros, onde você deve concluir 5 eventos em série para os 16 carros possíveis, enquanto na Challenge é 1 evento.

Splitscreen / Online

Desafie um amigo localmente por tela dividida ou pelo mundo na internet.

Settings

Os clássicos ajustes de qualquer jogo atualmente, gameplay, video, controles e áudio…

Troféus / Conquistas

Dificuldade: 9/10
O domínimo / platina se consiste em vencer cada modo pelo menos 1 vez em primeiro, terminar a história dos 4 personagens, desbloquear todos os carros e completar o grand prix com cada um, tirar uma medalha platina e terminar o jogo na dificuldade Xtra Crispy (liberada depois de zerar 1 vez) e outros miscelâneas.
Pôr as mecânicas em prática irá te fazer repensar se vai platinar ou não esse jogo… (atualmente a raridade da platina está 0.1%)

Considerações Finais

Inertial Drift com toda certeza cumpre o seu papel de diversão, sendo capaz de separar, como falei antes, os jogadores casuais e hardcore, não exigindo vitória para progredir nas histórias dos personagens.

Já para os jogadores que gostarem de desafios, com certeza exigirá toda a habilidade (principalmente nos duels) por não usar de sistema de colisão para se manter na vantagem e atrapalhar os rivais, se tiver acostumado com isso, lamento. Isso sem contar no fato de que cada carro irá te fazer reaprender a jogar, pois cada um funciona de forma diferente para as derrapagens…

A duração é agradável para quem quiser apenas curtir as histórias e suas perspectivas, sem se aprofundar nos extras.
A performance do jogo, mesmo no PS4 FAT cumpre perfeitamente o seu papel, incluso o fato de as corridas serem carregadas instantaneamente, os poucos loads que tem são rápidos.

Se curte um jogo divertido, com uma proposta diferente em algum aspecto, com certeza merece sua atenção, pois cumprirá toda a sua expectativa, inclusive espero ainda que este review tenha lhe despertado essa curiosidade no jogo.

E você??? Preparado para ser um mestre da derrapagem e liberar os 16 carros????