Review / Tutorial de Red Bow

Uma jovem acorda sozinha em sua casa.
Ao sair, descobre estar dentro de um sonho (ou seria pesadelo?).

* Esta análise foi feita com o código cedido pela Ratalaika (versão PS4)

Distribuidora: Ratalaika Games
Produtora: Stranga Games
Plataforma:  PlayStation 4 / Xbox One / Switch / PS Vita / PC
Mídia: Digital
Ano de Lançamento: 2020

Com um forte apelo ao “terror japonês”, Red Bow é um jogo investigativo 2D.
O visual infantil bastante pixelado da personagem contrasta diretamente com as criaturas macabras habitando este outro mundo.

Os temas adultos são um ponte forte do jogo

Roh acorda e logo descobre estar em um mundo macabro e misterioso.
Apesar de perceber-se dentro de um sonho, as situações são bastante reais e podem ter consequências pesadas no mundo real.

Roh tem apenas um objetivo, voltar para casa e escapar deste pesadelo, mas para isto terá de lidar com diversas criaturas e seus problemas.

A narrativa sóbria e a trilha sonora soturna (quase imperceptível em alguns momentos) ditam o tom de thriller psicológico do título.
Os seres deste outro plano possuem segredos sombrios e passados repletos de tragédias pessoais.
Roh precisa descobrir como ajudá-los a se perdoarem ou simplesmente escapar deles.

Monstros com visual fortemente inspirado no folclore japonês

Com múltiplos finais, Red Bow cativa pelo roteiro adulto e pelos diálogos francos entre personagens.
Uma ótima pedida para quem quer um pouco de puzzles e situações bizarras.

(no PlayStation o jogo possui crossbuy, ou seja, comprou no PS4, ganhou também a versão de PS Vita)